Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Caracterização de rizóbios (Bradyrhizobium japonicum) e produtividade da soja

LIMA, S.C.; LOPES, E.S.; LEMOS, E.G.M..
Sci. agric.; 55(3)1998.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-439126

Resumo

A field study on the competion and on the dynamics of occupation of nodulation sites by naturalized and seed inoculated strains of Bradyrhizobium japonicum was conducted on a Dark Red Latosol. The experimental design consisted of randomized blocks, with eight replications of the following treatments: A) control without inoculation; B) control without inoculation, with nitrogen fertilizer; C) inoculation with about 107 rhizobia/g (8g/kg of seed); D) inoculation with about 1010 rhizobia/g (8g/kg of seed). The inoculant was prepared with the strains SMS-314 (= SEMIA-587) and SMS-463 (=SEMIA-5019 = 29W), officially recommended for inoculant production. The identification of the strains which formed nodules was made in samples collected at 10, 42 and 70 days after seed germination. The grains were harvested to evaluate production and nitrogen content. Sorological typification was made with antiserum prepared from antigens constituted by B. japonicum strains SEMIA-587, SEMIA-5019 and SEMIA-5052 (=USDA-6), using the immunodot method. The characterization of the strains in nodules revealed a small increase (6,2 to 8,7%) in the occurrence of nodules formed by the recommended strains for the three sampling dates. There was an expressive participation of the strain 5052 (serogroup USDA-6) in the formation of the nodules. It was also observed that the naturalized strains may contribute differently to the formation of the nodules during the cycle, depending on the time of sampling.
Fez-se um estudo de campo sobre a competição e a dinâmica de ocupação de sítios de nodulação de estirpes de Bradyrhizobium japonicum naturalizadas ou inoculadas em sementes. O ensaio foi instalado em Latossolo Vermelho Escuro utilizando blocos ao acaso, com 8 repetições dos seguintes tratamentos: A) controle sem inoculante; B) controle sem inoculante, com adubação nitrogenada; C) inoculante com cerca de 107 rizóbios/g (8g/kg de semente); D) inoculação com cerca de 1010 rizóbios/g (8g/kg de semente). Os inoculantes foram preparados com as estirpes recomendadas na ocasião, SMS - 314 (= SEMIA 587) e SMS - 463 (= SEMIA 5019 = 29W). A identificação das estirpes formadoras dos nódulos foi realizada em amostras coletadas aos 10, 42 e 70 dias após a germinação. Realizou-se também a colheita dos grãos para avaliação da produção e de N-total. A tipificação sorológica foi feita com antissoro preparado a partir de antígenos constituídos pelas seguintes estirpes de Bradyrhizobium japonicum: SEMIA 587, SEMIA 5019 e SEMIA 5052 (= USDA 6), utilizando-se da técnica "immunodot". A caracterização das estirpes dos nódulos revelou um pequeno aumento (6,2 a 8,7%), na ocorrência de nódulos formados pelas estirpes recomendadas, nas três épocas de amostragem. Houve expressiva participação da estirpe 5052 (= sorogrupo USDA 6) na formação dos nódulos. Verificou-se que as estirpes naturalizadas podem contribuir de forma diferente na formação dos nódulos durante o ciclo, dependendo da amostragem.
Biblioteca responsável: BR68.1