Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Síntese da parede abdominal: avaliação de dois tipos de sutura contínua em ratos

Medeiros Loureiro, Vanessa; José Fagundes, Djalma; Omar Taha, Murched.
Acta cir. bras.; 18(3)2003.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-448471

Resumo

PURPOSE: To establish morphologic relationship between the continuous "simple mass" suture and the continuous far-near, near-far mass suture of longitudinal midline abdominal incision. METHODS: A total of 48 male Wistar rats underwent longitudinal standard laparotomy with equal distribution to one of two groups: GI- continuous "simple mass" suture, GII-continuous far-near, near-far suture, both with polypropylene. On postoperative day 7th or14th, 12 animals of each group were submitted to euthanasia and anterior abdominal wall was removed (without skin) for histologic and immune- histochemistry analysis. The samples of the abdominal wall were stained by hematoxylin-eosin in order to performed a qualitative healing tissue reaction. Others samples were stained by Picrosirius red F3BA in order to performed a quantitative analysis of macrophages and collagen. Statistical analysis was done by use the chi-square test, Fisher exact test and Mann-Whitney variance test ( p 0,05). RESULTS: The findings of the macrophages cells and the collagen evaluation were statistical significantly on day 7th. CONCLUSION:The continuous far-near, near-far technique improved the abdominal wall healing on day 7th. On day 14th the findings were the same.
OBJETIVO: Comparar a sutura simples contínua e a sutura contínua em oito vertical no fechamento da parede abdominal de ratos. MÉTODOS: Quarenta e oito ratos machos Wistar, foram submetidos a laparotomia padronizada e fechamento da parede abdominal com sutura simples contínua (n=24) e sutura contínua em oito-vertical (n=24), com fio de polipropileno. No 7° e 14° pós-operatório foram submetidos a eutanásia 12 animais de cada grupo e deles retirados a camada músculo-aponevrótica da parede abdominal envolvendo a cicatriz operatória e preparados para exames histológico e imunohistoquímico. Os segmentos levados ao exame histológico foram corados por Hematoxilina-eosina sendo feita observação qualitativa do processo cicatricial e Picrosirius red F3BA, para avaliação quantitativa do colágeno. Também foram estudadas as porcentagens de macrófagos na linha de sutura por imunohistoquímica. Para a quantificação de macrófagos e fibras colágenas foi utilizado avaliação histológica por digitalização de imagem, baseados nos princípios de espectrofotometria. Os dados encontrados foram analisados estatisticamente pelos testes qui-quadrado, exato de Fisher e Mann-Whitney (p 0,05). RESULTADOS: A análise qualitativa, nos parâmetros necrose, fibrose, neovascularização, presença de abscesso, reação de corpo estranho e coaptação das bordas de sutura, não mostrou dados significantes nos dois grupos aos 7 ou 14 dias. A porcentagem de fibras colágenas foi significantemente maior, apenas no 7° dia, na sutura contínua em oito-vertical. A porcentagem de macrófagos mostrou-se significantemente maior na sutura simples contínua no 7º. dia. CONCLUSÃO : No 7° dia de pós-operatório a parede abdominal suturada em oito vertical apresenta significantemente, maior quantidade de fibras colágenas e menor quantidade de macrófagos do que a suturada por técnica contínua. Aos 14 dias de observação as suturas mostraram-se morfologicamente semelhantes.
Biblioteca responsável: BR68.1