Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 136
Filtrar
1.
Rev. saúde pública (Online) ; 58: 08, 2024. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1536772

RESUMO

ABSTRACT OBJECTIVE To evaluate the association between gestational age and green areas, urban built areas, and the concentration of particulate matter 2.5 (PM2.5) in the city of São Paulo, analyzing the irregular distribution of these areas and pollution levels above the recommended level. METHODS The study population consisted of a cohort of live births from 2012, and data from the Live Birth Information System (Sinasc) of the city of São Paulo were used. Using satellite images and supervised classification, the distribution and quantity of green areas and built areas in the city of São Paulo was obtained, as well as the concentrations of PM2.5. Logistic regressions were used to obtain possible associations. RESULTS The results of the study show that a lower percentage of green areas is significantly associated with a higher chance of preterm births. A higher building density was positively associated with the odds ratio for preterm birth. We did not find any significant associations between air pollution (PM2.5) and preterm births. CONCLUSIONS The results of this study show that greener areas are less associated with preterm births when compared with less green areas.


RESUMO OBJETIVO Avaliar a associação entre a idade gestacional e as áreas verdes, áreas construídas urbanas e a concentração de material particulado 2,5 (MP2,5) em São Paulo, analisando a distribuição irregular dessas áreas e os níveis de poluição acima do recomendado. MÉTODOS A população utilizada no estudo foi a dos nascidos vivos no ano de 2012, com os dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivo (Sinasc) na cidade de São Paulo. Por meio de imagens de satélites e realizando a classificação supervisionada, obtivemos a distribuição e quantidade de áreas verdes e de áreas construídas, na cidade de São Paulo, assim como as concentrações de MP2,5. Regressões logísticas foram utilizadas para obter possíveis associações. RESULTADOS Os resultados do estudo mostram que menor percentual de áreas verdes está associado significativamente com maior chance de prematuridade. Maior densidade de construção foi associada positivamente com a razão de chance de nascimento prematuro. Não encontramos resultados significativos entre a poluição do ar (MP2,5) e prematuridade. CONCLUSÕES Os resultados deste estudo demostraram que áreas mais verdes em relação às áreas menos verdes são menos associadas a nascimentos prematuros.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Gravidez , Recém-Nascido , Recém-Nascido Prematuro , Poluição do Ar , Áreas Verdes , Parques Recreativos , Ambiente Construído
2.
Licere (Online) ; 26(02): 01-21, jul.2023. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1444700

RESUMO

Este artigo busca compreender a manifestação da abordagem interdisciplinar em uma disciplina de um programa de pós-graduação de uma Universidade Pública do Sul do país. Assim, aborda como as temáticas Turismo em Áreas Naturais (TAN) e Práticas Corporais de Aventura (PCA) são compreendidas e assimiladas pelos acadêmicos, que são pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, no transcorrer do curso, realizado no primeiro semestre de 2022. Para tal, foi aplicado um questionário com perguntas discursivas a fim de coletar informações sobre saberes prévios e posteriores ao término da disciplina, além de análises. As respostas foram sistematizadas e comparadas, mostrando os pontos de convergência e propondo reflexões sobre a importância de experiências interdisciplinares na formação acadêmica. Como resultado, constataram-se mudanças de percepções no transcorrer das atividades. As respostas ainda indicaram reconhecimento da potencialidade de desenvolvimento comunitário do TAN conjugado às PCAs, temas abordados durante o semestre.


This article seeks to understand the manifestation of the interdisciplinary approach in a discipline of postgraduate, master and doctor degree, program at a public university in the south of the country. Thus, it addresses how the themes Tourism in Natural Areas (TAN) and Corporal Adventura Practices (CAP) are understood and assimilated by academics, who are researchers from different areas of knowledge, during the course, held in the first half of 2022. As such, a questionnaire with discursive questions was applied to collect information about prior and subsequent knowledge at the end of the discipline, in addition to analyses. The responses were systematized and compared, showing points of convergence, and proposing reflections on the importance of interdisciplinary experiences in academic education. As a result, changes in perceptions were observed during activities. The responses also indicated recognition of the community development potential of TAN in conjunction with tha CPAs, topics addressed during the semester.


Assuntos
Exercício Físico , Meio Ambiente , Áreas Verdes , Turismo
3.
Rev. int. med. cienc. act. fis. deporte ; 23(89): 330-350, mar. 2023. tab, ilus
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-219888

RESUMO

Outdoor physical activity has become one of the main trends in Europe, specially the practice in informal places such as parks, streets or natural surrounds. The purpose of this study is to go in depth the knowledge of sports practice in urban green areas, their meanings and motivations in the environment of a medium-sized Spanish city.Considering the object of study nature, a case study design in the city of Zaragoza was chosen. This work shows a qualitative research, where three focus group with 28 participants were carried out.Results point to sports practice increase in urban green areas could be due to city expansion, green areas promotion, economic situation, sport and health links, sports culture evolution, and trends and fashions. (AU)


La actividad física al aire libre se ha convertido en una de las principales tendencias en Europa, especialmente la practicada en espacios informales tales como parques, calles o entornos naturales. Este estudio tiene como finalidad profundizar en el conocimiento de la práctica físico-deportiva en áreas verdes urbanas, sus significados y motivaciones, en el entorno de una ciudad española de tamaño medio. Dada la naturaleza del objeto de estudio, se optó por un diseño de estudio de caso en la ciudad de Zaragoza. En este trabajo se presenta una investigación de tipo cualitativo donde se realizaron tres focus group con 28 participantes. Los resultados indican que el aumento de la práctica físico-deportiva en espacios verdes urbanos podría deberse a la expansión de la ciudad, la promoción de zonas verdes, la situación económica, los vínculos entre deporte y salud, la evolución de la cultura deportiva, y las tendencias y modas. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Atividade Motora , Áreas Verdes , Área Urbana , Espanha
4.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 28: 1-11, mar. 2023. fig, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1524082

RESUMO

This study aimed to describe the physical activity (PA) in public open spaces (POS) in a medi-um-sized city in Brazil. The System for Observing Play and Recreation in Communities (SOPARC) was applied to evaluate a representative sample of users in 10 POS which received actions from the Active City, Healthy City Program. The places were evaluated four days a week (Tuesday, Wednes-day, Saturday, and Sunday) at four times (8 am, 10 am, 2 pm, and 4 pm). The proportion of users by gender, age group, skin color, and PA level was compared between the POS using the chi-square test for heterogeneity in the STATA software (p<0.05). As main results, 32,768 scans were performed in 64 target areas and identified 8,634 individuals. The highest proportion of people were males (58%), adults (38%), with white skin color (97%), and in light or moderate PA (76%). Except for skin color, there was a significant difference in the proportion of all other variables between the POS (p < 0.05). In conclusion, the POS was more commonly used by men, adults, and people of white skin color for light and moderate PA. Based on the results, program managers could reallocate resources to increase utilization and PA at each place


O objetivo deste estudo foi descrever a atividade física (AF) em espaços públicos abertos (EPA) em uma cidade de médio porte do Brasil. O System for Observing Play and Recreation in Communities (SOPARC) foi utilizado para avaliar uma amostra representativa de frequentadores de 10 EPA que receberam ações do programa Cidade Ativa, Cidade Saudável. Os locais foram avaliados quatro dias da semana (terça-feira, quarta-feira, sábado, domingo) em quatro horários (8h, 10h, 14h, 16h). A proporção de frequentadores por sexo, faixa etária, cor de pele e nível de AF foi comparada entre os EPA pelo teste do qui-quadrado para heterogeneidade no software STATA (p < 0,05). Como resultados principais, foram realizados 32.768 scans em 64 áreas-alvo e 8.634 frequentadores foram identificados. Foi observada maior proporção de pessoas do sexo masculino (58%), adultos (38%), de cor de pele branca (97%) e em AF de intensidade leve ou moderada (76%). Com exceção da cor da pele, houve diferença significante na proporção das demais variáveis entre os EPA (p < 0,05). Em conclusão, os EPA são mais comumente utilizados por homens, pessoas adultas, de cor de pele branca e para a prática de AF de intensidade leve e moderada. Com base nos resultados, os gestores do programa poderiam realocar recursos para aumentar a utilização e a AF em cada local


Assuntos
Atividade Motora , Áreas Verdes , Técnicas de Observação do Comportamento , Parques Recreativos
5.
São Paulo; s.n; 2023. 83 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1443812

RESUMO

Introdução: Associada com uma considerável quantidade de doenças crônicas, agudas e mais recentemente, a Covid 19, a deficiência de vitamina D tem se tornado cada vez mais prevalente até em regiões de baixa latitude. Objetivo geral: Identificar e caracterizar a associação entre clima, estilo de vida e áreas verdes com os status de vitamina D em mulheres. Objetivos específicos: Avaliar a associação entre concentrações séricas de 25(OH)D e fatores relacionados ao estilo de vida em uma amostra de mulheres brasileiras que vivem na latitude 21º 80' S. Analisar a associação entre verde residencial em áreas urbanas e concentrações séricas de 25(OH)D em moradoras de uma cidade brasileira interiorana de médio porte e de clima tropical. Analisar a associação entre verde residencial, estilo de vida e concentrações séricas de 25(OH)D em moradoras de cidades de clima temperado ao sul da Inglaterra. Método: Foram realizados dois estudos epidemiológicos que analisaram a influência da dieta e exposição à luz solar no status de vitamina D. Idade, variáveis antropométricas, cor da pele e estado pós-menopausa foram medidos como potenciais fatores de confusão. O estudo transversal foi realizado com 101 mulheres com 35 anos ou mais que avaliou a associação entre a concentração sérica de 25(OH)D e a exposição à radiação ultravioleta, estilo de vida e depressão. O estudo longitudinal de 1 ano avaliou o status de vitamina D em 365 mulheres caucasianas e asiáticas, na pré-menopausa e pós-menopausa, residentes na região sul do Reino Unido. Como indicador da variável áreas verdes, foi calculado o Índice de Vegetação por Diferença Normalizada. Foram usados modelos de regressão múltipla e logística para analisar a associação entre as variáveis, além de testes não paramétricos. Os estudos resultaram em três artigos que estão na presente tese. Resultados: No primeiro artigo, no estudo transversal, mulheres mais velhas tiveram uma concentração significativamente maior de 25(OH)D do que as mulheres mais jovens (p = 0,013), bem como maior exposição à RUV (p = 0,01) e menor IMC (p = 0,005). Esses achados são independentes de outros fatores de confusão medidos. No segundo artigo, observou-se uma associacao positiva estatisticamente significativa entre a exposicao ao indice de vegetacao circundante residencial abaixo da mediana e a prevalencia de niveis insuficientes de 25(HO)D (P=0,03).No terceiro artigo, no estudo de coorte, as participantes que viviam em áreas mais verdes eram mais propensas a ter status de vitamina D melhorado (RR: 1,51, IC 95%: 1,13- 2,02), assim como, as que eram mais expostas à radiação ultravioleta (RR: 2,05, IC 95%: 1,44 - 2,92). Contudo, no modelo totalmente ajustado, as variáveis etnia e hormônio paratireóideo permaneceram significantes, p < 0,001 e p = 0,003. Conclusão: Foram encontradas associações entre vitamina D, estilo de vida, saúde mental e áreas verdes importantes para um panejamento urbano e social de incentivo a atividades ao ar livre. Contudo, uma análise de mediação que elucide como as áreas verdes contribuem para maiores níveis de vitamina D através do tempo de exposição à luz solar é necessário.


Introduction: Associated with a considerable amount of chronic and acute diseases and more recently, Covid 19, vitamin D deficiency has become increasingly prevalent even in low latitude regions. General objective: To identify and characterize the association between climate, lifestyle and green areas with vitamin D status in women. Specific objectives: To evaluate the association between serum concentrations of 25(OH)D and factors related to lifestyle in a sample of Brazilian women living at latitude 21º 80' S. To analyze the association between residential green in urban areas and serum concentrations of 25(OH)D in residents of a medium-sized country town in Brazil with a tropical climate. To analyze the association between residential greenery, lifestyle and serum concentrations of 25(OH)D in residents of temperate cities in the south of England. Method: Two epidemiological studies were performed that analyzed the influence of diet and sunlight exposure on vitamin D status. Age, anthropometric variables, skin color and postmenopausal status were measured as potential confounders. A cross-sectional study was carried out with 101 women aged 35 years or older that evaluated the association between serum 25(OH)D concentration and exposure to ultraviolet radiation, lifestyle and depression. The 1-year longitudinal study assessed the vitamin D status of 365 premenopausal and postmenopausal Caucasian and Asian women residing in the southern part of the UK. As an indicator of the green areas variable, the Vegetation Index by Normalized Difference was calculated. Multiple and logistic regression models were used to analyze the association between variables, in addition to non-parametric tests. The studies resulted in three articles that are in this thesis. Results: In the first article, in the cross-sectional study, older women had a significantly higher concentration of 25(OH)D than younger women (p = 0.013), as well as greater exposure to UVR (p = 0.01) and lower BMI (p = 0.005). These findings are independent of other measured confounders. In the second article, a statistically significant positive association was observed between exposure to the surrounding residential vegetation index below the median and the prevalence of insufficient levels of 25(HO)D (P=0.03). cohort, participants who lived in greener areas were more likely to have improved vitamin D status (RR: 1.51, 95% CI: 1.13-2.02), as were those who were more exposed to ultraviolet radiation (RR: 2.05, 95% CI: 1.44 - 2.92). However, in the fully adjusted model, the variables ethnicity and parathyroid hormone remained significant, p < 0.001 and p = 0.003. Conclusion: Association was found between vitamin D, lifestyle, mental health and important green areas for urban and social planning to encourage outdoor activities. However, a mediation analysis that elucidates how green areas contribute to higher levels of vitamin D through exposure time to sunlight is needed.


Assuntos
Humanos , Feminino , Raios Ultravioleta , Vitamina D/efeitos da radiação , Áreas Verdes , Estilo de Vida
6.
São Paulo; s.n; 2023. 81 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1443952

RESUMO

Este trabalho estimou a incidência de ocorrências com escorpiões na cidade de Paulínia - SP de 2017 a 2021, associando-a a um período de suspensão dos procedimentos de controle de pragas (AGO-2019 a AGO- 2020), que é realizado nas tubulações de esgoto para o controle de baratas, Periplaneta americana (Linneu, 1758). É um estudo observacional, do tipo ecológico, realizado com dados secundários de uma série histórica de cinco anos, provenientes do departamento de vigilância em saúde municipal. As ocorrências foram classificadas em acidentes (escorpionismo) e sem acidentes (coletas de espécimes). Para as análises utilizou-se a regressão de Poisson. Observou-se taxas crescentes de ocorrências na ordem de 23% ao ano (RT = 1,23; [IC] de 95%: 1,16 a 1,32, p=0) pela regressão de Poisson. A ocorrência do tipo coleta de espécimes foi a mais observada, e o espécime mais identificado foi o Tityus serrulatus (Lutz & Mello, 1922). Foi observado um aumento significativo nas ocorrências do tipo coletas nas regiões sem área verde, após a suspensão dos serviços de controle de pragas a partir de oitavo mês, com uma razão de taxas de 2,16 [IC] de 95%: 1,55 a 3,01; p <0,001). Nas regiões com a presença de áreas verdes, o aumento não foi estatisticamente significativo (RT=1,15; [IC] de 95%: 0,77 a 1,72; p=0,50). Estas estimativas foram ajustadas pelas variáveis mês, ano e macrorregião do município, áreas 1 e 2. Os resultados corroboram outros estudos sobre a importância da sazonalidade nas taxas de ocorrências com escorpiões. Concluiu-se que as regiões do município com menor quantitativo de áreas verdes apresentaram as maiores taxas de ocorrências com escorpiões, na ausência do controle de pragas. Os resultados nas regiões com a presença de áreas verdes não foram significativos após a suspensão dos procedimentos. As áreas verdes funcionaram como modificador de efeito na interação suspensão dos procedimentos de controle de pragas e taxa de ocorrências com escorpiões.


This study estimated the incidence of occurrences with scorpions in the city of Paulínia - SP from 2017 to 2021, associating it with a period of suspension of pest control procedures (AGO-2019 to AGO- 2020), which is carried out in sewage pipes for the control of cockroaches, Periplaneta americana (Linneu, 1758). This is an observational, ecological study, conducted with secondary data from a five-year historical series from the municipal health surveillance department. The occurrences were classified as accidents (scorpion disease) and no accidents (specimen collections). Poisson regression was used for the analyses. There were increasing rates of occurrences in the order of 23% per year (RT = 1.23; [CI] of 95%: 1.16 to 1.32, p=0) by Poisson regression. The occurrence of the specimen collection type was the most observed, and the most identified specimen was the Tityus serrulatus (Lutz & Mello, 1922). A significant increase in occurrences of the type collected was observed in regions without green area, after the suspension of pest control services from the eighth month, with a rate ratio of 2.16 [CI] of 95%: 1.55 to 3.01; p <0.001). In regions with the presence of green areas, the increase was not statistically significant (RT=1.15; [CI] of 95%: 0.77 to 1.72; p=0.50). These estimates were adjusted for the variables month, year and macro-region of the municipality, areas 1 and 2. The results corroborate other studies on the importance of seasonality in the rates of occurrences with scorpions. It was concluded that the regions of the municipality with the lowest number of green areas presented the highest rates of occurrences with scorpions, in the absence of pest control. The results in the regions with the presence of green areas were not significant after the suspension of the procedures.The green areas functioned as an effect modifier in the interaction suspension of pest control procedures and rate of occurrences with scorpions.


Assuntos
Escorpiões , Controle de Pragas , Áreas Verdes , Vigilância em Saúde Pública
7.
Licere (Online) ; 25(4): 334-353, 12.2022. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1433981

RESUMO

O objetivo do trabalho é retratar a importância da modalidade de Ritmos nos espaços públicos da Região Metropolitana de Belém. Esse trabalho foi uma revisão integrativa de caráter descritivo, com o intuito de elaborar uma síntese de dados com fundamentação em materiais já elaborados contidos na literatura científica. Através dos resultados e de nossa discussão identificamos que as aulas de ritmos são essenciais para quem busca o lazer e saúde nos espaços públicos da Região Metropolitana de Belém, pois a prática dessa atividade nesses ambientes ao ar livre traz movimentação, saúde, diversão e troca de experiências no decorrer das aulas e na aprendizagem dos indivíduos. Com isso, a importância da preservação desses espaços quando se trata de relação à cidade-natureza é primordial, para que haja um equilíbrio na sociedade e que atenda a todas as comunidades.


The objective of the work is to portray the importance of the modality of Rhythms in the public spaces of the Metropolitan Region of Belém. This work was an integrative review of a descriptive nature, with the aim of elaborating a synthesis of data based on materials already prepared contained in the scientific literature. Through the results and our discussion, we identified that rhythm classes are essential for those who seek leisure and health in public spaces in the Metropolitan Region of Belém, since the practice of this activity in these outdoor environments brings movement, health, fun and exchange of experiences. experiences in the course of classes and in the learning of individuals. With this, the importance of preserving these spaces when it comes to the city-nature is paramount, so that there is a balance in society and that serves all communities.


Assuntos
Exercício Físico , Área Urbana , Dança , Áreas Verdes
8.
São Paulo; s.n; 2022. 184 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1392643

RESUMO

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU, 2017), mais da metade da população mundial vive em áreas urbanas, o que não é diferente no contexto brasileiro. O recorte desta pesquisa foi o município de São Paulo que, com o processo de urbanização, perdeu muitas áreas verdes, indicando a relevância da conservação das praças e parques existentes na cidade. Ações de movimentos sociais e ações coletivas têm surgido como forma de ocupar os espaços públicos com motivações diversas, seja no sentido de mudanças concretas em seus usos regulares, seja por razões de ordem pessoal. O objetivo da pesquisa foi mapear iniciativas; identificar motivações e analisar fatores que possam influenciar o uso e a conservação de um espaço público a partir de ações coletivas e de moradores do entorno de praças já existentes. Para tanto, foi conduzido um estudo tendo como locus a Praça da Nascente, localizada no Bairro da Pompeia, no município de São Paulo. Foi utilizada análise qualitativa com informações coletadas por meio de observação participante, registros fotográficos e entrevistas semiestruturadas, envolvendo moradores, comerciantes, o coletivo Ocupe & Abrace, entre outros grupos. A análise dos resultados das entrevistas foi realizada por meio de análise de conteúdo, segundo Bardin. Espera-se que com a identificação e a análise das motivações e fatores que podem influenciar os usos e a conservação destes espaços seja possível contribuir com estudos e a gestão destes espaços.


According to the United Nations (UN, 2017), more than half of the world's population live in urban areas, which is no different in the Brazilian context. The focus of this research was the city of São Paulo that, due to the urbanization process, lost many green areas, indicating the relevance of the conservation of the existing squares and parks in the city. Actions of social movements and collective actions have emerged as a way of occupying public spaces with different motivations, whether in the sense of concrete changes in their regular uses, or for personal reasons. The purpose of the survey was to map initiatives; to identify motivations and analyze factors that may influence the use and conservation of an urban public green space based on collective actions and those of residentes in the vicinity of existing squares. Therefore, a study was conducted at the locus Nascente Square (Praça da Nascente), located in the Pompeia neighborhood, in the city of São Paulo. Qualitative analysis was used with information collected through participant observation, photographic records and semi-structured interviews, involving residents, traders, the collective Ocupe & Abrace, among other groups. The analysis of the results of the interviews was carried out through content analysis, according to Bardin. Hopefully, the identification and analysis of the motivations and factors that can influence the uses and conservation of these spaces will contribute to studies and the management of these spaces.


Assuntos
Área Urbana , Áreas Verdes , Participação Social , Planejamento de Cidades
9.
Bol. malariol. salud ambient ; 62(2): 319-327, 2022. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, LIVECS | ID: biblio-1391348

RESUMO

El desarrollo sostenible y sustentable de nuestro mundo, es un punto clave en la mejora de la salud. Aplicando estrategias inteligentes y "verdes" constituyen la mejor y única opción en estos momentos para mejorar la pobreza en el mundo entero. En ese sentido, las habilidades adquiridas de investigación en ambientes sostenibles constituyen la base imprescindibles en los estudios de postgrado: maestría y doctorado, ya que estos nuevos profesionales serán los responsables de llevar a cabo esta nueva manera de vivir. En este trabajo se determina, cómo los estudiantes de posgrado se enfrentan a las habilidades de investigación: pensamiento crítico, comunicación oral y escrita, y habilidades de investigación sostenible y sustentable(AU)


The sustainable development of our world is a key point in improving health. Applying intelligent and "green" strategies, constituting the best and only option at this time to improve poverty in the entire world. In this sense, the skills acquired in research on sustainable environments constitute the essential base in postgraduate studies: master's and doctorate, since these new professionals will be responsible for carrying out this new way of living. In this work, it is determined how postgraduate students face research skills: critical thinking, oral and written communication, and sustainable research skills(AU)


Assuntos
Pesquisa , Estudantes , Educação de Pós-Graduação , Desenvolvimento Sustentável , Pobreza , Meios de Transporte , Saúde Ambiental , Estratégias de Saúde , Área Urbana , Áreas Verdes
10.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 14(1): 1-22, jan.-abr. 2021.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1279121

RESUMO

O modelo da prevenção criminal pelo design ambiental (Crime Prevention through Environmental Design - CPTED) enfatiza como elementos do ambiente podem inibir ou induzir a ocorrência de vários tipos de delitos e a percepção de insegurança. Isso é especialmente estratégico em locais de uso múltiplo e de livre acesso, como no caso dos parques públicos em grandes cidades. O objetivo desta pesquisa foi testar o papel preditivo de variáveis especificadas pela CPTED sobre a percepção de segurança, com base em um survey in loco com 126 usuários de parque público, incluindo itens sobre hábitos, ocorrências criminais, avaliação do ambiente e variáveis sociodemográficas. Modelos de regressão linear hierárquica mostraram que sexo, experiências de vitimização e a avaliação da infraestrutura funcionaram como variáveis antecedentes adequadas. Os resultados são discutidos no contexto do cenário criminal brasileiro, da inércia da população e, sobretudo, das possibilidades de intervenção em políticas públicas de segurança.


The model of Crime Prevention through Environmental Design (CPTED) emphasizes how elements of the environment may inhibit or induce the occurrence of various types of crime and the perception of insecurity. This is especially strategic in places of multiple uses and free access, as in the case of public parks in big cities. The objective of this research was to test the predictive role of variables specified by CPTED on the perception of security, based on a survey in loco with 126 public park users, including items on habits, criminal occurrences, environmental assessment and sociodemographic variables. Hierarchical linear regression models showed that sex, experiences of victimization, and the evaluation of infrastructure worked as appropriate background variables. The results are discussed in the context of the Brazilian criminal scenario, the inertia of the population and, above all, the possibilities of intervention in public policies for security.


Assuntos
Segurança , Comportamento Criminoso , Percepção , Política Pública , Vítimas de Crime , Crime , Meio Ambiente , Áreas Verdes , Criminosos , Parques Recreativos
12.
Gac. sanit. (Barc., Ed. impr.) ; 34(2): 194-196, mar.-abr. 2020.
Artigo em Espanhol | IBECS | ID: ibc-196058

RESUMO

Los estudios científicos que demuestran los beneficios para la salud del contacto regular con espacios naturales y la realización de actividad física en ellos son cada vez más precisos y concluyentes, e incorporan numerosos aspectos relacionados con la salud física y mental. Los equipos de los parques naturales han desarrollado numerosas iniciativas para incorporar el vector de la salud en la planificación y la gestión de estos espacios, con resultados exitosos tanto para la mejora de la salud y el bienestar de las personas como para la conservación del patrimonio natural. En los últimos años han surgido numerosos proyectos en distintas comunidades autónomas y entidades locales que muestran el potencial de esta línea de trabajo colaborativo. Sería deseable desarrollar una estrategia conjunta entre los ámbitos de la salud y la conservación de la naturaleza con el fin de potenciar los indicados beneficios mediante proyectos conjuntos a distintas escalas


Scientific studies showing how regular contact and physical activity in natural environments result in health benefits are increasingly precise and conclusive, and include many aspects related to physical and mental health. Starting from protected areas departments, many initiatives have appeared to incorporate health in the planning and management of these natural spaces, with successful results both for the improvement of the health and well-being of the people and for the conservation of the natural heritage. In recent years, numerous projects have arisen in different autonomous communities and local administrations, which show the potential of this line of collaborative work. It would be desirable to develop a joint strategy between the departments of health and nature conservation in order to enhance the indicated benefits through common projects at different scales


Assuntos
Humanos , Natureza , Exercício Físico/psicologia , Áreas Verdes , Estilo de Vida Saudável , Nível de Saúde , Atividades de Lazer/psicologia
13.
Rev. bras. ciênc. vet ; 26(3): 82-86, jul./set. 2019. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1491640

RESUMO

Os espaços coletivos com grande circulação de pessoas e animais tutelados ou errantes, como as praças públicas, podem gerar um problema para a saúde pública, uma vez que os animais podem eliminar fezes contaminadas por parasitos nesses locais, desempenhando um importante papel epidemiológico na transmissão de zoonoses parasitárias. Portanto, este trabalho teve como objetivo avaliar a contaminação por parasitos zoonóticos em dez praças públicas da cidade de Sousa, Paraíba, bem como avaliar o melhor método de diagnóstico de infestação ambiental por estes parasitas. Foram feitas coletas de solo em cinco pontos diferentes de cada praça, por raspagem superficial em quadrantes delimitados por 15 cm, sendo coletados 200g da parte central de cada ponto. Os métodos de diagnósticos utilizados foram Flutuação Simples, Sedimentação Simples, Faust e Centrífugo-Flutuação em Solução de Sacarose. Das praças avaliadas, 90% (9/10) obtiveram pelo menos uma amostra positiva. O gênero de parasito mais frequente foi Ancylostoma spp., presente em 70% (7/ 10) das praças analisadas; seguido por Strongyloides spp., coccídeos e Taenia spp., em 40% (4/10); Toxocara spp., em 30% (3/10); e Cystoisospora spp. e Trichuris spp., em 10% (1/10). O método de Sedimentação Simples foi o mais eficaz, resultando em 44% (22/50) de amostras positivas. Os demais métodos não atingiram 15% de positividade. Concluiu-se que as praças públicas analisadas encontram-se altamente infestadas por parasitos zoonóticos, representando um risco a saúde pública no município de Sousa-PB.


Collective spaces with large circulation of people and animals domiciled or wandering, such as public squares, can generate a public health problem, since the animals can eliminate feces contaminated by parasites in these places, playing an important epidemiological role for zoonosis transmission. Therefore, the objective of this work was to evaluate the contamination by zoonotic parasites in ten public squares of the city of Sousa, Paraíba, as well as to evaluate the best method for the diagnosis of environmental infestation by these parasites. Soil samples were collected at five different points of each square, by surface scraping in quadrants delimited by 15 cm, with 200g of the central part of each point being collected. The diagnostic methods used were Simple Flotation, Simple Sedimentation, Faust and Centrifugal-Fluctuation in Sucrose Solution. At least one positive sample in 90% (9/10) of the evaluated squares. The most frequent parasite genus was Ancylostoma spp., present in 70% (7/10) of the analyzed squares; followed by Strongyloides spp., coccidia and Taenia spp., in 40% (4/10); Toxocara spp., in 30% (3/10); and Cystoisospora spp. and Trichuris spp., in 10% (1/10). The Simple Sedimentation method was the most effective, resulting in 44% (22/50) of positive samples. The other methods did not reach 15% positivity. It was concluded that the analyzed public squares are highly infested by zoonotic parasites, representing a public health risk in the municipality of Sousa-PB.


Assuntos
Ancilostomíase , Fezes/parasitologia , Helmintíase , Parasitos , Toxocaríase , Áreas Verdes/análise , Zoonoses
14.
Licere (Online) ; 22(2): 268-296, junho.2019. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1009555

RESUMO

O objetivo desta pesquisa foi mapear a produção científica em periódicos nacionais da área de Educação Física, entre os anos de 2006 ­ 2016, relacionadas à prática de atividades físicas de aventura na natureza para pessoas com deficiência. Como instrumento de coleta dos dados, foi realizada uma busca em periódicos nacionais da área de Educação Física, avaliados entre A1 e B2 pela WebQualis (2016), mais a Revista da Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada. Os resultados mostraram um número inexpressivo de pesquisas publicadas envolvendo pessoas com deficiência na prática de atividades físicas de aventura na natureza, ao mesmo tempo em que evidencia que a deficiência não é um impedimento para sua realização. Contudo essas experiências trazem benefícios como oportunizar a este grupo a vivência de atividades diferenciadas do dia a dia, ampliando as opções de lazer, além de potencializar as capacidades dos praticantes.


The goal of this research was to map the scientific production in national periodicals of the Physical Education area, between the years 2006 ­ 2016, related to the practice of physical adventure activities in nature for people with disabilities. As a data collection instrument, a search was conducted in national journals of the Physical Education area, evaluated between A1 and B2 by WebQualis (2016) and the Brazilian Association of Adapted Motor Activity journal. The results showed an inexpressive number of published researches involving people with disabilities in the practice of adventure physical activities in nature, while showing that the disability is not an impediment to their achievement. However, these experiences bring benefits such as giving this group the opportunity to experience different daily activities, expanding leisure options, and enhancing the skills of practitioners.


Assuntos
Humanos , Exercício Físico , Pessoas com Deficiência , Áreas Verdes , Estilo de Vida Saudável , Atividades de Lazer , Acessibilidade Arquitetônica , Inclusão Escolar
15.
Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004) ; 39(1): 4-11, mar. 2019. ilus., tab., graf.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1021445

RESUMO

El sedentarismo está aumentando en la Ciudad Autónoma de Buenos Aires (CABA). Es importante estudiar el ambiente construido que promueve la realización de actividad física (AF). Nuestro objetivo fue analizar la distribución del espacio verde (EV) apto para realizar AF, así como la oferta estatal de actividades deportivas gratuitas en la ciudad. Se realizó un estudio ecológico analizando y mapeando datos según fuentes e informes oficiales de CABA para 2015. Hicimos un análisis por número absoluto, superficie, densidad poblacional y valor promedio del metro cuadrado construido por comuna. Además, realizamos un análisis cualitativo según imágenes satelitales de la ciudad. La mediana de espacio verde apto para AF era de 2,6 m2/habitante (rango intercuartílico de 1,0 a 4,6). La menor cantidad estuvo en las comunas céntricas, más densamente pobladas, así como en la mayoría de las de menor valor del terreno (una de estas tenía buena cantidad de EV, pero con un ambiente construido que podría limitar la realización de AF). En cambio, en cuanto a las actividades deportivas gratuitas, a menor valor del terreno había mayor oferta. Estos resultados deben analizarse junto con condiciones ambientales y de seguridad para la planificación integral de la ciudad. (AU)


Sedentary lifestyle is increasing in Buenos Aires City (CABA). It is important to study the built environment that promotes physical activity (PA). Our objective was to analyze the distribution of the green spaces or urban open spaces (GS) suitable for PA, as well as the state offer of free sports activities in the city. We did an ecological study, analyzing and mapping data according to sources and official reports of CABA for 2015. We performed analyses by absolute number, area, population density and average value of the built squared meter for each district (comuna). In addition, we did a qualitative analysis according to satellite images of the city. The median of green space suitable for PA was 2.6 m2 / inhabitant (interquartile range 1.0 to 4.6). The smallest amount was in the central districts, more densely populated, as well as in most of the lower landvalue ones (one of these had a good amount of GS, but with a built environment that could limit the practice of PA). In contrast, regarding free sports activities, the lower the value of the land, the greater the state offer. These results must be analyzed along with environmental and safety conditions for an integral planning of the city. (AU)


Assuntos
Humanos , Regionalização da Saúde/organização & administração , Esportes/tendências , Equidade em Saúde/estatística & dados numéricos , Áreas Verdes/estatística & dados numéricos , Doenças não Transmissíveis/prevenção & controle , Ambiente Construído/estatística & dados numéricos , Argentina , Qualidade de Vida , Regionalização da Saúde/tendências , Classe Social , Esportes/estatística & dados numéricos , Saúde Pública/estatística & dados numéricos , Equidade em Saúde/organização & administração , Estudos Ecológicos , Comportamento Sedentário , Senso de Coerência , Estilo de Vida Saudável , Ambiente Construído/provisão & distribuição , Ambiente Construído/tendências , Promoção da Saúde/organização & administração
16.
São Paulo; s.n; 2019. 90 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1023397

RESUMO

Mosquitos são insetos dípteros, pertencentes à Família Culicidae. São encontrados em quase todas as regiões do mundo, com exceção daquelas permanentemente congeladas. A família Culicidae apresenta duas subfamílias, Anophelinae e Culicinae as quais existem principalmente na região Neotropical (América do Sul e Central). Muitas espécies de Culicidae são vetores de diversos patógenos: vírus (arbovírus), filárias (nematoides) e protozoários. Neste projeto foram estudados espécimes adultos de vários gêneros de mosquitos oriundos dos parques da cidade de São Paulo, escolhidos por região (parques Anhanguera, Ibirapuera, Santo Dias e Shangrilá). Foi selecionado o gene mitocondrial citocromo C oxidase subunidade I (COI) que tem sido extensivamente usado para estudos populacionais e para resolver relacionamentos entre grupos fechados de espécies de insetos. O marcador mostrou-se adequado para as análises. As sequências foram comparadas através de métodos de análises evolutivas (UPGMA e Neighbor-joining). A utilização de outros marcadores como por exemplo microssatélites, para a continuidade dos estudos e futuras confirmações das espécies Cq. venezuelensis, Ma. titillans, Cx. declarator, Wy. sp., Cx. (Mel) ribeirensis e (Mel) Ma. wilsoni é uma necessidade, assim como os registros das respectivas sequências no banco de genes produzidas nesta pesquisa. O parque Anhanguera, mais distante dos aglomerados humanos, proporciona a circulação de parasitas de infecções silvestres; o parque Ibirapuera, no centro da malha urbana, favorece as espécies mais antropofílicas e sinantrópicas.


Mosquitoes are dipterous insects, belonging to the Culicidae family. Are found in almost all regions of the world, with the exception of those permanently frozen. The Culicidae family features two subfamily Anofelinea and Culicinae to which there are mainly in the Neotropical region (South and Central America). These agents cause illnesses and injuries in men and animals, receiving special attention for hematophagic habit. On this project we studied adult specimens of several mosquito genera from the city of São Paulo, chosen by region (parks Anhanguera, Ibirapuera, Santo Dias and Shangrilá). We selected the mitochondrial cytochrome C oxidase I (COI) gene that has been extensively used for population studies and to resolve relationships between closed groups of insect species. The marker proved to be adequate for the analyzes. The sequences were compared by methods of evolutionary analysis (UPGMA and Neighbor-joining). The use of other markers such as microsatellites for the continuity of studies and future confirmations of the species Cq. venezuelensis, Ma. titillans, Cx. declarator, Wy. sp., Cx. (Mel) ribeirensis and Ma. wilsoni and a need, as well as the records of the respective sequences in the gene bank produced in this research. The Anhanguera park furthest from human settlements, provides the circulation of wild-type parasites; the Ibirapuera park at the centre of the urban network, favors the more anthropogenic and synanthropic species.


Assuntos
DNA , Cidades , Dípteros , Áreas Verdes , Culicidae , Parasitos
17.
São Paulo; s.n; 2019. 125 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1023540

RESUMO

A transição para sustentabilidade nas grandes cidades representa um dos maiores desafios na atualidade. As cidades são os habitats mais modificados da Terra, projetados para usufruto quase que exclusivamente humano. A sustentabilidade em áreas urbanas torna-se ainda mais complexa considerando um futuro de previsão de mudanças climáticas. Neste sentido, a infraestrutura verde, com redes de espaços verdes interconectados que conservam valores naturais de um ecossistema, como parques, florestas, praças, hortas, arborização urbana e outras formas de paisagens naturais, cumpre papel significativo nas grandes cidades, provendo serviços ecossistêmicos (SE) e proporcionando bem-estar e qualidade de vida para os indivíduos. A megacidade de São Paulo, apesar do seu processo de urbanização que ocasionou perda significativa de sua cobertura vegetal, conta com áreas verdes como praças, jardins, parques e unidades de conservação que, embora distribuídos de forma irregular no território paulistano, cumprem papel importante na dinâmica cotidiana de seus cidadãos. Uma dessas importantes áreas verdes é o Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (PEFI), localizado na zona sul. Considerando a importância desse terceiro maior fragmento florestal de Mata Atlântica na mancha urbana da cidade, esta dissertação apresenta e discute resultados de uma pesquisa cujo objetivo foi compreender os benefícios propiciados aos indivíduos pela área verde do PEFI, identificando SE providos e como estes reverberam em bemestar e qualidade de vida. O estudo privilegiou pesquisa exploratória, com uma abordagem quanti e qualitativa, incluindo revisão de literatura, pesquisa documental e realização de entrevistas, por meio de aplicação de questionário aos visitantes do parque. Os resultados revelam que os entrevistados têm plena concordância sobre os SE providos pelo PEFI e consideram de alta importância os chamados SE culturais. Para os visitantes, o SE cultural espiritual e o SE de regulação são os principais benefícios perceptíveis associados ao PEFI. Os dados mostram também que, entre as principais motivações para a visitação ao parque, estão recreação/lazer e apreciação da paisagem, considerando o potencial contemplativo, sobretudo do Jardim Botânico. Entre os entrevistados, há o reconhecimento de que essa área é importante para melhoria da qualidade ambiental da cidade. Além disso, o potencial restaurativo do parque, que promove redução de estresse, bem-estar e coesão social, e amplia a relação dos visitantes com a natureza, foi um importante aspecto levantado. Os resultados da pesquisa colaboram para o avanço do conhecimento técnico-científico sobre a importância da manutenção e ampliação da infraestrutura verde na cidade para provisão de SE e, sobretudo, para promoção de qualidade de vida para seus habitantes.


The transition to sustainability in large cities represents one of the greatest challenges for humanity. Cities are the most modified habitats on Earth, designed for almost exclusively human usage. Sustainability in urban areas becomes even more complex considering a future of climate changes. In this sense, green infrastructure, with networks of interconnected green spaces that conserve the natural values of an ecosystem, such as parks, forests, squares, gardens, urban forestation and other forms of natural landscapes, plays a significant role in large cities, providing ecosystem services (ES) and providing well-being and quality of life for individuals. São Paulo's megacity, despite its urbanization process that caused a significant loss of its vegetation cover, has green areas such as squares, gardens, parks and conservation units that, although distributed irregularly in the territory of São Paulo, play an important role in dynamics of its citizens. One of these important green areas is the Fontes do Ipiranga State Park (PEFI), located in the south zone. Considering the importance of this third largest forest fragment of Atlantic Forest in the city's urban area, this dissertation presents and discusses results of a research whose objective was to understand the benefits provided to individuals by the green area of the PEFI, identifying ES provided and how they reverberate in well-being and quality of life. The study focused on exploratory research, with a quantitative and qualitative approach, including literature review, documentary research and interviewing, through the application of a questionnaire to park visitors. The results reveal that the interviewees have full agreement on the ESs provided by the PEFI and consider the socalled cultural ESs of high importance. For visitors, the spiritual cultural ES and the ES of regulation are the main perceived benefits associated with the PEFI. The results also point out the main motivations for visitation are recreation / leisure and the appreciation of the landscape, considering the contemplative potential, especially of the Botanical Garden. Among the interviewees, there is the recognition that this area is important to improve the environmental quality of the city. In addition, the park's restorative potential, which promotes the stress reduction, well-being and social cohesion, and broadens the relationship of visitors with nature, was an important aspect raised. The results of this research contribute to the advancement of technical-scientific knowledge about the importance of maintaining and expanding the green infrastructure in the city to provide ES and, above all, to promote well-being and quality of life for its inhabitants.


Assuntos
Qualidade de Vida , Cidade Saudável , Áreas Verdes
18.
Licere (Online) ; 21(4): i:339-f:358, dez2018. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-981546

RESUMO

O objetivo é analisar se as políticas públicas de esporte e lazer em parques de Campo Grande/MS promovem a acessibilidade metodológica e programática das pessoas com deficiência. Trata-se de uma pesquisa descritivo-exploratória, realizada em cinco parques esportivos de Campo Grande-MS, por meio de entrevistas estruturadas. Os resultados indicam que o poder público não tem promovido a acessibilidade programática e metodológica, a partir do momento que inexistem ações políticas para esse público. A inclusão de pessoas com deficiência foi verificada apenas em um parque, promovida por uma ONG. Os programas analisados não adaptaram as regras com ênfase na acessibilidade metodológica e inclusão de todas as pessoas. Dessa forma, conclui-se que o direito de acessibilidade programática e metodológica das pessoas com deficiências nas práticas de esporte e lazer de Campo Grande/MS tem sido violado.


The aim is to analyse if the public policies of sport and leisure in parks of Campo Grande/MS promote the methodological and programmatic accessibility of people with disabilities. It is a descriptive-exploratory research, through structured interviews. The results indicate that the government has not promoted programmatic and methodological accessibility, from the moment that there is no political actions for this audience. An inclusion of people with disabilities only in a park was verified (promoted by a Non-Governmental Organization). The programs analysed did not adapt the rules with an emphasis on methodological accessibility and inclusion of all people. Thus, it concludes that the right of programmatic and methodological accessibility of people with disabilities in the sports and leisure practices of Campo Grande / MS has been violated.


Assuntos
Humanos , Acessibilidade Arquitetônica , Política Pública , Organizações , Pessoas com Deficiência , Áreas Verdes , Esportes para Pessoas com Deficiência , Parques Recreativos , Atividades de Lazer
19.
Pesqui. prát. psicossociais ; 13(4): 1-16, out.-dez. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1002768

RESUMO

A investigação e o incentivo ao uso de espaços verdes em hospitais de custódia atuam como alternativa para aumentar o bem-estar e a qualidade de vida daqueles que experienciam esse ambiente. Trata-se de uma vertente oposta ao conceito de confinamento, porém congruente com as teorias que discutem a importância dos elementos naturais para a saúde e restauração do estresse. Para tanto, procurou-se identificar como os espaços verdes podem contribuir para a restauração do estresse psicofísiológico de usuários do hospital de custódia. A técnica de Fotografia do Ambiente foi aplicada em associação à entrevista semiestruturada. Buscou-se compreender as especificidades capturadas por meio das fotografias, discutindo-as com base nos pressupostos e na literatura dos Estudos Pessoa-Ambiente. Doze participantes retrataram diferentes lugares, percepções e sentimentos em resposta às indagações propostas. Constatou-se que os ambientes e as paisagens naturais se destacaram quanto ao potencial benéfico à saúde e à redução psicofisiológica do estresse.


The proposal to investigate and encourage the use of green spaces in custodial hospitals acts as a healthy alternative to human beings who experience this type of environment. This is a work line opposed to the concept of confinement, congruent with theories that deal with the importance of natural elements for health and stress restoration. In this sense, we sought to identify how green spaces can contribute to psychophysiological restoration from stress in a custodial hospital. Therefore, the Environmental Photography technique in association with semi-structured interviews was applied. It was sought to understand the specificities captured through the photographs, discussing them based on the assumptions and the literature of the Person-Environment Studies. Twelve participants portrayed different places, perceptions and feelings in response to the proposed questions. It was verified that natural environments and landscapes stood out as to the beneficial potential to health, as well as in stress reduction.


La investigación y el incentivo al uso de espacios verdes en hospitales de custodia actúa como alternativa para aumentar el bienestar y la calidad de vida de aquellos que experimentan ese ambiente. Se trata de una vertiente opuesta al concepto de confinamiento, pero congruente con las teorías que discuten la importancia de los elementos naturales para la salud y restauración del estrés. Para ello, se buscó identificar cómo los espacios verdes pueden contribuir a la restauración del estrés psicofísiológico de usuarios del hospital de custodia. La técnica de Fotografía del Ambiente fue aplicada en asociación a la entrevista semiestructurada con el fin de comprenderlas especificidades capturadas a través de las fotografías y discutirlas con base en los presupuestos y en la literatura de los Estudios Pessoa-Ambiente. Doce participante retrataron diferentes sitios, percepciones y sentimientos en respuesta a las indagaciones propuestas. Se constató que los ambientes y los paisajes naturales se destacaron en cuanto al potencial benéfico a la salud y en la reducción psicofisiológica del estrés.


Assuntos
Recuperação e Remediação Ambiental , Hospitais Psiquiátricos , Qualidade de Vida , Estresse Psicológico , Terapias Complementares , Áreas Verdes , Fotografia , Psicologia Ambiental
20.
Rev. biol. trop ; 66(4): 1421-1435, oct.-dic. 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1003335

RESUMO

Resumen La calidad ambiental contribuye con el bienestar físico y mental de la población. En este sentido las áreas verdes (AV) de las ciudades son espacios esenciales para la convivencia, el deporte, la socialización, y la recreación, entre otros. El objetivo de esta investigación fue determinar las condiciones ambientales de las AV, utilizando indicadores como herramientas para la gestión urbana en dos ciudades de Costa Rica. El área de estudio correspondió a los distritos de Heredia y el Carmen, Costa Rica. Se determinaron las AV existentes utilizando imágenes satelitales Rapid Eye, 2012 mediante análisis espacial y teledetección. Se aplicaron 11 indicadores de áreas verdes urbanas, se identificó la especie, se midió la altura, el DAP y el número de árboles en parques y calles. Además, se realizaron encuestas a los usuarios de las AV públicas, en temas relacionados con accesibilidad y uso de las AV. Se identificaron cinco tipos de AV en el Carmen y seis Heredia. El porcentaje de áreas verdes públicas y privadas correspondió a 36 % y 64 % en el Carmen y 13 % y 87 % en Heredia, respectivamente. El área verde per cápita (m2/hab) fue de 24.6 en el Carmen y de 2.7 en Heredia. Se identificaron 62 especies de árboles en los parques del Carmen y 23 en Heredia. Se contabilizaron 1 105 árboles de 61 especies en las calles, aceras y avenidas del Carmen y 278 individuos de 47 especies en Heredia. En cuanto a la existencia de vegetación ribereña se determinó que los ríos Pirro, Burrio, Torres y la quebrada Negritos mantienen 82, 51, 81 y 14 % del área de protección de sus márgenes en uso conforme. De 11 AV públicas evaluadas, nueve presentaron una accesibilidad física alta. En ambos distritos los ciudadanos encuestados indicaron la necesidad de contar con más AV, resaltando el valor recreativo, ecológico y turístico de estos espacios. Se concluye que los indicadores de AV urbanas evidenciaron diferencias entre las condiciones ambientales en las dos ciudades evaluadas, y la factibilidad de su aplicación como insumo para la gestión ambiental sostenible de los ecosistemas urbanos.(AU)


Abstract Environmental quality contributes to the physical and mental well-being of the population. In this way, the green areas (GA) of the cities are essential spaces for coexistence, sports, socialization, and recreation, among others. The objective of this research was to determine the environmental conditions of green areas, using indicators as tool for urban management in two cities of Costa Rica. The study area corresponded to the districts of Heredia and Carmen, Costa Rica. The existing GA were determined using Rapid Eye satellite images, 2012 through spatial analysis and remote sensing. Eleven indicators of urban green areas were applied, the species was identified, the height, the diameter at breast height (DBH) and the number of trees in parks and streets were measured. In addition, surveys were conducted to users of public GA, on issues related to accessibility and use of GA. Five types of GA were identified in Carmen and six in Heredia. The percentage of public and private green areas corresponded to 36 % and 64 % in Carmen and 13 % and 87 % in Heredia respectively. The green area per capita (m2/hab) was 24.6 in Carmen and 2.7 in Heredia. Sixty-two species of trees were identified in the Carmen parks and 23 in Heredia. There were 1 105 trees of 61 species in the streets, sidewalks and avenues of Carmen and 278 individuals of 47 species in Heredia. Regarding the existence of riparian vegetation, it was determined that Pirro, Burrio, Torres and Negritos streams maintain 82, 51, 81 and 14 % of margin protection areas in conforming use. Eleven of the public GA's were evaluated, nine presented a high physical accessibility. In both districts, the surveyed citizens indicated the necessity to have more GA, highlighting the recreational, ecological and touristic value of these spaces. It is concluded that the indicators of urban green areas showed that there are differences between the environmental conditions in both of the evaluated cities. In addition, the applicability of the indicators is feasible as an input for the sustainable environmental management of urban ecosystems.(AU)


Assuntos
Cidades , Áreas Verdes , Parques Recreativos , Indicadores Ambientais , Costa Rica
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...