Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 17 de 17
Filtrar
1.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1026374

RESUMO

AIMS: To relate the effect of progressive increases in the load of the school backpack with the posture of university students. METHOD: Twenty-six female university students from the physiotherapy course, aged between 18 and 25 years, were evaluated. Loads of 0%, 3%, 5%, 7%, and 10% of the volunteers' body weight were placed in a backpack on the shoulders of the volunteers. Next, images were captured in the right sagittal plane, processed through Postural Assessment Software (SAPO). The statistical analyzes were performed using Analysis of Variance test. RESULTS: The results obtained demonstrated significant differences in the angles between the elbow and the anterior superior iliac spine when carrying 7% compared to 0% (p=0.001); and the acromion and anterior superior iliac spine comparing 7% with 0%, (p=0.032). In the other measurements, there were no significant differences. CONCLUSION: Loads from 7% of body weight are sufficient to promote postural changes.


OBJETIVOS: Relacionar o efeito do aumento progressivo da carga da mochila escolar com a postura de universitários. MÉTODO: Vinte e seis universitárias do curso de fisioterapia, com idade entre 18 e 25 anos, foram avaliadas. Cargas de 0%, 3%, 5%, 7% e 10% do peso corporal foram colocadas em uma mochila nos ombros dos voluntários. Em seguida, foram capturadas imagens no plano sagital direito, processadas através do software para avaliação postural (SAPO). As análises estatísticas foram realizadas utilizando Análise de Variância. RESULTADOS: Os resultados obtidos demonstraram diferenças significativas nos ângulos entre o cotovelo e a espinha ilíaca ântero-superior ao carregar 7% em comparação com 0%, p=0,001; e o acrômio e espinha ilíaca ântero-superior comparando 7% com 0%, p=0,032. Nas outras medições, não houve diferenças significativas. CONCLUSÃO: Cargas a partir de 7% do peso corporal são suficientes para promover alterações posturais.


Assuntos
Postura , Especialidade de Fisioterapia
2.
Fisioter. Mov. (Online) ; 30(2): 297-306, Apr.-June 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-891971

RESUMO

Abstract Introduction: Scoliosis is characterized as a three-dimensional deformity. In this scenario, the use of shims can promote correction of postural imbalances. Objective: To verify the static changes associated with unilateral manipulation of shims in idiopathic scoliosis. Methods: Two experimental groups composed of participants with scoliosis with double and single curves, and a control group of participants without scoliosis. 10 reflective markers were used, filmed for 15 seconds in the static position in three conditions (no shim; low shim of 1 cm, and high shim of 3 cm) on the right and left foot. The following postural angles were calculated: alpha 1, alpha 2, alpha 3, and alpha 4. Results: There were differences in the shim condition between the control group (CG) and experimental scoliosis with "S" (GES) for alpha 2 and 4 and Scoliosis "C" (GEC) for alpha 2. For shims under the right foot, there were differences between the control group and GES for alpha 4 and the GEC for alpha 1, 2 and 4, and between shims for the GES for alpha 3 and 4. Shims under the left foot were responsible for significant differences between the control group and the GES and GEC groups. Conclusion: These static postural changes indicate that scoliosis curves show adaptability and postural reorganization in response to manipulation with shims, and the greatest influence is seen in the lower segments, both in simple and double curves. According to the results it is concluded that residual scoliotic curvatures have flexibility that allows postural adjustment with shims.


Resumo Introdução: A escoliose é caracterizada como uma deformidade tridimensional. Neste cenário, o uso de calços pode promover correções de assimetrias posturais. Objetivo: Verificar as alterações estáticas associadas com manipulações unilaterais de calços na escoliose idiopática. Métodos: Dois grupos experimentais compostos de participantes com escoliose de curvas duplas e simples, e um grupo controle de participantes sem escoliose. Foram utilizados 10 marcadores reflexivos, filmados durante 15 segundos na posição estática em três condições (sem calço; com calço baixo de 1 cm; e alto de 3 cm) sob o pé direito e esquerdo. Foram calculados ângulos posturais: alfa 1, alfa 2, alfa 3 e alfa 4. Resultados: Houve diferenças na condição sem calço, entre grupos controle (GC) e experimental com escoliose em "S" (GES) para alfa 2 e 4 e com escoliose em "C" (GEC) para alfa 2. Calços sob o pé direito, houve diferenças entre os grupos controle e GES para alfa 4 e GEC para alfa 1, 2 e 4, e entre calços para GES para alfa 3 e 4. Calços sob o pé esquerdo foram responsáveis por diferenças significantes entre grupos controle e GES e GEC. Conclusão: Estas alterações posturais estáticas indicam que curvas escolióticas apresentam capacidade de adaptação e reorganização postural em resposta à manipulação dos calços, sendo que a maior influência é observada nos segmentos inferiores, tanto em curvas simples como duplas. De acordo com os resultados observados, conclui-se que as curvaturas escolióticas apresentam flexibilidade residual que permite ajustes posturais na presença de calços.

3.
Fisioter. mov ; 29(1): 121-130, Jan.-Mar. 2016. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-779103

RESUMO

Abstract Introduction: The benefits of side-shift therapy associated with a shoe lift in scoliosis can act by reorganizing the asymmetries found in these individuals. The aim of this study was to analyze the influence of side-shift therapy with or without a high or low shoe lift in patients with idiopathic scoliosis. Materials and Methods: 10 individuals of both genders, aged 13-24 years, were selected, with scoliosis "S" and right thoracic and left lumbar greater than 10º. Initially the order of the task was static and then dynamic, after which there was a draw for the conditions with the shoe lift. The values of postural angles during the five lateral tilt movements were obtained and also the minimum and maximum values of each movement. The average value of postural angle in the static position, without a shoe lift, was used as a reference. Results: The movement associated with the shoe lift demonstrated less significant results compared with the effect of the static shoe lift and the side-shift movements performed in isolation, no significant results in any angle were found. Discussion: Both movements, to the side of the convexity or to the opposite side, seemed to decrease the effect of the shoe lift. The side-shift movement performed in isolation failed to influence the postural angles in general, demonstrating that acute intervention may not be efficient. Conclusion: The influence of side-shift therapy associated with a high or low shoe lift on both sides was effective, but the shoe lift in the static position produced the most significant changes and therefore is considered a better intervention in order to prevent the progression of double curve in patients with idiopathic scoliosis.


Resumo Introdução: Os benefícios dos exercícios de inclinação lateral associado ao calço na escoliose pode atuar reorganizando as assimetrias encontradas nestes indivíduos. O objetivo do estudo foi analisar a influência do movimento de inclinação lateral associado ou não ao calço em indivíduos com escoliose idiopática. Materiais e Métodos: Foram selecionados 10 indivíduos de ambos os gêneros na faixa etária de 13 a 24 anos com escoliose em "S", torácica direita e lombar esquerda maiores que 10º. Inicialmente a ordem da tarefa foi estática e posteriormente dinâmica, após isso houve o sorteio das condições com o calço. Os valores dos ângulos posturais durante os cinco movimentos de inclinação lateral foram obtidos, assim como os valores mínimos e máximos para cada angulo. O valor médio dos ângulos posturais na posição estática, sem calço, foi usado como referência. Resultados: o movimento associado ao calço obteve resultados menos significativos em comparação com o efeito do calço na posição estática e nos movimentos de inclinação lateral realizados isoladamente, não houve resultados significativos em nenhum ângulo. Discussão: o movimento, tanto para o lado da convexidade como para o lado oposto, parece influenciar de maneira a diminuir o efeito do calço isoladamente. O movimento de inclinação lateral realizados isoladamente não conseguiram influenciar nos ângulos posturais de maneira geral, demonstrando que uma intervenção aguda apenas talvez não seja eficiente. Conclusão: A influência do movimento de inclinação lateral associado ao calço alto e baixo em ambos os lados se mostrou eficaz, contudo só o calço na posição estática produziu mudanças mais significativas e, portanto, sendo considerado uma melhor intervenção no sentido de evitar a progressão de curvas duplas em indivíduos com escoliose idiopática.

4.
Estud. interdiscip. envelhec ; 19(2): 513-524, ago. 2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-868872

RESUMO

Introdução: A literatura científica ainda é sedenta de estudos que tragam dados normativos para variáveis relacionadas ao controle postural em diferentes populações, sobretudo, na população senescente, a qual frequentemente sofre com tais alterações. Objetivo: Avaliar a oscilação corporal de mulheres durante a postura ereta, em diferentes condições: com os olhos abertos, olhos fechados e com diminuição da base de sustentação. Método: Trata-se de um estudo transversal observacional. Participaram do estudo 14 mulheres, 63,5 ± 5,86 anos, com entradas sensoriais preservadas (visual, vestibular e somatos sensorial). Para avaliação do desempenho do sistema de controle postural, durante a manutenção da postura em pé, foi analisada a oscilação ântero-posterior e médio-lateral do corpo por sistema de cinemetria em três condições: com olhos abertos, olhos fechados e diminuição da base de sustentação (semi tandem). A análise estatística foi realizada por meio do teste de ANOVA para medidas repetidas e post hoc de Tukey. Resultados: Evidenciou-se diferença significante entre as três condições da avaliação do controle postural para as variáveis amplitudes de oscilação médio-lateral (p<0,001), velocidade de oscilação antero-posterior (p= 0,013) e velocidade de oscilação médio-lateral (p<0,001). Conclusão: os sistemas sensoriais somatossensorial, visual e vestibular mostraram-se fundamentais para a manutenção do controle motor. Ainda, com o presente estudo foi confirmada a necessidade de uma boa base de sustentação podálica para manutenção da postura e do controle postural.


Introduction: The scientific literature is still poor of studies that offers normative data for variables related to postural control in different populations, especially in senescent population which often suffers from such changes. Aim: To evaluate oscillation body in women during stance, in different conditions: eyes open, eyes closed and reduced support base. Method: It’s an observational cross-cut study. The study included 14 women with preserved sensory inputs (visual, vestibular and somatosensory). For the evaluation of performance of the postural control system, while maintaining the standing posture, was analyzed the oscillation anteroposterior and mediolateral body system kinematics by three conditions: with eyes open, eyes closed and decreased base support (semi-tandem). Statistical analysis was performed by the ANOVA of repeated measures test with the Tukey post hoc. Results: There were significant differences among the three conditions for the assessment of postural control for variables oscillation amplitude mediolateral (p<0.001), oscillation speed anteroposterior (p= 0.013) and speed mediolateral oscillation (p<0.001). Conclusion: sensory systems somatosensory, visual and vestibular proved fundamental to the maintenance of motor control. Still, the present study confirmed the need for a good support base podalic maintenance of posture and postural control.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Postura/fisiologia , Estudos Transversais , Equilíbrio Postural/fisiologia
5.
Estud. interdiscip. envelhec ; 19(2): 513-524, ago. 2014.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-70529

RESUMO

Introdução: A literatura científica ainda é sedenta de estudos que tragam dados normativos para variáveis relacionadas ao controle postural em diferentes populações, sobretudo, na população senescente, a qual frequentemente sofre com tais alterações. Objetivo: Avaliar a oscilação corporal de mulheres durante a postura ereta, em diferentes condições: com os olhos abertos, olhos fechados e com diminuição da base de sustentação. Método: Trata-se de um estudo transversal observacional. Participaram do estudo 14 mulheres, 63,5 ± 5,86 anos, com entradas sensoriais preservadas (visual, vestibular e somatos sensorial). Para avaliação do desempenho do sistema de controle postural, durante a manutenção da postura em pé, foi analisada a oscilação ântero-posterior e médio-lateral do corpo por sistema de cinemetria em três condições: com olhos abertos, olhos fechados e diminuição da base de sustentação (semi tandem). A análise estatística foi realizada por meio do teste de ANOVA para medidas repetidas e post hoc de Tukey. Resultados: Evidenciou-se diferença significante entre as três condições da avaliação do controle postural para as variáveis amplitudes de oscilação médio-lateral (p<0,001), velocidade de oscilação antero-posterior (p= 0,013) e velocidade de oscilação médio-lateral (p<0,001). Conclusão: os sistemas sensoriais somatossensorial, visual e vestibular mostraram-se fundamentais para a manutenção do controle motor. Ainda, com o presente estudo foi confirmada a necessidade de uma boa base de sustentação podálica para manutenção da postura e do controle postural. (AU)


Introduction: The scientific literature is still poor of studies that offers normative data for variables related to postural control in different populations, especially in senescent population which often suffers from such changes. Aim: To evaluate oscillation body in women during stance, in different conditions: eyes open, eyes closed and reduced support base. Method: It’s an observational cross-cut study. The study included 14 women with preserved sensory inputs (visual, vestibular and somatosensory). For the evaluation of performance of the postural control system, while maintaining the standing posture, was analyzed the oscillation anteroposterior and mediolateral body system kinematics by three conditions: with eyes open, eyes closed and decreased base support (semi-tandem). Statistical analysis was performed by the ANOVA of repeated measures test with the Tukey post hoc. Results: There were significant differences among the three conditions for the assessment of postural control for variables oscillation amplitude mediolateral (p<0.001), oscillation speed anteroposterior (p= 0.013) and speed mediolateral oscillation (p<0.001). Conclusion: sensory systems somatosensory, visual and vestibular proved fundamental to the maintenance of motor control. Still, the present study confirmed the need for a good support base podalic maintenance of posture and postural control. (AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Postura/fisiologia , Equilíbrio Postural/fisiologia , Estudos Transversais
6.
Rev. bras. cineantropom. desempenho hum ; 16(4): 427-436, Jul-Aug/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-715671

RESUMO

The aim of this study was to evaluate gait stability in diabetic patients with peripheral neuropathy in three conditions: habitual walking with eyes open, walking with eyes closed, and walking with eyes open and narrow base of support. The study included 41 subjects, 18 with neuropathy (NG) and 23 controls. Gait stability was evaluated on a baropodometer using the Footwalk Pro software. The following data were obtained: gait speed and percentage of time spent in double stance and single stance. Significant differences were observed between groups in all three conditions for gait speed and single stance time, which were reduced in NG (p<0.05), and for double stance time, which was increased in NG (p<0.05). For gait speed, double stance time and single stance time, the eyes open condition differed from the eyes closed (p<0.001) and narrow base of support (p<0.001) conditions. In the three conditions studied, patients of NG presented a deficit in gait stability and this performance was even more compromised in the two conditions that required greater postural control. These gait changes resulting from the complexity imposed by the different conditions suggest the inclusion of these conditions in the evaluation and treatment of this population.


O objetivo do estudo foi verificar a estabilidade da marcha em diabéticos com neuropatia periférica, em três situações: marcha habitual com os olhos abertos; marcha com os olhos fechados e marcha com olhos abertos e diminuição da base de sustentação. Participaram do estudo 41 indivíduos, sendo 18 do grupo neuropata (GN) e 23 do grupo controle (GC). A avaliação da estabilidade foi realizada por meio de um baropodômetro associado ao software Footwalk Pro. Os dados obtidos foram: velocidade da marcha e porcentagens de tempo de duplo apoio e de apoio simples. Foram encontradas diferenças significantes nas três situações entre os grupos para a velocidade e tempo de apoio simples, com diminuição para o GN (p<0,05), e tempo de duplo apoio, com aumento para o GN (p<0,05) em todas as condições. Para os dados de velocidade, tempo de duplo apoio e tempo de apoio simples, a condição de olho aberto foi diferente da de olho fechado (p=0,001) e da condição com diminuição da base de sustentação (p=0,001). Foi possível observar que nas três situações avaliadas, o GN apresentou déficit na estabilidade do ato de locomoção e tal desempenho foi ainda mais comprometido nas duas situações que exigiam mais do controle postural. Tais modificações da marcha, decorrentes da complexidade imposta pelas diferentes condições, sugerem a inserção destas na avaliação e no tratamento dessa população.

7.
Acta fisiátrica ; 21(1): 36-40, mar. 2014.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-737204

RESUMO

Quando há dano no sistema nervoso periférico, com prejuízos sensoriais e motores, como observado em neuropatas diabéticos, podem ocorrer graves repercussões sobre o equilíbrio e a locomoção nesta população. Objetivo: Avaliar o desempenho da marcha e alterações sensório-motoras, decorrentes da neuropatia diabética periférica. Método: Participaram 24 indivíduos neuropatas diabéticos e 28 indivíduos saudáveis sem alterações glicêmicas indicativas de diabete. Osparticipantes foram submetidos inicialmente a avaliações clínicas para confirmação de diagnóstico de neuropatia diabética por meio de teste de sensibilidade tátil da sola dos pés com monofilamentos. Posteriormente, foram submetidos à avaliação da variação angular do tornozelo, em condição estática e durante a marcha, por meio de cinemetria. A força muscular do tornozelo foi investigada por meio de dinamometria digital. Resultados: Foi demonstrado maior duração nos períodos deduplo apoio e apoio total da marcha em indivíduos com neuropatia diabética quando comparados com o grupo controle, confirmando uma maior dificuldade no equilíbrio dinâmico destes indivíduos. Para o grupo experimental de indivíduos neuropatas foi evidenciado redução da força muscular, tanto para os músculos dorsiflexores, quanto para os plantiflexores de tornozelo. Conclusão: As perdas sensório-motoras decorrentes da NDP podem implicar em prejuízo no desempenho da marcha, com consequente perda de equilíbrio.


Peripheral nervous system impairment, with sensory and motor loss, as observed in diabetic neuropathy, can induce serious effects on balance control and gait in this population. Objective: To evaluate the performance of the gait and the sensory-motor changes, stemming from peripheral diabetic neuropathy (PDN). Method: Twenty-four individuals with PDN participated along with twenty-eight healthy individuals with no glycemic alterations indicative of diabetes. Participants were first subjected to clinical evaluations to confirm the clinical diagnosis of diabetic neuropathy by testing the tactile sensitivity of the soles of the feet with a monofilament test. Subsequently, ankle angle variations in static posture and during the gait were investigated through kinematics. The ankle muscle strength was investigated using a digital dynamometer. Results: The diabetic neuropathy group showed longer duration in double support and full support periods of gait than the control group, confirming greater difficulty in dynamic balance for these individuals. The group with neuropathy demonstrated reduced muscle strength, as much in the dorsiflexors as in the plantar flexors of the ankle. Conclusion: The sensory-motor losses stemming from PDN may cause impairment in gait performance, with consequent loss of balance.


Assuntos
Humanos , Desempenho Psicomotor , Neuropatias Diabéticas/patologia , Equilíbrio Postural , Força Muscular , Marcha , Estudos Transversais , Estudo Observacional
8.
Rev. bras. cineantropom. desempenho hum ; 15(3): 305-314, May-June 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-671572

RESUMO

Diabetic Peripheral Neuropathy (DPN) brings on reduced somatosensation, which can lead to changes in postural control. The objective of this study was to evaluate postural control in a standing position and in different conditions, as well as functional balance in individuals with DPN, make the correlation between the results obtained from the postural control assessment with the values from the functional balance test and compare the results obtained in the neuropathy group with those of the control group, checking for possible differences between the evaluation conditions of both groups. The study included 13 women with DPN (NG) and 17 non-diabetic women (CG). Postural control assessment was performed by kinemetry in the following conditions: eyes opened (EO), eyes closed (EC), and semi-tandem (ST). The data was processed in MATLAB and the following variables were generated: mean amplitude of oscillation (MAO) in the anterior-posterior (AP) and medial-lateral (ML) direction; and average speed of oscillation (ASO) in AP and ML direction. Functional balance was assessed by the Timed Up and Go Test. There was significant difference between the groups (p<0.005) in MAO-AP EO and EC, MAO-ML EC and ST, and ASO-ML ST. There were differences between the conditions EO and ST (p<0.005) and EC and ST (p<0.005) for the variables MAO-ML and ASO-ML with greater damage to the NG, which also had a lower functional balance (p=0.001). ML instability was positively correlated with functional imbalance. The results show a change in the postural control system in the DPN, which could lead these individuals to a higher risk for falls and functional impairment.


A Neuropatia diabética periférica (NDP) cursa com redução somatossensitiva que pode levar a alterações no controle postural. O objetivo do estudo foi avaliar o controle postural na postura ereta, em diferentes condições, e o equilíbrio funcional em indivíduos com NDP, correlacionar os resultados obtidos na avaliação do controle postural com os valores do teste do equilíbrio funcional e comparar os resultados obtidos no grupo neuropata com o grupo controle, verificando as possíveis diferenças entre as condições de avaliação em ambos os grupos. Participaram do estudo 13 mulheres com NDP (GN) e 17 mulheres não diabéticas (GC). A avaliação do controle postural foi realizada por cinemetria nas condições: olhos abertos (OA), olhos fechados (OF) e semi tandem (ST). Após processamento no MATLAB, foram geradas as variáveis: amplitude média de oscilação (AMO) na direção ântero-posterior (AP) e médio-lateral (ML); e velocidade média de oscilação (VMO) na direção AP e ML. O equilíbrio funcional foi avaliado pelo Timed Up and Go Test. Houve diferença significante entre os grupos (p<0,005) na AMO-AP OA e OF, AMO-ML OF e ST e VMO-ML ST. Houve diferença entre as condições OA e ST (p<0,005) e OF e ST (p<0,005) para as variáveis AMO-ML e VMO-ML, com maior prejuízo para o GN, que também apresentou um menor equilíbrio funcional (p=0,001). A instabilidade ML foi correlacionada positivamente com o desequilíbrio funcional. Os resultados nos mostram uma alteração no sistema de controle postural na NDP, o que pode levar estes indivíduos a um maior risco a quedas e prejuízos funcionais.

9.
Fisioter. mov ; 26(2): 337-348, abr.-jun. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-679287

RESUMO

INTRODUÇÃO: A relação entre a orientação dos segmentos e os ajustes que podem ser desencadeados por calços e palmilhas em pacientes escolióticos durante a manutenção da posição ortostática é pouco conhecida. OBJETIVO: Verificar alterações estáticas e associadas com mudanças unilaterais de calços na orientação postural de indivíduos com escoliose idiopática. MATERIAIS E MÉTODOS: Grupo experimental com dez indivíduos com escoliose idiopática com curva dupla (menor 10°) e grupo controle com dez indivíduos sem escoliose (faixa etária de 13 a 24 anos). Participantes foram filmados na posição ortostática sem calço, com calço baixo (1 cm) e com calço alto (3 cm); estes foram colocados sob o pé direito e pé esquerdo dos indivíduos. Em cada condição, o participante manteve a posição estática durante 15 segundos e marcadores refletivos foram colocados em pontos anatômicos específicos. Foram calculados ângulos posturais: torácico alto; torácico médio; toracolombar e lombar e ângulos segmentares: ombro; escápula; pelve e joelho. RESULTADOS: Na condição sem calço, diferenças foram observadas entre grupos para os ângulos posturais toracolombar e lombar e para o ângulo segmentar do ombro. Com calço baixo e alto, sob o pé direito, diferença foi observada entre calços para os ângulos lombar, da pelve e do joelho. Com calço baixo e alto, sob o pé esquerdo, diferença foi observada entre grupos para o ângulo toracolombar e entre calços para os ângulos da pelve e do joelho. CONCLUSÕES: A utilização de calço promove reorientação nas regiões mais baixas da coluna e nos segmentos da pelve e do joelho. Estes resultados sugerem que nas escolioses duplas, manipulação da base de apoio modifica o alinhamento do tronco que pode provocar reorganização das estruturas e busca de um novo arranjo entre segmentos em indivíduos com escoliose idiopática.


INTRODUCTION: The relationship between the orientation of the segments and the adjustments that can be triggered by shoe lift and insoles in scoliotic patients during maintenance of standing position is unclear. OBJECTIVE: To verify static changes and those associated with unilateral manipulations of shoe lift in the postural orientation in people with idiopathic scoliosis. MATERIALS AND METHODS: Experimental group composed of ten patients with idiopathic scoliosis with double curve (less 10°) and control group with ten participants without scoliosis (aging from 13 to 24 years). Participants were videotaped in upright stance, standing with no, low (1 cm), and high (3 cm) shoe lift, which were placed under right and left shoe. In each condition, the participant maintain upright stance for 15 seconds and reflective markers were affixed on specific anatomical places. Postural angles were obtained: high thoracic; medium thoracic; thoracolumbar; and lumbar, as well segmental angles: shoulder; scapula; pelvis; and knee. RESULTS: In the no shoe lift condition, differences were observed between groups for high and medium thoracic angles and for shoulder. With low and high shoe lift under the right foot, difference was observed between shoe lift heights for high thoracic, for pelvis and knee angles. With low and high shoe lift under the left foot, differences between groups were observed for thoracolumbar angle and between shoe lift heights for pelvis and knee angles. CONCLUSIONS: The shoe lift promotes reorientation in the lower regions of the spine and segments of pelvis and knee. It might be suggested that in the scoliosis with double curves, manipulation in the basis of support changes the alignment of the trunk that might promote structural reorganization and the search of new adjustments among segments in individuals with idiopathic scoliosis.


Assuntos
Humanos , Adulto , Manipulação da Coluna , Modalidades de Fisioterapia , Postura , Escoliose , Coluna Vertebral , Especialidade de Fisioterapia
11.
Foot (Edinb) ; 23(1): 17-21, 2013 Mar.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-23274122

RESUMO

AIMS: To evaluate the spatio-temporal variables of gait and the isometric muscle strength component of the ankle in patients with peripheral diabetic neuropathy. Also, verify the relationship between these variables and gait parameters. METHODS: This study involved 25 diabetic peripheral neuropathy (DPN) participants (62.4±8.36 years) and 27 age-matched healthy control individuals (64.48±6.21 years). The assessment of the spatio-temporal parameters of gait was performed using an electronic baropodometry treadmill. Prior to the collection data, each participant was instructed to walk on the treadmill in her/his habitual self-selected speed. RESULTS: Diabetic neuropathy group showed impairment of gait, with a smaller stride and length speed of the cycle, and increased duration of support time. Restricted dorsiflexion mobility and increased plantarflexion mobility were found, with a decrease in muscle strength of the dorsiflexors and plantiflexors. There was a significant relationship between plantiflexor muscle strength and the length and speed of the gait cycle. Also the muscle strengths of the plantiflexors and dorsiflexors, and the range of motion of dorsiflexion were predictors of gait performance. CONCLUSIONS: The ankle, muscle strength and ankle mobility variables could explain changes in gait speed and range of motion in patients with DPN, allowing for the application of preventive strategies.


Assuntos
Articulação do Tornozelo/fisiopatologia , Neuropatias Diabéticas/fisiopatologia , Marcha/fisiologia , Força Muscular/fisiologia , Amplitude de Movimento Articular/fisiologia , Idoso , Estudos de Casos e Controles , Neuropatias Diabéticas/complicações , Feminino , Humanos , Contração Isométrica/fisiologia , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Músculo Esquelético/fisiopatologia , Análise Espaço-Temporal
12.
Fisioter. pesqui ; 18(4): 341-345, out.-dez. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-623228

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar alterações posturais em pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), por meio do Software para Avaliação Postural (SAPO). Trinta indivíduos constituíram 2 grupos: 15 pacientes com DPOC e 15 idosos saudáveis (controle). Os grupos realizaram espirometria e foram fotografados para avaliação postural. As imagens obtidas foram digitalizadas e, posteriormente, avaliou-se dez alterações posturais com o SAPO [inclinação lateral da cabeça (ILC), desnivelamento dos ombros (DO), desnivelamento pélvico anterior (DPA), inclinação lateral do tronco (ILT), desnivelamento das escápulas (DE), desnivelamento pélvico posterior (DPP), protusão da cabeça (PC), protusão de ombro (PO), báscula anterior da pelve (BAP) e cifose torácica (CT)]. Essas alterações, obtidas no grupo controle, foram conferidas com o padrão de normalidade para adultos jovens, proposto em estudo prévio. Para a comparação das alterações posturais entre grupo controle e DPOC, foi utilizado o teste de Mann-Whitney em grupo controle, e em adultos jovens, o teste t de Student não pareado, ambos com nível de significância estatística de 5%. Dentre as dez alterações posturais, o grupo controle apresentou sete (ILC, DPA, DE, DPP, PC, PO, BAP) com valores angulares significativamente maiores em relação aos adultos jovens. Quando comparados a idosos saudáveis, indivíduos com DPOC apresentaram um aumento significante na angulação de BAP, DPP e CT. Pacientes com DPOC apresentam três alterações posturais que provavelmente estão relacionadas à doença.


The aim of this study was to evaluate postural changes in patients with Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) by means of the Software for Postural Assessment (SPA). Thirty individuals were divided into 2 groups: 15 patients with COPD and 15 healthy elderly people (control group). The groups underwent spirometry and photographed for postural assessment. The images were scanned and subsequently evaluated ten postural changes with SPA [lateral head tilting (LHT), shoulder asymmetry (SA1), anterior pelvic asymmetry (APA), lateral trunk tilting (LTT), scapular asymmetry (SA2), posterior pelvic asymmetry (PPA), head protrusion (HP), shoulder protrusion (SP), anterior pelvic tilting (ABT), and thoracic kyphosis (TK)]. These postural changes, obtained in the control group, were compared with the normal range for young adults, proposed in a previous study. For the comparison of postural changes between the control and COPD groups was used Mann-Whitney test in the control group, and young adults, the unpaired Students's t-test. The level of statistical significance was 5%. Among the ten postural changes, the control group had seven (LHT, APA, SA2, PPA, HP, SP, ABT) outside the normal range for young adults, with significantly higher angular values. When compared to healthy elderly, patients with COPD showed a significant increase in the angle of three postural changes (ABT, PPA, and TK). Patients with COPD have three postural changes that are probably related to the disease.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso , Fotogrametria , Postura , Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
13.
Rev. Ter. Man ; 8(38): 325-331, jul.-ago.2010. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-606222

RESUMO

Introdução: A escoliose é uma deformidade da coluna vertebral que ocorre nos três planos de referência. Recentemente, o conceito de tridimensionalidade vem sendo considerado com maior ênfase nos estudos da enfermidade. As medidas estáticas e dinâmicas, no plano sagital, podem colaborar para melhor entendimento da questão. Objetivo:Avaliar os ângulos da cifose torácica e da lordose lombar na posição estática e durante o movimento de inclinação lateral na escoliose idiopática. Método: Foram avaliados 17 indivíduos, 10 indivíduos sem escoliose (grupo controle) e sete indivíduos portadores de escoliose idiopática de curva dupla (experimental). A coleta foi realizada em três situações: posição estática; cinco movimentos de inclinação lateral para a direita e cinco movimentos de inclinação lateral para a esquerda. A cifose torácica foi segmentada em 3 ângulos e a lordose lombar em 2 ângulos. Foi aplicado o teste de Mann-Whitney em busca de diferenças entre os grupos e as situações. Resultados: Não houve significância entre as amplitudes dos ângulos da cifose torácica e da lordose lombar entre os grupos controle e experimental. Houve diferença na comparação do grupo controle, na posição estática (valores de referência) com a amplitude dos ângulos 3, 4 e 5 na inclinação lateral esquerda e dos ângulos 2, 3, 4 e 5 na inclinação lateral direita do grupo experimental. Também houve diferença no ângulo 2 da cifose torácica quando comparado, no grupo controle, a inclinação lateral para a direita com a inclinação lateral para a esquerda, enquanto que dentro do grupo experimental não houve diferenças.Conclusão: A realização de movimentos laterais não alterou os ângulos da cifose ou da lordose, e mostrou-se diferente em relação aos valores de referência da postura estática. Assim sendo, pôde manter a flexibilidade da coluna, evitando a progressão da deformidade, sem alterar de forma significativa os ângulos da cifose ou da lordose.


Introduction: Scoliosis is a spine deformity that occurs in ali three planes of reference. Recently, the concept of threedimensionality has been considered with emphasis on studies of this disease. The static and dynamic sagittal plane measures can contribute to better understanding of the issue. Objective: Assessing the thoracic kyphosis and lumbar lordosis angles in the static position and during the movement of lateral inclination in the scoliosis idiopathic. Method: Seventeen individuais were evaluated, separate in: control group with 10 individuais without scoliosis, and experimental group with seven double curve scoliosis idiopathic individuais. The data obtainment was separated into three conditions: static position; five right lateral inclination movements and five left lateral inclination movements. Thoracic kyphosis was segmented in: 3 different angles and lumbar lordosis in 2 other angles. The Mann-Whitney test was appiied to verify differences between groups and conditions. Results: There was no difference of the thoracic kyphosis and the lumbar lordosis angles width. There was difference in the comparison of the control group, in the static position (reference values) with the width of the angles 3, 4 and 5 in the left lateral inclination and of the angles 2, 3, 4 and 5 in the inclination lateral right of the experimental group. There was also difference in the angle 2 of the thoracic kyphosis when compared, in the group control, the right lateral inclination with the left lateral inclination, while in the experimental group there was no difference. Conclusion: The lateral movements did not alter the kyphosis or lordosis angles, and it was different from the reference values of static posture. Therefore, it can keep the flexibility spine, preventing the deformity progression without altering the kyphosis or lordosis angles significantly.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Cifose , Coluna Vertebral , Curvaturas da Coluna Vertebral , Escoliose , Lordose
14.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-549660

RESUMO

Os objetivos do estudo foram avaliar o alinhamento, no plano sagital, da coluna de indivíduos com alterações na medida da gibosidade, comparando com um grupo sem alterações; testar a confiabilidade do instrumento utilizado e verificar se existem correlações entre as medidas da gibosidade e os valores das curvaturas vertebrais. Foram avaliados 40jovens, divididos em grupo controle ? ausência ou presença de gibosidades inferiores a 0,5 cm na curvatura torácica e 0,7 cm na lombar (n=20) e, grupo experimental ? gibosidades superiores às descritas (n=20). A gibosidade e as curvaturas no plano sagital foram mensuradascom um instrumento adaptado a um nível d?água e o teste de Adams. As coletas foram realizadas em duas datas distintas, nos dois grupos. Após aplicação do teste Mann- Whitney não foi encontrada diferença entre as ocasiões de coletas e, emparelhando-se os grupos, foi encontrada diferença apenas na medida cervical. Na verificação de existênciade relação entre as medidas coletadas, foi encontrada correlação linear (Spearmann) no grupo controle ? curvatura torácica e gibosidade torácica; em ambos os grupos ? curvaturas torácica e lombar; e no grupo experimental ? gibosidade torácica e as curvaturas lombar esacral e, curvatura sacral e curvaturas torácica e lombar. Pôde-se concluir que a medida da gibosidade tem relações com as curvaturas no plano sagital. Por ser um método confiável, simples e acessível, pode ser reproduzido sem altos custos financeiros e sem causar prejuízoà saúde do paciente.


The objectives of this study were to compare sagittal plane alignment between subjects with spinal deformities and a group presenting no changes; to test the reliability of the tool used, and to determine the existence of correlations between spinal deformity and sagittal curvaturemeasures. Forty young subjects were divided into two groups: a control group (n=20) presenting no changes or spinal deformity less than 0.5 cm in the dorsal curvature and 0.7 cm in the lumbar curvature, and an experimental group (n=20) with spinal deformities greater than those described for the control group. Spinal deformity and sagittal plane curvatures were measured using a water level-based tool and by the Adams test. Data were collected from the two groups on two distinctoccasions. The Mann-Whitney test showed no difference between sampling times. A significant difference between the two groups was only observed in terms of cervical curvature. Spearman?s test revealed a linear correlation between dorsal curvature and dorsal spinal deformity in thecontrol group, between dorsal and lumbar curves in the two groups, and between dorsal spinal deformity and lumbar and sacral curves and between sacral curvature and dorsal and lumbar curves in the experimental group. In conclusion, spinal deformity measurement is associated with sagittal plane curvatures. The method proposed here is reliable, simple and accessible and can be reproduced without high costs and damage to the patient?s health.

15.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 19(3): 357-368, dez. 2009. ilus, graf, tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-55284

RESUMO

Grande parte das escolioses surge, em geral, durante a fase de aceleração do crescimento vertebral, e isso torna as crianças e os adolescentes potencialmente aptos a desenvolvê-las. O objetivo é descrever a prevalência de escoliose em estudantes de uma escola pública e correlacionar a medida de gibosidade com medidas radiológicas da deformidade. Para isso, foi realizado exame clínico em 104 escolares (72,11 por cento do sexo feminino), na faixa etária de 11 a 17 anos, através de um método não-invasivo de mensuração da gibosidade. Este método utiliza um instrumento adaptado a um nível d'água, réguas e o teste de Adams. Quando detectadas gibosidades torácica > 8,0mm e/ou lombar > 5,0mm houve encaminhamento médico para confirmação radiológica da escoliose, através da mensuração do ângulo de Cobb e da rotação vertebral. O tratamento estatístico foi realizado através de distribuição de frequências e análise do coeficiente de correlação linear de Pearson para as variáveis clínicas e radiológicas. Dos 104 estudantes, 46 sujeitos apresentaram gibosidade significativa, e dentre estes, 18 apresentaram a radiografia. Os valores da correlação indicaram que a gibosidade torácica e tóraco-lombar correlacionam melhor com o ângulo de Cobb e a gibosidade lombar, com a rotação vertebral. Foi possível concluir que é alta a prevalência de escoliose pela medida da gibosidade, e o teste de Adams pode ser útil na detecção precoce da escoliose, porém ainda necessita ser confirmado por radiografia.(AU)


Most cases of scoliosis, appear at the vertebral stage of accelerated growth , and that makes children and adolescents potentially at greator risk to develop them. This study aimed to detect the scoliosis prevalence in schoolchildren in a public school and correlate the spinal deformity measurement with radiological diagnosis. For this reason, clinical examination was conducted in 104 students (72.11 percent female), aged 11 to 17 years, through a non-invasive method of spinal deformity measurement. This method uses a tool adapted to a water level, rulers and Adams' test. When detected thoracic spinal deformities > 8.0 mm and / or lumbar > 5.0 mm the subject was referred to a doctor for radiological scoliosis confirmation, by measuring the Cobb's angle and the vertebral rotation. Statistical analysis was performed by frequencies distribution and Pearson linear correlation coefficient analysis was used for the clinical and radiological measurements. Of the 104 students, 46 subjects had significant spinal deformity, and of these, 18 had a radiography. The correlation values indicated that the thoracic and the thoracolumbar spinal deformity correlate better with the Cobb's angle, and the lumbar spinal deformity correlate better with the vertebral rotation. It is possible to conclude that there is a high scoliosis prevalence by spinal deformity measurement, and the Adams' test can be useful in early detection of scoliosis, but still needs to be confirmed by radiography.(AU)

16.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 19(3): 357-368, dez. 2009. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-536898

RESUMO

Grande parte das escolioses surge, em geral, durante a fase de aceleração do crescimento vertebral, e isso torna as crianças e os adolescentes potencialmente aptos a desenvolvê-las. O objetivo é descrever a prevalência de escoliose em estudantes de uma escola pública e correlacionar a medida de gibosidade com medidas radiológicas da deformidade. Para isso, foi realizado exame clínico em 104 escolares (72,11 por cento do sexo feminino), na faixa etária de 11 a 17 anos, através de um método não-invasivo de mensuração da gibosidade. Este método utiliza um instrumento adaptado a um nível d'água, réguas e o teste de Adams. Quando detectadas gibosidades torácica > 8,0mm e/ou lombar > 5,0mm houve encaminhamento médico para confirmação radiológica da escoliose, através da mensuração do ângulo de Cobb e da rotação vertebral. O tratamento estatístico foi realizado através de distribuição de frequências e análise do coeficiente de correlação linear de Pearson para as variáveis clínicas e radiológicas. Dos 104 estudantes, 46 sujeitos apresentaram gibosidade significativa, e dentre estes, 18 apresentaram a radiografia. Os valores da correlação indicaram que a gibosidade torácica e tóraco-lombar correlacionam melhor com o ângulo de Cobb e a gibosidade lombar, com a rotação vertebral. Foi possível concluir que é alta a prevalência de escoliose pela medida da gibosidade, e o teste de Adams pode ser útil na detecção precoce da escoliose, porém ainda necessita ser confirmado por radiografia.


Assuntos
Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Humanos , Coluna Vertebral , Escoliose/diagnóstico , Escoliose/epidemiologia , Serviços de Saúde Escolar , Coluna Vertebral , Estudos Transversais
17.
Fisioter. Bras ; 8(2): 140-142, mar.-abr. 2007.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-491258

RESUMO

O presente estudo foi desenvolvido com uma adolescente com escoliose lombar idiopática. A paciente foi submetida a tratamentos fisioterapêuticos semanais, 1 sessão por semana, para correção e/ou manutenção da curva escoliótica, através da Reeducação Postural Global (RPG), no decorrer de um ano. Foram realizadas duas avaliações clínicas e quatro radiológicas. No exame clínico foram determinados o peso, a altura e o padrão postural. No exame radiológico, o grau de Risser, a discrepância entre os membros inferiores, o grau de inclinação lateral e a vértebra mais rodada foram analisados. Durante o tratamento fisioterapêutico, foram realizadas correções posturais nas diferentes posturas da RPG a fim de minimizar as retrações musculares assimétricas. Observou-se diminuição da rotação da vértebra mais rodada e estabilização do grau de inclinação lateral. Conclui-se, portanto, que o tratamento com RPG não foi suficiente para reduzir a angulação de uma escoliose evolutiva, porém, estabilizou a curvatura.


The present study was developed with a female adolescent with idiopathic scoliosis. The patient was allocated to a weekly session of physical therapy, for correction and/or maintenance of the scoliotic curve, using Global Posture Reeducation (GPR) method for a year. Two clinical and four radiological evaluations were carried out. On clinical examination, weight, height and pattern postural were determined and, on the radiological examination, Risser grades, discrepancy in the lower limbs, lateral inclination degree and the more rounded vertebra were analyzed. During physical therapy, postural corrections were monitored in different postures of GPR in order to minimize the asymmetrical muscular retractions. It was observed a reduction on the more rounded vertebra and stabilization of lateral inclination degree. It was concluded that RPG treatment is not sufficient to reduce the angulations of an evolutionary scoliosis, but can stabilize the curvature.


Assuntos
Manipulação Quiroprática , Manipulação da Coluna , Modalidades de Fisioterapia , Ensino de Recuperação , Escoliose
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...