Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 672
Filtrar
1.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 1980-1980, 20200210. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1147125

RESUMO

As tubercúlides são reações de hipersensibilidade cutânea aos antígenos do Mycobacterium tuberculosis. Este é o caso de uma mulher de 45 anos que procurou a Unidade Básica de Saúde (UBS) com um quadro de eritema nodoso com mais de 10 anos de evolução, de etiologia desconhecida, e que evoluía como nódulos em pescoço e membros, que se tornavam úlceras necróticas, cicatrizavam e recidivavam periodicamente. Biópsias das lesões evidenciavam um processo inflamatório granulomatoso com extensa necrose, sugestivo de tuberculose, mas sem a presença do bacilo. Após anos sem tratamento adequado, finalmente levantou-se a hipótese de tubercúlide papulonecrótica. A paciente iniciou tratamento com o esquema básico (2RHZE/4RH) e dessensibilização vacinal, recebendo alta por cura.


Las tubercúlides son reacciones de hipersensibilidad cutánea a los antígenos del Mycobacterium tuberculosis. Este es el caso de una mujer de 45 años que buscó la Unidad Básica de Salud (UBS) con un cuadro de eritema nodoso con más de 10 años de evolución, de etiología desconocida, y que evolucionaba como nódulos en cuello y miembros, que se tornaban úlceras necróticas, cicatrizaban y recidivaban periódicamente. Las biopsias de las lesiones evidenciaban un proceso inflamatorio granulomatoso con una extensa necrosis, sugestiva de tuberculosis, pero sin la presencia del bacilo. Después de años sin tratamiento adecuado, finalmente se levantó la hipótesis de tubercúlide papulonecrótica. La paciente inició tratamiento con el esquema básico (2RHZE / 4RH) y desensibilización vacunal, recibiendo alta por curación


The tuberculids are cutaneous hypersensitivity reactions to Mycobacterium tuberculosis antigens. This is the case of a 45-year-old woman who sought the Basic Health Unit (BHU) with erythema nodosum with a 10-year evolution, of unknown etiology, that evolved as nodules in the neck and limbs, which became necrotic ulcers, cicatrized and recurred periodically. Biopsies of the lesions revealed a granulomatous inflammatory process with extensive necrosis, suggestive of tuberculosis, but without the presence of the bacillus. After years without adequate treatment, the hypothesis of papulonecrotic tuberculids finally arose. The patient started treatment with the basic regimen (2RHZE/4RH) and vaccine desensitization, receiving discharge by cure.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Tuberculina , Tuberculose Cutânea , Hipersensibilidade Tardia , Mycobacterium tuberculosis
2.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2611-2611, 20200210. ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1147119

RESUMO

A pandemia da COVID-19 trouxe como uma de suas consequências a necessidade de reorganização dos sistemas de saúde. A Atenção Domiciliar (AD) se apresenta como opção para: interromper a transmissão; identificação precoce e cuidado de pacientes infectados; possibilidade de alta precoce e continuidade do cuidado fora do hospital; além da orientação aos familiares. Este artigo apresenta as possibilidades de cuidados no domicílio pelas equipes de Atenção Primária à Saúde (APS) e de AD e os cuidados necessários que estas equipes devem ter ao realizar seu trabalho. É necessário manter pessoas seguras em casa, evitar a exposição ao risco, manter o papel de vigilância e cuidado das que dependem da AD, e as equipes devem reorganizar o processo de trabalho para um cuidado domiciliar efetivo. Na APS o cuidado remoto parece ser uma alternativa viável pelos agentes de saúde para o monitoramento, orientação e seguimento dos pacientes, deixando a visita domiciliar com a equipe para aqueles casos indicados. AD na suspeita ou confirmação da COVID-19 é possível, desde que a equipe esteja treinada, disponha de todos os Equipamentos de Proteção Individuais (EPI) necessários e o ambiente domiciliar compatível. Deve-se garantir continuidade do cuidado para pessoas com doenças crônicas durante a pandemia necessitam, sendo possível equacionar ferramentas da telemedicina e cuidado presencial caso a caso. Para os pacientes que foram hospitalizados e evoluíram satisfatoriamente é possível avaliar a continuidade do cuidado no domicílio sob acompanhamento da APS e AD. Devem ser instituídas medidas de precauções para a equipe e pacientes, garantindo que todos os profissionais sejam capacitados para uso de EPI, além de orientações para prevenção da transmissão de agentes infecciosos no domicílio. AD é essencial para acesso a pessoas com condições agudas, descompensação de doenças crônicas, tendo o desafio da organização do serviço utilizando a telessaúde e cuidados domiciliares de forma racional.


One of the consequences of the covid-19 pandemic was the necessity to reorganize health systems. Home care (HC) may be an option to interrupt transmission; early identification and care of infected patients; possibilities of early discharge and continuity of care outside the hospital; and family members guidance. This article aims to present possibilities of care at home by the Primary Health Care (PHC) and HC teams and the necessary care that these teams must have when carrying out their work. It is necessary to keep people safe at home, avoid risk exposure, maintain surveillance and care for those who depend on HC, and teams must reorganize the work process to an effective home care. In PHC, remote care seems to be a viable alternative for health personal to monitor, guide and follow up patients, leaving home visits with the team for those cases indicated. AD in the suspicion or confirmation of COVID-19 is possible, as long as the team is trained, has all the necessary Personal Protection Equipment (PPE) and the compatible home environment. Continuity of care should be ensured for people with chronic diseases during the pandemic, making it possible to consider telemedicine tools and face-to-face care on a case-by-case basis. For patients who have been hospitalized and progressed satisfactorily, it is possible to assess the continuity of care at home by PHC and HC monitoring. Precautionary measures must be put in place for staff and patients, ensuring that all professionals are trained in the PPE uses, in addition to guidelines for preventing infectious agent's transmission at home. HC is essential for access to people with acute conditions, decompensation of chronic diseases, with the challenge of organizing the service using telehealth and HC in a rational way.


Recomendações Atenção Domiciliar e COVID-19Rev Bras Med Fam Comunidade. Rio de Janeiro, 2020 Jan-Dez; 15(42):26112IntroduçãoDevido ao estado de emergência em Saúde Pública internacional desencadeado pela pandemia de COVID-19, com 5.934.936 casos e 367.166 óbitos ao final de maio de 2020, impõe-se um esforço internacional para a mitigação da transmissão e atendimento adequado aos infectado.1 A organização dos sistemas de saúde mundiais visa respostas imediatas e coordenadas dos diversos pontos das Redes de Atenção à Saúde (RAS), a qual o mais responsiva será quanto mais o acesso for universalizado e mais organizada e articulada estiver esta rede.2,3,4,5A medida preconizada pela OMS e adotada pela quase totalidade dos países, baseada nas melhores evidências disponíveis, foi o distanciamento social,6 que modificou radicalmente a forma de organização dos Sistemas de Saúde.4 Houve fechamento de serviços de atendimento a condições crônicas ambulatoriais, modificação das portas de entrada de Unidades Básicas de Saúde e de Pronto Atendimento, e indução da população a permanecer em casa, evitando uso de serviços para condições agudas leves, e para controle de condições crônicas, sem a definição de fluxos alternativos na RAS.2,3,7Una de las consecuencias de la pandemia de Covid-19 fue la necesidad de reorganizar los sistemas de salud. La atención domiciliaria (HC) puede ser una opción para interrumpir la transmisión; identificación temprana y cuidado de pacientes infectados; posibilidad de alta temprana y continuidad del cuidado fuera del hospital; además de orientación de los miembros de la familia. Este artículo presenta las posibilidades de cuidado en el hogar por parte de los equipos de Atención Primaria de Salud (APS) y AD y los cuidados necesarios que estos equipos deben tener al realizar su trabajo. Es necesario mantener a las personas seguras en casa, evitar la exposición al riesgo, mantener la vigilancia y cuidado de quienes dependen de AD, y los equipos deben reorganizar el proceso de trabajo para una atención domiciliaria efectiva. En la APS, el cuidado remoto parece ser una alternativa viable para el personal de salud para monitorear, orientar y dar seguimiento a los pacientes, dejando las visitas domiciliarias con el equipo para los casos indicados. AD en la sospecha o confirmación de Covid-19 es posible, siempre y cuando el equipo esté capacitado, tenga todo los Equipos de Protección Individual (EPI) necesario y el entorno doméstico compatible. Se debe garantizar la continuidad de la atención que las personas con enfermedades crónicas necesitan durante la pandemia, lo que permite considerar las herramientas de telemedicina y el cuidado presencial caso por caso. Para los pacientes que han sido hospitalizados y han progresado satisfactoriamente, es posible evaluar la continuidad de la atención en el hogar mediante el monitoreo de APS y AD. Se deben tomar medidas de precaución para el personal y los pacientes, asegurando que todos los profesionales estén capacitados en el uso de EPI, además de orientaciones para prevenir la transmisión de agentes infecciosos en el hogar. La AD es esencial para el acceso a personas con afecciones agudas, descompensación de enfermedades crónicas, con el desafío de organizar el servicio utilizando la telesalud y los cuidados domiciliarios de manera racional.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Infecções por Coronavirus , Serviços de Assistência Domiciliar , Equipamento de Proteção Individual
3.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2509-2509, 20200210. ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117134

RESUMO

Diante de mudanças recentes no panorama nacional de programas de incentivos para provimento e formação médica em Atenção Primária à Saúde (APS), o Grupo de Trabalho de Ensinagem da SBMFC organizou um Encontro Nacional entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro de 2019, na cidade do Rio de Janeiro/RJ. O evento reuniu professores, supervisores, preceptores e residentes de Medicina de Família e Comunidade de diferentes regiões do país, e teve como objetivos discutir o atual cenário, além de elencar recomendações para qualidade dos PRMFC e caminhos para o fortalecimento da formação de médicas e médicos de família e comunidade via Residência Médica. Essas recomendações buscaram considerar a diversidade dos PRMFC em um país tão vasto quanto o Brasil e, principalmente, a necessidade de se estabelecer parâmetros mínimos de organização para os programas das mais variadas configurações, como PRMFC vinculados a Instituições de Ensino Superior (IES), secretarias estaduais ou municipais de saúde. As recomendações foram então organizadas em três eixos: 1) recomendações para supervisores e coordenadores de PRMFC e modelos possíveis de preceptoria; 2) recomendações para formuladores e executores de políticas públicas; e 3) recomendações para lideranças da medicina de família e comunidade.


Facing recent changes in the national panorama of incentive programs for provision and medical training in Primary Health Care, the Education Work Group of the SBMFC organized a National Meeting between November 29th and December 1st, 2019, in the city of Rio de Janeiro-RJ. The event brought together professors, supervisors, tutors and residents of Family and Community Medicine from different regions of the country, to discuss the current scenario, in addition to listing both benchmark recommendations for the quality of Residency Programs in Family and Community Medicine (RPFCM) and paths for strengthening the training of family and community doctors through Medical Residency. These recommendations sought to consider the diversity of RPFCM in a country as vast as Brazil and, mainly, the urge to establish the minimum organizational parameters for programs of the most varied configurations, such as: RPFCMs linked to higher education institutions (HEIs), state or municipal health departments. The recommendations were then organized into three axes: 1) recommendations for supervisors and coordinators and possible models of preceptorship; 2) recommendations for public policy makers and executors; and 3) recommendations for family medicine community leaders.


Primaria de Salud, el Grupo de Trabajo Docente de la SBMFC organizó una Reunión Nacional entre el 29 de noviembre y el 1 de diciembre de 2019, en la ciudad de Río de Janeiro - RJ. El evento reunió a profesores, supervisores, preceptores y residentes de medicina familiar y comunitaria de diferentes regiones del país, y tuvo como objetivo discutir el escenario actual, además de enumerar recomendaciones para la calidad de los programas de residencia médica en medicina familiar y comunitaria (PRMFC) y formas de fortalecer la formación de médicas y médicos de familia y comunidad través de residencia médica. Estas recomendaciones buscaron considerar la diversidad de PRMFC en un país tan vasto como Brasil y, principalmente, la necesidad de establecer parámetros organizacionales mínimos para programas de las más variadas configuraciones, tales como PRMFC vinculados a instituciones de educación superior (IES), departamentos de salud estatales o municipales. Las recomendaciones se organizaron en tres ejes: 1) recomendaciones para supervisores y coordinadores de PRMFC y posibles modelos de preceptoría; 2) recomendaciones para encargados de la formulación de políticas públicas y ejecutores; y 3) recomendaciones para los líderes de la medicina familiar y comunitaria.


Assuntos
Educação de Pós-Graduação em Medicina , Medicina de Família e Comunidade , Internato e Residência
4.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2347-2347, 20200210. tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117133

RESUMO

Problema: Embora individualmente raras, somadas, as doenças genéticas têm prevalência global estimada de 31,5 a 73,0 por 1.000 indivíduos. Além disto, doenças genéticas e defeitos congênitos representam a segunda causa de mortalidade infantil no Brasil. Diante deste cenário, foi instituída a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras no Sistema Único de Saúde. Esta política prevê funções específicas para Atenção Primária à Saúde (APS) que incluem diagnóstico precoce e mapeamento de pessoas com ou sob-risco de desenvolver doenças genéticas raras e/ou defeitos congênitos para encaminhamento regulado. Essa experiência objetivou colaborar com o desenvolvimento de métodos para o reconhecimento de indivíduos com ou sob-risco de desenvolver doenças genéticas na APS. Métodos: Através de visitas domiciliares e por meio do preenchimento de uma ficha específica, realizou-se busca ativa de casos de doença genética e/ou defeito congênito em uma amostra probabilística aleatória, representativa de uma Unidade de Saúde da Família de um município brasileiro de porte médio. Resultados: Foram investigados 295 domicílios, totalizando 1.160 indivíduos e 238 casais. A média de filhos por casal foi de 2,7, a frequência de consanguinidade foi 3,8% e de abortamento espontâneo foi 8,7%. Foram identificadas 29 pessoas (2,5%) com doenças congênitas, 11 (0,9%) com deficiências auditivas, 10 (0,9%) com deficiência mental e 6 (0,5%) com déficits visuais importantes. Atraso no desenvolvimento neuropsicomotor foi relatado em 8,8% das crianças e adolescentes. Doze indivíduos (1%) possuíam câncer e 9,6% relataram história familiar positiva para câncer. Conclusão: Os profissionais da APS estão em posição privilegiada para identificar e organizar uma rede de cuidados para indivíduos com doenças genéticas e/ou defeitos congênitos. A utilização sistemática de instrumentos que facilitem o reconhecimento de fatores de risco e de situações suspeitas pode ser uma estratégia útil a ser incorporada pela APS.


Problem: Although individually rare, when added together, genetic diseases have an estimated overall prevalence of 31.5 to 73.0 per 1,000 individuals. In addition, genetic diseases and birth defects represent the second cause of infant mortality in Brazil. In this context, the National Policy on Comprehensive Care of People with Rare Diseases was established in the Brazilian National Health System. This policy provides specific Primary Health Care (PHC) assignments that includes early diagnosis and mapping people with or at risk of developing rare genetic disease and/or birth defects for regulated referral. This experience aimed to collaborate with developing methods for recognizing individuals with or at risk of developing genetic diseases in PHC. Methods: Through home visits and filling out a specific form, an active search for cases of genetic disease and/or birth defect was carried out in a random probabilistic sample, representative of a Family Health Unit in a Brazilian medium-sized county. Results: A total of 295 households were surveyed, totalling 1,160 individuals and 238 couples. The mean number of children per couple was 2.7, the inbreeding rate was 3.8% and the frequency of miscarriage was estimated in 8.7%. Twenty-nine individuals (2.5%) with congenital disorders, 11 (0.9%) with hearing impairment, 10 (0.9%) with mental disability, and 6 (0.5%) with significant visual deficits were identified. Neuropsychomotor developmental delay was presented in 8.8% of the children and teenagers. Twelve individuals (1%) had cancer and 9.6% reported a positive family history of cancer. Conclusion: PHC professionals are in a privileged position to identify and organize a care network for individuals with genetic diseases and/or birth defects. The systematic use of instruments that facilitate the recognition of risk factors and suspicious situations can be a useful strategy to be incorporated by PHC.


Genética na atenção primária à saúdeRev Bras Med Fam Comunidade. Rio de Janeiro, 2020 Jan-Dez; 15(42):23472INTRODUÇÃOEstima-se que existam cerca de 6 a 7 mil doenças genéticas diferentes e, embora a maior parte destas sejam individualmente raras, somadas, as doenças genéticas têm prevalência global estimada de 31,5 a 73,0 por 1.000 indivíduos.1 Doenças genéticas podem ser congênitas ou podem se manifestar ao longo da vida, impactando nas diferentes faixas etárias: alterações cromossômicas estão presentes em cerca de 50% dos abortamentos espontâneos de primeiro trimestre; entre recém-nascidos, 3 a 5% apresentam algum defeito congênito, determinado total ou parcialmente por fatores genéticos; deficiências físicas, intelectuais e sensoriais em crianças e jovens frequentemente fazem parte do quadro clínico de síndromes genéticas; nos adultos, aproximadamente 5 a 10% dos cânceres possuem forte componente genético hereditário.1,2 Doenças genéticas podem ser hereditárias, sendo transmitidas ao longo das gerações de uma família, ou não hereditárias, ocorrendo por "mutação de novo".2 São sabidamente fatores de risco para doenças genéticas idades materna e/ou paterna avançadas, consanguinidade e história familiar positiva para doenças genéticas previamente reconhecidas.2-5 Além destes, a exposição de gestantes a teratógenos é fator de risco para defeitos congênitos.6Problema: Aunque individualmente raras, las enfermedades genéticas combinadas tienen prevalencia general estimada de 31.5 a 73.0 por 1,000 individuos. Además, enfermedades genéticas y anomalías congénitas representan la segunda causa de mortalidad infantil en Brasil. Ante este escenario, se instituyó la Política Nacional de Atención Integral a Personas con Enfermedades Raras en el Sistema Único de Salud. Esta Política proporciona funciones específicas para Atención Primaria de Salud (APS) que incluyen diagnóstico precoz y mapeo de personas con o en riesgo de desarrollar enfermedades genéticas raras y/o anomalías congénitas para derivación regulada. Esta experiencia tuvo como objetivo colaborar con el desarrollo de métodos para el reconocimiento de individuos con o en riesgo de desarrollar enfermedades genéticas en la APS. Método: Mediante visitas domiciliarias y completando un formulario específico, se realizó búsqueda activa de casos de enfermedades genéticas y/o defectos congénitos en una muestra probabilística aleatoria, representativa de una Unidad de Salud Familiar en un municipio brasileño de tamaño mediano. Resultados: Se investigaron un total de 295 hogares, 1,160 personas y 238 parejas. El número promedio de hijos por pareja fue de 2.7, la frecuencia de consanguinidad 3.8% y el aborto espontáneo 8.7%. Se identificaron 29 personas (2.5%) con enfermedades congénitas, 11 (0.9%) con discapacidad auditiva, 10 (0.9%) con discapacidad mental y 6 (0.5%) con déficits visuales significativos. Se informó retraso psicomotor en 8.8% de los niños y adolescentes. Doce personas (1%) tenían cáncer y 9.6% reportaron antecedentes familiares de cáncer. Conclusión: Los profesionales de la APS están en posición privilegiada para identificar y organizar una red de atención para personas con enfermedades genéticas y/o defectos congénitos. El uso sistemático de instrumentos que facilitan el reconocimiento de factores de riesgo y situaciones sospechosas puede ser una estrategia útil para la APS.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Atenção Primária à Saúde , Anormalidades Congênitas , Genética Médica , Doenças Raras
5.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2118-2118, 20200210. tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117132

RESUMO

No biênio 2011-2012, desenvolvemos a oficina "Cuidado de si e do outro no trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS)", destinada à formação e intervenção na rotina laboral dos ACS. Professores e alunos do curso de Medicina de uma universidade pública em Minas Gerais discutiram, no âmbito da oficina, de que modo a criação de espaços de fala demonstrou que o acolhimento para com aquele que cuida é essencial na prática dos ACS. A perspectiva socioanalítica adotada orientou a observação direta das atividades feitas por ACS mulheres, as reuniões de equipe voltadas para uma reflexão teórico-metodológica e a realização da oficina conforme eixos temáticos: Cuidado de Si, Trabalho em Equipe e Conteúdos Técnicos. A partir disso, tecemos cartografias do território geográfico, político e social, conhecemos as trajetórias de vida das ACS e identificamos que a vinculação entre trabalho e subjetividade permitiu a elas, aos alunos e aos professores o exercício da escuta de si e do outro e a vivência do cuidado como trabalho. Concluímos que a oficina se tornou espaço de formação política e gerou modificações no cotidiano das ACS envolvidas.


Between the years 2011-2012, we developed the workshop "The self-care and care of the others in the work of the Community Health Agents (CHA)" aimed at training and intervention in the work of the CHA. Teachers and students of the medical course of a public university in Minas Gerais sought to discuss how the creation of spaces of speech demonstrate that welcoming and caring for those who care is essential in the practice of the CHA. The socio-analysis perspective adopted guided the direct observation of the activities carried out by women CHA, the team meetings focused on a theoretical-methodological reflection and the realization of the workshop according to thematic axes: Self-Care, Teamwork and Technical Contents. From this, we made cartographies of the geographic, political and social territory, we know the life trajectories of the CHA and we identify that the link between work and subjectivity allowed CHA, students and teachers to exercise listening to themselves and the other and the experience of care as work. We concluded that the workshop has become a space for political formation and generated changes in the daily life of the CHA involved.


En el bienio 2011-2012, desarrollamos el taller "Cuidado de sí y del otro en el trabajo de los Agentes Comunitarios de Salud (ACS)", destinada a la formación e intervención em la rutina laboral de los ACS. Los profesores y alumnos del curso de Medicina de una universidad pública en Minas Gerais discutieron, en el ámbito del taller, de qué modo la creación de espacios de habla demostró que la acogida para el que cuida es esencial en la práctica de los ACS. La perspectiva socio-analítica adoptada orientó la observación directa de las actividades realizadas por ACS mujeres, las reuniones de equipo dirigidas a una reflexión teórico-metodológica y la realización del taller según ejes temáticos: Cuidado de sí, Trabajo en Equipo y Contenidos Técnicos. A partir de eso, tecleamos cartografías del territorio geográfico, político y social, conocemos las trayectorias de vida de las ACS e identificamos que la vinculación entre trabajo y subjetividad permitió a ellas, a los alumnos ya los profesores el ejercicio de la escucha de sí y del otro y la vivencia del cuidado como trabajo. Concluimos que el taller se convirtió em espacio de formación política y generó modificaciones em el cotidiano de las ACS involucradas.


Assuntos
Humanos , Análise Socioeconômica , Saúde do Trabalhador , Agentes Comunitários de Saúde , Assistência Centrada no Paciente
6.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2188-2188, 20200210.
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117131

RESUMO

Estudos identificam que metade dos trabalhadores da Atenção Primária à Saúde apresentam risco moderado a alto de desenvolver sofrimentos mentais associados ao trabalho, entre eles a Síndrome de Burnout. Desde 2016, profissionais da Atenção Primária à Saúde na cidade do Rio de Janeiro vêm sofrendo grandes desafios em relação ao seu crescimento, valorização e estabilidade, com aumento da violência na cidade e da sobrecarga de trabalho, após a diminuição no número de equipes. Devido a isso, vêm relatando um maior nível de estresse, tanto na vida social quanto no ambiente de trabalho. Os grupos terapêuticos são uma estratégia de abordagem de situações emocionalmente complicadas, utilizada desde o início do século XX. Este trabalho relata a experiência de um grupo terapêutico voltado para funcionários de uma unidade de Atenção Primária à Saúde no Rio de Janeiro. O objetivo da atividade grupal foi: constituir um espaço de suporte, diálogo, reflexão, escuta ativa e elaboração de estratégias que auxiliassem os profissionais de saúde a se sentir mais empoderados e resilientes. Trata-se de um estudo exploratório e descritivo de abordagem qualitativa, com registros das reuniões e entrevista semiestruturada aplicada aos participantes depois do desenvolvimento do grupo. Durante as reuniões, foi identificada uma autopercepção de elevado nível de estresse e de sobrecarga de trabalho. Houve uma boa aceitação e aproveitamento do grupo e, pelo relato dos participantes, foram alcançados os objetivos de diminuição do estresse e de suporte mútuo. Atividades de grupos nesse modelo podem contribuir para melhorar o ambiente de trabalho e a saúde dos funcionários, levando a uma melhor oferta dos serviços de saúde.


Studies have identified that half of Primary Health Care workers have a moderate to high risk of developing work-related mental illnesses, including Burnout Syndrome. Since 2016, primary health care professionals in the city of Rio de Janeiro have faced great challenges regarding their growth, recovery and stability, with the increase in violence in the city and work overload, after the decrease in the number of teams. Because of this, they have been reporting a higher level of stress both in social life and in the workplace. Therapeutic groups are a strategy to deal with emotionally complicated situations, used since the early twentieth century. This article reports on the experience of a therapeutic group focused on the employees of a Primary Health Care unit in Rio de Janeiro. The objectives of the group activity were to provide a space for support, dialogue, reflection, active listening and the development of strategies that would help health professionals feel more empowered and resilient. It is an exploratory and descriptive study of qualitative approach, with records of meetings and semi-structured interviews applied to the participants, after the development of the group. During the meetings, a high level of stress self-perception and work overload was identified. There was a good acceptance and enjoyment of the group and, according to the participants' report, the objectives of stress reduction and mutual support among the participants were achieved. Group activities in this model can contribute to improving the work environment, the health of employees and a better provision of health services.


Estudios han identificado que la mitad de los trabajadores de Atención Primaria de Salud tienen un riesgo moderado a alto de desarrollar enfermedades mentales relacionadas con el trabajo, incluido el Síndrome de Burnout. Desde 2016, los profesionales de atención primaria de salud en la ciudad de Río de Janeiro se han enfrentado a grandes desafíos con respecto a su crecimiento, valorización y estabilidad, con el aumento de la violencia en la ciudad y la sobrecarga de trabajo, después de la disminución en el número de equipos. Debido a esto, han estado reportando un mayor nivel de estrés tanto en la vida social como en el lugar de trabajo. Los grupos terapéuticos son una estrategia para lidiar con situaciones emocionalmente complicadas, utilizadas desde principios del siglo XX. Este artículo informa sobre la experiencia de un grupo terapéutico centrado en los empleados de una unidad de Atención Primaria de Salud en Río de Janeiro. Los objetivos de la actividad grupal fueron: proporcionar un espacio para el apoyo, el diálogo, la reflexión, la escucha activa y la elaboración de estrategias que ayudarían a los profesionales de la salud a sentirse más capacitados y resistentes. Es un estudio exploratorio y descriptivo de enfoque cualitativo, con registros de reuniones y entrevistas semiestructuradas aplicadas a los participantes, después del desarrollo del grupo. Durante las reuniones, se identificó un alto nivel de autopercepción del estrés y la sobrecarga de trabajo. Hubo una buena aceptación y disfrute del grupo y, según el informe de los participantes, se lograron los objetivos de reducción del estrés y apoyo mutuo entre los participantes. Las actividades grupales en este modelo pueden contribuir a mejorar el ambiente de trabajo, la salud de los empleados y una mejor prestación de servicios de salud.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Esgotamento Profissional , Educação em Saúde , Saúde do Trabalhador , Violência
7.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2484-2484, 20200210. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117130

RESUMO

Rev Bras Med Fam Comunidade. Rio de Janeiro, 2020 Jan-Dez; 15(42):24841Telemedicina rural e COVID-19: ampliando o acesso onde a distância já era regraFábio Araujo Gomes de Castro1, Álisson Oliveira dos Santos2, Gustavo Valadares Labanca Reis1, Luara Brandão Viveiros1, Mariel Hespanhol Torres1, Pedro Paulo de Oliveira Junior1Rural telemedicine and COVID-19: expanding access where distance was already the ruleIntrodução: Diante da pandemia causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), evitar aglomerações e garantir o acesso aos serviços de saúde para aqueles que necessitam tem sido uma grande preocupação de profissionais e gestores. Na zona rural, as barreiras de acesso são ainda maiores. Métodos: Trata-se de relato de experiência da implantação de telemedicina via aplicativo de mensagens e chamadas por preceptor e residentes do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade de Ouro Preto, em uma Unidade Básica de Saúde rural. Após três semanas da introdução da ferramenta, foi gerado manualmente um banco de dados por meio do programa Microsoft Excel® 2016, com posterior análise estatística descritiva. Resultados:No período analisado houve 329 interações por meio do WhatsApp, uma média de 25,3 pessoas por dia. Todas as demandas foram atendidas no prazo máximo de 24 horas. As teleconsultas foram realizadas nos formatos de mensagem escrita, áudios e videochamadas. A demanda para renovação de prescrições de medicamentos de uso continuado correspondeu a 20% dos atendimentos e a solicitação para análise de resultados de exames 9%. Dúvidas administrativas representaram 22% dos contatos realizados. Setenta e quatro por cento das teleconsultas foram resolvidas virtualmente e em 26% dos casos foi necessária avaliação presencial. Houve uma percepção positiva em relação à satisfação dos pacientes atendidos virtualmente, de acordo com os relatos dos Agentes Comunitários de Saúde e por meio de mensagens recebidas diretamente pela equipe médica pelo aplicativo. Conclusão: O uso de aplicativo de mensagens e chamadas, como ferramenta de telemedicina, mostrou ser uma estratégia viável durante a pandemia de SARS-CoV-2, especialmente importante no meio rural. Outros estudos serão necessários para investigar seus impactos no sistema de saúde e nos desfechos relevantes para a população


Introduction: Faced with the pandemic caused by the new coronavirus (SARS-CoV-2), avoiding crowds and guaranteeing access to health services for those in need has been a major concern for professionals and managers. In rural areas, access barriers are even greater. Methods: This is an experience report of the implementation of telemedicine via an app of messages and calls by a preceptor and residents of the Residency Program in Family Medicine and Community of Ouro Preto, in a rural Basic Health Unit. Three weeks after the introduction of the tool, a database was manually generated using the Microsoft Excel® 2016 program, with subsequent descriptive statistical analysis. Results: In the analyzed period, there were 329 interactions through WhatsApp, an average of 25.3 people per day. All demands were met within a maximum of 24 hours. Teleconsultations were conducted in the form of written messages, audios and video calls. The demand for renewing prescriptions for medications for continued use corresponded to 20% of the consultations and the request for appraisal of test results was 9%. Administrative questions represented 22% of the contacts made. Seventy-four percent of the teleconsultations were resolved virtually and in 26% of the cases, face-to-face evaluation was required. There was a positive perception in reaction to the satisfaction of patients seen virtually, according to the reports of the Community Health Workers and through messages received directly by the medical team through the app. Conclusions: The use of a messaging and calling app as a Telemedicine tool proved to be a viable strategy during the SARS-CoV-2 pandemic, especially important in rural areas. Further studies are needed to investigate its impacts on the health system and on the relevant outcomes for the population.


Introducción: Ante la pandemia causada por el nuevo coronavirus (SARS-CoV-2), evitar a las multitudes y garantizar el acceso a los servicios de salud para los necesitados ha sido una gran preocupación para los profesionales y gerentes. En las zonas rurales, las barreras de acceso son aún mayores. Método: Este es un informe de experiencia de la implementación de Telemedicina a través de la aplicación de mensajes y llamadas por parte de un preceptor y residentes del Programa de Residencia en Medicina Familiar y Comunidad de Ouro Preto, en una Unidad Básica de Salud rural. Tres semanas después de la introducción de la herramienta, se generó manualmente una base de datos utilizando el programa Microsoft Excel® 2016, con posterior análisis estadístico descriptivo. Resultados: En el período analizado, hubo 329 interacciones a través de WhatsApp, un promedio de 25.3 personas por día. Todas las demandas se cumplieron en un máximo de 24 horas. Las teleconsultas se realizaron en forma de mensajes escritos, audios y videollamadas. La demanda de renovar las recetas de medicamentos para uso continuo correspondió al 20% de las consultas y la solicitud de análisis de los resultados de las pruebas al 9%. Los asuntos administrativos representaron el 22% de los contactos realizados. El setenta y cuatro por ciento de las teleconsultas se resolvieron virtualmente y en el 26% de los casos, se requirió una evaluación cara a cara. Hubo una percepción positiva en reacción a la satisfacción de los pacientes vistos virtualmente, según los informes de los Agentes de Salud Comunitarios y a través de mensajes recibidos directamente por el equipo médico a través de la aplicación. Conclusión: El uso de una aplicación de mensajería y llamadas como herramienta de telemedicina demostró ser una estrategia viable durante la pandemia del SARS-CoV-2, especialmente importante en las zonas rurales. Se necesitan más estudios para investigar sus impactos en el sistema de salud y en los resultados relevantes para la población.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Saúde da População Rural , Telemedicina , Infecções por Coronavirus , Medicina de Família e Comunidade
8.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2546-2546, 20200210.
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117129

RESUMO

A maior mobilização recente da comunidade da saúde em relação ao meio ambiente ocorreu este ano. Consistiu em uma carta assinada por mais de 350 organizações de saúde de todo o mundo, incluindo importantes organizações de Medicina de Família e Comunidade. Isto demonstra o crescente entendimento da comunidade científica e da saúde acerca da saúde planetária.


The biggest recent mobilization of the health community in relation to the environment occurred this year. It consisted of a letter signed by more than 350 health organizations from around the world, including important Family and Community Medicine organizations. This demonstrates the growing understanding of the scientific and health community about planetary health


La mayor movilización reciente de la comunidad de la salud en relación con el medio ambiente ocurrió este año. Consistió en una carta firmada por más de 350 organizaciones de salud de todo el mundo, incluidas las principales organizaciones de medicina familiar y comunitaria. Esto demuestra la creciente comprensión de la comunidad científica y de salud sobre la salud planetaria.


Assuntos
Mudança Climática , Saúde Ambiental , Infecções por Coronavirus , Medicina de Família e Comunidade
9.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2496-2496, 20200210.
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117128

RESUMO

Artigo de opinião com reflexões sobre o papel da Atenção Primária à Saúde (APS) na pandemia de COVID-19 a partir da definição de seus atributos: acesso, longitudinalidade, integralidade, coordenação, orientação familiar, orientação comunitária e competência cultural.


Opinion article reflecting on the role of Primary Health Care (PHC) in the COVID-19 pandemic from the definition of its attributes: access, longitudinality, integrality, coordination, family orientation, community orientation and cultural competence


Artículo de opinión con reflexiones sobre el papel de la Atención Primaria de Salud (APS) en la pandemia COVID-19 a partir de la definición de sus atributos: acceso, longitudinalidad, integralidad, coordinación, orientación familiar, orientación comunitaria y competencia cultural.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Infecções por Coronavirus
10.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2526-2526, 20200210. ilusl ilus
Artigo em Inglês | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117127

RESUMO

In the current situation related to 2019-nCoV ß-coronavirus, the National Health Authorities have determined the elaboration of contingency plans (CP) that minimize the contagion and allow the functioning of essential activities. The CP presented defines a set of guidelines that allow the adequacy of the response of a public university in Northeast of Brazil linked to the Programa Mais Médicos para o Brasil. Descriptive and qualitative study, type of comment, from the analysis of the data of the CP for the definition of strategies for coping with public health emergencies. The CP consists of ten measures that include assistance via applications/social networks; monitoring of physicians who are at risk; screening of suspected/confirmed cases; production of guides/protocols; 24h psychological/technical assistance to physicians working at primary health care and provision of online courses. The methodology proposed provides different models from those trivially presented in academia and is essential to promote health education.


En la situación actual relacionada con el coronavirus ß-nCoV 2019, las Autoridades Nacionales de Salud han determinado la elaboración de planes de contingencia (PC) que minimizan el contagio y permiten el funcionamiento de actividades esenciales. El PC presentado define un conjunto de pautas que permiten la adecuación de la respuesta de una universidad pública en el noreste de Brasil vinculada al Programa Mais Médicos para o Brasil. Estudio descriptivo y cualitativo, tipo de comment, a partir del análisis de los datos de la PC para la definición de estrategias para hacer frente a emergencias de salud pública. El PC consta de diez medidas que incluyen asistencia a través de aplicaciones/redes sociales; monitoreo de médicos en riesgo; detección de casos sospechosos/confirmados; producción de guías/protocolos; Asistencia psicológica/técnica las 24 horas a los médicos que trabajan en atención primaria de salud y provisión de cursos en línea. La metodología propuesta proporciona modelos diferentes de los presentados trivialmente en la academia y es esencial para promover la educación sanitaria


Na atual situação relacionada ao 2019-nCoV ß-coronavirus, as Autoridades de Saúde Nacionais determinaram a elaboração de planos de contingência (PC) que minimizem o contágio e permitam o funcionamento das atividades essenciais. O PC apresentado define um conjunto de orientações que permitem a adequação da resposta de uma universidade pública do Nordeste do Brasil vinculada ao Programa Mais Médicos para o Brasil. Estudo descritivo e qualitativo, tipo comment, da análise dos dados do PC para a definição de estratégias para o enfrentamento de emergências de saúde pública. O PC consiste em dez medidas que incluem assistência via aplicativos/redes sociais; monitoramento dos médicos que estão em risco; triagem de casos suspeitos/confirmados; produção de guias/protocolos; 24 horas de assistência técnica e psicológica para os médicos trabalhando na assistência primária à saúde e fornecimento de cursos online. A metodologia proposta oportuniza modelos diferentes daqueles trivialmente apresentados na academia e é essencial para promover a educação em saúde.


Assuntos
Educação em Saúde , Infecções por Coronavirus , Promoção da Saúde
11.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2416-2416, 20200210. tab
Artigo em Inglês | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117126

RESUMO

Training young doctors in family medicine is challenging in any setting and many variables can influence the success or failure of a residency program. This article is the end result of a collaborative work that started in June 2019 at the WONCA Africa Regional Conference in Kampala, during a workshop lead by the Besrour Centre for Global Family Medicine at the College of Family Physicians of Canada. We present here the perspective of a small group of young African family physicians on the experience of being a resident in family medicine in Africa in 2019, hoping that the picture we depict here helps to promote the necessary improvements in the training programs in Africa for the near future.


Formar novos médicos de família é um desafio em qualquer cenário e muitas variáveis podem influenciar o sucesso ou o fracasso de um programa de residência. Este artigo é o resultado final de um trabalho colaborativo iniciado em junho de 2019, na Conferência Regional WONCA África em Kampala, Uganda, durante um workshop liderado pelo Centro Besrour do Colégio Canadense de Medicina de Família. Apresentamos aqui a perspectiva de um pequeno grupo de jovens médicos de família africanos sobre a experiência de ser residente em medicina de família na África em 2019, esperando que a imagem que representamos aqui ajude a promover as melhorias necessárias nos programas de residência na África em um futuro próximo.


La formación de nuevos médicos de familia es un desafío en cualquier lugar y muchas variables pueden influir en el éxito o el fracaso de un programa de residencia. Este artículo es el resultado final del trabajo colaborativo iniciado en junio de 2019 en la Conferencia Regional de África WONCA en Kampala, Uganda, durante un taller dirigido por el Centro Besrour del Colegio Canadiense de Medicina Familiar. Presentamos aquí la perspectiva de un pequeño grupo de jóvenes médicos de familia africanos sobre la experiencia de ser residente en medicina familiar en África en 2019, con la esperanza de que la imagen que representamos aquí ayude a promover mejoras en los programas de residencia en África en un futuro próximo.


Assuntos
Educação Médica , Medicina de Família e Comunidade , Internato e Residência
12.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2326-2326, 20200210. graf, tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117124

RESUMO

Objetivo: Analisar o acolhimento a partir das relações entre os profissionais na Atenção Básica, destacando sua configuração e a posição dos diferentes atores de uma unidade de Atenção Básica em Saúde do município do Rio de Janeiro.Métodos: Estudo de natureza descritiva, com abordagem quantitativa e com participação de 37 profissionais, cuja análise foi desenvolvida pela lente da análise de redes sociais, que permitiu mapear as relações entre os atores a partir do acolhimento e representá-las graficamente. Resultados: A presença de todos os atores na rede pressupõe a existência de vínculos e alguma dinâmica de troca de recurso, conhecimento ou informação, além de movimentos disparados a partir do acolhimento na perspectiva da produção do cuidado. Por sua vez, a centralidade na rede de atores de nível superior, como médicos e enfermeiros e agentes comunitários de saúde ocupando a periferia, convergem para tradução de um cuidado com foco no modelo biomédico. Conclusões: Observou-se relevante papel do acolhimento ao ditar formas de organização e funcionamento, assim como por trazer relevo sobre a produção do cuidado existente no campo, que vai de encontro ao prescrito e institucionalizado nas políticas normativas e distancia-se do acolhimento-ação necessário e esperado para a Atenção Básica em Saúde.


Objective: Analyze the reception based on the relationships between professionals in Primary Care, highlighting its configuration and the position of the different actors in a Primary Health Care unit in the city of Rio de Janeiro.Methods: A descriptive study with a quantitative approach involving 37 professionals, whose analysis was developed through the lens of Social Network Analysis, which allowed the mapping of relationships between the actors from the host and represent them graphically. Results: The presence of all actors in the network presupposes the existence of bonds and some dynamics of exchange of resources, knowledge or information, as well as movements triggered from the reception in the perspective of care production. In turn, the centrality in the network of higher level actors, such as doctors and nurses and community health agents occupying the periphery, converge to translate care focused on the biomedical model. Conclusions:It was observed an important role of the host in dictating forms of organization and operation, as well as bringing emphasis on the production of care in the field, which meets the prescribed and institutionalized in normative policies and away from the host-action necessary and expected for Primary Health Care.


Objetivo: Analizar la recepción em función de las relaciones entre profesionales de Atención Primaria, destacando su configuración y la posición de los diferentes actores en una unidad de Atención Primaria de Salud em la ciudad de Río de Janeiro. Método: Estudio descriptivo com un enfoque cuantitativo enel que participaron 37 profesionales, cuyo análisis se desarrolló a través de la lente del análisis de redes sociales, que permitió el mapeo de las relaciones entre los actores de la recepcióny representar lãs gráficamente. Resultados: La presencia de todos los actores em la red presupone la existencia de lazos y algunas dinámicas de intercambio de recursos, conocimiento o información, así como movimientos desencadenados desde la recepciónen la perspectiva de la producción asistencial. A su vez, la centralidade nla red de actores de nivel superior, como médicos y enfermeras y agentes de salud comunitarios que ocupan la periferia, convergen para traducir la atención centrada enel modelo biomédico. Conclusiones: Se observóun papel importante de la recepción em dictar formas de organización y operación, así como pon er énfasis en la producción de atención enel campo, que cumple com lo prescrito e institucionalizado em las políticas normativas y lejos de larecepción-acción necesaria y esperada para la Atención Primaria de Salud.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Assistência Centrada no Paciente , Acolhimento , Rede Social
13.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2360-2360, 20200210. graf
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117121

RESUMO

Objetivos: O objetivo principal foi analisar os indicadores de acesso da unidade de saúde (US) Sesc, antes e após a implantação do acesso avançado (AA). Como objetivo secundário, foram analisados os indicadores de desempenho da US Sesc, antes e após o AA. Métodos: Estudo transversal descritivo com análise dos dados obtidos mensalmente do sistema de informação em saúde do Grupo Hospitalar Conceição, comparando o período de novembro/16 -outubro/17 com novembro/17 - outubro/18. Resultados: Após o AA, o número de atendimentos médicos aumentou 8%, o absenteísmo nas consultas diminuiu de 6,9% para 3% e o número de pacientes diferentes atendidos teve um acréscimo de quase 5%. Em relação ao controle de doenças crônicas, o número de hipertensos atendidos cresceu e também houve um aumento na porcentagem de hipertensos controlados, passando de 74% para 77%. O número de diabéticos atendidos aumentou, assim como a porcentagem de diabéticos controlados subiu de 73% para 81%. Houve uma diminuição de quase 10% de atendimentos a pacientes vinculados à US nos serviços de atenção secundária de referência. Discussão: É possível considerar que a implantação do AA na US Sesc foi associada a uma melhoria dos indicadores de acesso, bem como da maior parte dos indicadores de desempenho analisados.


Objectives: The main objective was to analyze the access indicators of the Sesc health unit (HU), before and after the implementation of advanced access (AA). As a secondary objective, the performance indicators of the health unit Sesc HU were analyzed, before and after AA. Methods:Cross-sectional descriptive study with analysis of data obtained monthly from the health information system of Grupo Hospitalar Conceição, comparing the period of November/16 - October/17 with November/17 - October/18. Results: After AA, the number of medical appointments increased by 8%, absenteeism in consultations decreased from 6.9% to 3% and the number of different patients treated increased by almost 5%. Regarding the control of chronic diseases, the number of hypertensive patients seen increased and there was also an increase in the percentage of controlled hypertensive patients, from 74% to 77%. The number of diabetics treated increased, as did the percentage of controlled diabetics increased from 73% to 81%. There was a decrease of almost 10% in attendance to patients linked to the US in the reference secondary care services. Discussion: It is possible to consider that the implantation of AA in Sesc HU was associated with an improvement in access indicators, as well as most of the performance indicators analyzed.


Objetivos: El objetivo principal era analizar los indicadores de acceso de la unidad de salud (US) Sesc, antes y después de la implementación del acceso avanzado (AA). Como objetivo secundario, se analizaron los indicadores de rendimiento de la US Sesc, antes y después del AA. Método: Estudio descriptivo transversal con análisis de datos obtenidos mensualmente del sistema de información de salud del Grupo Hospitalar Conceição, comparando el período Noviembre/16 - Octubre/17 con Noviembre/17 - Octubre/18. Resultados: Después del AA, el número de citas médicas aumentó en un 8%, el absentismo en las consultas disminuyó del 6,9% al 3% y el número de pacientes diferentes tratados aumentó en casi 5%. Con respecto al control de enfermedades crónicas, el número de pacientes hipertensos vistos aumentó y también hubo un aumento en el porcentaje de pacientes hipertensos controlados, del 74% al 77%. El número de diabéticos tratados aumentó, al igual que el porcentaje de diabéticos controlados aumentó del 73% al 81%. Hubo una disminución de casi 10% en la asistencia a pacientes vinculados a la US en los servicios de atención secundaria de referencia. Discusión: Es posible considerar que la implantación del AA en la US Sesc se asoció con una mejora en los indicadores de acceso, así como en la mayoría de los indicadores de desempeño analizados.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Centros de Saúde , Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde
14.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2239-2239, 20200210. tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117119

RESUMO

Introdução: O absenteísmo dos usuários aos serviços de saúde é um fenômeno que vem impactando a atenção à saúde. Objetivo: Identificar a evidência científica disponível sobre as possíveis causas do absenteísmo dos usuários aos serviços de saúde. Métodos: Este estudo analisou 34 publicações, classificadas em três unidades temáticas: barreiras do acesso; impacto dos serviços como determinante da saúde dos usuários; fatores condicionantes e facilitadores do acesso. Resultados: Enfrentar o absenteísmo exige a compreensão das desigualdades sociais, requer conhecimento sobre a organização dos serviços de saúde, dos determinantes sociais e das relações que ocorrem entre os grupos no contexto social. As principais razões para o absenteísmo são evitáveis e pode se beneficiar de intervenções para melhoria dos serviços de saúde. Conclusões: O conhecimento das barreiras e determinantes do acesso permite compreender as possíveis causas do absenteísmo e suas consequências, a fim de fundamentar a tomada de decisões que possibilitem a correção ou minimização de riscos e de prejuízos econômicos, na administração dos serviços públicos de saúde


Introduction: absence of patients in health services is a phenomenon that impacts health care. Objective: To identify the available scientific evidence about the possible causes of users' absenteeism to health services. Methods: This study analyzed 34 publications, classified in three thematic units: access barriers; impact of services as determinant of users' health; conditioning factors and facilitators of access. Results: Facing absenteeism requires understanding social inequalities, requires knowledge about the organization of health services, social determinants and relationships that occur between groups in the social context. Conclusions: The main reasons for absenteeism are preventable and may be beneficiaries of interventions for the improvement of health services. Knowledge of the barriers and determinants of access allows us to understand the possible causes of absenteeism and its consequences, in order to support decisions that allow the correction or minimization of risks and economic losses in the administration of public health services.


Introducción: El absentismo de los usuarios a los servicios de salud es un fenómeno que ha estado afectando la atención médica. Objetivo: Identificar la evidencia científica disponible sobre las posibles causas del absentismo de los usuarios a los servicios de salud. Método: Este estudio analizó 34 publicaciones, clasificadas en tres unidades temáticas: barreras de acceso; impacto de los servicios como determinante de la salud de los usuarios; Factores condicionantes y facilitadores de acceso. Resultados: Abordar el absentismo requiere comprender las desigualdades sociales, requiere conocimiento sobre la organización de los servicios de salud, los determinantes sociales y las relaciones que ocurren entre los grupos en el contexto social. Las principales razones del absentismo son prevenibles y pueden beneficiarse de las intervenciones para mejorar los servicios de salud. Conclusiones:Conocer las barreras y los determinantes del acceso nos permite comprender las posibles causas del absentismo y sus consecuencias, a fin de apoyar la toma de decisiones que permita la corrección o minimización de riesgos y pérdidas económicas en la administración de los servicios de salud pública


Assuntos
Pesquisa Qualitativa , Absenteísmo , Revisão Sistemática , Serviços de Saúde , Acesso aos Serviços de Saúde
15.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2195-2195, 20200210. ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117118

RESUMO

O presente estudo, de caráter qualitativo, descritivo e exploratório, teve como objeto central estudar, através das suas narrativas, a percepção de idosos ativos, com idade de sessenta anos ou mais, sobre aspectos relacionados ao envelhecimento, à finitude e à morte. O objetivo principal foi explorar como estas temáticas poderiam ser abordadas por médicos de família e comunidade e outros profissionais de saúde na Atenção Primária (AP), e desta forma contribuir para um cuidado mais adequado às pessoas e às famílias, em relação à vivência destas últimas etapas da vida. Foram realizadas e gravadas 10 entrevistas com uma amostra de idosos acompanhados em uma Clínica da Família do Rio de Janeiro. A seguir, foram transcritas para estudo por análise de conteúdo segundo Bardin, tendo por base categorias previamente definidas conforme estruturação do questionário aplicado nas entrevistas. Percebeu-se uma necessidade de os idosos conversarem sobre esses temas, mas há carência de espaços para reflexões sobre morte e, principalmente, sobre envelhecimento. Em relação a este, foram obtidos relatos interessantes sobre a diferenciação entre envelhecer e ficar velho. Avalia-se que este estudo trouxe reflexões relevantes sobre a temática além de contribuições para a formação de profissionais e o desenvolvimento de atividades no âmbito da AP e dos Cuidados Paliativos em assuntos relacionados à abordagem de pessoas e famílias passando por situações de envelhecimento, finitude, proximidade da morte e da própria morte, em si.


The purpose of this qualitative, descriptive and exploratory work was to study, through the narrative of people with sixty years or older, how the active elderly perceive aging, finitude and death. The main goal was to explore how these issues could be dealt by family doctors, and other professionals in Primary Health Care (PHC). Therefore, it is expected that this work should contribute for a better health care of people and families in those subjects related with the last stages of life already mentioned. In this context, it was explored the knowledge of the Vital Testament and Early Directives as well, both still not well established in Brazil. Interviews were conducted and recorded with a sample of accompanied elderly people at a Family Clinic in Rio de Janeiro. They were then transcribed for study, using the content analysis. It was observed an elderly people necessity to talk on these issues. But there is a lack of room for reflections about death and, mainly, on aging. In this sense, interesting accounts have been obtained on the differentiation between the aging and be elder. This study has brought relevant thoughts on the subject, beyond the contribution to the professionals' formation. Also, about the activity's development in the scope for the Primary Health Care and Palliative Care, concerning the treatment of people and families experiencing aging, finitude, period of decline and death itself


El presente estudio, de carácter cualitativo, descriptivo y exploratorio, tuvo como objetivo central estudiar, a través de sus narrativas, la percepción de ancianos activos, de sesenta años o más, sobre aspectos relacionados con el envejecimiento, con la finitud y con la muerte. El objetivo principal fue explorar cómo estas temáticas podrían ser abordadas por médicos de familia y comunidad y otros profesionales de la salud en la Atención Primaria (AP), y de esta forma contribuir a un cuidado más adecuado de las personas y las familias, con relación a las vivencias en estas últimas etapas de la vida. Se realizaron y registraron 10 entrevistas en una muestra de ancianos acompañados, en una Clínica de Familia de Rio de Janeiro. A continuación, fueron transcritas para el estudio por análisis de contenido, basado en las preguntas como categorías preliminares del análisis. Se percibió una necesidad de los ancianos a conversar sobre estos temas, pero existe una carencia de espacios para reflexiones sobre la muerte y, principalmente, sobre el envejecimiento. En relación con éste, fueron obtenidos interesantes relatos sobre la diferencia ente envejecer y estar viejo. Se valora que este estudio trajo reflexiones relevantes sobre la temática, asimismo sobre la formación de profesionales; también para el desarrollo de actividades en el ámbito de la AP y de los Cuidados Paliativos en assuntos relacionados con el abordaje de personas y familias pasando por situaciones de envejecimiento, finitud, proximidad de la muerte y de la propia muerte en sí.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Atenção Primária à Saúde , Envelhecimento , Estratégia Saúde da Família , Morte
16.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2228-2228, 20200210. tab
Artigo em Inglês | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1117115

RESUMO

Introdução: A síndrome metabólica (SM) é a anormalidade metabólica mais comum na população que predispõe a eventos cardiovasculares e pode estar relacionada à baixa aptidão física e baixa capacidade funcional em idosos. O objetivo deste estudo foi avaliar a interferência das alterações metabólicas na capacidade funcional e no risco de quedas em idosos. Métodos: Trata-se de um estudo transversal realizado com 126 idosos, sendo 58 com síndrome metabólica e 68 sem síndrome metabólica, segundo os critérios da International Diabetes Federation. Os índices de Katz, Tinetti, Timed Up e Go e Berg Scale foram aplicados para avaliar a capacidade funcional. A Escala de Eficácia das Quedas-Escala Internacional (FES-I-Brasil) foi utilizada para avaliar o medo de cair. Para análise estatística, foram utilizados os testes de correlação de Mann-Whitney, Qui-quadrado e Spearman. Resultados: Houve associação dos grupos MetS e non-MetS em relação com os estratos de risco do índice TUG [p=0,02; OR=0,38; IC95% (0,16-0,91)]. Entre esses dois grupos, houve diferença significativa na média dos seguintes marcadores: escala de Berg (p=0,03); TUG (p=0,03); FES-I-Brazil (p=0,02). O índice de Kats e IPAQ não apresentaram associação significativa. Conclusões: Os idosos com SM apresentaram maior risco e medo de quedas quando comparados aos pacientes sem SM. No entanto, não houve variação na capacidade de caminhar ou no equilíbrio.


Introduction: Metabolic syndrome (MetS) is the most common metabolic abnormality in the population that predisposes to cardiovascular events and may be related to poor physical fitness and low functional capacity in the elderly. The objective of this study was to evaluate the interference of metabolic changes in functional capacity and risk of falls in the elderly. Methods: A cross-sectional study was carried out with 126 elderly subjects, 58 presented MetS and 68 without MetS, according to the criteria of the International Diabetes Federation. Katz Index, Tinetti Index, Timed Up and Go test and Berg Scale were applied to evaluate the functional capacity. Falls Efficacy Scale-International scale (FES-I-Brazil) was used to evaluate the fear of falling. For statistical analysis, the Mann-Whitney, Chi-square and Spearman correlation tests were used. Results: There was an association between the MetS and non-MetS groups in relation to the risk strata of the TUG index [p=0.02; OR=0.38; 95%CI (0.16-0.91)]. Between these two groups, there was a significant difference in the mean of the following markers: Berg scale (p=0.03); TUG (p=0.03); FES-I-Brazil (p=0.02). The Kats and IPAQ index did not show any significant association. Conclusions: Elderly patients with MetS presented higher risk and fear of falls when compared to patients without MetS. However, there was no variation in walking ability or balance.


Introducción: El síndrome metabólico (MetS) es la anormalidad metabólica más común en la población que predispone a eventos cardiovasculares y puede estar relacionado con un mal estado físico y una baja capacidad funcional en los ancianos. El objetivo de este estudio fue evaluar la interferencia de los cambios metabólicos en la capacidad funcional y el riesgo de caídas en los ancianos. Método: Se realizó un estudio transversal con 126 sujetos de edad avanzada, 58 presentaron MetS y 68 sin MetS, según los criterios de la Federación Internacional de Diabetes. Se aplicaron los índices Katz, Tinetti, Timed Up and Go y Berg Scale para evaluar la capacidad funcional. La Escala de Eficacia de las Caídas - Escala internacional (FES-I-Brasil) se utilizó para evaluar el miedo a las caídas. Para el análisis estadístico, se utilizaron las pruebas de correlación de Mann-Whitney, Chi-cuadrado y Spearman. Resultados: Hubo una asociación entre los grupos MetS y no MetS en relación con los estratos de riesgo del índice TUG [p=0.02; OR=0,38; IC 95% (0.16-0.91)]. Entre estos dos grupos, hubo una diferencia significativa en la media de los siguientes marcadores: escala de Berg (p=0.03); TUG (p=0.03); FES-I-Brasil (p=0.02). El índice de Kats e IPAQ no mostró ninguna asociación significativa. Conclusiones:Los pacientes de edad avanzada con síndrome metabólico presentaron mayor riesgo y miedo a las caídas en comparación con los pacientes sin síndrome metabólico. Sin embargo, no hubo variación en la capacidad para caminar o el equilibrio.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Acidentes por Quedas , Envelhecimento , Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde , Síndrome Metabólica
17.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2129-2129, 20200210. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1099828

RESUMO

Introdução: A análise das referências médicas de pacientes da Atenção Primária à Saúde (APS) para especialidades focais traz questões relevantes para a formulação e administração de políticas do sistema de saúde. A detecção de encaminhamentos potencialmente evitáveis pode permitir um aprimoramento dos processos de trabalho, assim como otimizar a alocação de recursos. Objetivo: Descrever as referências secundárias geradas por médicos de uma Unidade de APS vinculada ao Grupo Hospitalar Conceição (GHC), no ano de 2017, e construir critérios para classificá-las, discutindo sua evitabilidade. Métodos: Estudo descritivo-exploratório, baseado em documentação. Os dados foram obtidos no sistema GERCON® (Sistema de Gerenciamento de Consultas da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre/RS). Os encaminhamentos foram classificados conforme seu motivo e também conforme sua evitabilidade. Resultados: Foram gerados 799 encaminhamentos, a 110 especialidades médicas no período. Após a exclusão das especialidades de dermatologia e de pré-natal de alto risco (por mudança nos critérios e fluxos de encaminhamento, durante 2017), restaram 733 referenciamentos. Destes, 582 foram categorizados pelas pesquisadoras como não evitáveis e 151 como evitáveis. Os motivos de encaminhamentos predominantes foram: terapêuticas não disponíveis na APS (34%), recursos diagnósticos não disponíveis em APS (26,5%) e dúvida diagnóstica ou terapêutica (23,2%). Em relação à evitabilidade, foram identificados 20,6% de referenciamentos evitáveis, predominando aqueles que envolviam carência de conhecimentos/habilidades/ atitude do médico. Quanto aos encaminhamentos categorizados como não evitáveis (79,4%), predominaram aqueles efetivados por necessidade de conhecimentos/habilidades/procedimentos não próprios à APS. Conclusão: A construção de um conceito para referências evitáveis, a partir de estudos empíricos, pode enriquecer a gestão de serviços de APS, tendo em vista sua resolutividade. O presente estudo encontrou, nessa Unidade de APS, um baixo percentual de encaminhamentos potencialmente evitáveis.


Introduction: The analysis of medical referrals from Primary Health Care (PHC) patients to focal specialties brings relevant issues to the formulation and administration of health system policies. The detection of potentially avoidable routing can allow an improvement in work processes, as well as optimize resource allocation. Objective: To describe the secondary references generated by physicians from a PHC unit linked to the Grupo Hospitalar Conceição (GHC), in 2017, and to build criteria to classify them, discussing their avoidability. Methods: A descriptive exploratory study based on documentation. The data were obtained from the GERCON® system (Query Management System of the Municipal Health Department of Porto Alegre/RS). The referrals were classified according to their motive and according to their avoidability. Results: 799 referrals were generated, to 110 medical specialties in the period. After excluding of high-risk prenatal and dermatology specialties (due to changes in criteria and referral flows during 2017), 733 referrals remained. Of these, 582 were categorized by the researchers as non-preventable and 151 as avoidable. The predominant reasons for referral were: therapies not available in PHC (34%), diagnostic resources not available in PHC (26.5%), and diagnostic or therapeutic doubt (23.2%). 20.6% of preventable referrals were identified with a predominance of those involving lack of physician knowledge/skills/attitude, regarding avoidability. Regarding referrals categorized as non-avoidable (79.4%), those carried out due to the need for knowledge/skills/procedures not proper to PHC predominated. Conclusion: The construction of a concept for avoidable references from empirical studies can enrich the management of PHC services, in view of their resolution. The present study found, in this PHC Unit, a low percentage of potentially preventable referrals.


Introducción: El análisis de las referencias médicas de los pacientes de la Atención Primaria a la Salud (APS) a las especialidades focales aporta questiones pertinentes para la formulación y administración de políticas del sistema de salud. La detección de encaminamientos potencialmente evitables puede permitir mejorar los procesos de trabajo, así como optimizar la asignación de recursos. Objetivo: Describir las referencias secundarias generadas por los médicos de una Unidad de APS vinculada al Grupo Hospitalar Conceição (GHC), en el año 2017, y construir criterios para clasificarlas, discutiendo su evitabilidad. Métodos: Estudio descriptivo exploratorio basado en documentación. Los datos se obtuvieron en el sistema GERCON® (Sistema de Gestión de Consultas de la Secretaría Municipal de Salud de Porto Alegre-RS). Los encaminamientos se clasificaron según su motivo y evitabilidad. Resultados: Se generaron 799 encaminamientos a 110 especialidades médicas en el período. Después de la exclusión de las especialidades de dermatología y de prenatal de alto riesgo (debido a los cambios en los criterios y flujos de encaminamiento durante 2017), quedaron 733 referencias. De estos, 582 fueron categorizados por las investigadoras como no evitables y 151 como evitables. Los motivos predominantes de encaminamientos fueron: terapéuticas no disponibles en la APS (34%), recursos diagnósticos no disponibles en la APS (26,5%) y duda diagnóstica o terapéutica (23,2%). En cuanto a la evitación, se identificó el 20,6% de referencias evitables, predominando aquellos que involucran carencia de conocimientos/habilidades/actitud del médico. En cuanto a los encaminamientos categorizados como no evitables (79,4%), predominaron aquellos realizados a la necesidad de conocimientos/habilidades/procedimientos no propios de la APS. Conclusión: La construcción de un concepto para Referencias Evitables a partir de estudios empíricos puede enriquecer la gestión de servicios de APS, teniendo en vista su resolutividad. El presente estudio encontró un bajo porcentual de encaminamientos potencialmente evitables en esta Unidad de APS.


Assuntos
Humanos , Organização e Administração , Atenção Primária à Saúde , Encaminhamento e Consulta , Sistemas de Saúde , Assistência à Saúde , Medicina de Família e Comunidade
18.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 1784-1784, 20200210. ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1099827

RESUMO

Este artigo é um breve relato histórico sobre a formação do Grupo de trabalho de Mulheres na Medicina de Família e Comunidade da SBMFC (GT-MMFC), que ocorreu em 2016. Em paralelo, descreve-se as principais ações do Wonca Working Party on Women & Family Medicine e do próprio GT-MMFC até os dias atuais. Os objetivos do artigo são registrar a construção deste grupo de trabalho assim como fomentar e fortalecer o debate de todas as dimensões relacionadas às mulheres e a medicina de família e comunidade e a equidade de gênero


This article is a historical report of the creation of the SBMFC Women's Working Group on Family and Community Medicine (GT-MMFC), which took place in 2016. In parallel, it describes, until the present day, the main actions of the Wonca Working Party Women & Family Medicine and of the GT-MMFC. The objectives of the article are to record the construction of this working group as well as to foster and strengthen the debate on all dimensions related to women and family and community medicine and gender equity.


Este artículo es un informe histórico de la creación del Grupo de Trabajo de Mujeres SBMFC sobre Medicina Familiar y Comunitaria (GT-MMFC), que tuvo lugar en 2016. Paralelamente, describe las principales acciones del Grupo de Trabajo de Mujeres y Medicina Familiar de Wonca y del GT-MMFC, hasta el día de hoy. Los objetivos del artículo son registrar la construcción de este grupo de trabajo, así como fomentar y fortalecer el debate sobre todas las dimensiones relacionadas con la mujer y la medicina familiar y comunitaria y la equidad de género


Assuntos
Humanos , Feminino , Atenção Primária à Saúde , Mulheres , Medicina de Família e Comunidade , Equidade de Gênero
19.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2365-2365, 20200210. ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1099557

RESUMO

Este artigo apresenta a História do Grupo de Trabalho em Medicina Rural da SBMFC, um dos mais ativos grupos de trabalho da SBMFC. São revisados os primeiros passos desde a sua criação e posteriores desenvolvimentos. Um dos principais resultados identificados foi o de ajudar a consolidar a identidade do "MFC rural" e trazer a discussão da saúde das populações rurais para a agenda da saúde, da atenção primária e da medicina de família. Este relato tem também como objetivo auxiliar outros grupos em criação ou já estabelecidos a criar estratégias de fortalecimento de seus trabalhos.


This article presents the History of the SBMFC Working Party on Rural Medicine, one of SBMFC's most active working groups. The first steps since its creation and further developments are reviewed. One of the main results identified was to help consolidate the identity of the "rural family doctor" and bring the discussion of the health of rural populations to the health, primary care and family medicine agenda. This report also aims to assist other groups in creation or already established to create strategies to strengthen their work.


Este artículo presenta la Historia del Grupo de Trabajo de Medicina Rural de SBMFC, uno de los grupos de trabajo más activos de SBMFC. Se revisan los primeros pasos desde su creación y otros desarrollos. Uno de los principales resultados identificados fue ayudar a consolidar la identidad del "MFC rural" y llevar el debate sobre la salud de las poblaciones rurales a la agenda de salud, atención primaria y medicina familiar. Este informe también tiene como objetivo ayudar a otros grupos en la creación o ya establecidos para crear estrategias para fortalecer su trabajo. Descriptores: Salud rural, Medicina Familiar y Comunitaria, Historia de La Medicina.


Assuntos
Saúde da População Rural , Medicina de Família e Comunidade , História da Medicina
20.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2111-2111, 20200210. ilus
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1097402

RESUMO

Introdução: Pressionadas pela demanda e por agendas lotadas, equipes de saúde têm discutido estratégias de reorganização da agenda e ampliação do acesso. O Acesso Avançado vem ganhando espaço nesta discussão como uma estratégia desenvolvida nos Estados Unidos, que tem como princípio "Faça hoje o trabalho de hoje!". Propôs-se descrever a influência da implantação do Acesso Avançado sobre acesso ao atendimento de usuários numa Unidade de Saúde da Família no município de Diadema. Métodos: Tratou-se de um relato de experiência da gerente da unidade no processo de implantação do Acesso Avançado, com a proposta de analisar as agendas e os relatórios de produção dos profissionais de saúde (médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem) no período de janeiro de 2017 a abril de 2018 e apresentar estatística descritiva da influência do Acesso Avançado sobre os atendimentos desses profissionais. O Acesso Avançado foi amplamente discutido com a equipe e com o conselho gestor, num processo de construção conjunta de fluxos e novas agendas. Resultados: Identificou-se aumento de 157% no número de usuários atendidos em consultas, passando de 1.048 em janeiro de 2017 para 2.694 atendimentos em abril de 2018, e queda de 13% para 2% na taxa de faltas dos usuários às consultas. Conclusão: Pôde-se demonstrar que a estratégia foi efetiva na ampliação do acesso ao serviço de saúde, gerando também efeitos positivos na organização da agenda e dos processos de trabalho das equipes. Espera-se contribuir e fomentar discussões acerca da otimização do acesso à Atenção Primária à Saúde (APS), suas complexidades e peculiaridades, e propor análise da influência do Acesso Avançado sobre os demais atributos da APS, particularmente nos atributos de longitudinalidade e integralidade do cuidado.


Introduction: Pressured by demand and busy schedules, health teams have been discussing strategies for reorganizing the agenda and expanding access. Advanced Access has been gaining ground in this discussion as a strategy developed in the United States that has the principle "Do today's work today!". It was proposed to describe the influence of the implementation of Advanced Access on access to user care Advanced Access in a Family Health Unit in the city of Diadema. Methods: This was an experience report of the unit manager in the process of implementation of Advanced Access, with the proposal to analyze the agendas and production reports of health professionals (doctors, nurses and nursing technicians) during the period. January 2017 to April 2018 and present descriptive statistics of the influence of Advanced Access on the care of these professionals. Advanced Access has been extensively discussed with staff and management council in a process of jointly building flows and new agendas. Results: There was a 157% increase in the number of users served in consultations, from 1,048 in January 2017 to 2,694 calls in April 2018, and a drop from 13% to 2% in the rate of missed users. Conclusion: It was demonstrated that the strategy was effective in expanding access to health services, also generating positive effects on the organization of the agenda and work processes of teams. It is expected to contribute and foster discussions about the optimization of access to Primary Health Care (PHC), its complexities and peculiarities, and propose analysis of the influence of Advanced Access on the other attributes of PHC, particularly on the longitudinality and comprehensiveness attributes of care.


Introducción: Presionado por la demanda y los horarios ocupados, los equipos de salud han estado discutiendo estrategias para reorganizar la agenda y ampliar el acceso. Advanced Access ha ido ganando terreno en esta discusión como una estrategia desarrollada en los Estados Unidos que tiene el principio "¡Haz el trabajo de hoy hoy!". Se propuso describir la influencia de la implementación del Acceso avanzado en el acceso a la Atención al usuario Acceso avanzado en una Unidad de salud familiar en la ciudad de Diadema. Método: Este fue un informe de experiencia del gerente de la unidad en el proceso de implementación de Acceso Avanzado, con la propuesta de analizar las agendas y los informes de producción de los profesionales de la salud (médicos, enfermeras y técnicos de enfermería) durante el período. Enero de 2017 a abril de 2018 y presentar estadísticas descriptivas de la influencia de Advanced Access en la atención de estos profesionales. El acceso avanzado ha sido ampliamente discutido con el personal y el consejo de administración en un proceso de construcción conjunta de flujos y nuevas agendas. Resultados: Hubo un aumento del 157% en el número de usuarios atendidos en las consultas, de 1.048 en enero de 2017 a 2.694 llamadas en abril de 2018, y una caída del 13% al 2% en la tasa de usuarios perdidos. Conclusión: Se demostró que la estrategia fue efectiva para expandir el acceso a los servicios de salud, generando también efectos positivos en la organización de la agenda y los procesos de trabajo de los equipos. Se espera que contribuya y fomente discusiones sobre la optimización del acceso a la Atención Primaria de Salud (APS), sus complejidades y peculiaridades, y proponga el análisis de la influencia del Acceso Avanzado en los otros atributos de la APS, particularmente en los atributos de longitudinalidad e integralidad de la atención.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde , Assistência Integral à Saúde , Gestão da Qualidade , Acesso aos Serviços de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...