Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Broilers" lysine and methionine + cystine levels in initial phase / Níveis de lisina+metionina para frangos de corte na fase inicial

José Baptista Barbosa, Maria; Mack Junqueira, Otto; de Oliveira Andreotti, Marcelo; Cardoso Cancherini, Luciana.
Acta Sci. Anim. Sci.; 24: 1007-1013, 2002.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-724863

Resumo

An experiment was conducted to determine the digestible lysine and methionine+cystine requirements in male broiler chickens from 1 to 21 days old. Chicks were submitted to diets with 3 lysine levels (0,90%, 1,09% and 1,30%) and 3 met+cis levels (0,70%; 0,84% and 1,01%). The experimental design was entirely casual with 9 treatments in factorial design 3x3 (lysine levels and sulfurous amnoacid levels) and 5 repetitions with 40 male chicks. Performance was superior in the medium and high levels of lysine. The met+cis influenced significantly for WG. There was interaction for FC; the level 1,09% of lysine was the best in the 3 met+cis levels. The lysine levels influenced the rate of lysine efficiency (TEL) and the rate of methionine efficiency (TEM) was influenced by the lysine as for the met+cis, as an interaction. The analysis of the breast meat revealed that the lysine influenced DM and CP, even so it did not affect EE; met+cis levels did not affect this parameter. So we concluded that the levels 1,09% e 0,84%, respectively for lysine and sulfurous amnoacids, obtained the best performance and carcass parameter.
Esse experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar as exigências de lisina e de aminoácidos sulfurados digestíveis para frangos de corte machos de 1 a 21 dias. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com 9 tratamentos, em esquema fatorial 3x3 (níveis de lisina e níveis de aminoácidos sulfurados) e 5 repetições de 40 pintos machos cada. Pintos foram submetidos a dietas com níveis de lisina (0,90; 1,09 e 1,30%) e de metionina+cistina (0,70; 0,84 e 1,01%). O desempenho foi superior nos níveis médio e alto de lisina. Os aminoácidos sulfurados influenciaram somente o GP. Houve interação para CA, o nível 1,09% de lisina obteve o melhor resultado nos 3 níveis de metionina+cistina. A taxa de eficiência de lisina foi influenciada pelos níveis de lisina e a taxa de eficiência de metionina+cistina foi influenciada tanto pela lisina quanto pela metionina+cistina, ocorrendo interação. A lisina influenciou na MS e na PB da carne do peito, porém não afetou o EE; os níveis de metionina+cistina não afetaram este parâmetro. Conclui-se que as exigências de lisina e de aminoácidos sulfurados para o melhor desempenho e características de carcaça foram 1,09 e 0,84%, respectivamente.
Biblioteca responsável: BR68.1