Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Pedogenic iron oxides in soils of the Acre State, Brazil

Inda, Alberto Vasconcellos; Fink, Jessé Rodrigo; Santos, Tatiele Fruett dos.
Ci. Rural; 48(8)2018.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-737369

Resumo

ABSTRACT: Iron oxides are environmental indicators and influence on physical and chemical behavior of soils. This research aimed to identify and characterize pedogenic iron oxides in soils of the Acre state, Brazil. The soils developed from sedimentary rocks of the Solimões Formation. Twenty one samples of subsurface horizons were collected from ten soil profiles. Soil samples were analyzed by x-ray diffractometry associated to selective chemical dissolutions. Fe contents in the clay minerals (Fes), in the pedogenic iron oxides (Fed) and in the poorly crystalline oxides (Feo) were determined. The Al3+-substitution and the mean crystal diameter of goethite and hematite were estimated. Soils presented low contents of Fes and Fed. The Fed/Fes ratio indicated soils in the intermediate stage of weathering, with dominance of goethite, hematite and maghemite. This condition of weathering was confirmed by the higher frequency of goethites and hematite with intermediate Al3+-substitution. Goethites have isodimensional forms and hematite have flat plaques forms.
RESUMO: Os óxidos de ferro são indicadores ambientais e influenciam o comportamento físico e químico dos solos. Este trabalho objetivou identificar e caracterizar os óxidos de ferro pedogênicos de solos do estado do Acre, desenvolvidos de rochas sedimentares da Formação Solimões. Vinte e uma amostras de horizontes subsuperficiais de dez perfis de solos foram analisadas por difratometria de raios x associada a dissoluções químicas seletivas. Os teores de Fe total (Fes), dos óxidos de Fe pedogênicos (Fed) e de baixa cristalinidade (Feo) foram determinados; e a Al3+-substituição e o diâmetro médio cristalino da goethita e da hematita foram estimados. Em geral, os solos apresentaram baixos teores de Fes e de Fed. A relação Fed/Fes indicou solos em estágio de intemperização intermediário, com dominância dos óxidos de Fe goethita, hematita e maghemita. Essa condição de intemperismo foi reforçada pela maior frequência de goethitas e hematitas com intermediária Al3+-substituição. As goethitas possuem formas isodimencionais e as hematitas ocorrem como placas achatadas.
Biblioteca responsável: BR68.1