Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Small mammals of Chapada dos Veadeiros National Park (Cerrado of Central Brazil): ecologic, karyologic, and taxonomic considerations

R. Bonvicino, C.; Lemos, B.; Weksler, M..
Braz. J. Biol.; 65(3)2005.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-446021

Resumo

This work is based on a survey of small mammals carried out in the Chapada dos Veadeiros National Park, a natural reserve located in the mountains of the Planalto Central Goiano in the Cerrado of Central Brazil. The 227 specimens collected represented six marsupial and 13 rodent species. Taxonomic, karyologic, and ecologic considerations are present and discussed in the present work. Our data reflected the faunal heterogeneity with respect to both elevation and vegetation because only eight of the 19 species were collected at both high and low elevations. The composition of the small mammal fauna of the park is influenced by predominance of forest formations at low elevations and cerrado with rupestrian areas at high elevations. Presence of endemic species and one undescribed demonstrated that the cerrado has an endemic fauna and a little known diversity of small mammals.
Este trabalho é baseado em um levantamento sobre pequenos mamíferos realizado no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, localizado nas montanhas do Planalto Central Goiano, no Cerrado do Brasil Central. Foram coletadas 227 espécimes, representando 6 espécies de marsupiais e 13 de roedores. Considerações taxonômicas, cariológicas e ecológicas são apresentadas e discutidas. Nossos dados refletem a heterogeneidade da fauna em relação à altitude e à vegetação do Cerrado, sendo apenas 8 das 19 espécies coletadas comuns às altitudes elevadas e baixas. A composição da fauna de pequenos mamíferos do parque está influenciada pela predominância de formações florestais nas altitudes baixas e de cerrado rupestre nas altitudes elevadas. A presença de espécies endêmicas e uma ainda não descrita demonstram que o Cerrado apresenta uma fauna endêmica associada, sendo pouco entendida a diversidade de seus pequenos mamíferos.
Biblioteca responsável: BR68.1