Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Hig. Aliment. (Online) ; 38(298): e1149, jan.-jun. 2024. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1531645

RESUMO

Diante do ritmo acelerado da vida contemporânea, observa-se um aumento na tendência dos indivíduos em optar por realizar suas refeições fora de casa. A carne, reconhecida como um componente essencial na alimentação dos brasileiros, está suscetível à contaminação pois apresenta ambiente favorável à proliferação de microrganismos patogênicos. Fazendo-se necessária uma análise de contaminação pós-produção afim de evitar Doenças Transmitidas por Alimentos. No presente estudo objetivouse avaliar as boas práticas de fabricação e contaminação de preparações de carne bovina assada, de restaurantes particulares e institucionalizados no município de Americana-SP. Amostras de carne prontas para o consumo foram obtidas de seis estabelecimentos comerciais e seis institucionais. Durante a coleta, foram verificadas as temperaturas e realizadas análises de conformidades com a RDC n° 275, de 2002. As amostras foram examinadas para detectar a presença ou ausência de E. coli e coliformes termotolerantes a 45° C. Para a análise foi realizada a técnica de tubos múltiplos para quantificar a totalidade dos coliformes. Observou-se que, conforme estipulado pela Resolução n°43 de 2015, nenhuma das amostras oriundas de restaurantes comerciais, e a maioria das provenientes de restaurantes institucionais, atingiram as temperaturas requeridas. No que concerne à identificação de E. coli através de testes microbiológicos, foi constatado que seis amostras de restaurantes comerciais e quatro de restaurantes institucionais testaram positivo para a presença deste microrganismo. Conclui-se que as amostras de restaurantes comerciais apresentaram níveis de contaminação superiores em comparação com as amostras de restaurantes institucionais.


Given the fast-paced rhythm of contemporary life, there is an increase in individuals choosing to have their meals outside the home. Meat, recognized as an essential component in the Brazilian diet, is susceptible to contamination as it provides a favorable environment for the proliferation of pathogenic microorganisms. It is necessary to conduct post-production contamination analysis to prevent Foodborne Diseases. This study aimed to evaluate the good manufacturing practices and contamination of roasted beef preparations from private and institutional restaurants in the city of Americana-SP. Samples of ready-to-eat meat were obtained from six commercial establishments and six institutional ones. During collection, temperatures were checked, and conformity analyses were conducted according to RDC No. 275, 2002. The samples were examined for the presence or absence of E. coli and thermotolerant coliforms at 45°C using the multiple tube technique to quantify the total coliforms. It was observed that, as stipulated by Resolution No. 43, 2015, none of the samples from commercial restaurants and the majority from institutional restaurants reached the required temperatures. Regarding the identification of E. coli through microbiological tests, it was found that six samples from commercial restaurants and four from institutional ones tested positive for the presence of this microorganism. It is concluded that samples from commercial restaurants showed higher contamination levels compared to institutional restaurant samples.


Assuntos
Higiene dos Alimentos , Doenças Transmitidas por Alimentos , Carne , Brasil
2.
Hig. Aliment. (Online) ; 37(297): e1122, jul.-dez. 2023. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1531976

RESUMO

Várias pesquisas mostram o interesse na aplicação de materiais de revestimento na superfície de cascas de ovos para preservar a qualidade interior dos ovos, bem como para prolongar sua vida útil. No presente trabalho verificou-se a qualidade interna de 100 ovos galinhas para o consumo. Os ovos foram revestidos externamente na casca com tratamento de óleo mineral e timol 10%, e um grupo controle, que não sofreu nenhum tipo de tratamento. Um total de 10 ovos de cada grupo (controle e tratado) foram avaliados no dia 7, 14, 21 dias de armazenamento em relação aos seus parâmetros internos de qualidade. Os parâmetros físico-químicos de qualidade dos ovos avaliados foram Perda de peso dos ovos (g), Porcentagem da gema (%), Porcentagem do albúmen (%), Índice de gema, pH do Albúmen, pH da gema e Unidades Haugh (UH). Foi observada diminuição da qualidade interna dos ovos durante os períodos de armazenamento principalmente no grupo controle. Os ovos do grupo controle, que não receberam nenhum tipo de revestimento apresentaram a maior perda de peso e os valores da unidade Haugh diminuíram ao longo do armazenamento, o que não foi observado nos dois grupos tratados. A unidade Haugh dos grupos tratados não apresentaram diferenças significativas entre si. Concluiu-se que os ovos tratados com óleo mineral e timol a 10%, o revestimento da casca contribuiu para a preservação dos ovos mantendo positivamente a qualidade interna dos ovos ao longo do período de estocagem, o que pode contribuir para o aumento da vida de prateleira de ovos.


Several researchers show interest in the application of coating materials on the surface of eggshells to preserve the interior quality of the eggs, as well as to prolong their shelf life. In the present work, the internal quality of 100 chicken eggs for consumption was verified. The eggs were coated externally in the shell with mineral oil and 10% thymol treatment, and a control group did not undergo any type of treatment. a total of 10 eggs from each group (control and treated) were evaluated on day 7, 14, 21 of storage in relation to their internal quality parameters. The physicochemical parameters of egg quality evaluated were egg weight loss (g), yolk percentage (%), albumen percentage (%), yolk index, albumen pH, yolk ph and haugh units (uh). decreased internal egg quality was observed during storage periods, mainly in the control group. The eggs in the control group, which did not receive any kind of coating, showed the greatest weight loss and the haugh unit values decreased during storage, which was not observed in the two treated groups. The haugh unit of the treated groups did not show significant differences between them. It was concluded that in eggs treated with mineral oil and 10% thymol, the shell coating contributed to the preservation of the eggs, positively maintaining the internal quality of the eggs throughout the storage period, which may contribute to an increase in shelf life of eggs.


Assuntos
Galinhas , Casca de Ovo , Ovos , Prazo de Validade de Produtos , Timol , Óleo Mineral
3.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 31(3): e31030189, 2023. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1513944

RESUMO

Resumo Introdução A rotulagem de alimentos é uma importante ferramenta de promoção da saúde e de escolhas alimentares saudáveis. Objetivo Estimar a prevalência do hábito de verificar os rótulos de alimentos e fatores associados em adolescentes e adultos, bem como identificar as informações observadas nos rótulos. Método Estudo transversal de base populacional com amostra probabilística por conglomerados em dois estágios, realizado em Campinas/SP (n = 1.792, 10-59 anos). Foram estimadas razões de prevalência e os respectivos intervalos de confiança de 95% e foi desenvolvido modelo de regressão múltipla de Poisson. Resultados A prevalência do hábito de verificar os rótulos de alimentos foi de 49,4% (IC95%: 45,2-53,6). As prevalências foram superiores no sexo feminino, nos adultos, em indivíduos com maior renda, com maior frequência semanal de consumo de frutas, hortaliças cruas, alimentos integrais, com menor frequência de consumo de refrigerantes e que tinham se pesado há menos de um mês. Data de validade, calorias, sódio e gordura foram as informações mais buscadas nos rótulos. Conclusão Os resultados destacam a necessidade de orientar e estimular o uso da rotulagem nutricional, identificam os segmentos prioritários e contribuem para preencher uma das lacunas científicas brasileiras sobre a prevalência de consulta aos rótulos de alimentos e fatores associados.


Abstract Background Food labeling is an important tool for encouraging health and healthy food choices. Objective To estimate the prevalence of food label consultation and associated factors in adolescents and adults, and to identify the information taken from food labels. Method Cross-sectional study with data from population-based surveys with a probabilistic sample, by clusters and in two-stages, conducted in Campinas, São Paulo, Brazil (n=1.792, 10-59 years). Prevalence ratios and respective 95% confidence intervals were estimated and a Poisson multiple regression model was developed. Results 1,792 individuals aged 10 to 59 years participated in the study. The prevalence of reading food labels was 49.4% (95%CI: 45.2-53.6) for the whole population. Prevalence was higher in females, adults, in those with higher income, with more frequent weekly consumption of fruits, raw vegetables, and whole foods, with less frequent consumption of soft drinks, and those who had weighed themselves less than a month ago. Expiration date, calories, sodium and fat were the most searched for information on food labels. Conclusion The results highlight a need to guide and encourage the use of nutrition labeling, identify priority segments and help to fill a scientific gap in Brazil regarding the prevalence of food label consultation and associated factors.

4.
Hig. aliment ; 30(260/261): 60-64, 30/10/2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-2707

RESUMO

Este trabalho objetivou comparar a qualidade microbiológica e higienicossanitáriade sanduíches comercializados por restaurantes do tipo fast food, franqueados e não-franqueados. Sanduíches de mesmo padrão foram adquiridos, sob a forma de consumidor, em 4 estabelecimentos franqueados e 4 não-franqueados, em três dias diferentes durante a semana, incluindo o final de semana. As temperaturas dos lanches foram aferidas no momento da compra e, em laboratório, as amostras foram analisadas para contagem de colônias e identificação das bactérias com os testes Enterokit B e Staphy Test da Probac do Brasil. Os estabelecimentos franqueados apresentaram mais sanduíches contaminados por coliformes fecais e S. aureus. Quanto à temperatura no momento da compra, por vários dias, ambos os tipos de estabelecimento não atenderam à legislação, apresentando valores inferiores a 60ºC, mas não houve diferença estatisticamente significante entre franqueados e não-franqueados. Estabelecimentos não-franqueados são mais contaminados, mas as lojas franqueadas também não conseguem colocar em prática o que a legislação preconiza para Boas Práticas higienicossanitárias.


This study aimed to compare the microbiological and sanitary conditions between sandwiches sold by fast food restaurants, franchised and nonfranchised. The same standard sandwiches were purchased by consumers on 4 franchised restaurants and 4 non-franchised, on three different days of the week, including the weekend. Temperatures were measured at the time of purchase, and in the laboratory, the samples were immersed in BHI broth and subsequently inoculated in Agar MacConkey, Agar Salmonella Shigella and Agar BairdParker for colony counting and identification of bacteria with Enterokit B and Staphy tests Test the Probac Brazil.The franchised outlets had more sandwiches contaminated by fecal coliforms and S.aureus. When it comes to temperature at the time of purchase, in several days, both types of establishment did not comply the legislation, presenting values inferior than 60° C, but there wasn't statistically significant difference between franchised and non-franchised. Nonfranchised outlets are more contaminated, but the franchised stores also fail to put into practice what the legislation proposes for Best Practice Sanitary Hygienic.


Assuntos
Higiene dos Alimentos , Fast Foods/análise , Fast Foods/microbiologia , Fast Foods/toxicidade , Manipulação de Alimentos , Doenças Transmitidas por Alimentos/microbiologia , Staphylococcus aureus , Contagem de Colônia Microbiana/estatística & dados numéricos , Coliformes/análise , Lanches , Legislação sobre Alimentos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...