Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Use of perches and seed dispersal by birds in an abandoned pasture in the Porto Ferreira state park, southeastern Brazil

Athiê, S.; Dias, M. M..
Braz. J. Biol.; 76(1)2016.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-744736

Resumo

Abstract We investigated the efficiency of different kinds of perches in attracting seed disperser-birds and increasing the seed rain in a degraded area located in the northeast region of São Paulo State. We installed seed traps under natural perches (NPs, living trees); simple artificial perches (SAPs) of 3m tall and a crossbar; elaborate artificial perches (EAPs) of 7m tall and three crossbars, and in a control area. Results showed the number of bird-dispersed seeds deposited was proportional to the number of structures for perching. The NPs also have provided other resources for birds such as food and shelter. Comparing visitation between artificial perches, there was greater use of EAPs also for having more perching structures and for being taller, providing better airspace visibility for predatory birds and tyrant-flycatchers, important seed dispersers. Thus, natural and artificial perches with similar characteristics to the EAPs are the most recommended as a base or complementary method for the restoration of degraded areas near to propagules source, also contributing to the maintenance of local fauna.
Resumo Investigamos a eficiência de diferentes modelos de poleiros na atração de aves dispersoras e no incremento da chuva de sementes em uma área degradada localizada na região nordeste do Estado de São Paulo. Instalamos coletores de sementes sob poleiros naturais (PNs, árvores vivas); poleiros artificiais simples (PASs), com 3m de altura e um ponto de pouso; poleiros artificiais elaborados (PAEs), com 7m de altura e três pontos de pouso e coletores em área aberta (testemunha). Verificamos que o número de sementes ornitocóricas depositadas nos coletores aumentou proporcionalmente à quantidade de estruturas de pouso dos poleiros. Os PNs também disponibilizaram outros recursos para a avifauna, como alimento e abrigo. Comparando-se a visitação entre os poleiros artificiais, houve maior utilização dos PAEs que, além de apresentarem mais pontos de pouso, são mais altos, fornecendo melhor visibilidade do espaço aéreo para aves predadoras e que apanham insetos em vôo, como os tiranídeos, importantes dispersores de sementes. Neste sentido, poleiros naturais e artificiais com características similares aos PAEs são os mais recomendados como método base ou complementar na restauração de áreas degradadas próximas a fontes de propágulos, contribuindo também para a manutenção da fauna local.
Biblioteca responsável: BR68.1