Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 755
Filtrar
1.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(Suplemento 1 - 40 anos da SBMFC e 45 anos da especialidade no Brasil): 3284, 20211203.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1358575

RESUMO

Em 2009, o Ministério da Saúde lança e a publicação Saúde da Família: um retrato, no contexto das comemorações dos 20 anos do SUS. As fotos que compõem esta publicação registram os caminhos da Estratégia Saúde da Família e da própria Medicina de Família e Comunidade. São acompanhadas da poesia de Célio Pedreira, um poeta, Médico de Família e Comunidade no Tocantins à época. Por vários e diferentes motivos, essas fotos e essa poesia são importantes de registrar nos dias de hoje, após 11 anos, e no contexto das comemorações dos 40 anos da SBMFC e 45 anos da especialidade no Brasil


Assuntos
Saúde da Família , Poesia como Assunto , Sistema Único de Saúde
2.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(Suplemento 1 - 40 anos da SBMFC e 45 anos da especialidade no Brasil): 3245, 20211203.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-1358574

RESUMO

No ano comemorativo dos 40 anos da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e dos 45 anos da Medicina de Família e Comunidade (MFC) como especialidade no Brasil, este artigo, na forma de entrevistas, traz mensagens de convidados e convidadas ­ profissionais que aqui representam a história passada, presente e futura da MFC e da SBMFC.[1] São profissionais que se relacionam com essa história nestes 40/45 anos, considerando algumas de suas funções na MFC e da SBMFC nesse período. Suas relações com a MFC e a SBMFC podem ser lidas no Editorial desta edição comemorativa. As mensagens sobre a MFC e a Atenção Primária à Saúde (APS) são dirigidas aos e às residentes de MFC, aos e às Médicos e Médicas de Família e Comunidade (MFC), aos médicos e médicas que atuam na APS; aos estudantes de Medicina, aos gestores de saúde e educação e à população geral.


Assuntos
Médicos de Família , Atenção Primária à Saúde , Educação em Saúde , Gestor de Saúde , Medicina de Família e Comunidade
3.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(Suplemento 1 - 40 anos da SBMFC e 45 anos da especialidade no Brasil): 3249, 20211203.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-1358573

RESUMO

No ano que marca os 40 anos da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e os 45 anos da Medicina de Família e Comunidade (MCF) como especialidade no Brasil, este artigo traz ­ por meio de entrevistas ­ pensamentos e percepções sobre Programas de residência em MFC e a participação desta especialidade em cursos de graduação, pesquisa e gestão em saúde. Esses entrevistados representam o passado, presente e futuro da FCM e da SBMFC [1]. Sua história se confunde com a da SBMFC e da FCM nestes 40/45 anos, considerando alguns cargos ocupados por esses profissionais na FCM e na SBMFC nesse período. Sua relação com a FCM e a SBMFC pode ser encontrada no Editorial desta edição comemorativa. As entrevistas exploram aspectos relacionados aos desafios, avanços e perspectivas da MFC e da SBMFC no processo de qualificação docente, de ampliação do número de especialistas e de ampliação da formação em pesquisa e gestão na área de MFC e atenção primária à saúde (APS).


Assuntos
Educação Superior , Pesquisa Biomédica , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde , Medicina de Família e Comunidade
4.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(Suplemento 1 - 40 anos da SBMFC e 45 anos da especialidade no Brasil): 3244, 20211203.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-1358572

RESUMO

No ano comemorativo dos 40 anos da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e dos 45 anos da Medicina de Família e Comunidade (MFC) como especialidade no Brasil, este artigo, na forma de entrevistas, traz visões e percepções sobre os programas de residência em MFC e a participação da especialidade na graduação, na pesquisa na gestão em saúde. Os entrevistados e entrevistadas, aqui, estão representando o passado, o presente e o futuro da MFC e da SBMFC1. São profissionais que se relacionam com sua história nestes 40/45 anos, considerando algumas de suas funções na MFC e da SBMFC nesse período. Suas relações com a MFC e a SBMFC podem ser lidas no Editorial desta edição comemorativa. Neste bloco, respondem a perguntas que abrangem os desafios enfrentados, os avanços e as perspectivas da MFC e da SBMFC no fortalecimento e na qualificação da Atenção Primária e do Sistema de Saúde como um todo.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde , Credenciamento , Medicina de Família e Comunidade
5.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(Suplemento 1 - 40 anos da SBMFC e 45 anos da especialidade no Brasil): 3261, 20211203.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-1358571

RESUMO

Neste ano de 2021, comemorativo dos 40 anos da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e dos 45 anos da especialidade no Brasil desde os primeiros programas de residência médica na área, lançamos este número especial da Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (RBMFC). Ele está composto por três entrevistas, trazendo a visão de pessoas que, de alguma forma, representam o passado, o presente e o futuro da especialidade. Naturalmente haveria muitas e muitos médicas/médicos de Família e Comunidade para consultarmos, mas seria impossível colocar a todas e todos neste espaço. Nossos convidados e convidadas estão listados e apresentados ao fim deste editorial.


Assuntos
Sociedades Científicas , Publicação Comemorativa , Medicina de Família e Comunidade
6.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2512, 20210126.
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292039

RESUMO

Introdução: A integração ensino serviço faz parte do processo de formação dos acadêmicos de enfermagem, mediante os estágios curriculares, e atividades de ensino, pesquisa e extensão. Objetivos: Compreender a perspectiva dos acadêmicos de enfermagem, sobre a integração ensino-serviço no âmbito do Sistema Único de Saúde. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo e qualitativo que incluiu 15 acadêmicos matriculados no 7º e 8º período, do segundo semestre letivo de 2017. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo temático. Emergiram-se três categorias: a inserção precoce do acadêmico no serviço; os preceptores como facilitadores do processo ensino aprendizagem; e os fatores que dificultam a atividade prática na atenção primária à saúde. Resultados: Os discentes valorizaram a territorialização, como processo essencial para a elaboração de intervenções frente as fragilidades identificadas na comunidade, além de oportunizar o amadurecimento acadêmico. Enfatizaram como satisfatória, a presença do preceptor para o aperfeiçoamento das suas habilidades, principalmente quando se sentem receosos para realizarem algum procedimento. Porém, salientaram as precariedades estruturais das unidades, a ausência de demanda, o número de pessoas em um grupo de estágio, e a resistência dos funcionários como condições que dificultam a inclusão deles no campo de prática. Conclusão: Na perspectiva dos acadêmicos a integração ensino-serviço é positiva. Entretanto, as unidades requerem intervenções dos responsáveis pela sua estrutura física, e o plano pedagógico do curso de novas propostas que possibilitem práticas mais integradas com a teoria e a comunidade.


Introduction: Teaching-service integration is part of the training process of nursing students, through curricular internships, teaching, research, and extension activities. Objectives: To understand the perspective of nursing students about the teaching-service integration within the Unified Health System. Methods:This is a descriptive and qualitative study, which included 15 students enrolled in the 7th and 8th periods in the second semester of 2017. The data were submitted to content analysis thematic. Three categories emerged: the early insertion of the student in the service; preceptors as facilitators of the teaching-learning process; and factors that hinder the practical activity in primary health care. Results: The students valued territorialization as an essential process for the development of interventions in the face of the weaknesses identified in the community, in addition to providing opportunities for academic maturation. They emphasized that the presence of the preceptor to improve their skills was satisfactory, especially when they felt afraid to perform some procedure. However, they pointed out the structural precariousness of the units, the lack of demand, the number of people in an internship group, and the resistance of the employees as conditions that hinder their inclusion in the practice field. Conclusion: From the academics' perspective, the teaching-service integration is positive. However, the units require interventions from those responsible for their physical structure, and the pedagogical plan of the course for new proposals that enable practices more integrated with theory and the community.


Introducción: La integración de la docencia y el servicio es parte del proceso de formación de los estudiantes de enfermería, a través de pasantías curriculares y actividades de docencia, investigación y extensión. Objetivo: Comprender la perspectiva de los estudiantes de enfermería sobre la integración de la docencia y el servicio en el ámbito del Sistema Único de Salud. Métodos: Se trata de un estudio descriptivo y cualitativo que incluyó a 15 estudiantes matriculados en el 7° y 8° períodos del segundo semestre académico de 2017. Los datos se enviaron para Análisis de contenido temático. Surgieron tres categorías: la inserción temprana del estudiante en el servicio; los preceptores como facilitadores del proceso de enseñanza-aprendizaje; y los factores que dificultan la actividad práctica en atención primaria de salud. Resultados: Los estudiantes valoraron la territorialización, como un proceso fundamental para la elaboración de las intervenciones ante las debilidades identificadas en la comunidad, además de brindar oportunidades para la maduración académica. Destacaron como satisfactoria, la presencia del preceptor para la mejora de sus habilidades, especialmente cuando sienten miedo de realizar cualquier procedimiento. Sin embargo, destacaron la precariedad estructural de las unidades, la ausencia de demanda, el número de personas en un grupo de prácticas y la resistencia de los empleados como condiciones que dificultan su inclusión en el ámbito de la práctica. Conclusión: Desde la perspectiva de los académicos, la integración enseñanza-servicio es positiva. Sin embargo, las unidades requieren la intervención de los responsables de su estructura física, y el plan pedagógico para el rumbo de nuevas propuestas que posibiliten prácticas más integradas con la teoría y la comunidad.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Estudantes de Enfermagem , Centros de Saúde , Assistência Centrada no Paciente , Programa de Estímulos e Incentivos
7.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2568, 20210126. ilus
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292040

RESUMO

O uso generalizado de antidepressivos tem aumentado progressivamente nos últimos anos. No entanto, as evidências para o tratamento medicamentoso da depressão são pouco consistentes, sendo restritas as formas mais graves do transtorno e com modesta melhora clínica. Além disso, os efeitos adversos e os riscos relacionados ao uso crônico dessas medicações estão bem estabelecidos na literatura científica. Assim, é importante que os médicos de família tenham uma abordagem crítica deste problema e se questionem qual a melhor forma de ajudar seus pacientes. Os autores deste artigo levantam algumas hipóteses para explicar a prescrição excessiva de antidepressivos e, principalmente, trazem orientações para médicos de família e comunidade no cuidado das pessoas com depressão, com sugestões práticas de orientar o cuidado pela prevenção quaternária, utilizando ferramentas como o compartilhamento de decisão, o cuidado colaborativo e a busca dos suportes sociais durante a consulta.


The widespread use of antidepressants has increased steadily in recent years. However, the evidence for drug treatment of depression is not very consistent, with the most severe forms of the disorder being restricted and with modest clinical improvement. In addition, the adverse effects and risks related to the chronic use of these medications are well established in the scientific literature. Thus, it is important that family doctors take a critical approach to this problem and ask themselves how best to help their patients. The authors raise some hypotheses to explain the excessive prescription of antidepressants and, mainly, bring guidelines for family and community doctors in the care of people with depression, with practical suggestions to guide care for quaternary prevention, using tools such as sharing of decision, collaborative care, and the search for social supports during the consultation.


El uso generalizado de antidepresivos ha aumentado de manera constante en los últimos años. Sin embargo, la evidencia para el tratamiento farmacológico de la depresión no es muy consistente, ya que las formas más graves del trastorno están restringidas y con una modesta mejoría clínica. Además, los efectos adversos y los riesgos relacionados con el uso crónico de estos medicamentos están bien establecidos en la literatura científica. Por lo tanto, es importante que los médicos de familia adopten un enfoque crítico de este problema y se pregunten cuál es la mejor manera de ayudar a sus pacientes. Los autores plantean algunas hipótesis para explicar la prescripción excesiva de antidepresivos y, principalmente, traen pautas para los médicos de familia y comunitarios en la atención de personas con depresión, con sugerencias prácticas para orientar la atención para la prevención cuaternaria, utilizando herramientas como el intercambio de decisiones, colaborativo atención y búsqueda de apoyos sociales durante la consulta.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Depressão , Prevenção Quaternária , Antidepressivos
8.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2832, 20210126.
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292043

RESUMO

Objetivos: Analisar a impressão de preceptores do programa de residência médica em medicina de família e comunidade (PRMFC) sobre as modificações ao modelo do ensino em serviço provocadas pelo contexto da pandemia de COVID-19. Métodos: Estudo qualitativo através da entrevista de preceptores da residência, visando categorizar o discurso dos sujeitos a partir do lugar de fala, usando o método hermenêutico-dialético. O mote foi ampliar a percepção experimental através dos discursos e entender as realidades concretas. Resultados: Permitiram a compreensão da vivência dos preceptores a partir da análise sob a ótica de três categorias: o processo de trabalho, a formação dos residentes orientando o serviço e o foco no atendimento aos sintomáticos respiratórios. Conclusão:O preceptor da residência médica em João Pessoa-Paraíba (PB), experimenta a liberdade de atuação como ferramenta de manutenção ao cuidado e na formação individualizada dos residentes, tidos como recursos significativos da comunidade na aprendizagem em medicina de família.


Objectives: To analyze the preceptors of family medicine impressions about the changes in the models of teaching due to the COVID-19 pandemic. Methods: Qualitative study that interviewed tutors at the medical residency, looking forward to categorize the subjects' discourse from the speaking place, using the hermeneutic-dialectic method. The motto was to expand the experimental perception through the speeches and to understand the concrete realities. Results: They allowed the comprehension of the experience of preceptors, through the analysis under the light of three categories: the working process, the medical residents' formation guiding the service and the focus on attending the respiratory symptomatic patients. Conclusion: The preceptor of the medical residency, in João Pessoa-Paraíba (PB), experiences the freedom of acting as a maintenance tool in the care and in the individualized training of medical residents, considered as significant resources of the community in the learning process in Family Practice.


Objetivo: Analizar la impresión de los preceptores del Programa de Residencia Médica en Medicina Familiar y Comunitaria (PRMFC) sobre las modificaciones al modelo de enseñanza en servicio provocadas por el contexto de la pandemia de COVID-19. Métodos: Estudio cualitativo a través de la entrevista a los preceptores de la residencia, con el objetivo de categorizar el habla de los sujetos desde el lugar del habla, utilizando el método hermenéutico-dialéctico. El lema era expandir la percepción experimental a través de los discursos y comprender las realidades concretas. Resultados: Fue posible comprender la experiencia de los preceptores a partir del análisis desde la perspectiva de tres categorías: el proceso de trabajo, la formación de los residentes que orientan el servicio y el enfoque en la atención de los síntomas respiratorios. Conclusión: El preceptor de la residencia médica, en João Pessoa-Paraíba (PB), experimenta la libertad de actuar como una herramienta para el mantenimiento del cuidado y en la formación individualizada de los residentes, vistos como recursos comunitarios significativos en el aprendizaje de la Medicina Familiar.


Assuntos
Humanos , Preceptoria/métodos , Atenção Primária à Saúde/organização & administração , Medicina de Família e Comunidade/educação , COVID-19 , Internato e Residência
9.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2736, 20210126. tab, ilus
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292042

RESUMO

Introdução: A melhoria contínua da qualidade (MCQ) em saúde pode ser conceituada como um compromisso de melhorar continuamente a qualidade do cuidado, centrando-se nas preferências e necessidades das pessoas que usam os serviços. No Brasil, entre os anos de 2009 e 2016, houve grande incentivo à avaliação do desempenho e melhoria da qualidade das equipes de saúde da família (eSF), através do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). No município do Rio de Janeiro (MRJ), ocorreram os seminários de accountability, um processo organizado pela gestão municipal para apresentação e avaliação de resultados por avaliadores externos a partir de uma matriz de indicadores previamente definidos, e os seminários de avaliação e melhoria da qualidade, organizados em 2018, com a prerrogativa do uso de ferramentas de MCQ pelas eSF e gestão local. Objetivos: Analisar a experiência das equipes de APS do MRJ em utilizar ferramentas de MCQ no seu processo de trabalho. Métodos: Foram realizadas entrevistas semiestruturadas aos profissionais que compõe a coordenação técnica das unidades básicas de saúde, avaliando-se a percepção geral sobre o trabalho e a rede, a presença de planejamento estratégico e a compreensão sobre os seminários de avaliação e melhoria da qualidade, por meio de da análise do conteúdo das entrevistas. Resultados: Dos entrevistados, 54% avaliam seu trabalho como "regular" e 36 % como "ruim" e todos entrevistados levaram em consideração o atual cenário da APS do MRJ para autoavaliação. Dos participantes, 86% relataram que as reuniões de equipe não acontecem na periodicidade prevista, contudo apontam para a ênfase no planejamento dos processos de trabalho nas reuniões. Somente 10% informaram que utilizam indicadores em saúde para nortear as ações a serem discutidas em reunião. Apenas 14% conseguiram realizar o itinerário completo dos seminários de MCQ com apoio de toda a equipe. Conclusão: Evidenciou-se a importância da institucionalização da MCQ e da avaliação em saúde, a influência negativa de um cenário político adverso e seu impacto nos processos de MCQ.


Introduction: Continuous quality improvement (MCQ) in healthcare can be conceptualized as a commitment to continuously improve the quality of care, focusing on the preferences and needs of the people who use the services. In Brazil, between 2009 and 2016, there was a great incentive to evaluate the performance and improve the quality of the family health teams (eSF), through the National Program for Improving Access and Quality of Primary Care (PMAQ). In the municipality of Rio de Janeiro (MRJ), there were accountability seminars, a process organized by the municipal management for the presentation and evaluation of results by external evaluators based on a matrix of previously defined indicators, and the seminars on evaluation and quality improvement, organized in 2018, with the prerogative of the use of MCQ tools by eSF and local management. Objectives: To analyze the experience of the MRJ PHC teams in using MCQ tools in their work process. Methods: Semi-structured interviews were carried out with professionals who make up the technical coordination of the basic health units, evaluating the general perception about the work and the network, the presence of strategic planning and the understanding of the seminars on quality evaluation and improvement, through the analysis of the content of the interviews. Results: Of the respondents, 54% assess their work as "fair" and 36% as "poor" and all respondents took into account the current scenario of the MRJ PHC for self-assessment. Of the participants, 86% reported that team meetings do not take place as scheduled; however, they point out the emphasis on planning work processes in the meetings. Only 10% reported that they use health indicators to guide the actions to be discussed at the meeting. Only 14% managed to complete the entire MCQ seminars itinerary with the support of the entire team. Conclusion: The importance of institutionalizing the MCQ and health assessment, the negative influence of an adverse political scenario and its impact on the MCQ processes was highlighted.


Introducción: La mejora continua de la calidad (MCQ) en el cuidado de la salud se puede conceptualizar como un compromiso para mejorar continuamente la calidad de la atención, enfocándose en las preferencias y necesidades de las personas que utilizan los servicios. En Brasil, entre 2009 y 2016, hubo un gran incentivo para evaluar el desempeño y mejorar la calidad de los equipos de salud de la familia (eSF), a través del Programa Nacional de Mejoramiento del Acceso y la Calidad de la Atención Primaria (PMAQ). En el municipio de Río de Janeiro (MRJ) se realizaron los seminarios de rendición de cuentas, proceso organizado por la gestión municipal para la presentación y evaluación de resultados por evaluadores externos con base en una matriz de indicadores previamente definidos, y los seminarios de evaluación y mejoramiento de la calidad, organizado en 2018, con la prerrogativa del uso de herramientas MCQ por parte de eSF y la gestión local. Objetivo: Analizar la experiencia de los equipos de APS de MRJ en el uso de herramientas MCQ en su proceso de trabajo. Método: Se realizaron entrevistas semiestructuradas con profesionales que integran la coordinación técnica de las unidades básicas de salud, evaluando la percepción general sobre el trabajo y la red, la presencia de planificación estratégica y la comprensión de los seminarios de evaluación y mejora de la calidad, através del análisis del contenido de las entrevistas. Resultados: De los encuestados, el 54% valora su trabajo como "regular" y el 36% como "deficiente" y todos los encuestados tuvieron en cuenta el escenario actual del MRJ APS para la autoevaluación. De los participantes, el 86% informó que las reuniones de equipo no se realizan según lo programado, sin embargo señalan el énfasis en la planificación de los procesos de trabajo en las reuniones. Solo el 10% informó que utiliza indicadores de salud para orientar las acciones que se discutirán en la reunión. Solo el 14% logró completar todo el itinerario de Seminarios MCQ con el apoyo de todo el equipo. Conclusión: Se destacó la importancia de institucionalizar la MCQ y la evaluación de salud, la influencia negativa de un escenario político adverso y su impacto en los procesos de MCQ.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Atenção Primária à Saúde , Administração em Saúde Pública , Gestão da Qualidade Total
10.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2572, 20210126. tab, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292041

RESUMO

Introdução: A iatrogenia é uma causa importante de morbimortalidade, logo, a prevenção quaternária (P4), ação que ceifa a cascata diagnóstica supérflua, foi incluída como exercício de boa prática. A medicina de família e comunidade (MFC) introjeta a P4 na vivência, sendo capaz de usar ciência aliada a habilidades de comunicação para conhecer as pessoas, resolvendo assim cerca de 85% das queixas, o que inclui as de origem vascular. Existe uma alta demanda no Sistema Único de Saúde (SUS) tanto na marcação de exames quanto no encaminhamento para especialistas focais no que tange às queixas circulatórias, mas nem sempre encaminhar é oportuno. Nesse cenário, a MFC funciona como um caminho para a P4. Objetivos: O objetivo do presente estudo foi avaliar as referências para cirurgia vascular e angiologia e as solicitações de ultrassonografia (USG) Doppler de vasos de unidades de saúde da família (USFs) de João Pessoa/PB, analisando as taxas de solicitações por população adulta (>18 anos) adscrita, nas unidades conveniadas ao programa de residência em medicina de família e comunidade (PRMFC) há mais de 1 ano, há menos de 1 ano e naquelas sem convênio com PRMFC, sob o olhar crítico da P4. Métodos: Trata-se de um estudo transversal a partir de dados fornecidos pela Central de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa (SMS/JP), entre janeiro de 2017 e agosto de 2018. Para realização dos cálculos de correlação entre as variáveis estudadas, utilizou-se o teste de Kruskall-Wallis através do software SPSS 21.0. Resultados: O número total de pedidos de exames em análise foi de 3.918, oriundos de 90 USF, que somam uma população adscrita maior de 18 anos de 332.819 pessoas. Solicitou-se 1 Doppler a cada 85 habitantes adultos. Os resultados do estudo sugerem que os médicos residentes solicitam mais exames que os médicos não residentes, mas por outro lado apresentam menor taxa de encaminhamento aos especialistas. Conclusões: Estes achados podem sugerir que os médicos residentes encaminham menos, o que pode estar relacionado ao aumento da resolubilidade da atenção primária à saúde (APS) e ao ensino da P4 sob orientação de um médico de família e comunidade preceptor. Entretanto, novos delineamentos de pesquisa são necessários para melhor elucidar esta hipótese.


Introduction: Iatrogenesis is an important cause of morbimortality and quaternary prevention (P4), an action that reduces the superfluous diagnostic cascade, was included as an exercise of good practice. Family practice projects P4 into practice, being able to use science combined with communication skills to know people, solving about 85% of complaints, including vascular discomforts. There is a high demand at Sistema Único de Saúde (SUS) both in scheduling exams and referrals to focal specialists with regard to circulatory complaints, but referring is not always appropriate. In this scenario, family practice works as a pathway to P4. Objectives: The aim of the present study was to evaluate the referrals for vascular surgery/angiologist and requests for Doppler ultrasonography (USG) of vessels from family health units (USF) in João Pessoa, PB, analyzing the rates of requests per registered adult population (>18-years-old) in the units affiliated to the family practice medical residency program (FPMRP) for more than a year, less than a year and in the non-affiliated ones, under P4's critical view. Methods: This is a cross-sectional study of data provided by the Regulation Center of the Municipal Health Department of João Pessoa, between January 2017 and August 2018. To perform the correlation calculations between the studied variables, Kruskall-Wallis' correlation test was used through the SPSS 21.0 software. Results: The total number of exam requests under analysis was 3,918, from 90 USF, which add up to an enrolled population over 18-years-old of 332,819 people. For every 85 adult inhabitants, one Doppler exam was requested. Data suggest that the resident doctors request more exams than the non-residents, but on the other hand they have lower rates of referrals to focal experts. Conclusions: These findings may suggest that resident physicians refer less, which may be related to the increase in the resolution of primary care and the teaching of P4 under the guidance of a family practice preceptor. However, new research designs are considered to better elucidate this hypothesis.


Introducción: La iatrogenia es una causa importante de morbilidad y mortalidad, por lo que se incluyó como ejercicio de buena práctica la prevención cuaternaria (P4), una acción que corta la cascada diagnóstica superflua. La medicina familiar y comunitaria (MFC) introduce la P4 en la práctica, siendo capaz de utilizar la ciencia aliada a las habilidades de comunicación para conocer a las personas, resolviendo así alrededor del 85% de las quejas, lo que incluye las quejas vasculares. En el Sistema Único de Salud (SUS) brasileño hay una gran demanda, tanto para programar exámenes como para derivar a los especialistas focales las dolencias circulatorias, pero la derivación no siempre es oportuna. En este escenario, la CBM funciona como una vía hacia la P4. Objetivo: El objetivo del presente estudio fue evaluar las referencias de cirugía vascular y angiología y las solicitudes de ultrasonografía Doppler (USG) de vasos de las unidades de salud de la familia (USF) de João Pessoa/PB, analizando las tasas de solicitudes por población adulta (>18 años) asignada, en las unidades asociadas al programa de residencia en medicina de la familia y de la comunidad (CFMRP) por más de 1 año, por menos de 1 año y en las que no tienen convenio con el CFMRP, bajo la visión crítica del P4. Métodos: Se trata de un estudio transversal de datos proporcionados por la Central de Regulación de la Secretaría Municipal de Salud de João Pessoa (SMS/JP), entre enero de 2017 y agosto de 2018. Se utilizó la prueba de Kruskall-Wallis para realizar los cálculos de correlación entre las variables estudiadas mediante el programa informático SPSS 21.0. Resultados: El número total de solicitudes de pruebas analizadas fue de 3.918, procedentes de 90 USF, que suman una población asignada mayor de 18 años de 332.819 personas. Se solicitó un Doppler por cada 85 habitantes adultos. Los resultados sugieren que los médicos residentes solicitan más pruebas que los no residentes, pero por otro lado tienen una tasa de derivación a especialistas más baja. Conclusiones: Estos resultados pueden sugerir que los médicos residentes derivan menos, lo que puede estar relacionado con la mayor resolutividad de la Atención Primaria de Salud (APS) y la enseñanza de la P4 bajo la dirección de un médico de familia y un preceptor comunitario. Sin embargo, se necesitan nuevos diseños de investigación para dilucidar mejor esta hipótesis.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Adulto , Atenção Primária à Saúde , Encaminhamento e Consulta/estatística & dados numéricos , Procedimentos Cirúrgicos Vasculares/estatística & dados numéricos , Ultrassonografia Doppler/estatística & dados numéricos , Prevenção Quaternária , Internato e Residência , Estudos Transversais
11.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2486, 20210126. tab, ilus
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292038

RESUMO

Introdução: As interações medicamentosas podem alterar a segurança e/ou efetividade no tratamento das doenças. Alguns medicamentos precisam ser utilizados em jejum e a literatura apresenta informações divergentes sobre o real impacto clínico do uso destes no mesmo horário. Objetivos: Analisar as evidências sobre a relevância clínica de potenciais interações entre inibidores da bomba de prótons (IBPs), levotiroxina e alendronato de sódio. Métodos: Realizou-se uma revisão narrativa de artigos disponíveis na base de dados PubMed, além de consulta de potenciais interações medicamentosas em fontes de informações sobre medicamentos disponíveis na World Wide Web. Resultados: Em apenas três das 17 fontes de informações consultadas foi relatado uma possível redução dos níveis plasmáticos e/ou da efetividade da levotiroxina, quando administrada de forma concomitante com omeprazol ou outro da classe. Somente uma fonte relata leve redução dos níveis plasmáticos de alendronato de sódio por interação com a levotiroxina, e apenas duas fontes evidenciam possível redução do efeito terapêutico do alendronato de sódio por interação com IBPs. Apenas dois estudos relatam resultados significativos relacionados à existência de interação entre levotiroxina ou alendronato no uso concomitante de IBPs. Em todas as fontes consultadas, as interações são descritas como menores, leves, moderadas ou de significado desconhecido. Todas as fontes de informações sugerem a continuidade da terapia para manejo da interação. Conclusão: Até o momento não há evidências robustas que demonstrem impedimento de uso de inibidores da bomba de prótons, levotiroxina e alendronato de sódio no mesmo horário, sendo essencial o acompanhamento dos parâmetros clínicos e laboratoriais.


Introduction: Drug interactions can alter safety and/or effectiveness in the treatment of diseases. Some medications need to be used on an empty stomach and the literature presents divergent information about the real clinical impact of using them at the same time. Objectives: To analyze the evidence on the clinical relevance of potential interactions between proton pump inhibitors, levothyroxine and sodium alendronate. Methods: A narrative review of articles available in the PubMed database was carried out, in addition to consulting potential drug interactions in sources of information on drugs available on the World Wide Web. Results: In only three of the 17 information sources consulted, a report was reported possible reduction in plasma levels and the effectiveness of levothyroxine, when administered concomitantly with omeprazole or another in the class. Only one source reports a slight reduction in plasma sodium alendronate levels due to interaction with levothyroxine, and only two sources show a possible reduction in the therapeutic effect of sodium alendronate through interaction with PPIs. Only two studies report significant results related to the existence of an interaction between levothyroxine or alendronate in concomitant use of PPIs. In all sources consulted, interactions are described as minor, mild, moderate or of unknown significance. All sources of information suggest the continuity of therapy to manage the interaction. Conclusion: To date, there is no robust evidence demonstrating that it is impossible to use proton pump inhibitors, levothyroxine and sodium alendronate at the same time, and it is essential to monitor clinical and laboratory parameters.


Introducción: Las interacciones farmacológicas pueden alterar la seguridad y / o efectividad en el tratamiento de enfermedades. Algunos medicamentos deben usarse con el estómago vacío y la literatura presenta información divergente sobre el impacto clínico real de usarlos al mismo tiempo. Objetivo: Analizar la evidencia sobre la relevancia clínica de las posibles interacciones entre los inhibidores de la bomba de protones, la levotiroxina y el alendronato de sodio. Métodos: Se realizó una revisión narrativa de los artículos disponibles en la base de datos Pubmed, además de la consulta de posibles interacciones farmacológicas en las fuentes de información sobre medicamentos disponibles en la World Wide Web. Resultados: En solo tres de las 17 fuentes de información consultadas, se informó posible reducción en los niveles plasmáticos y la efectividad de la levotiroxina, cuando se administra concomitantemente con omeprazol u otro en la clase. Solo una fuente informa una ligera reducción en los niveles plasmáticos de alendronato de sodio debido a la interacción con levotiroxina, y solo dos fuentes muestran una posible reducción en el efecto terapéutico del alendronato de sodio a través de la interacción con los IBP. Solo dos estudios informan resultados significativos relacionados con la existencia de una interacción entre levotiroxina o alendronato en el uso concomitante de IBP. En todas las fuentes consultadas, las interacciones se describen como leves, moderadas o de significancia desconocida. Todas las fuentes de información sugieren la continuidad de la terapia para gestionar la interacción. Conclusión: Hasta la fecha, no existe evidencia sólida que demuestre que es imposible usar inhibidores de la bomba de protones, levotiroxina y alendronato de sodio al mismo tiempo, y es esencial monitorear los parámetros clínicos y de laboratorio.


Assuntos
Tiroxina , Alendronato , Inibidores da Bomba de Prótons , Interações Medicamentosas
12.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2379, 20210126. ilus, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292037

RESUMO

Introdução: A hanseníase é uma doença tropical negligenciada causada por Mycobacterium leprae. O Brasil é um dos principais países endêmicos para a doença, persistindo como problema de saúde pública. Além disso, é a principal doença infecciosa causadora de incapacidades físicas. Objetivos: Analisar a magnitude e os fatores associados à limitação de atividade nos casos novos de hanseníase diagnosticados no centro de referência do nordeste do Brasil. Métodos: Trata-se de estudo transversal envolvendo 50 pessoas com diagnóstico de hanseníase. Foram coletadas variáveis clínicas e sociodemográficas além de aplicação da escala SALSA para análise da limitação funcional. Empregou-se regressão logística com cálculo de odds ratio. Resultados: A presença de limitações funcionais foi registrada em 32% (n=16) dos casos analisados, destacando-se sexo feminino (56,3%), idosos (37,5%), baixa escolaridade (87,6%), forma dimorfa (62,5%), classificação multibacilar (75,0%) e grau 2 de incapacidade física (50,0%). A limitação funcional esteve associada a faixa etária ≥45 anos (OR 3,80; p=0,047), classificação multibacilar (OR 4,28; p=0,021) e escore OMP ≥6 (OR 4,69; p=0,041). Conclusão: Observou-se elevada frequência de pessoas com incapacidade físicas. Os fatores associados à limitação funcional foram idade igual ou superior a 45 anos, classificação multibacilar e escore OMP maior ou igual a seis.


Introduction: Leprosy is a neglected tropical disease caused by Mycobacterium leprae. Brazil is one of the main endemic countries for the disease, persisting as a public health problem. In addition, it is the main infectious disease that causes physical disabilities. Objectives: To analyze the magnitude and factors associated with activity limitation in new cases of leprosy diagnosed in the reference center in Northeastern Brazil. Methods: This is a cross-sectional study involving 50 people diagnosed with leprosy. Clinical and sociodemographic variables were collected in addition to the application of the SALSA scale for the analysis of functional limitations. Logistic regression was used with the calculation of odds ratio. Results: The presence of functional limitations was registered in 32% (n=16) of the cases analyzed, especially female (56.3%), elderly (37.5%), low education (87.6%), dimorphic form (62.5%), multibacillary classification (75.0%), and degree 2 of physical disability (50.0%). Functional limitation was associated with an age range ≥45 years (OR 3.80; p=0.047), multibacillary classification (OR 4.28; p=0.021), and OMP score ≥6 (OR 4.69; p=0.041). Conclusion: There was a high frequency of people with physical disabilities. The factors associated with functional limitation were age equal to or greater than 45 years, multibacillary classification and OMP score greater than or equal to six.


Introducción: La lepra es una enfermedad tropical desatendida causada por Mycobacterium leprae. Brasil es uno de los principales países endémicos de la enfermedad, persistiendo como problema de salud pública. Además, es la principal enfermedad infecciosa que causa discapacidades físicas. Objetivo: Analizar la magnitud y los factores asociados a la limitación de la actividad en los nuevos casos de lepra diagnosticados en el centro de referencia del noreste de Brasil. Métodos: Se trata de un estudio transversal en el que participaron 50 personas diagnosticadas con lepra. Se recogieron variables clínicas y sociodemográficas además de la aplicación de la escala SALSA para el análisis de limitaciones funcionales. Se utilizó regresión logística con el cálculo del odds ratio. Resultados: La presencia de limitaciones funcionales se registró en el 32% (n=16) de los casos analizados, especialmente mujeres (56,3%), ancianos (37,5%), baja escolaridad (87,6%), forma dismórfica (62,5%), clasificación multibacilar (75,0%) y grado 2 de discapacidad física (50,0%). La limitación funcional se asoció con un rango de edad ≥45 años (OR 3,80; p=0,047), clasificación multibacilar (OR 4,28; p=0,021) y puntuación OMP ≥6 (OR 4,69; p=0,041). Conclusión: Hubo una alta frecuencia de personas con discapacidad física. Los factores asociados a la limitación funcional fueron edad igual o superior a 45 años, clasificación multibacilar y puntuación OMP mayor o igual a seis.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Estudos Transversais , Avaliação da Deficiência , Hanseníase , Fatores Socioeconômicos , Fatores de Risco
13.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2159, 20210126. tab, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292036

RESUMO

Introdução: Diversos estudos destacam a alta rotatividade e a dificuldade de fixação dos profissionais nas equipes, especialmente médicos, como um dos grandes desafios para a consolidação da estratégia saúde da família (ESF) no Brasil. A rotatividade prejudica a longitudinalidade do cuidado, a formação do vínculo com a equipe e a qualidade da assistência prestada. Objetivo: Descrever o perfil sociodemográfico e os fatores de atração e saída de médicos inseridos na ESF. Métodos: Estudo transversal com abordagem quantitativa, realizado entre março e abril de 2019, do município de Ponta Grossa-PR, Brasil, por meio de questionário semiestruturado e autoaplicado desenvolvido no estudo. A análise descritiva foi realizada por frequências relativas (%) e absolutas (n). Resultados: Participaram 61 médicos. Houve predomínio de profissionais mulheres (57,4%), com menos de 30 anos (49,2%), formou-se após 2015 (60,7%) e não é natural do município (82%). Apenas 1,6% possuía residência em medicina de família e comunidade e 9,8% especialização em saúde da família. Foi alto o percentual de médicos contratados pelo "Programa Mais Médicos" (82%) e que trabalha na ESF há menos de 6 meses (59%). A identificação com o trabalho foi apontada como o principal fator que levou à inserção na ESF, enquanto o excesso de demanda e de processos burocráticos foi mencionado como importante fator de desmotivação. O principal motivo de saída dos profissionais foi a realização de residência médica. Conclusão: Houve predomínio de profissionais com baixo tempo de trabalho na ESF do município oriundos do "Programa Mais Médicos", em contratos temporários e relações trabalhistas precárias. A rotatividade médica é um assunto complexo, mas estratégias de valorização da carreira na atenção primária à saúde e a oferta de melhores condições de trabalho podem contribuir para sua resolução.


Introduction: Several studies have demonstrated the high turnover and the difficulty of fixing professionals in the work teams, especially doctors, as one of the great challenges for the consolidation of family health strategy (FHS) in Brazil. Professional turnover impairs the longitudinality of care, the formation of the bond with the team and the quality of care provided. Objectives: To describe the sociodemographic profile and the attraction and exit factors between doctors inserted in the family health strategy. Methods: The cross-sectional study with quantitative approach, carried out between March and April 2019, in the city of Ponta Grossa-PR, Brasil, through a semi-structured and self-applied questionnaire developed in the study. Descriptive analysis was performed by relative (%) and absolute (n) frequencies. Results: 61 physicians participated. There was a predominance of female professionals (57.4%), with less of 30 years-old (49,2%), graduated after 2015 (60,7%) and are not born in the city (82%). Only 1.6% had residency in family and community medicine and 9.8% specialized in family health. It was high percentage of doctors hired by the "Programa Mais Médicos" (82%) and who worked at the FHS for less than six months were found (59%). The main reason for leaving the professionals is to perform medical residency. The identification with the work was pointed out as the main factor for the insertion in the ESF, while the excess of demand and bureaucratic processes was mentioned as an important demotivation factor. Conclusion: There was a predominance of professionals with a short working time in the municipality's PHS who came from the "Programa Mais Médicos", in temporary contracts and in precarious labor relations. Medical turnover is a complex issue, but strategies for career enhancement in primary care and the provision of better working conditions can contribute to its resolution.


Introducción: Varios estudios destacan la alta rotación y la dificultad de fijación de los profesionales en los equipos, especialmente médicos, como uno de los principales desafíos para la consolidación de la estrategia de salud familiar (ESF) en Brasil. La rotación perjudica la longitudinalidad de la atención, la formación de vínculos con el equipo y la calidad de la atención proporcionada. Objetivo: Describir el perfil sociodemográfico y los factores de atracción y salida de los médicos que laboran en la ESF. Método: Estudio transversal con enfoque cuantitativo, realizado entre marzo y abril de 2019, en la ciudad de Ponta Grossa-PR, Brasil, mediante un cuestionario semiestructurado y autoaplicado desarrollado en el estudio. El análisis descriptivo se realizó por frecuencias relativas (%) y absolutas (n). Resultados: Participaron 61 médicos. Predominó el sexo femenino (57,4%), menor de 30 años (49,2%), se graduaron después de 2015 (60,7%) y no son del municipio (82%). Solo el 1,6% tenía residencia en medicina familiar y comunitaria y el 9,8% se especializó en salud de la familia. Fue alta porcentaje de médicos contratados por el "Programa Mais Médicos" (82%) y que trabajan en la ESF por menos de 6 meses (59%). La razón principal que conduce a la salida de profesionales es la realización de la residencia médica. La identificación con el trabajo se señaló como el factor principal que condujo a la inserción en el ESF, mientras que la demanda excesiva y los procesos burocráticos se mencionaron como un importante factor de desmotivación. Conclusión: Predominó la presencia de profesionales con poco tiempo de trabajo en la ESF del municipio, provenientes del "Programa Mais Médicos", en contratos temporales y en relaciones laborales precarias. La rotación médica es un tema complejo, pero las estrategias para mejorar la carrera en Atención Primaria y ofrecer mejores condiciones de trabajo pueden contribuir a su resolución.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Adulto Jovem , Reorganização de Recursos Humanos/estatística & dados numéricos , Médicos , Atenção Primária à Saúde , Estratégia Saúde da Família , Satisfação no Emprego , Fatores Socioeconômicos , Estudos Transversais
14.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2992, 20210126. tab, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS, LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-1292044

RESUMO

Introdução: De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA) a estimativa de novos casos de câncer do colo do útero (CCU) para o Estado do Espírito Santo, no triênio 2020-2022, é de 11,65 por 100.000 habitantes. Objetivos: Traçar o perfil clínico-epidemiológico das usuárias do serviço de atenção integral à saúde da mulher da policlínica da Universidade Vila Velha (UVV), a partir dos determinantes da consulta ginecológica, e correlacionar aos achados citológicos e histológicos. Métodos: Estudo de corte transversal, observacional e retrospectivo envolvendo 590 prontuários de pacientes, atendidas entre fevereiro de 2011 e julho de 2016 no serviço de atenção integral à saúde da mulher na policlínica/UVV. Resultados: A média de idade das mulheres incluídas nesse estudo foi de 39,5 anos (DP± 16,2). Os fatores de risco como estado civil e tempo de relacionamento conjugal, multiparidade, e uso de contraceptivos hormonais orais foram associados a maior chance de CCU. Associação estatística da variável idade não evidenciou risco de CCU. Conclusões: Os resultados vão de acordo com os preconizados pelo INCA e Ministério da Saúde. Isso reforça a importância da rastreabilidade na atenção primária e os fatores que interferem na mesma.


Introduction: According to the National Cancer Institute (INCA), the estimate of new cases of cervical cancer (CC) for the State of Espírito Santo, in the 2020-2022 period, is 11.65 per 100,000 inhabitants. Objectives: To trace the clinical-epidemiological profile of users of the comprehensive women's health care service at the University Vila Velha (UVV), based on the determinants of gynecological consultation, and to correlate with cytological and histological findings. Methods: Cross-sectional, observational and retrospective study involving 590 medical records of patients, attended between February 2011 and July 2016 at the comprehensive care service for women's health in the polyclinic/UVV. Results: The average age of women included in this study was 39.5 years (SD±16.2). Risk factors such as marital status and length of marital relationship, multiparity, and use of oral hormonal contraceptives were associated with an increased chance of CC. Statistical association of the age variable did not show a risk of CC. Conclusion: The results are in line with those recommended by INCA and the Ministry of Health. This reinforces the importance of traceability in primary care and the interfering factors.


Introducción: Según el Instituto Nacional del Cáncer (INCA), la estimación de nuevos casos de cáncer de cuello uterino (CC) para el Estado de Espírito Santo en el período 2020-2022 es de 11,65 por 100.000 habitantes. Objetivo: Trazar el perfil clínico-epidemiológico de las usuarias del servicio de atención integral de salud a la mujer de la policlínica Universitaria Vila Velha (UVV), a partir de los determinantes de la consulta ginecológica, y correlacionarlo con hallazgos citológicos e histológicos. Métodos: Estudio transversal, observacional y retrospectivo que involucró a 590 historias clínicas de pacientes, atendidas entre febrero de 2011 y julio de 2016 en el servicio de atención integral de salud de la mujer de la policlínica/UVV. Resultados: La edad promedia de las mujeres incluidas en este estudio fue de 39,5 años (DE ± 16,2). Los factores de riesgo como el estado civil y la duración de la relación matrimonial, la multiparidad y el uso de anticonceptivos hormonales orales se asociaron con una mayor probabilidad de CC. La asociación estadística de la variable edad no mostró riesgo de CC. Conclusiones: Los resultados están en línea con los recomendados por INCA y el Ministerio de Salud, lo que refuerza la importancia de la trazabilidad en la atención primaria y los factores que interfieren en ella.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Neoplasias do Colo do Útero/diagnóstico , Assistência Integral à Saúde , Neoplasias do Colo do Útero/epidemiologia , Estudos Transversais , Estudos Retrospectivos , Fatores de Risco , Colposcopia
15.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2821, 20210126. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1282459

RESUMO

A gravidez não planejada é uma realidade mundial e corresponde a 40% de todas as gestações e podem desencadear aumento da mortalidade materna. O Dispositivo Intrauterino (DIU) é uma das opções de contraceptivos ofertadas no SUS de boa eficácia, mas ainda é pouco utilizado. Diversos países desenvolvidos têm buscado formas de romper as barreiras e aumentar as taxas de inserção do DIU, como treinamento profissional, investimentos na área e educação da população. Este estudo tem como objetivo realizar uma revisão integrativa na literatura sobre os artigos relacionados ao DIU na Atenção Primária a Saúde (APS) nos últimos dez anos. Foram realizadas buscas no Pubmed, Scielo, LILACS e BDENF-Enfermagem utilizando-se descritores correlatos. Foram incluídas publicações que abordavam o DIU na Atenção Primária à Saúde e publicações nos últimos dez anos. Foram considerados artigos decorrentes de pesquisas originais, revisões e protocolos clínicos ou de aprendizagem. Após utilizar os critérios de inclusão e exclusão, 39 artigos foram selecionados e fizeram parte da revisão, os quais foram agrupados em categorias. Os temas que mais se repetiram geraram as categorias: as Barreiras para Inserção do DIU, Treinamento dos Profissionais, Taxas de Inserção, taxas de Continuação e Outros. Entre os artigos apenas dois eram nacionais. Conclui-se que existem poucos estudos nacionais abordando o DIU na APS e que dentre os trabalhos encontrados há uma preocupação em identificar barreiras e estratégias para ampliar a oferta do método.


Unplanned pregnancy is a worldwide reality and accounts for 40% of all pregnancies and can trigger increased maternal mortality. The Intrauterine Device (IUD) is one of the options of contraceptives offered in SUS with good effectiveness, but is still little used. Several developed countries have been looking for ways to break down barriers and increase IUD insertion rates, such as vocational training, investments in the area and education of the population. This study aims to conduct an integrative literature review on IUD-related articles in Primary Care over the past ten years. Searches were performed at Pubmed, Scielo, LILACS and BDENF-Enfermagem using related descriptors. Publications that addressed the IUD in Primary Health Care in the last ten years were included. Articles resulting from original research, reviews and clinical or learning protocols were considered. After using the inclusion and exclusion criteria, 39 articles were selected and were part of the review, which were grouped into categories. The themes most repeated were the following categories: Barriers to IUD Insertion, Professional Training, Knowledge about IUD, Insertion and Continuation Rates and Others. Among the articles, only two were national. It is concluded that there are few national studies addressing IUD in PHC and that among the studies found there is a concern to identify barriers and strategies to expand the offer of the method.


El embarazo no planificado es una realidad mundial y representa el 40% de todos los embarazos y puede desencadenar un aumento de la mortalidad materna. El Dispositivo Intrauterino (DIU) es una de las opciones anticonceptivas que ofrece el SUS con buena eficacia, pero aún se utiliza poco. Varios países desarrollados han estado buscando formas de romper barreras y aumentar las tasas de inserción de DIU, como capacitación profesional, inversiones en el área y educación de la población. Este estudio tiene como objetivo realizar una revisión integradora de la literatura sobre artículos relacionados con los DIU en Atención Primaria de Salud (APS) en los últimos diez años. Las búsquedas se realizaron en Pubmed, Scielo, LILACS y BDENF-Enfermagem utilizando descriptores relacionados. Se incluyeron publicaciones que abordaron el DIU en la Atención Primaria de Salud y publicaciones de los últimos diez años. Se consideraron artículos resultantes de investigaciones originales, revisiones y protocolos clínicos o de aprendizaje. Luego de utilizar los criterios de inclusión y exclusión, se seleccionaron 39 artículos que fueron parte de la revisión, los cuales fueron agrupados en categorías. Los temas que más se repitieron fueron los siguientes: Barreras para la inserción del DIU, Capacitación profesional, Conocimiento sobre DIU, Tasas de inserción y continuación y Otros. Entre los artículos, solo dos eran nacionales. Se concluye que existen pocos estudios nacionales que abordan el DIU en la APS y que entre los estudios encontrados existe una preocupación por identificar barreras y estrategias para ampliar la oferta del método.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Assistência Integral à Saúde , Anticoncepção , Medicina de Família e Comunidade , Dispositivos Intrauterinos
16.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2768, 20210126. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1282463

RESUMO

Introdução: O atributo de APS "Orientação Comunitária" (OC) envolve um processo contínuo de atendimento às demandas de saúde de uma comunidade definida, utilizando-se de planejamento epidemiológico. Porém, sua definição tem se tornado bastante confusa pois qualquer serviço direcionado a uma comunidade específica termina por ser caracterizado como tal. Pouco parece se produzir sobre a OC no Brasil e no mundo. Objetivo: Realizar revisão sistematizada acerca do atributo Orientação Comunitária na literatura nacional e internacional. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa, utilizando a estratégia PICo para selecionar publicações nas bases de dados PubMed, LILACS, Scielo e CAPES utilizando o descritor OC. Resultados: Foram encontrados 44 artigos e após exclusão de artigos repetidos e aplicação dos critérios de inclusão sobraram 9 artigos, 6 nacionais e 3 internacionais, 6 utilizando o Primary Care Assessment Tool (PCATool). Discussão: Todos os artigos trazem definições similares da OC, destacando a importância da epidemiologia e do contato com a comunidade para a definição de estratégias. Apesar da ESF ser na teoria um serviço orientado à comunidade, os 6 trabalhos nacionais que usaram o PCATool obtiveram baixos escores. Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) foram apenas mencionados em 3 artigos. A discussão sobre novas formas de comunidade não apareceu nesta revisão.


Scope The attribute of PHC "Community Orientation" (CO) requires a continuous process of meeting the health needs of a defined community using epidemiological planning. However, its definition has become quite confusing since any community-oriented service ends up being classified as CO. Besides, not enough research has been done about it in Brazil nor the world. Purposes To conduct a systematic review about the attribute Community Orientation in both national and international literature. Methodology: It is an integrative review in which PICo strategy was used in order to find publications in databases such as PubMed, LILACS, Scielo and CAPES using the descriptor CO. Results 44 articles were found and after excluding repeated ones and applying the inclusion criteria, 9 articles remained, of which 6 national and 3 international ones, 6 using the Primary Care Assessment Tool (PCATool). Theoretical Approach: All articles have similar definitions about CO, highlighting the importance of epidemiology and involvement with the community to better define health strategies. Although, in theory, Brazilian Family Health Strategy (FHS) is a PHC community-oriented service, all 6 Brazilian publications that used PCATool reached low scores. The Community Health Workers (CHW) were only mentioned in 3 articles. The discussion about new shapes of communities did not appear in this review.


Introducción: El atributo de la APS "Orientación Comunitaria" (CO) implica un proceso continuo de satisfacción de las demandas de salud de una comunidad definida, utilizando la planificación epidemiológica. Sin embargo, su definición se ha vuelto bastante confusa ya que cualquier servicio dirigido a una comunidad específica acaba siendo caracterizado como tal. Poco parece producirse sobre OC en Brasil y en el mundo. Objetivo: Realizar una revisión sistemática del atributo Orientación comunitaria en la literatura nacional e internacional. Metodología: Se trata de una revisión integradora, utilizando la estrategia PICo para seleccionar publicaciones en las bases de datos PubMed, LILACS, Scielo y CAPES utilizando el descriptor OC. Resultados: se encontraron 44 artículos y luego de excluir los artículos repetidos y aplicar los criterios de inclusión, quedaron 9 artículos, 6 nacionales y 3 internacionales, 6 utilizando la Herramienta de Evaluación de Atención Primaria (PCATool). Discusión: Todos los artículos tienen definiciones similares de CO, destacando la importancia de la epidemiología y el contacto con la comunidad para la definición de estrategias. Si bien la ESF es en teoría un servicio orientado a la comunidad, los 6 estudios nacionales que utilizaron el PCATool obtuvieron puntuaciones bajas. Los agentes comunitarios de salud (CHA) solo se mencionaron en 3 artículos. La discusión de nuevas formas de comunidad no apareció en esta revisión.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde , Agentes Comunitários de Saúde , Acesso Universal aos Serviços de Saúde , Medicina de Família e Comunidade
17.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2664, 20210126. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1282466

RESUMO

Introduction: The world was surprised by COVID - 19 Pandemic, a viral infection caused by SARS-COV-2, which started in Wuhan, People's Republic of China, in December 2019. In addition to this new disease, the entire Brazil continued to deal with other diseases that have plagued our patients for decades. We present a case report of infection of the peritoneal cavity operative site that occurred at the beginning of the Pandemic by COVID-19 in Brazil. Case Report: patient who underwent radical prostatectomy, evolved with infection of the operative site 30 days after surgery, had a collection in the abdominal wall that was interconnected with pelvis cavity that could be drained with a wall drain. Discussion: The rate of infection of the operative site can reach up to 5% in radical prostatectomy surgeries, which is an acceptable rate. The beginning of the Pandemic in Brazil prevented the patients from returning to the big hospitals to some extent, either due to fear or uncertainty. Conclusion: We present a case of infection of the surgical site that coincided with the beginning of the Coronavirus Pandemic in Brazil that can be treated in a Basic Health Unit.


Introdução: O mundo foi surpreendido pela pandemia COVID-19, uma infecção viral causada pelo SARS-COV-2, iniciada em Wuhan, na República Popular da China, em dezembro de 2019. Além dessa nova doença, o Brasil inteiro continuou a lidar com outras doenças que atormentam nossos pacientes há décadas. Apresentamos um relato de caso de infecção do sítio operatório da cavidade peritoneal que ocorreu no início da Pandemia pelo COVID-19 no Brasil. Relato De Caso: paciente submetido a prostatectomia radical, evoluiu com infecção do sítio operatório 30 dias após a cirurgia, possuía coleção na parede abdominal e na pelve interconectadas entre si, que poderia ser drenada com dreno de parede. Discussão: A taxa de infecção do sítio operatório pode chegar a 5% em cirurgias de prostatectomia radical, que é uma taxa aceitável. O início da pandemia no Brasil impediu que os pacientes retornassem aos grandes hospitais, de certa forma, devido ao medo ou à incerteza. Conclusão: Apresentamos um caso de infecção do sítio cirúrgico que coincidiu com o início da pandemia de coronavírus no Brasil que pode ser tratada em uma unidade básica de saúde.


introducción: El mundo se sorprendió con la pandemia COVID-19, una infección viral causada por el SARS-COV-2, que se inició en Wuhan, en la República Popular China, en diciembre de 2019. Además de esta nueva enfermedad, todo Brasil continuó lidiando con otras enfermedades que han afectado a nuestros pacientes durante décadas. Presentamos el reporte de un caso de infección del sitio operatorio de la cavidad peritoneal que ocurrió al inicio de la Pandemia por COVID-19 en Brasil. Relato De Caso: paciente que fue sometido a prostatectomía radical, desarrolló una infección del sitio operatorio 30 días después de la cirugía, tenía una colección en la pared abdominal y pelvis interconectada entre sí, que podía drenarse con un drenaje mural. Discusión: La tasa de infección del sitio operatorio puede llegar al 5% en las cirugías de prostatectomía radical, lo que es una tasa aceptable. El inicio de la pandemia en Brasil impidió que los pacientes regresaran a los grandes hospitales, en cierto modo, por miedo o incertidumbre. Conclusión: Presentamos un caso de infección del sitio quirúrgico que coincidió con el inicio de la pandemia de coronavirus en Brasil que puede ser tratado en una unidad básica de salud.


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Cavidade Peritoneal , Cirurgia Geral , Coronavirus , COVID-19 , Infecções
19.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2655, 20210126. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1281928

RESUMO

Introdution: The world is experiencing one of the greatest public health emergencies in history with the global spread of COVID-19. Health systems, including Primary Health Care (PHC) services, are pillars of pandemic coping strategies. Objective: To systematically review the literature analyzing the effectiveness of PHC organization strategies in the context of epidemics. Methods: We performed a rapid systematic literature review on MEDLINE (via PubMed), EMBASE and LILACS (via VHL), in order to analyze empirical studies on the effectiveness of PHC organization strategies in the context of epidemics to improve access and reduce morbidity and mortality. There was no assessment of risk of bias, and the synthesis was narrative. PROSPERO CRD42020178310.Results: We selected seven articles, which studied the responses to different epidemics in different parts of the world. In terms of access, the studies suggest positive results with the adoption of adjustments of work processes of the teams and the structure of the services, combined with diversification of actions (including call center), adequate provision of inputs and personal protective equipment, adequate action plans and communication strategies, and effective integration with public health services and other levels of care. No study analyzed population morbidity and mortality. The included studies suggest also that community-oriented PHC is more effective in crisis scenarios, indicating the necessity of strengthening of the Family Health Strategy in the Brazilian context. Conclusion: PHC can be effective in coping with public health emergencies. Action plans should be built with broad participation by the actors involved in coping with the epidemic. Emphasis is placed on the importance of empowering the link between the healthcare service and its registered population.


Introdução: O mundo está vivenciando uma das maiores emergências de saúde pública da história com a disseminação global da COVID-19. Os sistemas de saúde, incluindo os serviços de Atenção Primária à Saúde (PHC), são pilares das estratégias de enfrentamento de pandemias. Objetivo: Revisar sistematicamente a literatura que analisa a eficácia das estratégias de organização da APS no contexto de epidemias. Métodos: Realizamos uma rápida revisão sistemática da literatura sobre MEDLINE (via PubMed), EMBASE e LILACS (via BVS), a fim de analisar estudos empíricos sobre a eficácia das estratégias de organização da APS no contexto de epidemias para melhorar o acesso e reduzir a morbidade e mortalidade. Não houve avaliação de risco de viés, e a síntese foi narrativa. PROSPERO CRD42020178310. Resultados: Selecionamos sete artigos, que estudaram as respostas a diferentes epidemias em diferentes partes do mundo. Em termos de acesso, os estudos sugerem resultados positivos com a adoção de ajustes nos processos de trabalho das equipes e na estrutura dos serviços, combinados com a diversificação de ações (incluindo call center), fornecimento adequado de insumos e equipamentos de proteção individual, planos de ação e estratégias de comunicação adequados e integração efetiva com os serviços de saúde pública e outros níveis de atendimento. Nenhum estudo analisou a morbidade e mortalidade da população. Os estudos incluídos também sugerem que a APS comunitária é mais eficaz em cenários de crise, indicando a necessidade de fortalecimento da Estratégia de Saúde da Família no contexto brasileiro. Conclusão: A APS pode ser eficaz para lidar com emergências de saúde pública. Os planos de ação devem ser construídos com ampla participação dos atores envolvidos em lidar com a epidemia. A ênfase é dada à importância de fortalecer a ligação entre o serviço de saúde e sua população registrada.


Introducción: El mundo está viviendo una de las mayores emergencias de salud pública de la historia con la propagación global del COVID-19. Los sistemas de salud, incluidos los servicios de Atención Primaria de Salud (APS), son pilares de las estrategias para hacer frente a la pandemia. Objetivo: Revisar sistemáticamente la literatura que analiza la eficacia de las estrategias de organización de la APS en el contexto de las epidemias. Métodos: Se realizó una rápida revisión sistemática de la literatura en MEDLINE (vía PubMed), EMBASE y LILACS (vía BVS), con el fin de analizar los estudios empíricos sobre la efectividad de las estrategias de organización de la APS en el contexto de las epidemias para mejorar el acceso y reducir la morbilidad y la mortalidad. No se evaluó el riesgo de sesgo y la síntesis fue narrativa. PROSPERO CRD42020178310. Resultados: Se seleccionaron siete artículos, que estudiaron las respuestas a diferentes epidemias en distintas partes del mundo. En términos de acceso, los estudios sugieren resultados positivos con la adopción de ajustes de los procesos de trabajo de los equipos y de la estructura de los servicios, combinados con la diversificación de las acciones (incluyendo el call center), la provisión adecuada de insumos y equipos de protección personal, planes de acción y estrategias de comunicación adecuadas, y la integración efectiva con los servicios de salud pública y otros niveles de atención. Ningún estudio analizó la morbilidad y mortalidad de la población. Los estudios incluidos sugieren también que la APS orientada a la comunidad es más efectiva en escenarios de crisis, indicando la necesidad de fortalecer la Estrategia de Salud de la Familia en el contexto brasileño. Conclusión: La APS puede ser eficaz para enfrentar emergencias de salud pública. Los planes de acción deben ser construidos con amplia participación de los actores involucrados en el enfrentamiento de la epidemia. Se destaca la importancia de potenciar el vínculo entre el servicio de salud y su población registrada.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Organizações de Planejamento e Atendimento a Desastres , Epidemias , Pandemias , Revisão Sistemática , COVID-19 , Acesso aos Serviços de Saúde
20.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 16(43): 2680, 20210126.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1281932

RESUMO

Desde a Conferência de Alma-Ata, a importância do cuidado centrado na Atenção Primária à Saúde (APS) foi consolidada como objetivo mundial. No Brasil, a Estratégia Saúde da Família (ESF), composta por equipes multiprofissionais, visa à reorganização da APS, sendo o especialista em Medicina de Família e Comunidade (MFC) o médico indicado para atuação neste campo. A residência em MFC é considerada o padrão ouro da formação desse profissional, porém, para expansão da residência é necessário expansão da preceptoria. Preceptores são profissionais que utilizam seu conhecimento e sua experiência profissional para atuação docente junto aos residentes. No município do Rio de Janeiro houve expansão da APS, com aumento da cobertura ESF de 3,5% para 69,43% em 2018, o que trouxe a necessidade de investimento para expansão da residência, e, desta forma, demandou mais preceptores. No entanto, não pôde ser realizada uma capacitação completa em tempo hábil, sendo desejável que os preceptores continuassem sua qualificação concomitante à preceptoria. Dentre as atividades do preceptor, destacam-se os atributos pedagógicos, relacionados à responsabilidade docente no processo ensino-aprendizagem do residente. Objetivo: Apresentar uma proposta de instrumento para avaliação dos atributos pedagógicos da preceptoria das residências em Medicina de Família e Comunidade. Métodos: Para elaboração da proposta de instrumento para avaliação dos atributos pedagógicos foram realizadas entrevistas compreensivas, com preceptores em Medicina de Família e Comunidade da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, segundo um roteiro semiestruturado. Resultados: As entrevistas geraram espaços de reflexão sobre as práticas pedagógicas dos preceptores, motivando-os a construírem novos planos pedagógicos e a repensarem as potencialidades e os obstáculos enfrentados no trabalho pedagógico da preceptoria em MFC. Conclusão: A proposta de um instrumento para avaliação pedagógica se apresentou como formativa para a preceptoria em MFC no âmbito da APS do município do Rio de Janeiro, fazendo supor que produziu ressignificação, precursor de motivação e esperança.


Introduction: Since Alma-Ata Conference, the importance of Primary Health Care (PHC) has been consolidated as a global goal. In Brazil, the Family Health Strategy (FHS), made up of multi-professional teams, aims at the reorganization of APS, where the physician indicated for performance in this field is the expert in Family Practice (FP). The FP residency is considered the gold pattern for specialization of this professional, however, for expansion of residency, it is necessary to expand the preceptorship. Preceptors are professionals who use their knowledge and their professional experience for teaching practice to residents. In the city of Rio de Janeiro, there was an expansion of the PHC, with an increasing in FHS coverage from 3.5% to 69.21% in 2018, which brought the need for investment to expand the FP residency, and thus demanded more preceptors. However, the full training could not be completed in time, but the wish was that preceptors continue their qualification concomitantly with preceptorship. Among the activities of the preceptor, the pedagogical attributes related to the responsibility in the teaching-learning process of the resident stand out. Objective: To present a proposal for an instrument to assess the pedagogical attributes of the preceptorship of residences in FP. Methods:Comprehensive interviews were carried out to develop the proposed instrument for the assessment of pedagogical attributes, with preceptors in FP from the Universidade do Estado do Rio de Janeiro, according to a semi-structured script. Results: The interviews generated spaces for reflection on the pedagogical practices of the preceptors, motivating them to build new pedagogical plans and to rethink the potentialities and obstacles faced in the pedagogical work of preceptorship in FP. Conclusion: The proposal of an instrument for pedagogical assessment was presented as formative for the preceptorship in FP within PHC in the city of Rio de Janeiro, suggesting that it produced resignification, a precursor of motivation and hope.


Uma proposta de instrumento de avaliação pedagógica da preceptoria para residências em Medicina de Família e Comunidade Rev Bras Med Fam Comunidade. Rio de Janeiro, 2021 Jan-Dez; 16(43):26802INTRODUÇÃOO conceito de saúde e a visão do processo saúde-doença passaram por renovações inspiradas, principalmente, pelas discussões da Conferência de Alma-Ata ­ primeira conferência internacional sobre cuidados primários em saúde, organizada pela ONU e UNICEF. A Declaração produzida nesse evento consolidou a relevância de um modelo de cuidados centrado e fundamentado na Atenção Primária à Saúde (APS) como grande objetivo político e social a ser atingido pelos países de todo o mundo.1 Um sistema de saúde baseado na APS é aquele instituído por um conjunto central de componentes funcionais e estruturais que garantem a cobertura e o acesso universais a serviços apropriados à população e que melhoram a equidade.2No Brasil, a Estratégia Saúde da Família (ESF) ocupa o espaço de reorganização da APS e representa uma estratégia para sua expansão, qualificação e consolidação. Tem a capacidade de reorientar o processo de trabalho com maior valorização do Sistema Único de Saúde (SUS) em seus princípios, diretrizes e fundamentos, de aumentar a resolutividade e obter impacto na situação de saúde individuais e comunitárias, propiciando significativa relação custo-efetividade.2 Introducción: Desde la Conferencia de Alma-Ata, la importancia de la atención centrada en la Atención Primaria de Salud (APS) se ha consolidado como un objetivo global. En Brasil, la Estrategia de Salud Familiar (ESF), compuesta por equipos multiprofesionales, tiene como objetivo reorganizar la APS, siendo el médico especialista en Medicina Familiar y Comunitaria (MFC) el indicado para trabajar en este campo. La residencia en MFC se considera el estándar de oro de la formación de este profesional, sin embargo, para ampliar la residencia, es necesario ampliar la preceptoría. Los preceptores son profesionales que utilizan sus conocimientos y experiencia profesional para enseñar la practica a los residentes. En el municipio de Río de Janeiro hubo una expansión de APS, con un aumento en la cobertura de la ESF de 3.5% a 69.43% en 2018, lo que trajo la necesidad de inversión para expandir la residencia y, por lo tanto, exigió más preceptores. Sin embargo, una calificación completa no podría llevarse a cabo de manera oportuna, siendo deseable que los preceptores continúen su calificación concomitante con la preceptoría. Entre las actividades del preceptor, se destacan los atributos pedagógicos, relacionados con la responsabilidad docente en el proceso de enseñanza-aprendizaje del residente. Objetivos: Presentar una propuesta de instrumento para evaluar los atributos pedagógicos de la preceptoría de residencias en MFC. Métodos: Se realizaron entrevistas comprensivas para desarrollar el instrumento propuesto para la evaluación de los atributos pedagógicos, con preceptores en MFC de la Universidade do Estado do Rio de Janeiro, según un guion semiestructurado. Resultados: Las entrevistas generaron espacios de reflexión sobre las prácticas pedagógicas de los preceptores, motivándolos a construir nuevos planes pedagógicos y a repensar las potencialidades y obstáculos enfrentados en el trabajo pedagógico de la preceptoría en la MFC. Conclusión: La propuesta de un instrumento para la evaluación pedagógica se presentó como formativa para la preceptoría en MFC en el ámbito de la APS de la ciudad de Río de Janeiro, lo que sugiere que produjo resignificación, un precursor de la motivación y la esperanza.


Assuntos
Humanos , Preceptoria , Educação em Saúde , Avaliação Educacional , Medicina de Família e Comunidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...