Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Revalidation of Saccocoelioides bacilliformis (Digenea, Haploporidae) parasitizing species of Astyanax (Characiformes, Characidae) from southern Brazil

Gallas, Moisés; Utz, Laura R. P..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-743999

Resumo

ABSTRACT In Argentina, Saccocoelioides bacilliformis Szidat, 1973 was described from specimens collected probably in Astyanax bimaculatus (Linnaeus, 1758), but latter it was synonymyzed with Saccocoelioides octavus Szidat, 1970. During the examination of digenetic trematodes collected in different species of Astyanax Baird & Girard, 1854 from southern Brazil, we found specimens identified as Saccocoelioides. A detailed comparison of the morphology of the two species revealed that they should be considered valid, thus this study proposes the revalidation of S. bacilliformis. The traits that allowed the revalidation were: body shape, position of the caecal bifurcation, and the extension of the uterus and vitellarium. Parameters of infections are provided for the first time in addition to records of new hosts and new locality.
RESUMO Na Argentina, Saccocoelioides bacilliformis Szidat, 1973 foi descrita a partir de espécimes coletados provavelmente de Astyanax bimaculatus (Linnaeus, 1758), mas posteriormente foi sinonimizada com Saccocoelioides octavus Szidat, 1970. Durante o exame de trematódeos digenéticos coletados de diferentes espécies de Astyanax Baird & Girard, 1854 no sul do Brasil, foram encontrados espécimes identificados como Saccocoelioides. Uma comparação detalhada da morfologia das duas espécies revelou que elas devem ser consideradas válidas, portanto este estudo propõe a revalidação de S. bacilliformis. Os caracteres morfológicos que permitiram a revalidação foram: formato do corpo, posição da bifurcação cecal e a extensão do útero e vitelário. Os parâmetros das infecções são fornecidos pela primeira vez, bem como o registro de novos hospedeiros e de uma nova localidade.
Biblioteca responsável: BR68.1