Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Study of plants visited by bees Melipona scutellaris in brejo Paraibano- DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i2.1988 / Estudo de plantas visitadas por abelhas Melipona scutellaris na microrregião do brejo no Estado da Paraíba - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i2.1988

Evangelista Rodrigues, Adriana; Antonio Ferreira da Silva, Marcos; S. Dornellas, Genaro; Luis Rodrigues, Marcelo.
Acta Sci. Anim. Sci.; 25(2): 229-234, 2003.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-724620

Resumo

The present work had the aim to inventory plants visited by bees Melipona scutellaris in Brejo Paraibano using 20 beehives of bees M. scutellaris L.. Data of four lines of transection were delimited approximately 1km2 each from the mellyponary. Lines were drawn inside of this transection, where each trail was traveled, once a week, during a whole period of work from 7h30min to 10h30min. Along the trail all the plants in flowering were observed about 5 minutes during the visit of Uruçu bees or other ones. During the course plants were collected for botanic identification. For identification of transection line which was more foraged by Uruçu bees, statistical formula used no parametric Kruskal-Wallis for independent K samples (Siegel, 1975). The M. scutellaris is shown quite selective regarding to the choice of alimentary sources. For apicultures it can be suggested as pasture for M. scutellaris plants such as: Erytroxylon sp.; Schamanthus sp; Caliandra brevipes; Wulffia stenoglossa; Croton alagoenis; Jaquemontia sp.
Com o objetivo de inventariar as plantas visitadas por abelhas Melipona scutellaris L. na Microrregião do Brejo Paraibano, delimitaram-se, 4 linhas de transecção de aproximadamente 1km2 cada, partindo-se do meliponário constituído por 20 colméias da estação experimental Chã de Jardim da Universidade Federal da Paraíba, no município de Areia, estado da Paraíba. As trilhas foram percorridas uma vez por semana durante todo o período de execução do trabalho (abril a julho), nos horários das 7h30min às 10h30min, no qual todas as plantas em florescimento com até 3m de altura foram observadas, por cerca de 5 minutos, anotando-se a visita das abelhas Uruçu. A conclusão foi que essas abelhas apresentam preferência pela vegetação característica da Mata Atlântica e capoeira em detrimento da vegetação de campo, mostrando-se bastante seletivas com relação à escolha de fontes alimentares. Para os meliponicultores, pode-se sugerir como pasto apícola as plantas: Erytroxylon sp., Schamanthus sp, Caliandra brevipes, Wulffia stenoglossa, Croton alagoenis, Jaquemontia sp.
Biblioteca responsável: BR68.1