Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

AVALIAÇÃO E CONCENTRAÇÃO DE PROTOZO?RIOS DO L?QUIDO RUMINAL DE OVINOS DAS RAÇAS MERINO AUSTRALIANO E CORRIEDALE, CRIADOS EM REGIME EXTENSIVO DE PASTAGEM NO MUNICIPIO DE BOTUCATU SP

isconcisconcisconcisconcisconcisco; Marcondes Feitosa, Mary; Teixeira de Almeida, Clóvis; de Souza Lopes, Raimundo; Cláudio Nogueira Mendes, Luiz; Regina Peiró, Juliana; Otávio Abujamra, João.
Vet. Not.; 12(1)2006.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-711319

Resumo

O presente experimento teve como objetivo estabelecer padrões para a avaliação microscópica e contagem dos protozoários do líquido ruminal de ovinos das raças Merino Australiano e Corriedale, criados em regime de pastagem em duas épocas do ano (inverno e verão), no município de Botucatu SP. Foram utilizados 103 animais no inverno, sendo 50 ovelhas da raça Corriedale e 53 da raça Merino Australiano, e 107 animais no verão, com 52 ovelhas pertencentes à raça Corriedale e 55 à raça Merino Australiano, criadas em regime extensivo de pastagem. As amostras foram obtidas por meio de sonda esofágica. Observou-se uma grande densidade de protozoários pequenos, médios e grandes, com uma mobilidade bastante ativa, não se verificando diferenças entre as raças e estações do ano. Os resultados obtidos para a contagem de protozoários na raça Merino Australiano no inverno e no verão foram, respectivamente, 39,85 ± 22,57 e 183,67 ± 103,81 x 103 /ml. Os resultados observados para os ovinos da raça Corriedale, no inverno e no verão foram, respectivamente, 39,05 ± 27,61 e 149,55 ± 86,83 x 103 /ml.
Biblioteca responsável: BR68.1