Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DE Escherichia coli VEROTOXIGÊNICAS EM AMOSTRAS DE QUEIJO TIPO FRESCAL / MOLECULAR CHARACTERIZATION OF VEROTOXIGENIC Escherichia coli IN SAMPLES OF FRESCAL CHEESE

NASCIMENTO, K. A.; PRADO, L. G.; FERREIRA, M. R. A.; MOREIRA, C. N.; GARCIA, W. C.; LOPES, J. M. S..
Ars vet; 29(4)2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-32686

Resumo

Escherichia coli é um importante patógeno envolvido em quadros de toxinfecção alimentar em humanos. Dentre os diversos tipos de queijos fabricados, o Minas Frescal tem ampla aceitação comercial em função de seu preço mais acessível (BARROS et al., 2004). Na maioria das vezes são comercializados em embalagem plástica comum e sem tratamento a vácuo. As amostras de queijo foram semeadas em ágar EMB-Levine e incubadas a 37ºC, por 24 horas. A extração de DNA das cepas de E. coli isoladas foi realizada pelo método térmico. A amplificação do DNA bacteriano foi feita em uma reação com volume final de 25μL. Os produtos amplificados foram visualizados por exposição do gel de agarose à luz ultravioleta. Foram visitados 12 estabelecimentos comerciais e destes coletados uma amostra de queijo minas frescal. Processada no dia da coleta e outro processamento após sete dias, totalizando 24 amostras e 120 isolados de Escherichia coli. Foram caracterizados geneticamente quatro isolados como VTEC, sendo identificada uma como stx1 e três como stx2, revelando uma prevalência de 3,33
Biblioteca responsável: BR68.1