Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

DESENVOLVIMENTO MICELIAL IN VITRO DE PLEUROTUS SP. EM PALHA DE ARROZ SUPLEMENTADA COM SERRAGEM DE COURO

Minotto, E.; Bernardi, E.; Rosa, F.O.; Nascimento, J.S. do.
Arq. Inst. Biol.; 78(4)2011.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-759911

Resumo

ABSTRACT The objective of this study was to evaluate the biomass production, mycelial growth and colonization of rice-straw substrate by Pleurotus ostreatus and Pleurotus ostreatoroseus under the effect of adding vegetable-tanned leather sawdust. The first experiment consisted of the formulation of the culture media based on rice straw with the addition of leather sawdust at the concentrations of 0, 5, 10, 15, 20, 25 and 30%. Discs of mycelium of P. ostreatus (BF24) and P. ostreatoroseus (POR01/06) were transferred to the center of plates containing previously prepared media. They were incubated at 28° C. In the second experiment rice straw substrate underwent the same experimental conditions described above. The substrate inoculated with the two strains was placed in test tubes and incubated at 28° C. The fungal biomass was evaluated by the difference between wet weight and dry weight, while for the mycelial growth, measurements were performed at predetermined times until the complete colonization of the medium or substrate. For P. ostreatus, it was found that the treatments with the addition of 5, 15 and 25% and 15% of this supplement led to a lower biomass and mycelial growth, respectively. In the mycelial growth phase the addition of 5% of this supplement to the rice straw had a positive effect on the development of P. ostreatus.
RESUMO O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a produção de biomassa, crescimento micelial e a colonização do substrato palha de arroz por Pleurotus ostreatus e Pleurotus ostreatoroseus, sob o efeito da adição de serragem de couro curtida ao tanino vegetal. O experimento 1 constituiu-se na formulação de meios de cultura, à base de palha de arroz adicionada de serragem de couro, nas concentrações 0, 5, 10, 15, 20, 25 e 30%. Discos de micélio de P. ostreatus (BF24) e P. ostreatoroseus (POR01/06) foram transferidos para o centro de placas contendo meios previamente preparados. Eles foram incubados a 28º C. No segundo experimento, o substrato palha de arroz foi submetido as mesmas condições experimentais acima descritas. O substrato inoculado com as duas cepas foi acondicionado em tubos de ensaio e incubado a 28º C. A biomassa fúngica foi avaliada pela diferença de massa seca e massa úmida, enquanto que para o crescimento do micélio realizaram-se mensurações em períodos pré-determinados até a completa colonização do meio ou do substrato. Verificou-se que os tratamentos com adição de 5, 15 e 25% e 15% deste suplemento para P. ostreatus proporcionaram redução da biomassa e do crescimento micelial, respectivamente. Na fase de miceliação o acréscimo de 5% deste suplemento a palha de arroz apresentou efeito positivo para o desenvolvimento de P. ostreatus.
Biblioteca responsável: BR68.1