Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Monitoring of Newcastle disease in poultry at migratory birds landing sites: Mangue Seco and Cacha Pregos between 2013 and 2014

Prinz, Marcos Santos; Fernandes, Bruno Passos; Ribas, Jorge Raimundo Lins; Santos, Maíra Pessoa Jornane Barbosa; Ferrão, Iram da Silva; Leal, Rui Ferreira; Souza, Verena Maria Mendes de; Cerqueira, Robson Bahia.
Arq. Inst. Biol.; 872020.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-760316

Resumo

ABSTRACT The poultry industry has been considered one of the most efficient agricultural activities, placing Brazil in the ranking of the largest producers of chicken meat. However, a threat to the poultry production chain is the entrance of Newcastle disease virus (NDV) in the country, which would bring huge economic and social losses. Monitoring of the virus was conducted in domestic poultry (Gallus gallus domesticus) farms on the migratory birds landing sites Mangue Seco and Cacha Pregos between 2013 and 2014 to control Newcastle disease (NCD) in these locations. Activities in health education, filling the questionnaire to define the sanitary profile of the farms, georeferenced registration and collection of blood samples, cloacal and tracheal swabs of the backyard birds were the epidemiological surveillance actions performed. A total of 133 serum samples were analyzed in Mangue Seco and 81 in Cacha Pregos. The results showed that both Mangue Seco (63.4%) and Cacha Pregos (88.9%) presented reactive animals for the NDV. The results of real-time polymerase chain reaction (RT-PCR) and viral isolation analyses were negative, proving that the domestic poultry were not eliminating the virus at the time of sample collection. The high percentage of reactive animals by indirect ELISA test in both epidemiological units studied suggests the presence of NDV circulating lentogenic strain, since there was no death registration and the birds did not have characteristic symptoms of the disease.
RESUMO A avicultura tem sido considerada uma das atividades agrícolas mais eficientes, colocando o Brasil no ranking dos maiores produtores de carne de frango. No entanto, uma ameaça à cadeia produtiva da avicultura é a entrada do vírus da doença de Newcastle (NDV) no país, o que acarretaria enormes prejuízos econômicos e sociais. O monitoramento do vírus foi realizado em granjas de aves domésticas (Gallus gallus domesticus) nos locais de desembarque de aves migratórias de Mangue Seco e Cacha Pregos entre 2013 e 2014 para controlar a doença de Newcastle (DCNT) nesses locais. Atividades de educação em saúde, preenchimento de questionário para definição do perfil sanitário das fazendas, cadastro georreferenciado e coleta de amostras de sangue e swabs cloacal e traqueal de aves de quintal foram as ações de vigilância epidemiológica realizadas. Um total de 133 amostras de soro foram analisadas em Mangue Seco e 81 em Cacha Pregos. Os resultados mostraram que tanto Mangue Seco (63,4%) quanto Cacha Pregos (88,9%) apresentaram animais reativos para o NDV. Os resultados da reação em cadeia da polimerase em tempo real (RT-PCR) e das análises de isolamento viral foram negativos, comprovando que as aves domésticas não estavam eliminando o vírus no momento da coleta das amostras. O alto percentual de animais reativos pelo teste ELISA indireto em ambas as unidades epidemiológicas estudadas sugere a presença de cepa lentogênica circulante de NDV, uma vez que não houve registro de óbito e as aves não apresentavam sintomas característicos da doença.
Biblioteca responsável: BR68.1