Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo coproparasitológico da espécie Cebus libidinosus (macaco-prego) / Fecal study of the species Cebus libidinosus (capuchin monkey)

Alcântara, D. S; Mendonça, I. L; Fernandes Neto, V. P; Carniel, P. G; Pessoa, F. B.
Arq. bras. med. vet. zootec; 68(6): 1609-1612, nov.-dez. 2016. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-17248

Resumo

Os estudos sobre parasitos gastrintestinais em primatas mantidos em cativeiros são importantes para o manejo da população de macacos e para a manutenção da saúde das pessoas que trabalham com esses animais, pois muitos desses parasitos são potentes causadores de zoonoses. Este trabalho objetivou estudar os parasitas presentes nas fezes da espécie Cebus libidinosus, criada em cativeiro. Foram utilizados 22 animais apreendidos pelo Ibama-PI, Ibama-PB e Cipama (Companhia Independente de Policiamento Ambiental do Piauí), no período de 2007 a 2009, que faziam parte do Projeto de Soltura Experimental em Ilhas Lacustres de Espécies do Gênero Cebus sp., do Ibama-PI. Foram encontrados parasitas do gênero Ancylostoma em 45% (10/22) das amostras e do gênero Strongyloides em 23% (05/22). No método de Willis (1921) e no método de Hoffman, o Ancylostoma sp. estava presente em 41% (09/22) e o Strongyloides sp. em 18% (04/22) das amostras. A coprocultura revelou a presença de larva do gênero Ancylostoma em 50% dos grupos estudados. A espécie Cebus libidinosus revelou-se parasitada por helmintos gastrintestinais dos gêneros Ancylostoma e Strongyloide.(AU)
The studies of gastrointestinal parasites in primates kept in captivity are important for managing the population of monkeys and to maintain the health of people who work with these animals, as many of these parasites are potent causes of zoonosis. The study investigated the parasites present in the feces of Cebus libidinosus species bred in captivity. 22 animals were seized by IBAMA-PI, IBAMA-PB and CIPAMA (Independent Company of Piaui Environmental Policing) from 2007 to 2009. Hookworm parasites of the genus were found in 45% (10/22) of samples and gender Strongiloyde in 23% (22/05) in the Willis method (1921) and Hoffman method Ancylostoma sp. I was present in 41% (09/22) and Strongyloides sp. 18% (04/22) of the samples. A stool culture revealed the presence of hookworm larvae of the genus in 50% of the groups studied. The species Cebus libidinosus proved to be parasitized by gastrointestinal helminths of Ancylostoma and Strongyloides genres.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1