Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Progênies de seringueira com potencial para conferir resistência a ácaros (Calacarus heveae Feres e Tenuipalpus heveae Baker)

Rosa Vieira, Marineide; Adriano de Souza da Silva, Helder; Monteverde Cardoso, Maria; Correa Figueira, Janayna.
Ci. Rural; 39(7)2009.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-706044

Resumo

The mites Calacarus heveae Feres e Tenuipalpus heveae Baker are important rubber tree pests. Among the control options, the resistant genetic material use can be a good strategy. The objective of this work was to identify rubber tree progenies with possibility of to confer resistance to these species in an area of open-pollinated progenies, with confirmed genetic variability, for use in genetic improvement program. The experiments were carried out in three consecutive periods, 2002/2003, 2003/2004 and 2004/2005 with evaluation of 33 progenies. Every two months, of December to June of the next year, were collected four branches of each plant for mites counting in laboratory. The defoliation levels observed were evaluated with a note scale of 0 (without defoliation) to 4 (above 75%). Eight progenies showed non preference and/or antibiosis resistance or tolerance to at least one species and should be multiplied for new evaluations in the future.
Os ácaros Calacarus heveae Feres e Tenuipalpus heveae Baker são pragas importantes da cultura da seringueira. Dentre as opções de controle dessas pragas, o uso de material vegetal resistente pode ser uma boa estratégia. O presente trabalho teve por objetivo identificar progênies de seringueira com potencial para conferir resistência a essas duas espécies de ácaros, em uma área de progênies de polinização aberta, com comprovada variabilidade genética, para uso em programas de melhoramento. Os experimentos foram realizados em três períodos consecutivos, 2002/2003, 2003/2004 e 2004/2005, com avaliação de 33 progênies. A cada dois meses, de dezembro a junho do ano seguinte, foram coletados quatro ramos de cada planta, para contagem dos ácaros em laboratório. O nível de desfolhamento observado nas plantas foi avaliado com o uso de uma escala de notas de 0 (ausência de desfolhamento) a 4 (acima de 75%). Das 33 progênies de seringueira testadas, oito apresentaram resistência por não preferência e/ou antibiose ou então por tolerância a pelo menos uma das espécies e deverão ser multiplicadas para futuras avaliações.
Biblioteca responsável: BR68.1