Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 71
Filtrar
5.
Cien Saude Colet ; 25(5): 1751-1764, 2020 May.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32402019

RESUMO

This article analyzes federal guidance on the organization of primary healthcare work processes and the modes of production of care aimed at promoting universal access to services. A qualitative document analysis was undertaken of documents related to the National Health Policy, National Program for Improving Primary Care Access and Quality, More Doctors Program, and National Tele health Networks Brazil Program. Five thematic categories were defined for content analysis: staff training, valuing staff and work, organization of health actions for/with people and communities, complexity of healthcare and multiprofessional work, and collective construction of health as a right. The results show that advances were made in promoting universal access, particularly in the documents issued before 2015, with actions related to staff training, welcoming, the establishment of evaluation processes, and expansion of the scope of actions. However, there has been a shift towards the universal coverage model, as shown by measures encouraging reductions in the functional diversity of health teams and the flexibilization of working hours, hindering the implementation of the SUS as an inclusive social policy.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Cobertura Universal do Seguro de Saúde , Brasil , Atenção à Saúde , Política de Saúde , Humanos
6.
Preprint em Português | SciELO Preprints | ID: pps-496

RESUMO

Objective: to identify information relevant to women's decision making for Planned Home Birth and discuss how the emergency of COVID19 can interfere with this process. Method: descriptive-exploratory qualitative research, with 14 puerperals who were interested in home birth in the route of choice of birth site. Data collection was carried out through semi-structured interviewees and six informative documents provided by women, from February to April 2019. Based on the analysis of content the data were analyzed with the help of ATLAS.ti software, version 8.0. Results: There are inclusion criteria for giving birth at home, which refer to the obstetric conditions of the woman as well as the conditions to bank the private financing of this choice. At least one skilled childbirth attendant attends the delivery at home, who is in charge from prenatal to postpartum and is prepared to act in case of intercurrence and transfer. Conclusion: The information generated about Planned Home Birth is essential to assist the woman in decision making at the birth site in the context of the COVID19 Pandemic.


Objetivo: identificar as informações relevantes para a tomada de decisão da mulher pelo Parto Domiciliar Planejado e discutir como a emergência da COVID19 pode interferir nesse processo. Método: pesquisa qualitativa descritivo-exploratória, com 14 puérperas que se interessaram pelo parto domiciliar no percurso de escolha pelo local de parto. A coleta de dados foi realizada através de entrevistadas semiestruturadas e seis documentos informativos fornecidos pelas mulheres, no período de fevereiro a abril de 2019. Com base na análise de conteúdo os dados foram analisados com o auxílio do software ATLAS.ti, versão 8.0. Resultados: Há critérios de inclusão para parir em casa, os quais dizem respeito a condições obstétricas da mulher bem como às condições de bancar o financiamento particular dessa escolha. Pelo menos um profissional habilitado para a assistência ao parto atende o parto em domicílio, sendo que o mesmo realiza o acompanhamento desde o pré-natal ao pós-parto e está preparado para agir em caso de intercorrências e transferência. Conclusão: As informações geradas sobre o Parto Domiciliar Planejado são essenciais para auxiliar a mulher na tomada de decisão pelo local de parto no contexto da Pandemia do COVID19.

7.
Interface (Botucatu, Online) ; 22(66): 733-744, jul.-set. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-954306

RESUMO

Este estudo buscou compreender os sentidos atribuídos, pelos profissionais de saúde, à prática da sedação paliativa no processo de morrer, as relações desta prática com a eutanásia, bem como os valores considerados importantes e que subsidiam a equipe de cuidados paliativos na tomada de decisão. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva de abordagem qualitativa, baseada na hermenêutica dialética. Os resultados indicam que os sentidos atribuídos pelos profissionais entrevistados acompanham o desenvolvimento científico, os quais têm buscado esclarecer os fatos clínicos de cada processo de tomada de decisão e os valores implicados, seguindo a evolução da reflexão ética sobre a prática da sedação paliativa e eutanásia. No âmbito da reflexão ética, os princípios não são vistos como absolutos, pois, ao considerarem os valores, os profissionais analisam as circunstâncias e as consequências que permeiam as decisões.(AU)


The aim of the present study was to investigate the meaning attributed by healthcare professionals to the practice of palliative sedation in the dying process, the relationship of this practice with euthanasia, and the values considered important and that ground decision making by palliative care teams. This is an exploratory and descriptive qualitative study, based on dialectical hermeneutics. The results show that the meanings attributed by the interviewed professionals were in line with scientific development. They reported that they sought to clarify the clinical facts involved in each decision-making process and the implicated values according to the evolution of ethical reflections regarding the practice of palliative sedation and euthanasia. Within the scope of ethical reflection, principles are not considered absolute, because, when considering as values, professionals analyzed the specific circumstances and the consequences involving their decisions.(AU)


El objetivo de este estudio fue entender los sentidos atribuidos por los profesionales de salud a la práctica de la sedación paliativa en el proceso de muerte, las relaciones de esta práctica con la eutanasia, así como los valores considerados importante y que sirven de subsidio al equipo de cuidados paliativos en la toma de decisión. Se trata de una encuesta exploratoria y descriptiva de abordaje cualitativo, con base en la hermenéutica dialéctica. Los resultados indican que los sentidos atribuidos por los profesionales entrevistados acompañan el desarrollo científico, los cuales han buscado aclarar los hechos clínicos de cada proceso de toma de decisión y los valores implicados, siguiendo la evolución de la reflexión ética sobre la práctica de la sedación paliativa y la eutanasia. En el ámbito de la reflexión ética, los principios no son vistos como absolutos, puesto que, al considerar los valores, los profesionales analizan las circunstancias y las consecuencias presentes en las decisiones.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Bioética , Eutanásia/ética , Cuidados Paliativos na Terminalidade da Vida/ética
8.
Saúde Soc ; 27(1): 175-184, jan.-mar. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-962570

RESUMO

Resumo Este artigo objetiva analisar as relações entre usuários e profissionais de um Centro de Atenção Psicossocial (Caps), focalizando a escuta, observação e percepção de como o cuidado é vivenciado entre esses atores sociais. Para tal, foi desenvolvido um estudo qualitativo mediante observação participante e entrevistas semiestruturadas realizadas com profissionais de um Caps na cidade de Pesqueira (PE). As entrevistas foram analisadas segundo a análise textual discursiva e operacionalizadas por meio do software ATLAS.ti. A partir disso, no campo das práticas de cuidado, observou-se que a persistência da noção de periculosidade atribuída à pessoa em sofrimento psíquico aponta um processo complexo de manutenção de concepções estigmatizantes sobre adoecimento mental. Na análise das relações de cuidado, pudemos constatar a centralidade do tratamento medicamentoso, bem como a existência de circuitos permitidos e não permitidos pela própria comunidade, que passa a regular a circulação no território. Evidencia-se, por fim, a vinculação das práticas de cuidado a práticas de medicalização do sofrimento psíquico e de medicamentalização.


Abstract This research aims to analyze the relationship between users and professionals in a Centro de Atenção Psicossocial - Psychosocial Care Center (Caps), focusing on listening, observation and the perception of how care is experienced by them. For this purpose, a qualitative study was conducted by participant observation and semi-structured interviews with professionals of a Caps in the city of Pesqueira (PE, Brazil). The interviews were analyzed according to discursive textual analysis, which was carried out through the ATLAS.ti software. Onwards, in the field of care practices, we noticed that the persistence of the danger notion assigned to the psychic suffering person points to a complex process of maintenance of stigmatizing mental illness conceptions. In the analysis of care relationships, we have seen the centrality of drug treatment, as well as the existence of circuits that are allowed or not by the community, that regulates circulation in territory. The results point to the linkage of care practices to the medicalization of psychological distress and excessive consumption of medicines.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Saúde Mental , Risco , Serviços de Saúde Mental , Pesquisa Qualitativa
9.
Cad. naturol. terap. complem ; 6(10): 39-49, 2017.
Artigo em Português | MOSAICO - Saúde integrativa | ID: biblio-876172

RESUMO

O bacharelado em Naturologia distingue-se no Ensino Superior brasileiro pelo estudo de práticas não convencionais de cuidado em saúde humana. Este estudo teve por objetivo analisar o currículo de Naturologia a partir dos conceitos de racionalidade médica e prática integrativa. Trata-se de pesquisa com abordagem preponderantemente qualitativa, descritiva e documental na qual foram analisados, por meio de análise de conteúdo, 51 programas de disciplinas do curso de Naturologia de uma universidade no Sul do Brasil. Discutiu-se a distribuição do número de horas do currículo alocadas às dimensões das racionalidades médicas da Medicina chinesa, ayurvédica e ocidental contemporânea, além das práticas integrativas e as disciplinas sociotécnicas e humanistas. Constatou-se que 38% da carga horária são de cunho biomédico, 37% de cunho vitalista e 25% envolvem disciplinas sociotécnicas e humanistas. Por fim, este estudo sugere a necessidade de reforma curricular e colabora para pensar em referências relativas a tais práticas de cuidado em saúde.(AU)


The undergraduate course in Naturology stands out in the Brazilian Higher Education due to study of unconventional human health care practices. This study aimed to analyze the curriculum of Naturology through the concepts of medical rationality and integrative practice. This is a research with a preponderantly qualitative, descriptive, and documentary approach in which we analyzed, by means of content analysis, 51 disciplinary programs in the Naturology course of a university th southern Brazil. We discuss the distributon of the number of hours in the curriculum allocated to dimensions of the medical rationalities of the Chinese, Ayurvedic, and contemporary Western Medicine, in addition to the integrative practices and the socio-technical and humanistic disciplines. It was found out that 38% of the workload have a biomedical nature, 37% have a vitalist nature, and 25% involve socio-technical and humanistic disciplines. Ultimately, this study suggests the need for curriculum reform and it collaborates to think of references related to such human health care practices.(AU)


La licenciatura en Naturología se destaca en la Educación Superior brasileña por el estudio de prácticas no convencionales de atención a la salud humana. Este estudio tvo como objetivo analizar el currículo de Naturología desde los conceptos de racionalidad médica y práctica integradora. Esta es una investigación con abordaje preponderantemente cualitaivo, descriptivo y documental en la cual se analizaron, por medio de análisis de contenid, 51 programas de asignaturas del curso de Naturología de una universidad en el Sul de Brasil. Se discute la distribución del número de horas del currículo asignadas a las dimensiones de las racionalidades médicas de la Medicina china, ayurvédica y occidental contemporánea, además de las prácticas integradoras y las asignaturas socio-técnicas y humanísticas. Se constató que 38% de la carga hooraria son de naturaleza biomédica, 37% son de naturaleza vitalista y 25% involucran asignaturas socio-técnicas y humanísticas. Por último, este estudio sugiere la necesidad de una reforma curricular y colabora a pensar en referencias relacionadas a ese tipo de práticas de atención a la salud.(AU)


Assuntos
Humanos , Terapias Complementares/educação , Currículo , Medicina Integrativa/educação , Prática Profissional , Brasil , Ayurveda , Medicina Tradicional Chinesa
10.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-10593

RESUMO

Trata-se de um capítulo do livro "Experiências exitosas da Rede UNA-SUS". Consiste em um relato de experiência sobre a construção dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) realizada pelos alunos da Especialização Multiprofissional na Atenção Básica e sua relação com o contexto de trabalho. Desenvolveu-se uma análise documental dos TCCs produzidos pelos alunos, os quais eram médicos do Programa Mais Médicos para o Brasil. O estudo buscou apresentar e analisar as temáticas dos TCCs construídos pelos alunos/ profissionais dos estados do Paraná e Santa Catarina, realizado no formato de Projeto de Intervenção (PI), apresentando os seus processos de construção e os principais problemas de saúde abordados. Foram analisados os temas de 1.204 PIs, com auxílio do software ATLAS.ti 7.0. Identificaram-se dez grandes temas e 52 subtemas. O tema doenças crônicas representou a maioria dos trabalhos (68,2%), com destaque para a hipertensão arterial sistêmica (48,67%) e diabetes mellitus (8,06%). O curso possibilitou a intervenção nas principais questões de saúde da população atendida e contribuiu para qualificação dos profissionais em seus territórios.


Assuntos
Educação a Distância , Educação Continuada
11.
Interface comun. saúde educ ; 20(59): 917-928, oct.-dic. 2016.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-796308

RESUMO

O objetivo deste estudo é discutir as transversalidades discursivas entre as noções de cuidado em saúde mental, risco e território nos relatórios das Conferências Nacionais de Saúde Mental (CNSM), situando-os no contexto da sociedade de segurança. Trata-se de estudo descritivo, exploratório, de análise qualitativa, documental e retrospectiva, na perspectiva da arqueologia do saber, de Michel Foucault. Desde a II até a IV CNSM, observa-se que o glossário relativo ao risco como probabilidade, ao cuidado e ao território apresentou-se com relevância progressiva, evidenciando a centralidade desses conceitos para a consolidação do novo modelo de atenção à saúde mental no Brasil. À medida que o modelo asilar entrou em declínio, no processo de constituição de uma rede de cuidados em saúde mental territorializada e comunitária, emergiram as discursividades sobre os riscos, que constituem elementos centrais do dispositivo de segurança.


El objetivo del estudio es analizar las transversalidades discursivas entre las nociones de cuidado en salud mental, riesgo y territorio en lo que hace a los informes de las Conferencias Nacionales de Salud Mental (CNSM), en el contexto de una sociedad de seguridad. Se trata de un estudio descriptivo, exploratorio, del análisis cualitativo, documental y retrospectivo, tomando como referencia la arqueología del saber de Michel Foucault. Desde la II a la IV CNSM, se observa que el glosario del riesgo-probabilidad, cuidado y territorio una progresiva centralidad para la consolidación del nuevo modelo de cuidado en salud mental brasileño. En la medida en que el modelo manicomial entró en declive debido al proceso de formación de una red de atención en salud mental territorializada y comunitaria, surgieron los discursos acerca de los riesgos, que son elementos fundamentales del dispositivo de seguridad.


The aim of this study is to discuss the crosscutting discursive issues among the notions of mental health care, risk and territory in the National Conferences of Mental Health (NCMH) reports, placing them in the context of safety society. It is a descriptive, exploratory study of qualitative, documentary and retrospective analysis, under the framework relevance, emphasizing the centrality of these concepts for the consolidation of a new mental health care model in Brazil. As the asylum model went into decline, in the process of the archaeology of knowledge, by Michel Foucault. From the 2nd to 4th NCMH, it is observed that the glossary on the risk as probability, care and territory, presented progressive of building up a mental health care network territorialized and community-based, the discourses about the risks emerged, being core elements of the safety device.


Assuntos
Saúde Mental , Serviços de Saúde Mental
12.
Trab. educ. saúde ; 14(1): 55-75, jan.-mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-772032

RESUMO

Resumo Ao se afirmar como política pública fundamentada no paradigma ético-estético-político, a Política Nacional de Humanização introduz um novo sentido para a proposta de humanização da saúde: um sentido contra-hegemônico, associado à compreensão da vida como abertura e multiplicidade. Em face do desafio de operar um conceito tão inovador e contrário às práticas tradicionais, este estudo buscou discutir o entendimento e a vivência que apoiadores institucionais formados pela Política Nacional de Humanização tinham da dimensão ético-política contida na proposta. O objeto desta pesquisa foi investigado à luz de abordagem metodológica qualitativa, de caráter exploratório-descritiva, tendo como sujeitos os egressos de um processo de formação de apoiadores institucionais realizado em 2009 em Santa Catarina. Por meio de entrevistas e pesquisa documental, obtiveram-se como resultados uma compreensão da dimensão fundamentada na valorização dos sujeitos e na democratização das relações. As vivências e experimentações, entretanto, foram marcadas por obstáculos e desafios, como o da concentração de poder nas instituições e o da fragilidade do modelo de atenção à saúde, ainda pautado nas racionalidades gerencial e biomédica. Também se interpuseram como desafio dificuldades relacionadas à compreensão de alguns conceitos da Política e aos modos como tem se organizado nos serviços de saúde e interfederativamente.


Abstract By establishing itself as a public policy based on the ethical-aesthetic-political paradigm, the National Humanization Policy introduces a new sense to the proposal of humanizing health: A counter-hegemonic sense, coupled with the understanding of life as openness and multiplicity. Given the challenge of operating such an innovative concept, which is contrary to traditional practices, this study sought to discuss the understanding and experience that institutional supporters trained under the National Humanization Policy had of the ethical and political dimension of the proposal. The subject of this research project was investigated in the light of a qualitative methodological approach, exploratory and descriptive in nature, having as subjects the graduates of an institutional supporter training process held in 2009, in Santa Catarina, Brazil. Through interviews and documentary research, the results were the obtained of an understanding of the scale based on the valuation of subjects and democratization of relations. The experiences and tests, however, were marked by obstacles and challenges, such as the concentration of power at the institutions and the fragility of the health care model, still guided by management and biomedical rationales. Also challenging were the difficulties related to the understanding of a few of the concepts of the Policy and the ways in which it has been organized both in health services and inter-federatively.


Resumen Al afirmarse como política pública fundamentada en el paradigma ético, estético y político, la Política Nacional de Humanización introdujo un nuevo sentido para la propuesta de humanización de la salud: un sentido contrahegemónico, asociado a la comprensión de la vida como apertura y multiplicidad. Frente al desafío de operar un concepto tan innovador y contrario a las prácticas tradicionales, este estudio buscó discutir la comprensión y la vivencia que apoyadores institucionales formados por la Política Nacional de Humanización tenían de la dimensión ética y política contenida en la propuesta. El objeto de esta investigación se indagó a la luz de un abordaje metodológico cualitativo, de carácter exploratorio y descriptivo, teniendo como sujetos los egresados de un proceso de formación de apoyadores institucionales realizado en 2009 en Santa Catarina, Brasil. Por medio de entrevistas e investigación documental, se obtuvieron como resultados una comprensión de la dimensión fundamentada en la valorización de los sujetos y en la democratización de las relaciones. Las vivencias y experimentaciones, no obstante, fueron marcadas por obstáculos y desafíos, como el de la concentración de poder en las instituciones y el de la fragilidad del modelo de atención a la salud, todavía orientado en las racionalidades gerencial y biomédica. También se interpusieron como desafío dificultades relacionadas con la comprensión de algunos conceptos de la Política y a los modos como se ha venido organizando en los servicios de salud y dentro de la federación.


Assuntos
Humanos , Educação em Saúde , Humanização da Assistência , Ética , Política de Saúde
13.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-7445

RESUMO

O módulo Saúde e Sociedade enfatiza o reconhecimento do trabalho da Estratégia Saúde da Família na Atenção Básica como um processo complexo no que se refere aos saberes, às práticas e às relações envolvidas. Tal processo requer a articulação de bases teóricas (conhecimento), metodológicas (métodos e técnicas) e bases éticas, bem como a contribuição de diferentes pro ssionais para alcançar uma atenção integral. Nesse sentido, o percurso adotado iniciou com a apresentação dos diferentes modos de pensar e fazer saúde, como o modelo biomédico e o da determinação social da doença para, na sequência, discutir a in uência da organização da sociedade no processo saúde-doença. Adentrando ao universo das políticas públicas de saúde, discutimos criticamente sobre as condições de instalação do modelo de saúde brasileiro e sobre o processo histórico de construção da atual política de saúde, o Sistema Único de Saúde. Foram apresentadas suas diretrizes e princípios, além de alguns dos dispositivos legais e operacionais para a concretização do SUS na prática. Abordou-se, também, as concepções de Atenção Primária da Saúde, suas características, eixos, diretrizes e seu sentido no âmbito do SUS, onde assume a denominação de Atenção Básica e se estrutura a partir da Estratégia Saúde da Família. Por m, discutiu-se o trabalho na Atenção Básica, que deve se estruturar buscando acionar novas estratégias para o alcance da integralidade, com especial destaque para o potencial das ações do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Saúde Pública
14.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-10299

RESUMO

O Curso "Microcefalia e infecção por vírus Zika: abordagem para a estimulação precoce na atenção domiciliar" está dirigida aos profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde. O conteúdo oportuniza aprimorar conhecimentos acerca do vírus Zika; da identificação e caracterização de ações para a atenção às gestantes e puérperas; bem como da abordagem para uma estimulação precoce adequada em crianças de 0 a 3 anos com microcefalia. O curso é uma iniciativa da Secretaria de Atenção à Saúde por meio da Coordenação Geral de Atenção Domiciliar (CGAD/DAHU/SAS/MS) e viabilizado pelo Sistema Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Com carga horária de 30 horas é desenvolvido totalmente online, apresentando material de estudo diversificado e atualizado.


Assuntos
Atenção à Saúde , Microcefalia , Educação a Distância , Saúde Pública
15.
Saúde Soc ; 24(3): 1021-1032, jul.-set. 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-756582

RESUMO

This article analyzes Brazilian and Italian general practitioners' discourses on the potential to boost autonomy among subjects-users who are cognitively competent with regard to their care decisions, through primary health care actions, from the bioethical perspective. Qualitative research with an exploratory approach, carried out in 2007, in Florianópolis, Santa Catarina, Brazil, and in the Province of Rome, Lazio Region, Italy, with 15 Brazilian general practitioners, 15 Italian general practitioners, and 1 health director of the Italian National Health Service (SSN). Semi-structured interviews and a field diary were used as data collection instruments. Processing and systematization of messages' content have generated two analytical categories: "biomedical rationality versus emancipatory rationality" and "from the historical condition of minority to the wish to be autonomous." In both countries, testimonies have revealed: a) poor materialization of autonomy in face of the contemporary risk-prevention biomedical imperative; and b) emancipatory movements that generate concrete and symbolic strategies in order to cope with deconstruction of the medical practice, historically produced through the path of obedience. Brazilian discourses pointed out productivist protocols, imposed by administrations, as an instrument for the preservation of the minorities. Italian general practitioners suggested greater recognition of subjects-citizens of rights when providing care. The research revealed there is a need the Brazilian Primary Health Care (APS) dialogue with humanities theories and invest in mechanisms to boost ethical behavior to review the sense that has been occupying the adoption of the risk prevention biopolicy in the continence of actual health at this time.


Este artigo analisa discursos de médicos de família brasileiros e italianos sobre o potencial de impulsão à autonomia de sujeitos-usuários competentes cognitivamente nas decisões do cuidado, em ações de atenção primária à saúde, na perspectiva bioética. Pesquisa qualitativa de caráter exploratório, realizada em 2007, em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, e na província de Roma, região Lazio, Itália, com 15 médicos de família brasileiros, 15 médicos de família italianos e um diretor sanitário do Serviço Sanitário Nacional (SSN), Itália. Foram utilizados como instrumentos de coleta entrevistas semiestruturadas e diário de campo. O tratamento e a sistematização do conteúdo das mensagens geraram duas categorias analíticas: "racionalidade biomédica versus racionalidade emancipatória" e "da condição histórica de menoridade ao desejo de ser autônomo". Em ambos os países, depoimentos revelaram: a) fragilidade na materialização da autonomia diante do imperativo biomédico contemporâneo de prevenir riscos probabilísticos; e b) movimentos emancipatórios geradores de estratégias concretas e simbólicas para o enfrentamento da desconstrução da prática médica, historicamente produzida através do lastro obediência. Discursos brasileiros apontaram os protocolos produtivistas, impostos por gestões, como instrumento de preservação de menoridades. Médicos de família italianos sinalizaram um maior reconhecimento de sujeitos-cidadão de direitos na condução do cuidado. A pesquisa revelou a necessidade de a APS brasileira dialogar com teorias das ciências humanas e investir em mecanismos de impulsão ao exercício ético para rever o sentido que vem ocupando a adoção da bipolítica de prevenção ao risco na continência da saúde concreta do tempo presente.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Atenção Primária à Saúde , Autonomia Profissional , Bioética , Integralidade em Saúde , Medicina de Família e Comunidade , Política de Saúde , Tomada de Decisões , Brasil , Direito à Saúde , Estratégias de Saúde , Itália , Pesquisa Qualitativa , Promoção da Saúde , Qualidade de Vida , Risco
16.
Trab. educ. saúde ; 13(2): 323-341, May-Aug/2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-746663

RESUMO

O artigo examina as fragilidades que permeiam as inter-relações estabelecidas no processo de trabalho de médicos de família italianos para conhecer possíveis conflitos éticos. Trata-se de um estudo de campo, de abordagem qualitativa e caráter explora-tório-descritivo, realizado em 2007, na província de Roma, região do Lácio, Itália, com médicos de família italianos conveniados ao Serviço Sanitário Nacional. Analisados à luz da bioética cotidiana, os resultados mostram conflitos éticos gerados diretamente pelo modelo de organização de atenção em saúde do Serviço Sanitário Nacional e pelo mercado da indústria farmacêutica e indiretamente pela sociedade, tendo como pano de fundo o capitalismo em sua face neoliberal.


This paper examines the weaknesses that permeate the interrelationships established in the work process Italian family physicians use to get to know potential ethical conflicts. This field study used a qualitative approach, was exploratory-descriptive in nature, and was conducted in 2007 in the province of Rome, region of Lazio, Italy, among Italian family physicians hired under the National Health Service. Analyzed in the light of everyday bioethics, the results show ethical conflicts generated directly by the health care organization model used by the National Health Service, by the pharmaceutical industry's market, and indirectly by the society, with the backdrop of neoliberal capitalism.


El artículo examina las fragilidades que permean las interrelaciones establecidas en el proceso de trabajo de médicos de familia italianos para conocer posibles conflictos éticos. Se trata de un estudio de campo, de enfoque cualitativo, y de carácter exploratorio-descriptivo, realizado en 2007 en la provincia de Roma, región del Lacio, Italia, con médicos de familia italianos asocia-dos con el Servicio Sanitario Nacional. Analizados a la luz de la bioética cotidiana, los resultados muestran conflictos éticos generados directamente por el modelo de organización de la atención en salud del Servicio Sanitario Nacional y por el mercado de la industria farmacéutica e indirec-tamente por la sociedad, teniendo como telón de fondo el capitalismo en su aspecto neoliberal.


Assuntos
Humanos , Médicos de Família , Trabalho , Bioética , Ontologias Biológicas
17.
Rev. bioét. (Impr.) ; 23(3): 583-592, 2015.
Artigo em Espanhol, Inglês | LILACS | ID: lil-768368

RESUMO

O objetivo deste estudo foi compreender como uma equipe de cuidados paliativos busca soluções para os conflitos éticos relacionados à sedação paliativa, no cotidiano assistencial, e se as discussões e decisões são feitas e deliberadas em equipe multiprofissional, envolvendo também o sujeito doente e sua família. Trata-se de pesquisa exploratório-descritiva de abordagem qualitativa, com base analítica na hermenêutica dialética. Os participantes da pesquisa foram 10 profissionais que integram a equipe de saúde de um setor hospitalar de cuidados paliativos oncológicos. Os resultados indicam que uma assistência humanizada pressupõe, entre tantos aspectos, o uso prudente da sedação paliativa como recurso disponível para a minimização do sofrimento no processo de morrer. A prática da sedação paliativa requer análise minuciosa dos fatos clínicos, reflexão ética em equipe multiprofissional, assim como participação e respeito aos valores da pessoa doente e seus familiares, o que propiciaria um processo de deliberação moral...


The aim of this study was to understand how a palliative care team seeks solutions for ethical conflicts related to deep palliative sedation in everyday care and whether the discussions and the decisions that are made within the multidisciplinary team involve the sick person and his family. This is a descriptive exploratory qualitative study, based on dialectical hermeneutics. The research subjects were ten professionals on the health team of a hospital’s Oncology Palliative Care department. The results indicate that a humanistic attitude assumes, among many things, the prudent use of palliative sedation as an available resource to minimize suffering during the process of dying. The practice of palliative sedation requires a thorough analysis of the clinical facts, ethical reflection by the multidisciplinary team, as well as respect for the values of the sick person and their family and their participation, which would result in a process of moral deliberation...


El objetivo de este estudio fue comprender cómo un equipo de cuidados paliativos busca soluciones en la cotidianeidad de la asistencia para los conflictos éticos relacionados a la sedación paliativa y si las discusiones y decisiones son tomadas y deliberadas en el ámbito del equipo multiprofesional, englobando al sujeto enfermo y a su familia. Se trata de una investigación exploratoria-descriptiva de abordaje cualitativo, con base analítica en la hermenéutica dialéctica. Los sujetos de investigación fueron diez profesionales que integran el equipo de salud de un sector hospitalario de cuidados paliativos oncológicos. Los resultados indican que una asistencia humanizada presupone, entre muchos otros aspectos, el uso prudente de la sedación paliativa, como un recurso disponible para la minimización del sufrimiento en el proceso de morir. La práctica de la sedación paliativa requiere de un análisis minucioso de los factores clínicos, la reflexión ética en equipo multiprofesional, así como también de la participación y el respeto a los valores de la persona enferma y los de sus familiares; lo cual daría lugar a un proceso de deliberación moral...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Bioética , Cuidados Paliativos na Terminalidade da Vida , Oncologia , Relações Profissional-Família , Sedação Profunda , Tomada de Decisões , Hermenêutica , Humanização da Assistência , Pessoal de Saúde , Qualidade de Vida
18.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-7431

RESUMO

Este módulo traz a conceituação sobre o cuidado em saúde na busca e no reconhecimento da gestão compartilhada do cuidado como estratégia de transformação das práticas de saúde e dos modos de organização destas. Espera-se que ao ler esse módulo você seja capaz: de diferenciar o acolhimento na condição de diretriz dos seus dispositivos associados; apresentar pontos-chaves para a operacionalização do acolhimento; reconhecer diferenças entre práticas de exclusão e de inclusão no acesso aos serviços, em especial no sistema prisional. Situa o acolhimento como um dos elementos centrais na gestão do cuidado em saúde para uma atenção integral. Propicia tecer argumentos que relacionem os espaços de saúde, os modos como são produzidos, as interferências que operam no cuidado em saúde às pessoas privadas de liberdade, no processo de trabalho e nas relações entre os sujeitos.


Assuntos
Acolhimento , Atenção Primária à Saúde , Integralidade em Saúde , Política de Saúde , Acessibilidade aos Serviços de Saúde
19.
Recurso educacional aberto em Português | CVSP - Brasil | ID: una-7430

RESUMO

Este módulo traz a conceituação sobre o cuidado em saúde na busca e no reconhecimento da gestão compartilhada do cuidado como estratégia de transformação das práticas de saúde e dos modos de organização destas. Espera-se que ao ler esse módulo você seja capaz: de diferenciar o acolhimento na condição de diretriz dos seus dispositivos associados; apresentar pontos-chaves para a operacionalização do acolhimento; reconhecer diferenças entre práticas de exclusão e de inclusão no acesso aos serviços, em especial no sistema prisional. Situa o acolhimento como um dos elementos centrais na gestão do cuidado em saúde para uma atenção integral. Propicia tecer argumentos que relacionem os espaços de saúde, os modos como são produzidos, as interferências que operam no cuidado em saúde às pessoas privadas de liberdade, no processo de trabalho e nas relações entre os sujeitos.


Assuntos
Humanização da Assistência , Acolhimento , Atenção à Saúde , Integralidade em Saúde
20.
Interface (Botucatu, Online) ; 18(supl.1): 859-870, 09/12/2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-733183

RESUMO

O objetivo deste estudo foi analisar as mudanças nos modos de gestão geradas pelo processo de intervenção dos apoiadores institucionais formados no Curso de Apoiadores Institucionais para a Humanização da Atenção e Gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) em 2009, em Santa Catarina, Brasil. Trata-se de uma pesquisa do tipo qualitativa, com design exploratório-descritivo. Os sujeitos de pesquisa foram sete apoiadores institucionais que trabalharam a diretriz “cogestão” em seus planos de intervenção. A coleta de dados se deu por meio de pesquisa documental e entrevistas, sendo analisados por meio do método hermenêutico dialético. Eles foram categorizados e reagrupados em categorias temáticas: “Motivações para trabalhar cogestão”, “Experimentando a cogestão” e “Efeitos da intervenção”. Os resultados indicam que os movimentos disparados pelas intervenções dos apoiadores nos serviços com relação à cogestão foram importantes para promover mudanças em processos anteriormente cristalizados, entretanto inúmeros desafios ainda permanecem...


The aim of this study was to analyze the changes in management methods generated through the intervention process by institutional supporters who underwent training through the institutional supporters’ course for Humanization of Brazilian Health System (SUS) Care and Management, in Santa Catarina, Brazil, in 2009. This was a qualitative study with a descriptive and exploratory design. The research subjects comprised seven institutional supporters who worked on the “comanagement” guideline in their intervention plans. The data-gathering consisted of document research and interviews. The data analysis used the hermeneutic dialectic method, with classification and grouping into thematic categories: “Motivation for comanagement work”, “Experimenting with comanagement” and “Effects of Intervention.” The results showed that the movements triggered by interventions from supporters in services, with regard to comanagement, were important for promoting changes in processes that previously had been set in stone, although many challenges still remain...


El objetivo del estudio fue analizar los cambios en el modo de gestión generados por el proceso de intervención de los apoyadores institucionales formados en el Curso de Apoyadores Institucionales para la Humanización de la Atención y Gestión del del Sistema Brasileño de Salud (SUS), realizado en 2009 en Santa Catarina, Brasil. Se trata de un estudio cualitativo con diseño exploratorio descriptivo. Los sujetos de la investigación fueron 7 apoyadores institucionales que trabajaron la directriz “cogestión” en sus planes de intervención. La recolección de datos fue por medio de investigación documental y entrevistas y los datos se analizaron utilizando el método dialéctico hermenéutico. Los referidos datos fueron clasificados y agrupados en categorías temáticas: “Motivaciones para trabajar la cogestión”, “Cómo experimentar la cogestión” y “Efectos de la intervención.” Los resultados mostraron que los movimientos causados por las intervenciones de los apoyadores en los servicios en lo que se refiere a la cogestión fueron importantes para promover cambios en procesos anteriormente cristalizados, aunque todavía son muchos los desafíos...


Assuntos
Humanos , Atenção à Saúde , Gestão em Saúde , Sistema Único de Saúde , Brasil
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...