Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Introduction of Coastcross-1 under phosphorus doses and densities of seedlings in area with legumes

Feltre, Kátia; Ricardo Evangelista, Antônio; Sandin do Carmo, Filipe; Silva Santos, Ariane; Pereira Efrem Natividade, Yuri.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-717157

Resumo

The aim of this study was to evaluate strategies for establishing consortium pastures with the predominance of the legume species Arachis pintoi using doses of phosphorus and density of seedlings Coastcross-1. The experimental design was a randomized block with four replications in a factorial 4x4, using four doses of phosphorus (50; 80; 110 and 140kg ha-1) and four densities of seedlings (3.1, 4.2, 6.3 and 12.5 seedlings/m²). The effects of seedlings densities and phosphorus doses were analyzed through regression testing at 10% probability. The variables evaluated were: production of total forage mass, botanical and morphology composition. There was significant effect of phosphorus doses in leaf/stem ratio of grass; of the densities of seedlings in the production of total forage mass, in botanical and morphological composition of forage and harvest dates for the production of forage mass and botanical composition. It might be inferred that the use of higher densities of seedlings Coastcross-1 benefited the establishment of grass in areas which there is the predominance of legumes. However, it has not achieved sufficient population to be considered ideal for the recovery of the grass pasture.
Objetivou-se com este trabalho, avaliar estratégias de estabelecimento de consórcio em áreas de pastagens com predominância de leguminosas da espécie Arachis pintoi, utilizando doses de adubo fosfatado e densidades de mudas de Coastcross-1. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com quatro repetições em esquema fatorial 4x4, utilizando quatro doses de fósforo (50; 80; 110 e 140kg ha-1) e quatro densidades de mudas (3,1; 4,2; 6,3 e 12,5 mudas/m²). Os efeitos das densidades de mudas e doses de fósforo foram analisados por meio de teste de regressão a 10% de probabilidade. As variáveis avaliadas foram: produção de massa de forragem total, composição botânica e morfológica. Houve efeito significativo das doses de fósforo na relação folha/colmo da gramínea; das densidades de mudas na produção de massa de forragem total, na composição botânica e morfológica das forrageiras e das datas de colheita para a produção de massa de forragem e composição botânica. Pôde-se inferir que o uso de maiores densidades de mudas de Coastcross-1 beneficiou o estabelecimento da gramínea em áreas em que predominam leguminosas. No entanto, não atingiu população suficiente para ser considerada ideal para a recuperação da pastagem da gramínea.
Biblioteca responsável: BR68.1