Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeitos eletrocardiográficos do butorfanol em cães anestesiados pelo desfluorano

Sérgio Patto dos Santos, Paulo; Nunes, Newton; Pereira de Souza, Almir; Langenegger de Rezende, Márlis; Tie Nishimori, Celina; Parrilha de Paula, Danielli; Natalia Henao Guerrero, Piedad.
Ci. Rural; 34(4)2004.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-704464

Resumo

The aim of this work was to evaluate the alterations due to butorphanol administration in desflurane anesthetized dogs over heart rate (HR) and electrocardiography (ECG). Twenty adult dogs, males and females, clinically healthy were randomly distributed in two groups of ten animals each (GS and GB). General anesthesia was induced by intravenous administration of propofol (8.4± 0.8mg kg-1) and immediately, the dogs were intubated and submitted to inhalatory anesthesia with desflurane (10V%). After 40 minutes of induction, animals from GS received saline solution at 0.9% (0.05mL kg-1) and from GB received butorphanol (0.4mg kg-1), both applied intramuscularly. Observations of the variables heart rate (HR), duration and amplitude of P wave (Ps e PmV), P-R intervals (PR), QRS complex duration (QRSs), R wave amplitude (RmV), Q-T intervals (QT) and R-R intervals (RR) started immediately before the application of the agents (M0). Serial measurements were carried out in 15 minute intervals after the administration of butorphanol or saline up to 75 minutes, respectively M15, M30, M45, M60 and M75. Numeric data were submitted to Profile Analysis (p 0.05). Heart rate (HR) decreased significantly after butorphanol administration while RR and QT intervals increased. These results allowed to conclude that butorphanol administration in desflurane anesthetized dogs decreases heart rate and promotes a delay in ventricular repolarization.
Objetivou-se com este experimento avaliar as possíveis alterações eletrocardiográficas decorrentes do uso do butorfanol em cães, durante anestesia geral inalatória com desfluorano. Para tal, foram utilizados vinte cães adultos, clinicamente saudáveis, distribuídos em dois grupos (n=10) denominados de GS e GB. Os animais foram induzidos à anestesia com propofol (8,4 ± 0,8mg kg-1, IV) intubados com sonda orotraqueal de Magill e submetidos à anestesia inalatória pelo desfluorano (10V%). Decorridos 40 minutos da indução, foi administrado aos animais do GS, por via intramuscular, 0,05mL kg-1 de solução fisiológica a 0,9% (salina), enquanto que no GB, foi aplicado butorfanol na dose de 0,4mg kg-1 pela mesma via e em volume equivalente ao empregado no grupo anterior. As observações das variáveis freqüência cardíaca (FC), duração e amplitude da onda P (Ps e PmV), intervalo entre as ondas P e R (PR), duração do complexo QRS (QRSs), amplitude da onda R (RmV), duração do intervalo entre as ondas Q e T (QT) e intervalo entre duas ondas R (RR) tiveram início imediatamente antes da aplicação do opióide ou salina (M0). Novas mensurações foram realizadas 15 minutos após a administração do butorfanol ou salina (M15) e as demais colheitas foram realizadas à intervalos de 15 minutos, por um período de 60 minutos (M30, M45, M60 e M75). Os dados numéricos destas variáveis foram submetidos à Análise de Perfil (p 0,05). A freqüência cardíaca apresentou alteração no GB, com média de M0 maior que as demais enquanto que os intervalos RR e QT apresentaram valores de M0 menor que os demais no GB. Os resultados obtidos permitem concluir que a administração do butorfanol em cães submetidos à anestesia pelo desfluorano reduz a freqüência cardíaca e promove retardo na repolarização ventricular.
Biblioteca responsável: BR68.1