Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Intake, digestibility and ruminal measures in sheep feed silage and hay in association with cactus pear / Consumo, digestibilidade e parâmetros ruminais em ovinos recebendo silagens e fenos em associação à palma forrageira

Lima Wanderley, Walmir; de Andrade Ferreira, Marcelo; Maria Vieira Batista, Angela; Sherlânea Chaves Veras, Antonia; Valença Bispo, Safira; Maria da Silva, Fabiana; Lúcia Fernandes dos Santos, Viviany.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-712133

Resumo

The aim of the present experiment was to assess the effect of the association of the spineless cactus with sunflower silage, sorghum silage, leucena hay, pigeon pea hay or elephant grass hay on intake, apparent digestibility of nutrients and ruminal measures in mixed breed sheep, with fistulas in the rumen. Five sheep with a mean body weight of 30kg (±0,3), were distributed in 5x5 Latin squares. Intake of dry matter, organic matter, crude protein, total carbohydrates, total digestible nutrients (in kg/day), neutral detergent fiber (in % of live weight), apparent digestibility of crude protein and non-fiber carbohydrates were not influenced by the association of spineless cactus and the silages or hays. Ether extract intake was greater for the elephant grass hay treatment in comparison to sunflower silage and similar to the sorghum silage and hays. Apparent digestibility of dry matter, organic matter, ether extract, neutral detergent fiber and total carbohydrates was not influenced by the association of spineless cactus and silages or hays. Apparent digestibility of dry matter for sorghum silage was higher in comparison to the leucena hay and elephant grass hay. There was no significant difference between pH and ruminal ammonia concentration for the treatments at different sampling times. The association of spineless cactus and silages or hays did not alter dry matter intake and
O experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da associação de silagens de girassol e sorgo; fenos de leucena, guandu e capim-elefante, com palma forrageira, sobre o consumo, digestibilidade aparente dos nutrientes e parâmetros ruminais em ovinos sem padrão racial definido, com fístulas no rúmen. Foram utilizados cinco ovinos com peso corporal médio de 30kg (±0,3), distribuídos em quadrado latino 5x5. Os consumos de matéria seca, matéria orgânica, proteína bruta, carboidratos totais, carboidratos não-fibrosos, nutrientes digestíveis totais, fibra em detergente neutro (% peso vivo), digestibilidade aparente da proteína bruta e carboidratos não-fibrosos não foram influenciados pela associação dos alimentos. O consumo de extrato etéreo foi superior no tratamento com silagem de girassol em relação à silagem de sorgo e aos fenos. O consumo de fibra em detergente neutro (kg/dia) foi superior para o tratamento com feno de capim-elefante em relação à silagem de girassol e semelhante aos demais tratamentos. A digestibilidade aparente da matéria seca para a silagem de sorgo foi superior quando comparada aos fenos de leucena e capim elefante. Não foi observada diferença significativa para os valores de pH e concentração de amônia ruminal para os tratamentos nos diferentes tempos de coleta. A associação da palma forrageira com silagens e fenos não altera o consumo de matér
Biblioteca responsável: BR68.1