Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Detection of non-fermenting Gram-negative bacteria in treated water for dialysis procedure purpose / Detecção de bactérias Gram-negativas não fermentadoras em água tratada para diálise

Bugno, Adriana; Aparecida Buzzo Almódovar, Adriana; Caldas Pereira, Tatiana; Tirico Auricchio, Mariângela.
R. Inst. Adolfo Lutz; 66(2): 172-175, 2007.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-453450

Resumo

In Brazil, 90% of patients with renal failure depend on the hemodialysis procedures in order to remove the metabolic degradation products, water and mineral salts excesses from the organism, restoring the electrolyte and acid-base balance. Water is the main component of the dialysis therapy, and its chemical and microbiology quality is essential to avoid additional risks to patient. Dialysis solutions and equipments provide suitable environments for the microbial growth, particularly Gram-negative bacteria. In addition to bacteremia, Gram-negative microorganisms can be related to pyrogenic reactions. The objective of this study was to investigate the occurrence of non-fermenting Gram-negative bacteria in 97 dialysis water samples, and 27 dialysates analyzed from June 2005 to December 2006. Non-fermenting Gram-negative bacteria were detected in 29.6% of dialysates and in 49.5% of treated water samples. Nine bacteria species were isolated and identified; the Burkholderia cepacia complex was the most frequent (59.0%), followed by Stenotrophomonas maltophilia (13.1%).
No Brasil, 90% dos pacientes renais crônicos dependem dos procedimentos de hemodiálise para remover produtos de degradação metabólica, excesso de água e de sais minerais do organismo, e para restaurar o equilíbrio ácido-base e eletrolítico. A água é o principal componente do tratamento por diálise e suas qualidades química e microbiológica são essenciais para evitar riscos adicionais ao paciente. As soluções para diálise e os equipamentos proporcionam ambientes adequados ao desenvolvimento microbiano, especialmente bactérias Gram-negativas. Além de bacteremias, os microrganismos Gram-negativos podem estar relacionados à ocorrência de reações pirogênicas. Este estudo teve por objetivo verificar a ocorrência de bactérias Gram-negativas não fermentadoras de glicose em 97 amostras de água tratada para diálise e 27 amostras de dialisatos, avaliadas entre junho de 2005 e dezembro de 2006. As bactérias Gram-negativas não fermentadoras de glicose foram detectadas em 29,6% das amostras de dialisatos e em 49,5% das amostras de água tratada. Nove espécies foram isoladas e identificadas, sendo a mais freqüente o complexo Burkholderia cepacia (59,0%), seguido de Stenotrophomonas maltophilia (13,1%).
Biblioteca responsável: BR68.1