Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estimated phyllochron in low tunnel cultivated strawberry cultivars

Luiza Teixeira Cocco, Kassia; Schmidt, Denise; Otomar Caron, Braulio; Queiroz de Souza, Velci; Cristina Fontana, Daniele; Moiano de Paula, Gizelli.
Ci. Rural; 46(9)2016.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-709724

Resumo

ABSTRACT: The aim of this study was to determine phyllochron in strawberry cultivars, from two origins during two crop years, conducted in low tunnel. Experiments were conducted at the Universidade Federal de Santa Maria, campus Frederico Westphalen (CESNORS/UFSM), Brazil, evaluating 'Camarosa', 'Camino Real' and 'Albion' strawberry cultivars. During the 2012 crop year, seedlings from Chile and Pelotas/RS, Brazil were evaluated, for the 2013 crop year, only seedlings from Chile were submitted to evaluations. In order to determine the phyllochron, twice a week the numbers of leaves (NL) of the main crown were counted and a regression between NL and accumulated thermal time (ATT) was held. The experimental design was a complete randomized block, with three repetitions with the evaluation of 12 plants per experimental unity, consisting of a factorial. For 2012 and 2013 crop years, it is possible to conclude that 'Camarosa' and 'Camino Real' cultivars required higher accumulation of degree-days (ºC day-1) to issue each successive leaf than cv. 'Albion', which, in turn, presented higher rates of leaf emergence, being considered earlier. Regarding to origin, seedlings from cv. 'Albion' from Chile presented lower total phyllochron values and for samples from Pelotas, no difference among cultivars was observed.
RESUMO: O objetivo deste trabalho foi determinar o filocrono, em cultivares de morangueiro, de duas procedências e em dois anos agrícolas, conduzidas em túnel baixo. Os experimentos foram conduzidos em área da Universidade Federal de Santa Maria, campus Frederico Westphalen (CESNORS/UFSM), constando da avaliação das cultivares 'Camarosa', 'Camino Real' e 'Albion'. Para o ano de 2012, avaliaram-se mudas procedentes do Chile e da região de Pelotas/RS e, para o ano de 2013, apenas mudas chilenas. Na determinação do filocrono, foi realizada contagem, duas vezes por semana, do número de folhas (NF) da coroa principal e, posteriormente, realizou-se regressão linear entre o NF e a soma térmica acumulada (STa). O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com três repetições, sendo cada unidade experimental composta por 12 plantas de avaliação, em esquema fatorial. Para os anos de 2012 e 2013, os resultados obtidos mostram que as cultivares 'Camarosa' e 'Camino Real' necessitam de maior acúmulo de graus dia para emissão de cada folha sucessiva do que a cv. 'Albion', que, por sua vez, apresenta maiores taxas de emissão de folhas, podendo ser considerada como mais precoce. Com relação à procedência, verifica-se que as mudas da cv. 'Albion' provenientes do Chile apresentam menores valores de filocrono total. Para a procedência Pelotas, não foi observada diferença entre as cultivares.
Biblioteca responsável: BR68.1