Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Phosphorylated protein concentrate pumpkin seed (Cucurbita moschata): optimization by response surface methodology and nutritional characterization / Concentrado proteico fosforilado de semente de abóbora (Cucurbita moschata): otimização pela metodologia de superfície resposta e caracterização nutricional

Lovatto, Naglezi de Menezes; Loureiro, Bruno Bianchi; Bender, Ana Betine Beutinger; Loureiro, Cristiane Bianchi; Goulart, Fernanda Rodrigues; Speroni, Caroline Sefrin; Macagnan, Fernanda Teixeira; Piana, Mariana; Silva, Leila Picolli da.
Ci. Rural; 50(2): e20190093, Mar. 13, 2020. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744694

Resumo

Response surface methodology was used to determine optimum conditions for extraction of protein from pumpkin seed meal. A central composite rotational design (CCRD) including independent variables such, pH and sodium trimetaphosphate (STMP) content was used. Maximum yield was obtained at a central point of CCRD, with STMP content and pH of 4% and 4.5, respectively. These conditions resulted in protein yield of 50.04 g of soluble protein from extract/100 g pumpkin seed. The optimization of pH and STMP content allowed obtaining a product with a high protein concentration (62.56 g 100 g-1), digestibility (62.03 g 100 g-1) and concentration of essential amino acids (27.26 g 100 g-1). Regarding the polyphenols concentration, phosphorylated protein concentrate from pumpkin seed and the pumpkin seed meal presented 13.11 g 100 g-1 and 23.19 g 100 g-1, respectively. The adequacy of the model was confirmed by extracting the protein under optimum values. These results help in designing the process of optimal protein extraction from pumpkin seeds.(AU)
A metodologia de superfície resposta foi utilizada para determinar condições ideais para a extração de proteína da farinha de semente de abóbora. Foi utilizado um delineamento composto central rotacional (DCCR), incluindo vários níveis independentes, tais como pH e trimetafosfato de sódio (TMPS). O rendimento máximo foi obtido em um ponto central de DCCR, com conteúdo de TMPS e pH de 4% e 4,5, respectivamente. Essas condições resultaram em rendimento proteico de 50,04 g de proteína solúvel no extrato/100 g de semente de abóbora. A otimização de pH e conteúdo de TMS permitiu a obtenção de um produto com alta concentração de proteína (62,56 g 100 g-1), digestibilidade proteica (62,03 g 100 g-1) e concentração de aminoácidos essenciais (27,26 g 100 g-1). Em relação à concentração de polifenois, o concentrado proteico fosforilado de semente de abóbora e a farinha de semente de abóbora apresentaram 13,11 g 100 g-1 e 23,19 g 100 g-1, respectivamente. A adequação do modelo foi confirmada pela extração da proteína sobvalores ótimos. Estes resultados auxiliam na concepção do processo de extração ótimo da proteína de semente de abóbora.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1