Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Utilization of two cottonseed meal in starting pig feeding : digestibility and performance - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i4.604 / Farelos de algodão com diferentes níveis de proteína na alimentação de suínos na fase inicial: digestibilidade e desempenho - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i4.604

Paiano, Diovani; Moreira, Ivan; Augusto Alves da Silva, Marcos; Maria Sartori, Yolanda; Mansano Martins, Rafael; Vieira, Fagner.
Acta Sci. Anim. Sci.; 28(4): 415-422, 2006.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-724965

Resumo

Three experiments were carried out with the objective to study the use of cottonseed meals (CM) with different crude protein level s, (36% CPCM36 and a 42% CP-CM42) on starting pig diets. The Exp. I was a digestibility trial using 12 barrows. The CM36 and CM42 showed 2,256 and 2,414 kcal DE kg-1, 2,042 and 2,196 kcal ME kg-1, and 77.54 and 79.75% to digestibility coefficients of CP, respectively. In the Exp. II and III were studied the starting pigs performance (15 -30 kg) fed with CM36 and CM42, respectively. In both experiments, five diets with increasing levels of CM (0, 4, 8, 12 and 16%) were studied, using 40 piglets allotted in a randomized design block, with four replicates and two piglets per experimental unit. With the inclusion of CM36 the daily feed intake (DFI) did not influence, the daily weight gain (DWG) presented a quadratic effect with maximum point, and feed:gain ratio (FGR) increased. The economic analysis indicated feasibility inclusion up to 8%. With the addition of CM42 there was quadratic effect on DFG and DWG, with minimum points, and increased to the FGR. The results suggest that the inclusion of CM impaired the FGR. However, its economical feasibility depends on the relative cost of feedstuffs.
Foram conduzidos três experimentos, com o objetivo de estudar a utilização de farelos de algodão (FA) com diferentes níveis de proteína bruta (36% de PB -FA36 e 42% de PB -FA42) na alimentação de leitões. O Exp. I foi um ensaio de digestibilidade, utilizando suínos machos castrados. O FA36 e o FA42 apresentaram 2.256 e 2.414 kcal de ED kg-1, 2.042 e 2.196 kcal de EM kg-1 e 77,54 e 79,75% para os coeficientes de digestibilidade d a PB, respectivamente. Nos Exp. II e III foram avaliados o desempenho de leitões (15 -30 kg) alimentados com FA36 e FA42, respectivamente. Foram formuladas, para cada experimento, cinco rações com níveis crescentes de inclusão de FA (0, 4, 8, 12 e 16%) util izando 40 leitões, distribuídos em um delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos, quatro blocos e dois animais por unidade experimental. Com o aumento da inclusão de FA36 o consumo diário de ração (CDR) não foi influenciado, o ganho diário de peso (GDP) apresentou efeito quadrático com ponto de máximo e a conversão alimentar (CA) aumentou linearmente. A análise econômica indicou viabilidade da inclusão de até 8%. Com a adição de níveis crescentes de FA42 houve efeito quadrático com ponto de mínimo sobre o CDR e GDP, e aumento para a CA. Os resultados indicaram que a inclusão de FA piorou a CA. Entretanto, a viabilidade econômica é dependente do custo relativo dos ingredientes.
Biblioteca responsável: BR68.1