Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Yield of varieties of Cucurbita pepo preimmunized with mild strains of Papaya ringspot virus - type W and Zucchini yellow mosaic virus

Bonilha, Estela; Gioria, Ricardo; Fujito Kobori, Rômulo; Tarcísio Della Vecchia, Paulo; Maria de Stefano Piedade, Sônia; Alberto Marques Rezende, Jorge.
Sci. agric.; 66(3)2009.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-440380

Resumo

Papaya ringspot virus - type W (PRSV-W) and Zucchini yellow mosaic virus (ZYMV) are the most prevalent viruses in cucurbit crops in Brazil and responsible for frequent yield losses. Diseases caused by these viruses are difficult to control. The objective of this work was to evaluate the effects of mild strains PRSV-W-1 and ZYMV-M on the yield of Cucurbita pepo L. cvs. Samira, Novita Plus, AF 2847, and Yasmin, under plastic greenhouse and field conditions. Plants infected with ZYMV-M and grown in a plastic greenhouse did not exhibit typical leaf symptoms or significant alterations in quantitative and qualitative fruit yield. However, when infected with PRSV-W-1, or PRSV-W-1 + ZYMV-M, the plants exhibited severe leaf mosaic symptoms and reduced fruit quality, although there were no changes in the number and mean fruit weight harvested from these plants. When these plants were infected with PRSV-W-1 and studied simultaneously in the field and plastic greenhouse, intensification of symptoms in the fruits and leaves was more pronounced under the greenhouse conditions. Quantitative yield did not change. Environmental factors seem to influence symptoms induced by PRSV-W-1.
O Papaya ringspot virus - type W (PRSV-W) e o Zucchini yellow mosaic virus (ZYMV) são os vírus predominantes em culturas de cucurbitáceas no Brasil, onde geralmente causam danos significativos na produção. As doenças causadas por ambos os vírus são de difícil controle. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito das estirpes fracas PRSV-W-1 e ZYMV-M na produção de abobrinha de moita (Cucurbita pepo L. cvs. Samira, Novita Plus, AF 2847, and Yasmin) em condições de estufa plástica e de campo. Plantas infectadas com a estirpe ZYMV-M sob condições de estufa plástica não exibiram sintomas foliares típicos da doença e alterações na quantidade e qualidade dos frutos produzidos. No entanto, quando infectadas com a estirpe PRSV-W-1, ou PRSV-W-1 + ZYMV-M, as plantas mostraram sintomas severos de mosaico foliar e redução na qualidade dos frutos. Não houve alteração no número e no peso médio dos frutos colhidos dessas plantas. Quando as plantas dessas variedades foram infectadas com a estirpe PRSV-W-1 e avaliadas simultaneamente em campo e em estufa plástica, constatou-se que a intensificação de sintomas foi mais pronunciada sob condições de estufa plástica. A produção quantitativa não foi alterada. Fatores ambientais parecem ter influenciado a intensificação dos sintomas induzidos pela estirpe PRSV-W-1.
Biblioteca responsável: BR68.1