Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Infecção por Toxoplasma gondii e Leishmania spp. em humanos e cães de assentamentos rurais no Norte do Estado do Paraná, Brasil / Infection by Toxoplasma gondii and Leishmania spp. in humans and dogs from rural settlements in Northern Paraná State, Brazil

de Freitas Silva Filho, Mauro; Tamekuni, Kátia; dos Santos Toledo, Roberta; Cristina Ferreira Dias, Renata; Maria Ruiz Lopis-Mori, Fabiana; Mitsuka-Breganó, Regina; Thomaz-Soccol, Vanete; Luis Garcia, João; Lemos Freire, Roberta; Vidotto, Odilon; Teodorico Navarro, Italmar.
Semina Ci. agr.; 33(6): 3251-3264, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-471205

Resumo

O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de anticorpos contra Toxoplasma gondii e Leishmania spp. em humanos e cães que vivem em dois assentamentos rurais no norte do Paraná. Um questionário epidemiológico foi aplicado para obter informações sociodemográficas e possíveis associações com as infecções, e os dados foram analisados pelo EpiInfo®. Amostras de sangue foram coletadas de 216 pessoas e 169 cães, e testados por imunofluorescência indireta. A prevalência de toxoplasmose em humanos foi de 79,1% (171/216) e em cães foi de 82,2% (139/169). Entre as variáveis analisadas para toxoplasmose em humanos a presença de gatos jovens no domicílio (p = 0,031) e maior freqüência de indivíduos >18 anos mostraram uma associação significativa. Uma maior freqüência de soropositivos foi observada em cães com idade >1 ano. A prevalência de leishmaniose em seres humanos foi de 7,4% (16/216) e em cães foi de 8,2% (14/169). A variável presença de floresta a menos de 200 metros da residência apresentou uma associação significativa entre os seres humanos e cães. Também para os cães, houve associação com a presença de matéria orgânica (folhas) em torno da casa. Em conclusão, pode afirmar-se que existe uma grande propagação de T. gondii em ambas as espécies e a ocorrência de anticorpos anti-Leishmania spp. em humanos e cães, indica que há transmissão de Leishmania spp. nessas local
The purpose of this study was to determine the seroprevalence of antibodies against Toxoplasma gondii and Leishmania spp. in humans and dogs living in two rural settlements in northern Paraná State. An epidemiological questionnaire was applied to obtain socio-demographic information and possible associations with the infections, and the data were analyzed using EpiInfo®. Blood samples were collected from 216 humans and 169 dogs, and tested by indirect immunofluorescence assay. The prevalence of toxoplasmosis in humans was 79.1% (171/216) and in dogs was 82.2% (139/169). Among the variables analyzed for toxoplasmosis in humans the presence of young cats in the household (p = 0.031) and higher frequency with individuals > 18 years showed a significant association. A higher frequency of seropositive was observed in dogs aged > 1 year. The prevalence of leishmaniasis in humans was 7.4% (16/216) and in dogs was 8.2% (14/169). The variable presence of forest less than 200 meters from the residence had a significant association among both humans and dogs. Also for dogs, there was association with the presence of organic matter (leaves) around the household. In conclusion, it can be stated that there is a high spread of T. gondii in both species and the occurrence of anti-Leishmania spp. antibodies in humans and dogs indicates that there is transmission of Leishmania spp. in thes
Biblioteca responsável: BR68.1