Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Age influence on quality of shell and penetration in bacterial laying lightweight eggs / Influência da idade na qualidade da casca e na penetração bacteriana em ovos de poedeiras leves

Smaniotto, B. D; Amarante, A. F; Altarugio, R; Silva, I. G. O; Corrêa, I. M. O; Pereira, L. Q; Sartori, M. M. P; Andreatti Filho, R. L; Guimarães-Okamoto, P. T. C; Okamoto, A. S.
Arq. bras. med. vet. zootec; 69(5): 1301-1310, set.-out. 2017. tab, ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-18054

Resumo

This study evaluated the influence of the bird's age on the quality of the shell and percentage of bacterial penetration in commercial eggs. White-shelled commercial eggs were used, laid by light laying hens in their first laying cycle at 21, 39, 51, and 62 weeks of age. Shell quality evaluations comprised: egg weight, specific gravity, percentage and thickness of shell, number and size of pores. For evaluations regarding bacterial penetration, strains of several enterobacterias and one salmonella were used, all of which resistant to Nalidixic acid (100µg/ml). The method employed for evaluation of bacterial penetration was filling the eggs with growth medium. The data were subjected to variance analysis with 5% of probability using SAS (Education Analytical Software, 2013). Eveb though increase in the laying hen's age caused reduction of the quality of eggshells, it failed to affect the percentage of penetration of the bacterial samples evaluated.(AU)
O presente estudo avaliou a influência da idade da ave sobre a qualidade da casca e na porcentagem de penetração bacteriana em ovos comerciais. Foram utilizados ovos brancos comerciais provenientes de poedeiras leves em primeiro ciclo de postura com 21, 39, 51 e 62 semanas de idade. As avaliações de qualidade da casca realizadas foram: peso do ovo, gravidade específica, porcentagem e espessura da casca, número e tamanho dos poros. Para as avaliações da penetração bacteriana, foram utilizadas cepas de diversas enterobactérias e uma salmonela, sendo todas resistentes ao ácido nalidíxico (100µg/mL). O método utilizado para a avaliação da penetração bacteriana foi por meio do preenchimento dos ovos com meio de cultura. Os dados foram submetidos à análise de variância com 5% de probabilidade utilizando-se o programa SAS - Statistical Analisys System (Education Analytical Software, 2013). O aumento da idade da poedeira promoveu a redução da qualidade da casca dos ovos, porém não foi capaz de influenciar a porcentagem de penetração das amostras bacterianas avaliadas.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1