Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Medidas morfométricas de fêmeas e machos de Oncideres dejeani Thompson, 1868 (Coleoptera: Cerambycidae)

de Cássia Andrade dos Santos Seffrin, Rita; Corrêa Costa, Ervandil; Rúbia Machado Couto, Mara; José Lopes, Sidinei.
Ci. Rural; 36(4)2006.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-705068

Resumo

The objective of this work was to identify morfologycal aspects of Oncideres dejeani that helps the sexual differentiation of this species. Morphometrics data of 25 couples were analysed with a stereo microscope and pachimeter indicated that femur length and width of male individuals were smaller than on the females however the antennas were larger and there is a differentiation on the antennas length after the forth antennomeres as indicated by the Mann-Whitney test at 5% error probability. Female and male presented significant differences regarding elytra length, width between tubercle, apical width of elytra of hind prothoracic. For their facility in being taken, the measurements of body size and antennae length can be considered enough as morfologycal data hat can be used for sexual differentiation of this species.
O objetivo deste trabalho foi identificar aspectos morfológicos de Oncideres dejeani que possibilitem a diferenciação sexual destes insetos. Dados da morfometria de 25 casais de insetos obtidos com auxílio de um microscópio estereoscópico e de um paquímetro mostram que o comprimento e a largura dos fêmures dos exemplares machos são menores do que os dos exemplares fêmeas, porém apresentam antenas maiores, havendo uma diferenciação no tamanho das antenas após o quarto antenômero, pelo teste de Mann-Whitney, em 5% de probabilidade de erro. Fêmeas e machos também apresentaram diferenças significativas quanto às medidas de comprimento do élitro, à largura entre os tubérculos, à largura apical do élitro e à largura posterior do protórax. Pela praticidade de obtenção, as medidas do tamanho do corpo e do comprimento de antenas podem ser consideradas suficientes como dados morfométricos de diferenciação sexual desta espécie.
Biblioteca responsável: BR68.1