Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Termite (Insecta, Isoptera) fauna from natural parks of the northeast region of Argentina

Rafael Laffont, Enrique; Josefina Torales, Gladys; Manuel Coronel, Juan; Osvaldo Arbino, Manuel; Celina Godoy, María.
Sci. agric.; 61(6)2004.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-439936

Resumo

The knowledge of insect biodiversity in natural areas of Argentina is limited, and termites are among the understudied taxa. In order to assess the diversity of Isoptera in some protected areas of the country, termite sampling within three National Parks of the Northeast region of Argentina was developed during 1995-1999. The results presented in this paper correspond to the Chaco National Park (Province of Chaco), Iguassu National Park (Province of Misiones) and Mburucuya National Park (Province of Corrientes). Among the four termite families recorded from Argentina, the family Termitidae was the best represented at the three sampled areas. The recorded genera (15) were: Rugitermes Holmgren and Tauritermes Krishna (Kalotermitidae), Heterotermes Frogatt (Rhinotermitidae), Cornitermes Wasmann, Cortaritermes Mathews, Diversitermes Holmgren, Nasutitermes Dudley, Velocitermes Holmgren (Nasutitermitinae), Amitermes Silvestri, Microcerotermes Silvestri, Neocapritermes Holmgren, Termes Linné (Termitinae), Anoplotermes Müller, Aparatermes Fontes and Ruptitermes Mathews (Apicotermitinae) (Termitidae). None of the collected termite species was common to the three National Parks, and only four of them were detected at two of the reserves. Due to the particular assemblage of termites found at each park, these three natural protected areas could be considered important reserves for the conservation of the termite fauna from the Northeast region of Argentina.
O conhecimento da biodiversidade de insetos em áreas naturais da Argentina é limitado e os cupins estão entre os menos estudados. Para conhecer a diversidade dos Isóptera em algumas áreas protegidas do país, foi feita uma amostragem de cupins em três parques nacionais da região noroeste da Argentina, durante 1995-1999. Os resultados aqui apresentados correspondem ao Chaco National Park (Província de Chaco), Iguassu National Park (Província de Misiones) e Mburucuya National Park (Província de Corrientes). Entre as quatro famílias de cupins registrados na Argentina, a família dos Termitidae foi a mais bem representada nas três áreas. Os gêneros registrados foram: Rugitermes Holmgren e Tauritermes Krishna (Kalotermitidae), Heterotermes Frogatt (Rhinotermitidae), Cornitermes Wasmann, Cortaritermes Mathews, Diversitermes Holmgren, Nasutitermes Dudley, Velocitermes Holmgren (Nasutitermitinae), Amitermes Silvestri, Microcerotermes Silvestri, Neocapritermes Holmgren, Termes Linné (Termitinae), Anoplotermes Muller, Aparatermes Fontes and Ruptitermes Mathews (Apicotermitinae) (Termitidae). Nenhuma das espécies de cupim coletadas foi comum para os três parques e apenas quatro foram coletadas em duas reservas. Devido ao arranjo particular dos cupins, que foi encontrado em cada parque, estas três áreas naturais protegidas podem ser consideradas como importantes reservas para a conservação da fauna de cupins na região noroeste da Argentina.
Biblioteca responsável: BR68.1