Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 7 de 7
Filter
Add filters








Year range
1.
Pesqui. vet. bras ; 41: e06757, 2021. tab, graf
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1287507

ABSTRACT

Like canids, crab-eating foxes may probably be predisposed to similar orthopedic diseases of domestic dogs, such as hip dysplasia. However, for the adequate hip dysplasia diagnosis in wild animals, the normality characteristics of each species must be determined. This study aimed to estimate radiographic and computed tomographic (CT) values of hip joint laxity in healthy crab-eating foxes. Fifteen intact crab-eating foxes, eight males and seven females, ages 1 to 5 and mean body mass of 6.66kg were used. Norberg angle (NA) was calculated from ventrodorsal hip-extended radiographs. To calculate the dorsolateral subluxation (DLS) score, the center distance (CD) index, the lateral center edge angle (LCEA), and the dorsal acetabular rim angle (DARA), measurements obtained from transverse CT images were used. No statistically significant differences were observed between the right and left sides in the radiographic and tomographic parameters. The mean NA was 107.57°. The mean DLS score, the CD index, the LCEA, and the DARA were 60.79%, 0.16, 98.25° and 13.47°, respectively. The data obtained are helpful in characterizing mean values of the hip joint in healthy crab-eating foxes, and can contribute to the knowledge of the species.(AU)


Como canídeos, os cachorros-do-mato podem estar predispostos a doenças ortopédicas semelhantes aquelas de cães domésticos, tais como a displasia coxofemoral. No entanto, para o diagnóstico adequado da displasia coxofemoral em animais selvagens, os padrões de normalidade de cada espécie precisam ser determinados. Sendo assim, o presente estudo teve como objetivo estimar os valores radiográficos e tomográficos (TC) da lassitude da articulação coxofemoral em cachorros-do-mato hígidos. Foram utilizados quinze cachorros-do-mato não castrados, oito machos e sete fêmeas, com idades entre 1 e 5 anos e massa corporal média de 6,66kg. O ângulo de Norberg (NA) foi calculado a partir de radiografias na projeção ventrodorsal com os membros estendidos. Para calcular o escore de subluxação dorsolateral (DLS), o índice de distância central (CD), o ângulo da margem central lateral (LCEA) e o ângulo da borda dorsal acetabular (DARA), foram utilizadas as mensurações obtidas a partir de imagens transversais da TC. Não foram observadas diferenças estatísticas entre os lados direito e esquerdo nos parâmetros radiográficos e tomográficos. A média do NA foi de 107,57°. As médias do escore do DLS, do índice de CD, e dos ângulos LCEA e DARA foram, respectivamente, 60,79%, 0,16, 98,25° e 13,47°. Os dados obtidos são úteis para a caracterização dos valores médios referentes à articulação coxofemoral de cachorros-do-mato e podem contribuir para o conhecimento da espécie.(AU)


Subject(s)
Animals , Hip Joint , Joints , Animals, Wild , Canidae
2.
Pesqui. vet. bras ; 37(5): 495-501, maio 2017. tab, ilus
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-895445

ABSTRACT

This study aimed to develop a locking T-plate and to evaluate its mechanical properties in synthetic models. A titanium 2.7mm T-plate was designed with a shaft containing three locked screw holes and one dynamic compression hole, and a head with two locked screw holes. Forty T-shaped polyurethane blocks, and 20 T-plates were used for mechanical testing. Six bone-plate constructs were tested to failure, three in axial compression and three in cantilever bending. Fourteen bone-plate constructs were tested for failure in fatigue, seven in axial compression and seven in cantilever bending. In static testing higher values of axial compression test than cantilever bending test were observed for all variables. In axial compression fatigue testing all bone-plate constructs withstood 1,000,000 cycles. Four bone-plate constructs failure occurred before 1,000,000 cycles in cantilever bending fatigue testing. In conclusion, the locking T-plate tested has mechanical properties that offer greatest resistance to fracture under axial loading than bending forces.(AU)


O objetivo deste estudo foi desenvolver uma placa bloqueada em formato de T e avaliar as propriedades mecânicas em um modelo sintético. Uma placa-T em liga de titânio 2,7mm foi desenhada com uma haste contendo três orifícios para parafusos bloqueados e um orifício para realização de compressão dinâmica. 40 blocos de poliuretano em formato de T e 20 placas-T foram utilizados para os ensaios mecânicos. Seis montagens osso-placa foram testados até a falha, sendo três em força de compressão axial e três em flexão engastada. 14 montagens osso-placa foram testadas até a falha em fatiga, sendo 7 em força de compressão axial e 7 em flexão engastada. No teste estático, os valores mais altos foram observados em todas as variáveis no teste de compressão axial quando comparado à flexão engastada. Já nos testes de fadiga na força de compressão axial, todas as montagens osso-placa resistiram à 1000000 de ciclos. No teste de fadiga em flexão engastada, quatro montagens osso-placa falharam antes de alcançarem 1000000 de ciclos. Em conclusão, a placa-T estudada apresenta propriedades mecânicas que oferecem uma melhor resistência em estabilizar as fraturas na atuação das forças de compressão axial que nas forças de flexão.(AU)


Subject(s)
Titanium , Bone Plates , Weight-Bearing , Mechanical Phenomena , Prostheses and Implants
3.
Pesqui. vet. bras ; 35(12): 997-1001, dez. 2015. graf
Article in English | LILACS | ID: lil-771962

ABSTRACT

The knowledge of anatomical structures found in wild animals is important for the practice of medical and surgical clinic. Thus, the aim of this study was to describe the osteology and radiographic anatomy of the femur, patella, tibia, fibula, tarsal, metatarsal and phalanges of the Marshdeer Blastocerus dichotomus as a reference for clinical use and species identification. Most structures were similar to those found in domestic animals, with special features of this species. Noteworthy is, for example, the absence of the third trochanter of the femur. Although a ruminant, the Marshdeer has a fibuyla similar to the one described for the horse. B. dichotomus has four fingers on each limb, formed through three phalanges, only the third and fourth finger touch the ground, and the second and fifth finger is rudimentary. It has four proximal and two distal sesamoid bones, and sesamoid bones near the gastrocnemius muscle do not exist...


O conhecimento das estruturas anatômicas encontradas nos animais silvestres é importante para a prática da clínica médica e cirúrgica. O objetivo deste trabalho foi descrever a osteologia e anatomia radiográfica do fêmur, patela, tíbia, fíbula, tarsais, metatarsais e falanges do cervo-do-pantanal, para contribuir com o cotidiano clínico e, a identificação da espécie. A maioria das estruturas foi semelhante às encontradas nos animais domésticos, com particularidades próprias da espécie. Destaca-se, por exemplo, a ausência do terceiro trocanter do fêmur. Embora seja um ruminante, o cervo-do-pantanal apresentou a fíbula semelhante à descrita para os equinos. Este animal possui quatro dedos em cada membro, formados por três falanges, sendo que apenas o terceiro e o quarto dedos tocam o solo e, o segundo e o quinto dedos são rudimentares. Apresentou ainda quatro ossos sesamóides proximais e dois distais. Não se observou ossos sesamóides junto ao músculo gastrocnêmio...


Subject(s)
Animals , Male , Deer/anatomy & histology , Pelvic Bones/anatomy & histology , Pelvic Bones , Animals, Wild/anatomy & histology , Toe Phalanges , Femur , Fibula , Metatarsal Bones , Patella , Tarsus, Animal , Tibia
4.
Pesqui. vet. bras ; 33(5): 674-682, maio 2013. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-678350

ABSTRACT

Considerando-se a falta de informações detalhadas sobre a morfologia da paca, sendo o segundo maior roedor da fauna brasileira, de excelente qualidade de carne e, dada a importância do tegumento comum, inclusive para o bom manejo em cativeiro, e até mesmo estudos como uma opção de animal de experimentação, descreveu-se a morfologia, morfometria e a ultraestrutura da pele de oito pacas (Cuniculus paca) machos e fêmeas, mediante a análise comparativa de segmentos cutâneos das regiões cervical, dorsal e medial do carpo. Observaram-se macroscopicamente as características da pelagem. Parte dos segmentos das regiões cutâneas foi analisada à microscopia de luz e parte, à microscopia eletrônica de varredura. Mensuraram-se as espessuras da derme, epiderme, camada córnea, perfis das fibras de colágeno da derme reticular e a área dos perfis das células das glândulas sebáceas repletas. Analisaram-se os resultados pela estatística descritiva e teste "T" (p<0,001). A coloração da pelagem da paca é castanho avermelhado com cerdas organizadas em grupos. A arquitetura da cútis e os anexos cutâneos se assemelham aos dos mamíferos em geral, embora haja ausência de glândulas sudoríparas. De acordo com a analise morfométrica, pôde-se inferir que a arquitetura da cútis de pacas machos e fêmeas apresenta diferenças quando comparada entre os sexos e também em um mesmo animal, diferenciando-se entre diversas regiões corpóreas.


Considering the lack of detailed information about the morphology of paca, which is the second largest rodent of Brazilian's fauna, with excellent meat quality and, due to the importance of the common integument, we described the morphology, ultrastructure and morphometry of the skin of eight pacas (Cuniculus paca), males and females, through comparative analysis of skin's segments of the cervical, dorsal and medial carpal portions. Macroscopic characteristics of the coat were studied. Part of the segments of cutaneous regions was analyzed by light microscopy, and the other part by scanning electron microscopy. We measured the thickness of dermis, epidermis, stratum corneum, the profiles of the collagen fibers of reticular dermis and the area of filled sebaceous gland cells. The results were analyzed by descriptive statistics and "T" test (p<0.001). The color of the coat is reddish brown with bristles arranged in groups. The architecture of the skin and skin appendages resembles those of mammals in general, although there are no sweat glands. According to the morphometric analysis, this study shows differences of the skin architecture between male and female pacas and also between various body regions in the same animal.


Subject(s)
Animals , Epidermis/anatomy & histology , Sebaceous Glands/anatomy & histology , Sweat Glands/anatomy & histology , Rodentia , Biometry , Microscopy, Electron, Scanning , Microscopy, Polarization
5.
Pesqui. vet. bras ; 32(8): 812-816, ago. 2012. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-649524

ABSTRACT

O trabalho teve por objetivo comparar os valores goniométricos das articulações dos membros torácicos e pélvicos em ovinos da raça Santa Inês em duas faixas etárias (jovens e adultos). Foram utilizados 30 ovinos hígidos, fêmeas, divididos em dois grupos: Grupo 1 com 15 animais jovens (idade entre 6 e 12 meses), Grupo 2 com 15 animais adultos (entre 3 e 6 anos). Foram aferidas a máxima flexão, a máxima extensão e calculou-se a amplitude de movimento das articulações, direita e esquerda, dos membros torácicos (ombro, cotovelo e carpo) e pélvicos (coxofemoral, joelho e tarso), com o emprego de um goniômetro universal de plástico. Cada articulação foi aferida em triplicata por dois avaliadores com o animal em estação. Não foram detectadas diferenças estatísticas entre as médias em ambos os lados, entre os avaliadores ou entre os grupos. Foi possível assim concluir que, em ovinos hígidos, os valores goniométricos não foram influenciados pela idade.


The purpose of this study was to compare goniometric values for forelimb and hind limbs in clinically healthy Santa Ines sheep with two ages (young and adult). Thirty female Santa Ines sheep were separated into two groups of 15 animals each: Group 1 with 6 to 12-month-old sheep (classified as young), and Group 2 with 3 to 6-year-old sheep (classified as adult). Maximum flexion, maximum extension, and range of motion (ROM) of the shoulder, elbow, carpal, hip, stifle, and tarsal joints, in the right and left limbs were measured with a standard transparent plastic goniometer. The measurements were performed in triplicate by two independent investigators with the sheep in a standing position. There was no statistically significant difference between the right and left sides, between investigators or between groups. In conclusion, in clinically healthy sheep the goniometric values were not influenced by age.


Subject(s)
Animals , Female , Arthrometry, Articular/veterinary , Sheep/anatomy & histology , Pelvis/physiology , Upper Extremity , Age Distribution , Range of Motion, Articular/physiology , Control Groups
6.
Pesqui. vet. bras ; 29(8): 661-665, ago. 2009. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-531770

ABSTRACT

Radiografia e ultrassonografia foram avaliadas como técnicas no diagnóstico por imagem na ruptura do ligamento cruzado cranial (LCCr) em cães. Vinte e cinco cães foram submetidos à radiografia e ultrassonografia e seus resultados foram comparados aos obtidos por artrotomia (teste padrão ouro). O exame radiográfico diagnosticou corretamente a lesão em 84 por cento (21/25) dos casos, mas 16 por cento (4/25) apresentaram resultado falso-negativo. O exame ultrassonográfico foi capaz de diagnosticar acertadamente 76 por cento (19/25) dos casos, e sugeriu a ruptura do LCCr nos 24 por cento (6/25) restantes, apresentando 100 por cento de resultados positivos. Concluiu-se que a radiografia e a ultrassonografia são ferramentas valiosas para diagnosticar casos de ruptura do LCCr em cães.


Radiography and ultrasonography were evaluated as tools for diagnosis of the rupture of cranial cruciate ligament (CrCL) in dogs. Twenty-five dogs were submitted to radiographic and ultrasonographic examinations and their results were compared with those obtained by artrotomy (gold standard). Radiography detected the rupture in 84 percent (21/25) of the cases, but 16 percent (4/25) were false-negative. Ultrasonography identified accurately 76 percent (19/25) of the cases and gave a probable diagnosis for the remaining 24 percent (6/25) what means that this technique presented 100 percent of positive results. It was possible to conclude that radiography and ultrasonography are valuable tools for the diagnosis of CrCL rupture in dogs.


Subject(s)
Animals , Dogs , Joints/injuries , Ligaments , Ligaments , Knee , Medial Collateral Ligament, Knee/injuries
7.
Pesqui. vet. bras ; 28(2): 119-123, fev. 2008. ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-481230

ABSTRACT

O trabalho teve por objetivo avaliar artroscopicamente a articulação do joelho de ovinos hígidos em diferentes idades, com o intuito de determinar, de acordo com os portais estabelecidos, a capacidade de observação das estruturas. Utilizaram-se 18 animais da raça Santa Inês, divididos em três grupos experimentais eqüitativos, conforme a idade cronológica, sendo: Grupo I, 6-8 meses (peso médio de 25 kg); Grupo II, 2 anos (peso médio de 50 kg); e Grupo III, 3,5-5 anos (peso médio de 55 kg). Foram estabelecidos três portais: (1) portal artroscópico primário, craniolateral; (2) portal para fluxo de drenagem; e (3) portal instrumental, craniomedial. Identificaram-se com facilidade a patela, sulco e bordas trocleares, côndilos medial e lateral do fêmur, e tendão do músculo extensor longo dos dedos. Após a remoção da maior parte do coxim gorduroso infrapatelar com emprego do "shaver" foram visibilizados, ainda com dificuldade, os ligamentos cruzados e os meniscos. Para a identificação dos primeiros foram necessárias movimentos de flexão e extensão e para os meniscos manobras de varo e valgo. O grau de dificuldade foi inversamente proporcional ao tamanho da articulação. Sendo assim, foi possível concluir que os portais artroscópicos utilizados possibilitaram a identificação das principais estruturas articulares, independente da idade, e o método em si teve por vantagem a rápida recuperação pós-operatória dos animais.


The aim of this study was to evaluate arthroscopically the stifle joint of healthy Santa Ines sheep with different ages, and observe the joint elements according to the established portals. Eighteen Santa Ines sheep were divided into 3 equal groups according to the chronological age: GI - 6 to 8 months old (mean weight 25 kg), G II - 2 years old (mean weight 50 kg), and G III - 3.5 to 5 years old (mean weight 55 kg). Three arthroscopic portals were established: craniolateral primary arthroscopic portal, drainage outflow portal, and craniomedial instrumental portal. The patella, the trochlear groove and ridges, the medial and lateral femoral condyles, and the long digital extensor tendon were easily identified. After removing a great portion of the infrapatellar fat pad using a shaver, the cruciate ligaments and the menisci could be observed, even though with some difficulty. The limbs were flexed and extended to identify the cruciate ligaments. Varus and valgus stress of the joint was used to improve meniscal observation. The difficulty level was inversely proportional to the joint size. In conclusion, the arthroscopic portals allowed identification of the main elements of the knee joint, regardless of animal age, and the arthroscopic method had as advantage early postoperative recovery of the animals.


Subject(s)
Animals , Arthroscopes , Arthroscopes/veterinary , Stifle/anatomy & histology , Stifle/physiology , Observation , Sheep
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL