Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Prótese total articulada de joelho utilizada no tratamento de osteossarcoma apendicular em cão

Ricardo Auada Ferrigno, Cássio; Gianotti Campos, Andressa; João Stopiglia, Ângelo; Tabacchi Fantoni, Denise.
Ci. Rural; 38(8)2008.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-705645

Resumo

This report describes the surgical technique, instrumentation and results of complete substitution of portion distal of the femur and knee articulation to prosthesis, in a dog with bone tumor in distal left femur. The prosthesis was made of steel, and composed by three articulated components with the goal of maintaining range of motion as a normal knee movement. The femoral and tibial prosthesis portions were fixed to the respective bones during the surgery, after femural and tibial plato ostectomy. The patient received six doses of adjuvant chemotherapy, composed by doxorrubicin monthly alternated with carboplatin. At six days after surgery the dog developed neuropraxy and non-weight bearing lameness. At 10 days the dog started to mild use of the limb and at 30 days it was more effective, but the extension of the stifle range was reduced by 100° because of the fibrosis and muscle contracture on the popliteal fossa. At one year, this angle didn't improve but the dog continued to bear weight on the limb. At 425 days, the dog had died by renal failure. At this time, there was no evidence of local recurrence or distant metastasis, but the necropsy was declined by the owner, impairing the collection of more data. In conclusion, the replacement of total knee and half of the femur in dogs is possible and viable, but further study is warranted in order to obtain better technique and specific instrumentation, to attain better surgical outcomes.
O objetivo do trabalho foi reportar o planejamento cirúrgico, a técnica operatória, a instrumentação e os resultados da substituição completa do terço médio distal do fêmur, do platô tibial e da articulação do joelho por prótese em um cão acometido por osteossarcoma no fêmur esquerdo. A prótese foi confeccionada em aço, apresentando três componentes articulados, mantendo o movimento semelhante à articulação do joelho. As porções femorais e tibiais da prótese foram cimentadas aos respectivos ossos, após ostectomia do fêmur e do platô tibial. O animal foi submetido a seis sessões de quimioterapia, com doxorrubicina e carboplatina, intercaladas mensalmente, objetivando inibir o crescimento de possíveis metástases pulmonares. Durante os seis primeiros dias, o animal apresentou neuropraxia e impotência funcional do membro. Aos 10 dias, o cão iniciou leve apoio e aos 30 dias já utilizava o membro pélvico de forma mais efetiva, porém, o ângulo de extensão da articulação foi reduzido de 150° a 100° devido à contratura muscular e à fibrose na região da fossa poplítea. Após um ano de observação, não houve melhora do ângulo de extensão do joelho, porém, o animal fazia uso do membro com claudicação. Aos 425 dias de pós-operatório, o animal veio a óbito por insuficiência renal. Nesse tempo não ocorreram metástases pulmonares ou locais visíveis radiograficamente, mas o proprietário não permitiu a realização da necropsia do paciente, sendo impossível confirmar outros dados que pudessem esclarecer melhor a causa morte. Conclui-se que a substituição total do joelho de cão é uma cirurgia factível, que permite a preservação e a utilização do membro após ressecção da neoplasia, embora outras pesquisas devam ser conduzidas para obtenção de melhores resultados pós-cirúrgicos.
Biblioteca responsável: BR68.1