Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 41
Filter
1.
Saúde em Redes ; 10(1): 14, fev. 2024.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1554843

ABSTRACT

Objetivo: Relatar o processo de construção, execução e vivências do telemonitoramento pelos enfermeiros e residentes do Programa de Residência Multiprofissional de Saúde da Família Atenção Primária à Saúde, aos pacientes suspeitos ou confirmados para COVID-19, em um município situado no interior da Bahia. Breve descrição da experiência: Trata-se de um estudo desenvolvido em duas Unidades de Saúde da Família, zona urbana, no período entre março de 2020 e dezembro de 2021, em um município com média vulnerabilidade. O monitoramento dos pacientes que antes era definido de forma centralizada pela Gestão Municipal, passou a ser descentralizado, atribuído à Rede Básica de Saúde, em 01 de junho de 2020, quando foram enviados os aparelhos telefônicos aos serviços de saúde da Atenção Primária. Considerações finais: As experiências reafirmam a importância de readequar e qualificar a Atenção Primária à Saúde para promover o telemonitoramento e atenuar alguns dos impactos causados pela pandemia ao serviço, de modo que não houvesse descontinuidade e agravamento das condições dos usuários em isolamento e permitisse a abertura de um canal que maximizasse a vinculação. Essa ferramenta mostra-se como uma estratégia eficiente e resolutiva para o acompanhamento da população e contenção dos casos de COVID-19, uma vez que otimizou a busca de informações, proporcionou segurança ao paciente, potencializou a coordenação do cuidado, garantiu direcionamentos adequados, diminuiu a exposição entre profissionais de saúde e pacientes, reduziu a circulação de pessoas no interior do serviço e ainda possibilitou economia no uso dos equipamentos de proteção individual.

2.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 931-947, Maio-Ago. 2023.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1425141

ABSTRACT

Objetivo: Desenvolver uma plataforma virtual de Teleconsulta para atendimento a casos suspeitos de Síndromes Gripais e infecção por COVID-19. Metodologia: Trata-se de um estudo de natureza aplicada, com desenvolvimento de produção tecnológica e inovadora, prospectivo, ecológico, descritivo, de série temporal. A população do estudo foi formada por qualquer pessoa sintomática para Síndromes Gripais por COVID-19, suspeitos ou confirmados, de qualquer local do Brasil. Este estudo foi realizado em duas etapas, a saber: Etapa I: Desenvolvimento da Aplicação para Plataforma de Teleconsulta. Etapa II: atendimento por meio de Teleconsulta de Casos suspeitos de COVID-19 e Sindromes Gripais. A metodologia utilizada para o desenvolvimento da aplicação proposta foi a modelagem por prototipação evolucionária. Resultados: Foram realizados 209 atendimentos na Plataforma de Teleconsulta, sendo 151 (70%) do sexo feminino e 65 (30%) do sexo masculino, com prevalência de idade variando de 20 a 29 anos (41%). Quanto ao risco de infecção por COVID-19, 42 (20%) tinham alto risco, 75 (36%) médio risco e 92 (44%) baixo risco. Os sintomas mais prevalentes foram: secreção nasal ou espirros (53%), dores no corpo (49%), dor de cabeça (47%), dor de garganta (46%), tosse seca (35%), Febre (31%), falta de ar (25%) e diarreia (23%). Inicialmente o teleatendimento foi composto por teletriagem com classificação de risco com base na sintomatologia dos pacientes que foram codificados com pontuações conforme a gravidade do sintoma para formas graves de COVID-19. A classificação de risco categorizou os pacientes em risco baixo (1 a 9 pontos), risco médio (10 a 19 pontos) e risco alto (20 a 36 pontos). Em seguida, a teleconsulta foi agendada conforme disponibilidade do paciente por meio do método SBAR para comunicação efetiva e ao término do atendimento um plano de cuidados com Sistematização da Assistência de Enfermagem ­ SAE era encaminhado ao paciente por meio de WhatsApp ou e-mail. Conclusão: A plataforma de teleconsulta possibilitou a triagem dos pacientes, reduziu as visitas desnecessárias às unidades de emergência, permitiu a avaliação e monitoramento dos casos, bem como o acompanhamento de pacientes ambulatoriais que não necessitam de avaliação presencial.


Objective: To develop a virtual Teleconsultation platform for care of suspected cases of influenza syndromes and infection by COVID-19. Methodology: This is a study of applied nature, with development of technological and innovative production, prospective, ecological, descriptive, time series. The study population was made up of any person symptomatic for COVID-19 influenza syndromes, suspected or confirmed, from any location in Brazil. This study was conducted in two stages, namely: Stage I: Development of the Application for Teleconsultation Platform. Stage II: care through Teleconsultation of suspected cases of COVID-19 and influenza syndromes. The methodology used to develop the proposed application was evolutionary prototyping modeling. Results: There were 209 consultations in the Teleconsultation Platform, 151 (70%) were female and 65 (30%) were male, with prevalence of age ranging from 20 to 29 years (41%). As for the risk of infection by COVID-19, 42 (20%) had high risk, 75 (36%) medium risk and 92 (44%) low risk. The most prevalent symptoms were: nasal discharge or sneezing (53%), body aches (49%), headache (47%), sore throat (46%), dry cough (35%), fever (31%), shortness of breath (25%), and diarrhea (23%). Initially, the telecare was composed of teletry with risk classification based on the symptomatology of the patients who were coded with scores according to symptom severity for severe forms of COVID-19. The risk classification categorized patients into low risk (1 to 9 points), medium risk (10 to 19 points), and high risk (20 to 36 points). Then, the teleconsultation was scheduled according to the patient's availability through the SBAR method for effective communication and at the end of the service a care plan with Nursing Assistance Systematization - SAE was forwarded to the patient through WhatsApp or e-mail. Conclusion: Teleconsultation platform enabled patient triage, reduced unnecessary visits to emergency units, allowed the evaluation and monitoring of cases, as well as the follow- up of outpatients who do not need face-to-face evaluation.


Objetivo: Desarrollar una plataforma de Teleconsulta virtual para atender casos sospechosos de síndromes gripales e infección por COVID-19. Metodología: Se trata de un estudio aplicado, con desarrollo de producción tecnológica e innovadora, prospectivo, ecológico, descriptivo, con serie de tiempo. La población de estudio estuvo formada por cualquier persona sintomática de síndromes gripales por COVID-19, sospechada o confirmada, de cualquier localidad de Brasil. Este estudio se realizó en dos etapas, a saber: Etapa I: Desarrollo de Aplicaciones para la Plataforma de Teleconsulta. Etapa II: atención mediante teleconsulta de casos sospechosos de COVID-19 y síndromes gripales. La metodología utilizada para el desarrollo de la aplicación propuesta fue el modelado por prototipo evolutivo. Resultados: Se realizaron 209 consultas en la Plataforma de Teleconsulta, 151 (70%) del sexo femenino y 65 (30%) del masculino, con prevalencia de edades entre 20 a 29 años (41%). En cuanto al riesgo de infección por COVID-19, 42 (20%) fueron de alto riesgo, 75 (36%) de riesgo medio y 92 (44%) de bajo riesgo. Los síntomas más prevalentes fueron: secreción nasal o estornudos (53%), dolor de cuerpo (49%), dolor de cabeza (47%), dolor de garganta (46%), tos seca (35%), fiebre (31%), falta de aliento (25%) y diarrea (23%). Inicialmente, la teleasistencia consistía en teleselección con clasificación de riesgo en función de la sintomatología de los pacientes a los que se codificaba con puntuaciones según la gravedad del síntoma para formas graves de COVID-19. La clasificación de riesgo clasificó a los pacientes en riesgo bajo (1 a 9 puntos), riesgo medio (10 a 19 puntos) y riesgo alto (20 a 36 puntos). Luego, se programó la teleconsulta de acuerdo a la disponibilidad del paciente a través del método SBAR para una comunicación efectiva y al final de la atención se remitió al paciente un plan de cuidados con Sistematización de Atención de Enfermería - SAE vía WhatsApp o correo electrónico. Conclusión: La plataforma de teleconsulta posibilitó el triaje de pacientes, redujo las visitas innecesarias a las unidades de emergencia, permitió la evaluación y seguimiento de casos, así como el seguimiento de pacientes ambulatorios que no requieren evaluación presencial.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Technology/instrumentation , Remote Consultation/instrumentation , COVID-19/epidemiology , Nursing Care/organization & administration , Primary Health Care/organization & administration , Referral and Consultation , Risk Assessment/methods , Emergency Service, Hospital/organization & administration , Influenza, Human/diagnosis , Epidemiological Monitoring , Inventions , Telescreening, Medical
3.
Estima (Online) ; 21(1): e1321, jan-dez. 2023.
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1510763

ABSTRACT

Objetivos:identificar as orientações fornecidas aos pacientes com úlceras venosas (UVs) submetidos à telenfermagem e descrever o desfecho ocorrido com os pacientes com UVs monitorados à distância. Método: estudo transversal e documental, realizado com 159 prontuários de pacientes com UV submetidos à telenfermagem numa clínica de estomaterapia no Rio de Janeiro. Os critérios de inclusão foram pacientes com diagnóstico de UV submetidos à telenfermagem, de abril de 2018 a fevereiro de 2020. A análise de dados ocorreu por meio de estatística descritiva (frequência absoluta e relativa para as variáveis categóricas), auxiliada por planilha do aplicativo Microsoft Excel. Resultados: identificou-se um equilíbrio entre os participantes em relação ao sexo; apresentaram idade média (desvio-padrão) de 68,07 (5,28); ensino fundamental completo ou médio incompleto; aposentados ou pensionistas. Verificou-se que 40,88% dos pacientes possuíam ao menos uma doença de base, predominando hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus. As orientações mais prevalentes foram: repouso com os membros inferiores elevados, utilização da terapia compressiva com meia elástica ou atadura elástica e realização da troca de curativo secundário em sua residência. Conclusão: os achados evidenciam a necessidade de ampliar as ações de enfermagem desenvolvidas na Clínica, buscando proporcionar a saúde integral aos pacientes.


Objectives:To identify the guidelines provided to patients with venous ulcers submitted to telenursing and describe the outcome that occurred with patients with venous ulcers monitored remotely. Method: Cross-sectional and documentary study, carried out with 159 medical records of patients with venous ulcers submitted to telenursing at an enterostomal therapy clinic in Rio de Janeiro, Brazil. The inclusion criteria were patients with a diagnosis of venous ulcer submitted to Telenursing, from April 2018 to February 2020. Data analysis was performed using descriptive statistics (absolute and relative frequency for categorical variables), aided by the application spreadsheet Microsoft Excel. Results: A balance was identified between the participants in relation to gender; had a mean age (standard deviation) of 68.07 (5.28); completed elementary school or incomplete high school; retirees or pensioners. It was found that 40.88% of the patients had at least one underlying disease, predominantly systemic arterial hypertension and diabetes mellitus. The most prevalent guidelines were: resting with the lower limbs elevated, using compressive therapy with elastic stockings or elastic bandage, and changing the secondary dressing at home. Conclusion: The findings show the need to expand the nursing actions developed at the clinic, seeking to provide comprehensive health to patients.


Objetivos:identificar las orientaciones proporcionadas a los pacientes con úlceras venosas sometidos a Teleenfermería y describir el desenlace ocurrido con los pacientes con úlceras venosas monitorizados a distancia. Método: estudio transversal y documental, realizado con 159 prontuarios de pacientes con úlceras venosas sometidos a teleenfermería en una Clínica de Estomaterapia de Rio de Janeiro. Los criterios de inclusión fueron pacientes con diagnóstico de úlcera venosa sometidos a teleenfermería, de abril de 2018 a febrero de 2020. El análisis de datos se realizó mediante estadística descriptiva (frecuencia absoluta y relativa para variables categóricas), auxiliada por la hoja de cálculo de la aplicación Microsoft Excel. Resultados: se identificó un equilibrio entre los participantes en relación al género; tenía una edad media (DE) de 68,07 (5,28); primaria completa o secundaria incompleta; jubilados o pensionados. Se encontró que el 40,88% de los pacientes tenían al menos una enfermedad de base, predominantemente Hipertensión Arterial Sistémica y Diabetes Mellitus. Las pautas más prevalentes fueron: reposo con los miembros inferiores elevados, uso de terapia compresiva con medias elásticas o venda elástica y cambio del vendaje secundario en casa. Conclusión: los hallazgos muestran la necesidad de ampliar las acciones de enfermería desarrolladas en la Clínica, buscando brindar salud integral a los pacientes


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Varicose Ulcer/nursing , Telemonitoring , Enterostomal Therapy , Cross-Sectional Studies , Comprehensive Health Care , Sociodemographic Factors
4.
Rev. Ciênc. Plur ; 9(3): 33526, 26 dez. 2023. tab
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: biblio-1524291

ABSTRACT

Introdução:Atelessaúdese popularizou como uma importante ferramenta na avaliação remota e de prestação de cuidados em saúde.Uma de suas vertentes consiste no monitoramento remoto, também chamado de telemonitoramento ou televigilância,que se difundiu, sobretudo para grupos populacionais vulneráveis, como a população idosa, em especial durante a pandemia da COVID-19. Objetivo:Conhecer o perfil sociodemográfico, o estado de saúde e os comportamentos relacionados à saúde dos idosos monitorados durante a pandemia da COVID-19 no município de Natal-Rio Grande do Norte.Metodologia:Estudo longitudinal descritivo, com três momentos de observação. A amostra foi composta por idosos adscritos a 22 unidades de saúde de Natal, acompanhados por meio de ligações telefônicas, de agostode 2020 a julho de 2021. A análise dos dados foi realizada através do software Epi Info™, versão 7.2.4, a partir de frequências absolutas e relativas, medidas de tendência central e dispersão (média e desvio padrão).Resultados:Participaram do estudo 1.348 idosos. Amaioria era do sexo feminino (63,7%), com média de 70 anos, morava acompanhada(81,8%), esteve assintomática (77,0%), possuía comorbidades (81,5%) e dependia de medicações de uso contínuo (81,9%). Os sintomáticos diminuíram ao longo dos três momentos avaliados e menos de 1% evoluiu ao óbito.Conclusões:O telemonitoramentocontribuiu com a longitudinalidade do cuidado, proporcionando a busca ativa contínua de idosos sintomáticos e fortalecendo as atividades das Unidades de Saúde (AU).


Introduction:Telehealth has become popular as an important tool in the remote assessment and provision of health care. One ofits aspects is remote monitoring, also called telemonitoring or telesurveillance, which has become widespread, especially for vulnerable population groups, such as the elderly population, especially during the COVID-19 pandemic.Objective:To know the sociodemographic profile, health status and health-related behaviors of the elderly monitored during the COVID-19 pandemic in the Natal-Rio Grande do Norte. city.Methodology:Descriptive longitudinal study, with three moments of observation. The sample consisted of elderly people enrolled at 22 health units in Natal, followed up through telephone calls, from August 2020 to July 2021. Data analysis was performed using the Epi Info™ software, version 7.2.4, based on absolute and relative frequencies, measures of central tendency and dispersion (mean and standard deviation).Results:1,348 elderly people participated in the study. Most were female (63.7%), aged 70 years on average, lived with someone (81.8%), were asymptomatic (77.0%), had comorbidities(81.5%) and depended on continuous use (81.9%). Symptomatic cases decreased over the three evaluated moments and less than 1% evolved to death.Conclusions:Telemonitoring contributed to the longitudinality of care, providing continuous active search for symptomatic elderly and strengthening the activities of Health Units (AU).


Introducción: La telesalud se ha vuelto popular como una herramienta importante en la evaluacióny provisión remota de atención médica. Una de sus vertientes es el monitoreo remoto, también llamado telemonitoreo o televigilancia, que se ha generalizado, especialmente para grupos de población vulnerable, como la población de la tercera edad, especialmente durante la pandemia del COVID-19. Objetivo: Conocer el perfil sociodemográfico, el estado de salud y los comportamientos relacionados con la salud de los ancianos acompañados durante la pandemia de COVID-19 en la ciudad de Natal-Rio Grande do Norte.. Metodología: Estudio longitudinal descriptivo, con tres momentos de observación. La muestra estuvo compuesta por ancianos matriculados en 22 unidades de salud de Natal, seguidos a través de llamadas telefónicas, de agosto de 2020 a julio de 2021. El análisis de los datos se realizó mediante el software Epi Info™, versión 7.2.4, con base en valores absolutos y relativos. frecuencias, medidas de tendencia central y dispersión (media y desviación estándar). Resultados: Participaron del estudio 1.348 ancianos. La mayoría eran del sexo femenino (63,7%), con edad media de 70 años, vivían con alguien (81,8%), estaban asintomáticos (77,0%), tenían comorbilidades (81,5%) y dependían del uso continuo (81,9%). Los casos sintomáticos disminuyeron en los tres momentos evaluados y menos del 1% evolucionó a muerte.Conclusiones: La televigilancia contribuyó para la longitudinalidad de la atención, proporcionando búsqueda activa continua de ancianos sintomáticos y fortaleciendo las actividades de las Unidades de Salud (AU).


Subject(s)
Humans , Male , Female , Aged , Primary Health Care , Aged , Health Behavior , Continuity of Patient Care , Telemonitoring , COVID-19/transmission , Chi-Square Distribution , Statistics, Nonparametric
5.
Saude e pesqui. (Impr.) ; 16(4): 11769, out./dez. 2023.
Article in English, Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1518416

ABSTRACT

Descrever dificuldades e barreiras para adesão a telefisioterapia durante a pandemia da COVID-19. Relato de experiência, realizado com responsáveis e indivíduos com fibrose cística (FC) via internet, celular ou computador, para receberem atendimento de telefisioterapia assíncrona, em formato de cartilhas e vídeos. Todos deveriam responder avaliação inicial, questionário de qualidade de vida e, ao final, feedback sobre a assistência remota e a frequência na realização dos exercícios. Nove indivíduos participaram do estudo e poucos concluíram todas as etapas. Cinco participantes fornecerem feedback quanto à assistência oferecida e a maioria das respostas apontou dificuldades para realizar fisioterapia a domicílio. Responsáveis e indivíduos com FC ficaram sobrecarregados com as demandas online, visto que as atividades rotineiras estavam sendo realizadas "via tela" no referido período, o que impactou negativamente na adesão a telefisioterapia. Esse achado atenta para profissionais da saúde refletirem sobre aspectos da adesão ao oferecerem essa modalidade.


To describe difficulties and barriers for adherence to telephysiotherapu durint the COVID-19 pandemic. Experience report, conducted with relatives and individuals with cystic fibrosis (CF) on internet, smarthphone or computer, to receive asynchronous telephysiotherapy care in the form of folders and videos. All participantes were required to complete an initial assessment, a quality of live questionnaire, and at end provide feedback about remote assistance and exercise frequency. Nine individuals participated in this study, and few completed all the stages. Five participantes provided feedback regarding the offered assistance, and the majority of responses indicated difficulties in performing home-based physiotherapy. relatives and individuals with CF became overwhelmed with online demands, as routine activies were being conducted "on screen" during that period, which negatively impacted adherence to tepehysiotherapy. These finding alerts healthcare professionals to reflect on adherence aspects when offering this modality.

6.
RECIIS (Online) ; 17(1): 162-174, jan.-marc. 2023.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1419248

ABSTRACT

O objetivo deste estudo foi analisar o uso e os impactos da telessaúde em um Centro Especializado em Reabilitação (CER), sob a perspectiva dos profissionais de saúde, durante a pandemia da covid-19. Trata-se de um estudo transversal analítico realizado com profissionais da saúde de um CER. Utilizou-se questionário desenvolvido pelos pesquisadores sobre o perfil sociodemográfico e a percepção do profissional em relação aos atendimentos realizados à distância. Os dados foram analisados com pacote estatístico SPSS (26,0). Foi adotado nível de significância de 5% (p < 0,05).Amostra composta por 79 profissionais, a maioria formados há mais de dez anos, sem experiências com telessaúde. Houve relação significativa entre quantidade de ferramentas utilizadas com grau de dificuldade, e presença de treinamento com a autossatisfação sobre o atendimento. A escolha da ferramenta está intrinsecamente ligada à disponibilidade, à habilidade e à tarefa a ser realizada. O treinamento prévio demonstrou redução de barreiras e satisfação profissional


The objective of this study was to analyze the use and impacts of telehealth in a Specialized Rehabilitation Center (SRC), from the perspective of health professionals, during the covid-19 pandemic. This is an analytical cross-sectional study carried out with health professionals from a SRC. A questionnaire developed by the researchers was used on the sociodemographic profile and perception of the professional in relation to the consultations performed at a distance. Data were analyzed using the SPSS statistical package (26.0). A significance level of 5% (p < 0.05) was adopted. Sample composed of 79 professionals, most of them graduated for more than ten years, with no experience with telehealth. There was a significant relationship between the number of tools used and the degree of difficulty, and the presence of training, with self-satisfaction with the service. The choice of tool is intrinsically linked to availability, skill and task to be performed. Previous training demonstrated a reduction in barriers and job satisfaction.


El objetivo de este estudio fue analizar el uso y los impactos de la telesalud en un Centro Especializado de Rehabilitación (CER), desde la perspectiva de los profesionales de la salud, durante la pandemia del covid-19. Se trata de un estudio transversal analítico realizado con profesionales de la salud de un CER. Se utilizó un cuestionario elaborado por los investigadores sobre el perfil sociodemográfico y de percepción del profesional en relación a las consultas realizadas a distancia. Los datos se analizaron utilizando el paquete estadístico SPSS (26,0). Se adoptó un nivel de significancia del 5% (p < 0,05). Muestra compuesta por 79 profesionales, la mayoría graduados hace más de diez años, sin experiencia en telesalud. Hubo una relación significativa entre el número de herramientas utilizadas y el grado de dificultad, y la presencia de formación, con la autosatisfacción con el servicio. La elección de la herramienta está intrínsecamente ligada a la disponibilidad, habilidad y tarea a realizar. La formación previa demostró una reducción de las barreras y la satisfacción laboral.


Subject(s)
Humans , Health Personnel , Telemedicine , Patients , Primary Health Care , Research , Medical Care , Telediagnostics , COVID-19
7.
Rev. Pesqui. Fisioter ; 13(1)fev., 2023. tab, ilus
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1531242

ABSTRACT

INTRODUCTION: Early intervention is essential for proper foot growth in postural congenital clubfoot (PCC), but little is known about its contribution to this deformity when subjects are evaluated through telemonitoring. OBJECTIVE: This study aimed to monitor the foot's flexibility of newborns diagnosed with PCC by telemonitoring them during the first months of life. METHODS: A longitudinal descriptive study was carried out with a full-term newborns group diagnosed with PCC in at least one limb, presenting a grade ≥ 0,5 on the Pirani score. Newborns with other malformations were excluded. They were assessed twice: before and 30 days after hospital discharge, and the foot flexibility classification by the Pirani score was provided. The telemonitoring occurred weekly between the assessments, and the parents were encouraged to mobilize their feet and maintain foot position using orthosis or taping. RESULTS: Thirteen newborns (eighteen feet) presenting PCC were included in this study; seven neonates discontinued the study due to absences from pre-scheduled evaluations, and six were telemonitored for 30 days. They were born at 39 weeks (± 1.18) and 3346.54 g (± 306.51). The majority of the newborns were female (69%), one was born vaginally, and eight (61%) had a family history of PCC. Pirani's score ranged from 1 to 3 in the initial assessment. After one month of telemonitoring, three feet progressed to 0, and four feet scored between 0.5 and 1. CONCLUSION: This study shows an important improvement in the foot's flexibility of newborns diagnosed with PCC evaluated through telemonitoring. Telemonitoring may be an additional resource for assisting newborns with PCC.


INTRODUÇÃO: A intervenção precoce é essencial para o correto crescimento do pé torto congênito postural (PTC), mas pouco se sabe sobre sua contribuição para essa deformidade quando os pacientes são avaliados por meio de telemonitoramento. OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo acompanhar, por telemonitoramento, a flexibilidade do pé de recém-nascidos com diagnóstico de PTC durante os primeiros meses de vida. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo longitudinal com recém-nascidos a termo, diagnosticados com PTC em pelo menos um pé, apresentando escore de Pirani ≥ 0,5. Foram excluídos recém-nascidos com outras malformações. Os recém-nascidos foram avaliados nas primeiras horas de vida e 30 dias após a alta hospitalar. Durante este período os pais foram incentivados a mobilizar os pés diariamente e manter a posição por meio de órtese ou bandagem. O telemonitoramento ocorreu semanalmente, e a flexibilidade dos pés foi classificada pelo escore de Pirani. RESULTADOS: Foram incluídos neste estudo treze recém-nascidos (dezoito pés), sete descontinuaram o estudo por faltas nas tentativas de contato e seis foram telemonitorados por 30 dias. A maioria dos RN era do sexo feminino (69%), nasceram com 39 semanas (± 1,18) e 3.346,54g (± 306,51). Um nasceu de parto normal e oito (61%) tinham histórico familiar de PTC. Inicialmente, a pontuação de Pirani variou de 1 a 3. Após 30 dias de telemonitoramento, três pés evoluíram para 0 e quatro pontuaram entre 0,5 e 1. CONCLUSÃO: Este estudo mostra uma melhora importante na flexibilidade do pé de recém-nascidos com diagnóstico de PTC, avaliados por telemonitoramento. O telemonitoramento pode ser um recurso adicional para assistência ao recém-nascido com PTC.


Subject(s)
Talipes , Orthotic Devices , Infant, Newborn
8.
Mundo saúde (Impr.) ; 47: e13812022, 2023.
Article in English, Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1418457

ABSTRACT

A pandemia da COVID-19 trouxe desafios para o monitoramento de usuários de anticoagulantes, sobretudo idosos, sendo o telemonitoramento uma alternativa para dar continuidade aos cuidados para esses pacientes. O presente estudo teve como objetivo descrever a experiência do telemonitoramento de idosos usuários de anticoagulantes na pandemia da COVID-19. Trata-se de estudo referente ao serviço farmacêutico de telemonitoramento de idosos (≥60 anos) em uso de anticoagulantes orais em ambulatório de geriatria privado (Belo Horizonte). Idosos tiveram parâmetros de efetividade e segurança dos anticoagulantes monitorados mensalmente por telefone (abr-dez/2021). Problemas identificados geraram intervenções ao paciente ou equipe multiprofissional. Ao total 425 idosos foram incluídos no serviço. A maioria usava apixabana (189;41,9%), rivaroxabana (146;34,4%) e varfarina (47;11,1%). Observou-se média de idade de 82,1 anos, maioria feminina (65,2%), maioria com alto risco de vulnerabilidade (69%), e incidência de 9,9% de COVID-19. Realizou-se 219 intervenções relativas à varfarina (média de 4,6 intervenções/paciente); referiram-se à solicitação de exame de RNI (57,5%), orientações em saúde (19,6%), alteração da dose (redução - 10,5%; aumento - 5,9%; suspensão - 0,6%), ou encaminhamento (5,9%). Usuários de outros anticoagulantes não apresentaram alterações nos parâmetros acompanhados. Onze idosos sofreram quedas e 10 demandaram internação por eventos tromboembólicos ou hemorrágicos. Não houve diferença estatisticamente significativa nas proporções de internação entre usuários de varfarina ou outros anticoagulantes (p=0,314). Acompanhar idosos usuários de anticoagulantes é importante, sobretudo considerando-se o alto nível de fragilidade identificado e os riscos tromboembólicos e não-tromboembólicos que a COVID-19 traz. O telemonitoramento foi importante, permitindo realização de múltiplas intervenções.


The COVID-19 pandemic brought challenges to the monitoring of anticoagulant users, especially older adults, making telemonitoring an alternative to provide continuity of care for these patients. The present study aimed to describe the experience of telemonitoring of older anticoagulant users during the COVID-19 pandemic. This is a descriptive study concerning the telemonitoring pharmaceutical service for older adults (≥60 years old) using oral anticoagulants in a private geriatric outpatient clinic (Belo Horizonte). Older people had parameters of effectiveness and safety of anticoagulants monitored monthly by telephone (Apr-Dec/2021). Identified problems generated interventions for the patient or the multidisciplinary team. A total of 425 older adults were included in the service. Most used apixaban (189;41.9%), rivaroxaban (146;34.4%) and warfarin (47;11.1%). There was a mean age of 82.1 years, mostly female (65.2%), most at high risk of vulnerability (69%), and an incidence of 9.9% of COVID-19. There were 219 interventions related to warfarin (average of 4.6 interventions/patient); including requests for an INR test (57.5%), health guidelines (19.6%), dosage change (reduction - 10.5%; increase - 5.9%; suspension - 0.6%), or referral (5.9%). Users of other anticoagulants did not show alterations in the monitored parameters. Eleven older adults suffered falls and 10 required hospitalizations due to thromboembolic or hemorrhagic events. There was no statistically significant difference in hospitalization rates between users of warfarin or other anticoagulants (p=0.314). Monitoring older anticoagulant users is important, especially considering the high level of frailty identified and the thromboembolic and non-thromboembolic risks that COVID-19 brings. Telemonitoring was important, allowing for multiple interventions to be performed.

9.
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1524024

ABSTRACT

Objetivo: identificar as características sociodemográficas, laborais de saúde de pessoas submetidas à telenfermagem em uma clínica de estomaterapia. Método: pesquisa quantitativa, descritiva, transversal e de caráter documental, realizada em uma instituição pública de saúde no município do Rio de Janeiro. Resultados: usuários com idade entre 50 e 60 anos (34,79%); pardos (61,96%); homens (55,44%); moradores do município do Rio de Janeiro (69,56%); trabalham sob regime celetista (32,39%); se ausentaram do trabalho ao menos uma vez nos últimos 12 meses (40,85%); não trabalham à noite (81,63%); 18,37% possuem trabalho noturno, 55,85% não descansam ou dormem, e justificam o não descanso noturno pelas altas demandas laborais. Possuem doença crônica (79,75%); são hipertensos (60,31%); não apresentam doença como consequência do trabalho (53,96%). Conclusão: evidenciou-se a necessidade de um maior aprofundamento de práticas de atenção à saúde considerando o impacto das características individuais no processo saúde doença


Objective: to identify the sociodemographic and occupational health characteristics of people undergoing telenursing in a stomatherapy clinic. Method: quantitative, descriptive, cross-sectional and documentary research, carried out in a public health institution in the city of Rio de Janeiro. Results: users aged between 50 and 60 years (34.79%); browns (61.96%); men (55.44%); residents of the city of Rio de Janeiro (69.56%); work under a CLT regime (32.39%); were absent from work at least once in the last 12 months (40.85%); do not work at night (81.63%); 18.37% work at night, 55.85% do not rest or sleep, and they justify the lack of night rest due to the high work demands. They have a chronic disease (79.75%); are hypertensive (60.31%); do not have disease as a result of work (53.96%). Conclusion: the need for a deeper understanding of health care practices was evidenced, considering the impact of individual characteristics on the health-disease process


Objetivo: identificar las características sociodemográficas y de salud ocupacional de personas en teleenfermería en una clínica de estomaterapia. Método: investigación cuantitativa, descriptiva, transversal y documental, realizada en una institución de salud pública de la ciudad de Río de Janeiro. Resultados: usuarios con edad entre 50 y 60 años (34,79%); marrones (61,96%); hombres (55,44%); residentes de la ciudad de Río de Janeiro (69,56%); trabajar en régimen CLT (32,39%); se ausentó del trabajo al menos una vez en los últimos 12 meses (40,85%); no trabaja de noche (81,63%); El 18,37% trabaja de noche, el 55,85% no descansa ni duerme, y justifican la falta de descanso nocturno por las altas exigencias laborales. Tienen una enfermedad crónica (79,75%); son hipertensos (60,31%); no tienen enfermedad como consecuencia del trabajo (53,96%). Conclusión: se evidenció la necesidad de una mayor profundidad de las prácticas de atención a la salud, considerando el impacto de las características individuales en el proceso salud-enfermedad


Subject(s)
Humans , Male , Female , Middle Aged , Telenursing , Telemonitoring , Enterostomal Therapy , Delivery of Health Care
10.
São Paulo; s.n; 2023. 70 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, Inca | ID: biblio-1510450

ABSTRACT

Introdução: O câncer colorretal (CCR) é um problema de saúde pública mundial cujo controle depende do estabelecimento de políticas públicas e programas de prevenção e rastreamento eficazes. No Brasil estudos relacionados à adesão e preferências a diferentes métodos de rastreamento são pouco conhecidos. Objetivo: Avaliar a associação de características demográficas, condição socioeconômica e variáveis clínicas na adesão para realização de testes de sangue oculto nas fezes (PSOF) dos tipos Imunoquimico Mecanizado (FIT) e Guaiaco (G-FOBT) em população de médio risco para o desenvolvimento de câncer colorretal. Método: Estudo observacional transversal, com coleta prospectiva de dados. Entre março de 2015 e abril de 2016 1.254 indivíduos assintomáticos, com idade entre 50 e 75 anos, foram consecutivamente selecionados a partir de campanhas hospitalares de rastreamento para neoplasias conduzidas pelo AC Camargo Cancer Center. Todos os participantes foram convidados ao rastreamento do CCR mediante realização dos testes (G-FOBT) e (FIT) e responderam a um questionário com características demográficas, condição socioeconômica e variáveis clínicas. Análise estatística: Para avaliar a independência entre variáveis qualitativas foi aplicado o teste de Qui-quadrado. As médias das variáveis quantitativas foram comparadas através do Teste t. Os resultados das análises univariadas foram utilizados para selecionar variáveis para os modelos de regressão logística múltipla, considerando-se valores de p≤0.20. As associações estão descritas por Odds Ratio (OR) e o intervalo de confiança adotado foi de 95% (95% CI). A significância considerada foi de 0.05. A partir dos resultados encontrados foi proposto um nomograma para a predição da probabilidade de adesão com base nas características dos indivíduos. Resultados: As taxas de adesão foram 55,6% e 48,8%, respectivamente para os testes FIT e G-FOBT (p<0.001). As médias de anos de estudos foram diferentes entre os grupos aderentes e não aderentes nos métodos FIT e G-FOBT (8.4vs 9.0; p = 0.001). Nas análises univariadas, as variáveis idade, tipo de atividade ocupacional, crença religiosa e realização prévia de PSOF influenciaram as taxas de adesão aos dois tipos de testes. Nos modelos multivariados, respectivamente para os exames FIT e G-FOBT as variáveis idade 60-75 anos (OR = 1.39; 95%IC 1.06­1.81) e (OR = 1.49; 95%IC 1.16­1.49), presença de crença religiosa (OR = 1.99; 95%IC 1.27­3.11) e (OR = 1.70; 95% IC 1.11­2.60), PSOF (OR = 2.22; 95% IC 1.61­ 3.05) e (OR = 1.26; 95% IC 1.26­2.20) e trabalho em tempo integral ou parcial (OR = 0.69; 95% IC 0.05­0.96) e (OR= 0.68; 95%IC 0.50­0.91) estiveram associadas de forma independente à adesão aos métodos de rastreamento do CCR. As variáveis, sexo, raça, estado civil, renda, presença de seguro saúde e distância da residência até o hospital não influenciaram na adesão aos exames FIT e G-FOBT. Conclusão: Maior idade, presença de crença religiosa, ausência de atividade de trabalho formal e realização prévia de PSOF estão relacionados à maior adesão aos testes (FIT) e o (G-FOBT), na população estudada.


INTRODUCTION: Colorectal surgeries are complex procedures, associated with higher rates of complications and readmissions than procedures at other surgical sites. Currently, standardized procedures aim the early recovery of patients treated for colorectal surgeries in order to reduce the length of hospital stay. The reduction in hospitalization time, however, despite being considered a positive result, may lead to a risk , since complications generally occur outside the hospital environment, making it difficult to assess and monitor these patients. OBJECTIVE: The aim of the present study was to develop a mobile health app , accessible on smartphones, to remotely monitor the signs and symptoms of patients in the postoperative period of colorectal surgeries, evaluating the outcomes of admission rate in the emergency department and rate of severe complications. (Clavien-Dindo 3 to 5) within a fifteen-day postoperative period. METHODS: The project was developed in two steps, the first being the structuring of the Digital Journey, with the creation of a platform with a decision algorithm for identifying symptoms and directing conducts, and the second the validation of the program in a pilot study. Patients aged between 18 and 80 years old, who were to undergo oncological colorectal surgeries, were included in the study. The study was conducted on the premises of the A.C.Camargo Cancer Center. Monitoring of patients and reporting of signs and symptoms by patients were performed via a remote monitoring platform, using a smartphone or computer. RESULTS: In the pilot study, in each of the three evaluation phases of the data obtained, the decision algorithm and the instrument for data collection were restructured, aiming to achieve greater sensitivity and specificity in the detection of complications by the platform, as well as greater patient satisfaction. The ability to detect complications increased at each analysis and adjustment phase, and after the third and final phase of adjustments, 45 (71.4%) adverse events were reported, of which 12 (19%) were symptoms classified as high grade. In this sample, the digital solution was able to identify 3 (4.8%) real complications with a sensitivity of 75%, specificity of 84%, accuracy of 83%, positive predictive value of 25% and negative predictive value of 98%. We also had, 5(7.9%) errors in filling out detected and 1(1.6%) complications not detected by the platform, due to error in filling out the daily assessment questionnaire. Our rehospitalization rate by indication of the platform, in this sample was 2 (3.2%) and admission to the emergency room, considering referral or not from the platform, was 8 (12.7%). Complete adherence to the monitoring program was 83%, with an NPS score ranging from 69 to 95, the highest score obtained in the last evaluation phase. CONCLUSION: The a mobile health app created was proved to be safe, with high adherence rates and good acceptance by patients, but it still needs to be adjusted with the intention of reducing costs of referral and admission to the emergency department.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Colorectal Neoplasms/surgery , Telemedicine , Postoperative Period , Artificial Intelligence
11.
São Paulo; s.n; 2023. 94 p. ilus, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, Inca | ID: biblio-1510904

ABSTRACT

INTRODUÇÃO: Cirurgias colorretais são procedimentos complexos, associados a maiores taxas de complicações e readmissões que procedimentos realizados em outros sítios cirúrgicos. Atualmente, medidas padronizadas visando à recuperação precoce de pacientes submetidos a cirurgias colorretais são adotadas com o objetivo de reduzir o tempo de internação hospitalar. A redução do tempo de internação, entretanto, apesar de ser considerada um desfecho positivo, pode propiciar risco de atraso de diagnóstico e deterioração clínica já que as complicações, geralmente acontecem fora do ambiente hospitalar, dificultando a avaliação e acompanhamento destes pacientes. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi desenvolver um plano de seguimento pós-alta eletrônico, acessível em smartphones, para monitorar remotamente os sinais e sintomas de pacientes em pós-operatório de cirurgias colorretais, avaliando os desfechos de taxa de admissão no setor de emergência e taxa de complicações graves (Clavien-Dindo 3 a 5), no período de quinze dias de pós-operatório. MATERIAL E MÉTODOS: O projeto foi desenvolvido em duas etapas, sendo a primeira a estruturação da Jornada Digital, com a criação de plataforma com algoritmo para identificação de sintomas e direcionamento de condutas e a segunda a validação do programa em um estudo piloto. Foram incluídos no estudo pacientes a serem submetidos a cirurgias colorretais oncológicas, com idade entre 18 e 80 anos. O estudo foi conduzido nas dependências do A.C.Camargo Cancer Center. O monitoramento dos pacientes e o reporte de sinais e sintomas pelos pacientes foram realizados via plataforma de monitoramento remoto, utilizando-se de smartphone ou computador. RESULTADOS: No estudo piloto, em cada uma das três fases de avaliação dos dados obtidos, algoritmo e instrumento para coleta de dados foram reestruturados, visando atingir maior sensibilidade e especificidade na detecção de complicações pela plataforma, bem como maior satisfação dos pacientes em acompanhamento. A capacidade de detecção de complicações aumentou a cada fase de análise e ajuste, sendo que após a terceira e última fase de ajustes tivemos 45(71,4%) eventos adversos reportados, sendo que destes, 12(19%) foram sintomas classificados como graves. Nessa amostra , a solução digital foi capaz de identificar 3(4,8%) complicações reais com sensibilidade de 75%, especificidade de 84%, acurácia de 83%, valor preditivo positivo de 25% e valor preditivo negativo de 98%. Tivemos ainda , 5(7,9%) erros de preenchimentos detectados e 1(1,6%) complicações não detectadas pela plataforma, por erro de preenchimento do questionário de avaliação diária. A nossa taxa de reinternação por indicação da plataforma, nessa amostra foi de 2(3,2%) e de admissão na emergência, considerando encaminhamento ou não da plataforma foi de 8(12,7%). A adesão completa ao programa de monitoramento foi de 83%, com nota NPS variando de 69 a 95, sendo a maior nota obtida na última fase de avaliação. CONCLUSÃO: A plataforma digital criada mostrou-se segura, com altas taxas de adesão e boa aceitação pelos pacientes, mas ainda precisa ser ajustada com a intenção de reduzir custos de encaminhamento e admissão no setor de emergência.


INTRODUCTION: Colorectal surgeries are complex procedures, associated with higher rates of complications and readmissions than procedures at other surgical sites. Currently, standardized procedures aim the early recovery of patients treated for colorectal surgeries in order to reduce the length of hospital stay. The reduction in hospitalization time, however, despite being considered a positive result, may lead to a risk , since complications generally occur outside the hospital environment, making it difficult to assess and monitor these patients. OBJECTIVE: The aim of the present study was to develop a mobile health app , accessible on smartphones, to remotely monitor the signs and symptoms of patients in the postoperative period of colorectal surgeries, evaluating the outcomes of admission rate in the emergency department and rate of severe complications. (Clavien-Dindo 3 to 5) within a fifteen-day postoperative period. METHODS: The project was developed in two steps, the first being the structuring of the Digital Journey, with the creation of a platform with a decision algorithm for identifying symptoms and directing conducts, and the second the validation of the program in a pilot study. Patients aged between 18 and 80 years old, who were to undergo oncological colorectal surgeries, were included in the study. The study was conducted on the premises of the A.C.Camargo Cancer Center. Monitoring of patients and reporting of signs and symptoms by patients were performed via a remote monitoring platform, using a smartphone or computer. RESULTS: In the pilot study, in each of the three evaluation phases of the data obtained, the decision algorithm and the instrument for data collection were restructured, aiming to achieve greater sensitivity and specificity in the detection of complications by the platform, as well as greater patient satisfaction. The ability to detect complications increased at each analysis and adjustment phase, and after the third and final phase of adjustments, 45 (71.4%) adverse events were reported, of which 12 (19%) were symptoms classified as high grade. In this sample, the digital solution was able to identify 3 (4.8%) real complications with a sensitivity of 75%, specificity of 84%, accuracy of 83%, positive predictive value of 25% and negative predictive value of 98%. We also had, 5(7.9%) errors in filling out detected and 1(1.6%) complications not detected by the platform, due to error in filling out the daily assessment questionnaire. Our rehospitalization rate by indication of the platform, in this sample was 2 (3.2%) and admission to the emergency room, considering referral or not from the platform, was 8 (12.7%). Complete adherence to the monitoring program was 83%, with an NPS score ranging from 69 to 95, the highest score obtained in the last evaluation phase. CONCLUSION: The a mobile health app created was proved to be safe, with high adherence rates and good acceptance by patients, but it still needs to be adjusted with the intention of reducing costs of referral and admission to the emergency department


Subject(s)
Colorectal Neoplasms/surgery , Colorectal Neoplasms/complications , Aftercare , Telemonitoring , Artificial Intelligence
12.
CoDAS ; 35(5): e20210308, 2023. tab
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1506050

ABSTRACT

RESUMO Objetivo monitorar o desenvolvimento de habilidades pragmáticas em crianças com indicadores clínicos de risco para Transtorno do Espectro do Autismo antes e após a aplicação de um protocolo interdisciplinar de orientação parental. Método Participaram deste estudo sete famílias que possuíam filhos com indicadores clínicos de risco para o Transtorno do Espectro do Autismo e estavam em processo diagnóstico. O estudo foi dividido em três momentos: (1) entrevista estruturada com os pais e avaliação das habilidades pragmáticas das crianças, (2) sessões virtuais de orientação aos pais relacionadas às características do Transtorno do Espectro do Autismo e habilidades que podem ser desenvolvidas para favorecer seu desenvolvimento, e (3) reavaliação das habilidades pragmáticas. A análise estatística considerou ocupação do espaço comunicativo, uso de funções e meio comunicativo no marco zero e no pós-monitoramento. Resultados Não houve diferença significativa entre os dois momentos de avaliação, mas foi observado maior número no uso de atos comunicativos e funções comunicativas mais interativas como desfecho. Conclusão Desta forma o monitoramento das habilidades pragmáticas sugere que estas apresentem discreta evolução, principalmente as mais interativas, após a aplicação do protocolo integrado de orientação.


ABSTRACT Purpose monitor the development of pragmatic skills in children with clinical risk indicators for autism spectrum disorder (ASD) before and after the application of an integrated parental guidance protocol. Methods Seven families who had children with clinical risk indicators for autism spectrum disorder and were in the diagnostic process participated in this study. The study was divided into three moments: (1) structured interview with parents and assessment of children's pragmatic skills, (2) virtual sessions with guidance to parents related to the characteristics of the condition and skills that can be developed to favor their development, and (3) reassessment of children's pragmatic skills. Statistical analysis considered occupation of communicative space, use of functions and communicative means at ground zero and post-monitoring. Results There was no significant difference between the two evaluation moments, but a greater number was observed in the use of communicative acts and more interactive communicative functions as an outcome. Conclusion The monitoring of children's pragmatic skills suggests that they present discrete evolution, especially the more interactive ones, after the application of the integrated parental guidance protocol.

13.
Saúde Redes ; 8(3): 393-403, 20221231.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1426075

ABSTRACT

Objetivo: descrever as atividades de teleatendimento desenvolvidas como estratégias de assistência à saúde pelos Residentes em Atenção Básica/Saúde da Família e Comunidade (UERN/PMM), diante do cenário da pandemia do Novo Coronavírus e pela ótica da Residente em Fisioterapia. Método: estudo qualitativo do tipo relato de experiência. Resultados e Discussões: Os serviços de APS tiveram que readaptar seu processo de trabalho e rotinas para atender às necessidades impostas pela pandemia de COVID-19. O teleatendimento é realizado por todos os profissionais residentes da UBS de acordo com cada categoria e de forma multiprofissional. Se dá por meio de um aparelho celular com acesso à internet e linha telefônica, podendo ocorrer através de ligações e/ou mensagens de texto em aplicativo de mensagens. Os atendimentos são direcionados conforme a demanda, no âmbito da fisioterapia, os mais diversos distúrbios traumato/ortopédicos são as situações mais assistidas. Conclusão: O contexto pandêmico exigiu uma readaptação dos serviços prestados pela ESF e pelos profissionais da Residência Multiprofissional. A estratégia do teleatendimento permite a segurança dos usuários e profissionais em um contexto de fragilização ao mesmo tempo que atingiram um público amplo e vulnerável, em contrapartida suprimi o contato manual, ferramenta importante do fisioterapeuta e dos demais profissionais da saúde.

14.
Revisbrato ; 6(4): 1397-1404, 20220000.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1418908

ABSTRACT

Contextualização: Trata-se de vivências práticas em telemonitoramento na disciplina teórico- prática do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Pernambuco, em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos, no formato remoto, em decorrência da Pandemia da COVID-19. Processo de intervenção: Realização de encontros grupais com média de 12 idosos, foco na estimulação cognitiva e utilizando-se a plataforma Google Meet. Para execução das atividades, observou-se quais funções mentais seriam trabalhadas, a complexidade das atividades e os recursos a serem utilizados. Análise crítica da prática: São diversas as funções exercidas pelos terapeutas ocupacionais no trabalho em telemonitoramento. Devido à possibilidade de telemonitoramento, os grupos neste formato constituem um novo modelo de atuação da Terapia Ocupacional nesse contexto. Síntese das considerações: A assistência da Terapia Ocupacional com idosos independentes institucionalizados é possível, mesmo durante o contexto pandêmico.


Contextualization: This is a report of practical experiences in telemonitoring in the theoretical- practical discipline of the Occupational Therapy course at the Federal University of Pernambuco in a Home for the Aged, the remote format as a result of the COVID-19 Pandemic. Intervention process/accompaniment: Group meetings focused on cognitive stimulation, using the Google Meet platform. To carry out the activities, it was observe which mental functions would be worked, the complexity of the activities and the resources to be used. Critical analysis of the practice: There are several functions performed by occupational therapists working in telemonitoring. Due to the possibility of telemonitoring, groups in this format constitute a new model of performance of Occupational Therapy in this context. Summary of considerations: Occupational Therapy assistance with institutionalized elderly people is possible, even during the pandemic context.


Contextualización: Las experiencias prácticas en telemonitorización serán reportadas en la disciplina teórico-práctica del curso de Terapia Ocupacional de la Universidad Federal de Pernambuco, en un Hogares para Ancianos, formato remoto como consecuencia de la Pandemia COVID-19. Proceso de intervención Reuniones grupales enfocadas a la estimulación cognitiva, utilizando la plataforma Google Meet. Para llevar a cabo las actividades, fue necesario observar qué funciones se trabajarían, la complejidad de las actividades y los recursos a utilizar. Análisis crítico de la práctica: Hay varias funciones que desempeñan los terapeutas ocupacionales que trabajan en telemonitorización. Debido a la posibilidad de telemonitorización, los grupos en este formato constituyen un nuevo modelo de actuación de la Terapia Ocupacional en el ILPI. Resumen de consideraciones: La asistencia de terapia ocupacional con ancianos institucionalizados es posible, incluso en medio de un contexto pandémico.


Subject(s)
Occupational Therapy
15.
Fisioter. Bras ; 23(5): 659-671, 2022-10-12.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1436426

ABSTRACT

Introdução: A doença de Parkinson é uma doença neurológica, progressiva e degenerativa associada a mudanças na qualidade de vida dos indivíduos acometidos. Exercícios terapêuticos são amplamente empregados na tentativa de retardar ou minimizar a progressão da doença. No entanto, devido à pandemia da COVID-19, restrições foram impostas com o objetivo de diminuir riscos de contaminação, o que interrompeu o acesso dessa população aos centros de reabilitação. Objetivo: Verificar a eficácia de um protocolo de exercícios via telemonitoramento na marcha, equilíbrio, capacidade funcional e qualidade de vida em pessoas com a doença de Parkinson. Métodos: Foram realizados exercícios terapêuticos durante 33 sessões em um período de dezesseis semanas por meio de telemonitoramento. Os desfechos clínicos foram coletados antes e após o protocolo. Resultados: Observou-se significância estatística nas variáveis PDQL, TUG e 10M, mostrando melhora na qualidade de vida, equilíbrio e velocidade da marcha, respectivamente. As variáveis DGI, FGA e BERG, escalas funcionais de marcha e equilíbrio não apresentaram resultados significativos, porém foi observada melhora na pontuação da maioria dos pacientes. Conclusão: O programa de exercícios mostrou-se uma opção eficaz apresentando melhora na marcha, equilíbrio, capacidade funcional e qualidade de vida da população estudada.

17.
Distúrb. comun ; 34(2): e54039, jun. 2022. ilus, tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1396849

ABSTRACT

Introdução: A pandemia do Coronavírus trouxe a necessidade do distanciamento social. A partir dessa nova realidade, o Conselho Federal de Fonoaudiologia (CFFa) recomendou o uso da telefonoaudiologia para permitir a continuidade do atendimento fonoaudiológico. Embora a telefonoaudiologia não seja uma prática inédita, dúvidas quanto à sua utilização e eficácia, quando comparada ao atendimento presencial, ainda permeia a prática clínica. Objetivo: realizar uma revisão integrativa da literatura sobre a eficácia da telefonoaudiologia comparada ao atendimento presencial. Métodos: foi realizada uma revisão integrativa da literatura cientifica, sem restrição de idioma e tempo, nas bases de dados: Pubmed, Web of Science, Science Direct, Cochrane e Google Scholar. Resultados: vinte e um artigos foram selecionados. A unanimidade dos artigos demostrou que não houve diferença estatística significante entre as configurações. Nos estudos com foco na avaliação, os métodos de teste (presencial X teleavaliação) foram altamente correlacionados e com alta confiabilidade inter examinador. Nos artigos com foco na terapia, em ambas as configurações de tratamento, houve melhora significativa dos parâmetros avaliados. Os artigos que realizaram pesquisa de satisfação na modalidade de telefonoaudiologia, em quase a totalidade dos estudos, os pacientes e/ou responsáveis relataram moderada a alta satisfação e indicaram disposição de participar novamente de avaliação e/ou terapia na configuração de atendimento remoto. Conclusão: a literatura atual em telefonoaudiologia sugere o uso do atendimento remoto e demonstra a não inferioridade deste quando comparado ao atendimento presencial. Porém, a maioria desses estudos apresenta baixa evidência cientifica.


Introduction: The Coronavirus pandemic brought about the need for social distancing. Based on this new reality, the Brazilian Federal Council of Speech, Language and Hearing Sciences (CFFa) recommended the use of telephonoaudiology to enable the continuity of speech therapy assistance. Although this is not an unprecedented practice, doubts about telephonoaudiology use and its effectiveness, when compared to face-to-face care, still permeate the clinical practice. Objective: to perform an integrative review of the literature on the effectiveness of telephonoaudiology technologies when compared to face to face care. Methods: an integrative review of the scientific literature was carried out, without the restriction of language and time, in the databases: Pubmed, Web of Science, Science Direct, Cochrane, and Google Scholar. Results: twenty-one articles were selected. The unanimity of the papers demonstrated that there was no statistically significant difference between the configurations. In studies focused on evaluation, the test methods (face to face vs. telephonoaudiology) were highly correlated and presented high inter-examiner reliability. In papers focusing on therapy, in both treatment configurations, there was a significant improvement in the parameters evaluated. In almost all the papers that conducted telephonoaudiology satisfaction surveys, patients and/or guardians reported moderate to high satisfaction andindicated a willingness to participate again in assessmentand/ortherapy in the configuration of remote care. Conclusion: the current literature on telephonoaudiology suggests the use of remote care and demonstrates its non-inferiority when compared to face to face care. However, most of these studies have low scientific evidence.


Introducción: La pandemia del coronavirus provocó la necesidad de desapego social. Con base en esta nueva realidad, el Consejo Federal de Terapia del Habla (CFFa) recomendó el uso de telefonoaudiologia para permitir la continuidad de la asistencia de la terapia del habla. Si bien el telefonoaudiologia una práctica inédita, las dudas sobre su uso y efectividad, en comparación con la atención presencial, aún impregna la práctica clínica. Objetivo: realizar una revisión integradora de la literatura sobre la efectividad de telefonoaudiologia frente a la atención asistente personal. Métodos: se realizó una revisión integradora de la literatura científica, sin restricciones de idioma y tiempo, en las bases de datos: Pubmed, Web os Science, Science Direct, Cochrane y Google Scholar. Resultados: se seleccionaron veintiún artículos. La unanimidad de los artículos demostró que no hubo diferencia estadísticamente significativa entre las configuraciones. En los estudios centrados en la evaluación, los métodos de prueba (asistente personal versus telefonoaudiologia) estaban altamente correlacionados y tenían una alta confiabilidad entre examinadores. En los artículos centrados en la terapia, en ambas configuraciones de tratamiento, hubo una mejora significativa en los parámetros evaluados. Los artículos que realizaron encuesta de satisfacción en forma de telefonoaudiologia, en casi todos los estudios, los pacientes y / o tutores reportaron satisfacción moderada a alta e indicaron disposición a participar nuevamente en la evaluación y / o terapia en la configuración de la atención remota. Conclusión: la literatura actual sobre s telefonoaudiologia ugiere el uso de la atención remota y demuestra su no inferioridad en comparación con la atención personal. Sin embargo, la mayoría de estos estudios tienen poca evidencia científica.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Remote Consultation , Speech, Language and Hearing Sciences/methods , Teletherapy , Efficacy , Patient Satisfaction
18.
Fisioter. Bras ; 23(2): 265-277, mai 19, 2022.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1436259

ABSTRACT

Introdução: Na Doença de Parkinson (DP), o centro de gravidade (CG) tende a deslocar-se do eixo central do corpo, dificultando a realização de movimentos compensatórios que restabelecem o equilíbrio, diretamente relacionado a funcionalidade motora. Objetivo: Este estudo, de carater prospectivo, objetivou comparar o CG e a funcionalidade motora de indivíduos com DP. Métodos: Foi utilizada a Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson (UPDRS) para avaliar a funcionalidade e a plataforma de baropodometria eletrônica FootWalk Pro para avaliar o CG, a intervenção foi realizada através do telemonitoramento num período de 8 semanas com o envio de vídeos. Resultados: Os resultados mostraram que indivíduos com DP que apresentam menor pontuação na UPDRS (p = 0,857) não apresentaram um melhor CG esquerdo (p = 0,442) e direito (0,377). Conclusão: Conclui-se que não houve diferenças significativas num comparativo entre as avaliações, mas destaca-se a importância de boas avaliações para que se busque a melhor intervenção para chegar a melhores resultados.

19.
Nursing (Ed. bras., Impr.) ; 25(288): 7594-7605, maio.2022. tab
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1372511

ABSTRACT

Objetivo: caracterizar o perfil sociodemográfico de pacientes atendidos pelo telemonitoramento durante a pandemia por COVID-19. Método: Trata-se de um estudo transversal retrospectivo, março a dezembro de 2020, a partir da análise de banco de dados secundários de registros de pacientes atendidos por telemonitoramento durante a pandemia por COVID-19. Foi realizada estatística descritiva, teste t-student e qui-quadrado, para as associações entre as variáveis do perfil sociodemográfico. Resultados: Amostra de 1.368 usuários atendidos pelo telemonitoramento, 59,48% sexo feminino, média de idade 40,3 anos, tendo maior frequência de teleatendimentos no mês de novembro 237 (17,32%). Do total, 1.108 (91,12%) testaram negativo e 108 (8,88%) positivo; pacientes positivos apresentaram associação significativa (p<0,05) com sexo, doença crônica e contato com outro assintomático. Conclusão: O telemonitoramento planejado durante a pandemia apresentou-se como estratégia fundamental, na ausência do atendimento presencial, devido às recomendações de distanciamento e isolamento social(AU)


Objective: to characterize the sociodemographic profile of patients treated by telemonitoring during the COVID-19 pandemic. Method: This is a retrospective cross-sectional study, from March to December 2020, based on the analysis of secondary databases of patient records assisted by telemonitoring during the COVID-19 pandemic. Descriptive statistics, t-student and chi-square tests were performed for the associations between the variables of the sociodemographic profile. Results: Sample of 1,368 users assisted by telemonitoring, 59.48% female, mean age 40.3 years, with a higher frequency of teleservices in November 237 (17.32%). Of the total, 1,108 (91.12%) tested negative and 108 (8.88%) tested positive; positive patients showed a significant association (p<0.05) with sex, chronic disease and contact with another asymptomatic patient. Conclusion: The telemonitoring planned during the pandemic was presented as a fundamental strategy, in the absence of face-to-face care, due to the recommendations of distancing and social isolation(AU)


Objetivo: caracterizar el perfil sociodemográfico de los pacientes atendidos por telemonitorización durante la pandemia de COVID-19. Método: Este es un estudio transversal retrospectivo, de marzo a diciembre de 2020, basado en el análisis de bases de datos secundarias de registros de pacientes asistidos por telemonitoreo durante la pandemia de COVID-19. Se realizaron pruebas descriptivas, t-student y chi-cuadrado para las asociaciones entre las variables del perfil sociodemográfico. Resultados: Muestra de 1.368 usuarios atendidos por telemonitorización, 59,48% del sexo femenino, edad media 40,3 años, con mayor frecuencia de teleservicios en noviembre 237 (17,32%). Del total, 1.108 (91,12%) dieron negativo y 108 (8,88%) dieron positivo; los pacientes positivos mostraron una asociación significativa (p<0,05) con el sexo, la enfermedad crónica y el contacto con otro paciente asintomático. Conclusión: El telemonitoreo planificado durante la pandemia se presentó como una estrategia fundamental, ante la falta de atención presencial, debido a las recomendaciones de distanciamiento y aislamiento social.(AU)


Subject(s)
Primary Health Care , Telemonitoring , COVID-19
20.
Nursing (Ed. bras., Impr.) ; 25(287): 7502-7515, abr.2022.
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1372414

ABSTRACT

Objetivo: Identificar na literatura como se configurou, durante a pandemia, o teleatendimento pelos profissionais da saúde, quais ferramentas foram utilizadas; e o nível de evidência dos estudos publicados. Método: Revisão integrativa da literatura com busca realizada em janeiro de 2021, delimitando os últimos 5 anos, nas bases de dados: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Scopus, PubMed, Web of Science e Embase. Resultados: Total de 912 títulos; 13 artigos incluídos. Os profissionais que utilizam a teleconsulta foram médicos, enfermeiros e fisioterapeutas. Os meios e ferramentas utilizados foram videochamadas; ligações telefônicas; e-mail, Zoom e Skype; iMessage e aplicativos como R-MAPP. Conclusão: a telemedicina foi um importante meio de educação em saúde e continuidade de tratamento; as áreas e profissões que utilizaram o teleatendimento e teleconsulta incluíram a equipe de saúde de um modo geral(AU)


Objective: To identify in the literature how telecare and teleconsultation by health professionals were configured during the pandemic, which tools were used; and the level of evidence of published studies. Method: Integrative literature review with a search carried out in January 2021, delimiting the last 5 years, in the following databases: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Scopus, PubMed, Web of Science and Embase. Results: Total of 912 titles; 13 articles included. The professionals who use teleconsultation were doctors, nurses and physiotherapists. The means and tools used were video calls; phone calls; email, Zoom and Skype; iMessage and apps like R-MAPP. Conclusion: telemedicine was an important means of health education and continuity of treatment; the areas and professions that used teleservice and teleconsultation included the health team in general.(AU)


Objetivo: Identificar en la literatura cómo, durante la pandemia, se configuró el teleservicio por parte de los profesionales de la salud, qué herramientas se utilizaron; y el nivel de evidencia de los estudios publicados. Método: Revisión integrativa de la literatura con búsqueda realizada en enero de 2021, delimitando los últimos 5 años, en las siguientes bases de datos: Cinahl, Cochrane, Lilacs, Scopus, PubMed, Web of Science y Embase. Resultados: Total de 912 títulos; 13 artículos incluidos. Los profesionales que utilizaron la teleconsulta fueron médicos, enfermeras y fisioterapeutas. Los medios y herramientas utilizados fueron las videollamadas; llamadas telefónicas; correo electrónico, Zoom y Skype; iMessage y aplicaciones como R-MAPP. Conclusión: la telemedicina fue un importante medio de educación en salud y continuidad del tratamiento; las áreas y profesiones que utilizaron el teleservicio y la teleconsulta incluyeron al equipo de salud en general(AU)


Subject(s)
Health Personnel , Telemedicine , Pandemics , Telemonitoring , COVID-19
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL