Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Arq Neuropsiquiatr ; 62(2A): 217-21, 2004 Jun.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-15235720

RESUMO

CONTEXT: The precise function of sleep in animals and human beings is still unknown, and any sort of physical, social or psychological variation may change the normal sleep-wake cycle. PURPOSE: This research aims is to determine the sleep disorders (SD) for each of the three trimesters of the pregnancy comparing them to the pre-pregnancy state (PG). METHOD: SD were investigated in three hundred pregnant women 11- to 40-years-old through with a brief clinical interview based on directed questions. One hundred pregnant women were considered for each trimester. RESULTS: The rate of pregnant women with insomnia increased by 23% in the 2nd trimester (p< 0.005); the rate for excessive daytime sleepiness (EDS) by 15% in the 1st trimester (p<0.003), 55% in the 2nd trimester (p<0.001) and by 14% in the 3rd trimester (p<0.002); the rate for mild sleepiness increased by 33% in the 2nd trimester (p<0.002) and by 48% in the 3rd trimester (p<0.001); the rate for specific awakenings increased by 63% in the 1st trimester, by 80% in the 2nd trimester and by 84% in the 3rd trimester (p<0.001). CONCLUSION: SD were more frequent during pregnancy comparatively to PG state, mostly at the expenses of EDS and specific awakenings.


Assuntos
Complicações na Gravidez/epidemiologia , Transtornos do Sono-Vigília/epidemiologia , Adolescente , Adulto , Brasil/epidemiologia , Criança , Feminino , Humanos , Entrevistas como Assunto , Gravidez , Complicações na Gravidez/diagnóstico , Trimestres da Gravidez , Prevalência , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/diagnóstico , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/epidemiologia , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/etiologia , Transtornos do Sono-Vigília/diagnóstico , Transtornos do Sono-Vigília/etiologia
2.
Arq. neuropsiquiatr ; 62(2A): 217-221, jun. 2004. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-361343

RESUMO

INTRODUÇÃO: A função exata do sono em animais e seres humanos ainda é desconhecida e qualquer variação física, social ou psíquica pode alterar o ciclo normal de sono e vigília. OBJETIVO: O objetivo desta pesquisa é detectar os principais distúrbios do sono (DS) nos três trimestres da gravidez comparando-os ao estado pré-gestacional (PG). MÉTODO: Os DS foram investigados em 300 gestantes com idades variando de 11 a 40 anos, através de breve entrevista com questões dirigidas. Foram incluídas 100 gestantes para cada trimestre. RESULTADOS: A proporção de grávidas com insônia aumentou 23% no 2º trimestre (p<0,005); a de sonolência intensa 15% no 1º trimestre (p<0,003), 55% no 2º (p<0,001) e 14% no 3º (p<0,002); a de sonolência leve 33% no 2º trimestre (p<0,002) e 48% no 3º (p<0,001); a de despertares específicos 63% no 1º trimestre, 80% no 2º e 84% no 3º (p<0,001). CONCLUSÃO: DS foram mais freqüentes durante a gravidez comparativamente ao PG, principalmente às custas de sonolência intensa e despertares específicos.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Criança , Feminino , Humanos , Gravidez , Complicações na Gravidez/epidemiologia , Transtornos do Sono-Vigília/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Entrevistas como Assunto , Trimestres da Gravidez , Prevalência , Complicações na Gravidez/diagnóstico , Transtornos do Sono-Vigília/diagnóstico , Transtornos do Sono-Vigília/etiologia , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/diagnóstico , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/epidemiologia , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/etiologia
3.
RBM rev. bras. med ; 60(NE): 145-: 154-: 158-: passim-151, 156, 163, dez. 2003.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-385820

RESUMO

Os distúrbios do sono são considerados ofensas graves à saúde pessoal e coletiva. Peculiarmente o sono desajustado de um indivíduo afeta um número considerável de pessoas por efeitos diretos e indiretos. Imaginemos um acidente nuclear (fato já ocorrido) causado por distúrbio do sono de uma pessoa e as repercussões médicas, econômicas e sociais. Podemos elencar nada menos que uma centena de distúrbios do sono. Didaticamente exploraremos cinco eixos de diagnóstico em sono: insônias, distúrbios respiratórios do sono, hipersônias primárias, distúrbios do movimento noturno e parassônias. As insônias apresentam grande repercussão médica e social, pois os insones ecoam seu sofrimento e insatisfação. A queixa do insone é um pedido de socorro para uma qualidade de vida ruim, onde o dia reflete a falta da noite bem dormida. O diagnóstico preciso é a chave para a melhor terapêutica, que na maioria dos casos, prescinde de remédios, fundando-se na terapia comportamental de reconhecido sucesso. Os distúrbios respiratórios do sono são a vertente genuinamente clínica dos distúrbios do sono. O ronco, muitas vezes mal-interpretado até por médicos, merece a atenção, pois não raramente é a ponta do "íceberg" de distúrbios tão sérios como a híperresístêncía de vias aéreas superiores e a apnéia obstrutíva do sono. O tratamento clínico da apnéia ganha ênfase sobrepondo-se ao tratamento cirúrgico, tem aplicações limitadas e bem determinadas. Os avanços recentes da narcolepsia mostram que novas formas de controle da doença estão por acontecer, embora a terapêutica atualiá consiga um bom controle dos sintomas, com melhora substancial da qualidade de vida do paciente. Diagnosticar e tratar ade- quadamente os movimentos periódicos dos membros e a sín- drome das pernas inquietas pode fazer uma diferença considerável sobre o padrão de assistência médica. Também considerar adequadamente as parassônías que merecem tratamento ajuda a equilibrar a ânsia do médico em atuar, necessitando levar em consideração o custo-benefício.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/diagnóstico , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/terapia , Hipnóticos e Sedativos/farmacologia , Hipnóticos e Sedativos/uso terapêutico , Narcolepsia , Síndromes da Apneia do Sono/cirurgia , Síndromes da Apneia do Sono/prevenção & controle , Síndromes da Apneia do Sono/terapia , Transtornos do Sono-Vigília , Tranquilizantes , Síndrome das Pernas Inquietas/diagnóstico , Síndrome das Pernas Inquietas/terapia , Sonambulismo
4.
Arq Neuropsiquiatr ; 61(3A): 588-90, 2003 Sep.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-14513162

RESUMO

UNLABELLED: The personality is the way people express themselves inside the environment they live. Sleep, quality or quantity, is a way of this physical and psychological expression of well being. Psychological factors, associated with psychophysiological insomnia (PPI) suggest an exaggerated perception of the difficulties to fall asleep. Worries, anxiety and the fear of not sleeping produce a bad sleep quality or sleep misperception. This study aims to identify personality features associated with PPI throughout Rorschach test (RT). METHOD: We studied 32 patients with PPI (22 women), between 29 and 75 years old. We excluded patients with other sleeping or psychiatric disorders. We analysed the data from PPI patients submitted to the RT and we compared our results with the standard data. RESULTS: We noticed a significant increase in global answers and a significant decrease in detailed answers; a trend of a low number of answers; great number of shape and animal answers, especially for women. CONCLUSION: The features of the PPI patient's personality were daily problems insecure and the incapability to avoid or remove them from their thought, making bedtime a time for worries to appear again and motivate insomnia.


Assuntos
Personalidade , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/psicologia , Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Teste de Rorschach , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/fisiopatologia
5.
Arq. neuropsiquiatr ; 61(3A): 588-590, Sept. 2003. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-345772

RESUMO

The personality is the way people express themselves inside the environment they live. Sleep, quality or quantity, is a way of this physical and psychological expression of well being. Psychological factors, associated with psychophysiological insomnia (PPI) suggest an exaggerated perception of the difficulties to fall asleep. Worries, anxiety and the fear of not sleeping produce a bad sleep quality or sleep misperception. This study aims to identify personality features associated with PPI throughout Rorschach test (RT). METHOD: We studied 32 patients with PPI (22 women), between 29 and 75 years old. We excluded patients with other sleeping or psychiatric disorders. We analysed the data from PPI patients submitted to the RT and we compared our results with the standard data. RESULTS: We noticed a significant increase in global answers and a significant decrease in detailed answers; a trend of a low number of answers; great number of shape and animal answers, especially for women. CONCLUSION: The features of the PPI patient's personality were daily problems insecure and the incapability to avoid or remove them from their thought, making bedtime a time for worries to appear again and motivate insomnia


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono , Personalidade , Teste de Rorschach , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono
6.
RBM rev. bras. med ; 58(n.esp): 225-: 230-: 232-: passim-228, 230, 235, dez. 2001.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-317019

RESUMO

Os autores inicialmente apresentam as bases diagnósticas e terapêuticas dos distúrbios respiratórios do sono (DRS), caracterizados basicamente pela apnéia obstrutiva e os roncos. Säo também discutidos aspectos da síndrome da apnéia-hipopnéia obstrutiva do sono (SAHOS), da síndrome da apnéia-hipopnéia central do sono (SAHCS), da síndrome da respiraçäo Cheyne-Stokes (SRCS) e da síndrome da hipoventilaçäo do sono (SHS). A seguir os autores apresentam as características clínicas da hipersônia primária e da narcolepsia, bem como o tratamento sintomático(estimulantes e narcóticos). Relatam também as características clínicas e terapêuticas da síndrome das pernas inquietas (SPI) e dos movimentos periódicos dos membros em sono (SMPMS). Finalizando, discutem as bases clínicas para o diagnóstico e a terapêutica das insônias (farmacoterapia e terapia cognitiva comportamental-TCC), das parassônias e dos distúrbios do ritmo circadiano.(au)


Assuntos
Humanos , Transtornos do Sono-Vigília , Transtornos Respiratórios/classificação , Transtornos Respiratórios/terapia , Respiração de Cheyne-Stokes , Hipoventilação , Narcolepsia , Síndromes da Apneia do Sono , Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...