Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Occurrence of toxigenic fungi in herbal drugs

Bugno, Adriana; Aparecida Buzzo Almodovar, Adriana; Caldas Pereira, Tatiana; de Jesus Andreoli Pinto, Terezinha; Sabino, Myrna.
Braz. J. Microbiol.; 37(1)2006.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-443943

Resumo

The increase in the consumption of natural drugs have made their use a Public Health problem due to the possibility of access to products without adequate conditions of use. The concern with the quality of the natural products is due to the potential fungal contamination and the risk of the presence of mycotoxins. Ninety-one samples of medicinal plants were evaluated for the fungal contamination and the mycotoxigenic potential of Aspergillus and Penicillium isolated from the samples. Results indicated that predominant mycoflora was distributed in 10 genera. From these, 89.9% of the isolates corresponded to genera Aspergillus and Penicillium, which are extremely important from the mycotoxicological standpoint. 21.97% of the Aspergillus and Penicillium isolates proved to have the ability for producing aflatoxins (42.9%), ochratoxin A (22.4%) and citrinine (34.7%). The presence of toxigenic moulds represents a potential risk of mycotoxin contamination and considering the worldwide increased use of herbal products as alternative medicines, it is necessary setting standards for toxigenic moulds in crude herbal drugs in order to reduce the risks for consumers' health.
O aumento no consumo de produtos naturais transformou seu uso em um problema de Saúde Pública devido a possibilidade do acesso a produtos sem adequadas condições de uso. A preocupação com a qualidade dos produtos naturais é devida à potencialidade de contaminação por fungos e ao risco da presença de micotoxinas. Noventa e uma amostras de plantas medicinais foram avaliadas quanto à contaminação fungica e ao potencial micotoxigênico de Aspergillus e Penicillium isolados nestas amostras. Os resultados indicaram que a micoflora predominante esteve distribuída entre 10 gêneros. Entretanto, 89,9% dos isolados corresponderam aos gêneros Aspergillus e Penicillium, extremamente importantes do ponto de vista micotoxicológico. Verificou-se que 21,97% dos isolados de Aspergillus e Penicillium demonstraram capacidade para produzir aflatoxinas (42,9%), ocratoxina A (22,4%) e citrinina (34,7%). A presença de fungos toxigênicos representa risco potencial de contaminação com micotoxinas e considerando o aumento no consumo de produtos de origem vegetal como alternativa terapêutica, é necessário estabelecer padrões para a presença de fungos toxigênicos em drogas vegetais a fim de reduzir os riscos à saúde do consumidor.
Biblioteca responsável: BR68.1