Your browser doesn't support javascript.
loading
Saúde dos povos de terreiro, práticas de cuidado e terapia ocupacional: um diálogo possível? / Health of worship place people, care practices and occupational therapy: a possible dialogue?
França, Maria Margarete Luiz de; Queiroz, Sandra Bomfim de; Bezerra, Waldez Cavalcante.
Afiliação
  • França, Maria Margarete Luiz de; Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas ­ UNCISAL, Maceió, AL, Brasil. Maceió. BR
  • Queiroz, Sandra Bomfim de; Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas ­ UNCISAL, Maceió, AL, Brasil. Maceió. BR
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 24(1): [105-116], jan.-mar. 2016.
Artigo em Inglês, Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-2403
Biblioteca responsável: BR1901.9
RESUMO
Este artigo é resultado de uma pesquisa realizada no terreiro de candomblé Casa de Iemanjá IyáOgun-Té, de nação Jejè/Nagô, e na Unidade de Saúde da Família Osvaldo Brandão Vilela, ambos em um bairro popular, hegemonicamente negro, do município de Maceió-AL. O objetivo foi contribuir com a fundamentação da atuação do terapeuta ocupacional na mediação dos diálogos necessários à implementação da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, com enfoque nos povos de terreiro. Trata-se de um estudo qualitativo, de abordagem etnometodológica, no qual a observação participante, o diário de campo e as entrevistas foram usadas como fonte de registros e produção dos dados. Como técnica de verificação dos dados foi utilizada a análise de conteúdo, a partir da qual emergiram duas categorias temáticas a relação dos adeptos do candomblé com as questões e espaços de saúde e a percepção dos profissionais de saúde sobre os usuários e a Política de Saúde Integral da População Negra, com enfoque nos povos de terreiro. Os resultados evidenciaram a maior facilidade dos adeptos do candomblé em transitar nos diversos espaços de saúde, elegendo o terreiro enquanto espaço de acolhimento e resolutividade para os processos de equilíbrio em prol da saúde. Por parte dos profissionais de saúde, emergiu o desconhecimento do contexto sociocultural dos usuários e das políticas afirmativas do SUS para Povos de Terreiro. Concluiu-se que tais saberes pouco dialogam, necessitando de mediações para tal.
ABSTRACT
This article is the result of a research conducted at the candomblé field Casa De Iemanjá IváOgun-Té, of Jeié/Nagô nation as well as in the Unity of Family Health Osvaldo Brandão Vilela, both in the suburbs, mostly composed of black population, in the city of Maceió-AL. The goal was to contribute to the implementation of the occupational therapy procedure in mediating necessary dialogues to implement the National Policy of the Black Population Full Health Program, focusing on the people from the candomblé fields. This is a qualitative study of ethnographically approach in which, the participating observation, the field diaries and interviews were used as sources of registration and data production. Content analysis was used as a technique to verify the collected data, from where 2 theme categories emerged The relations of the practitioners of Candomblé with health dedicated spaces issues and the perception from health professionals towards the National Policy of the Black Population Full Health Program, focusing on the people from the candomblé fields. The results showed easiness of the practitioners of Candomblé in transiting through health dedicated spaces, using the Candomblé field as a place of refuge and resolution to balance processes towards health. As of the health professionals, we observed the ignorance and disregard towards the social and cultural situation of said users and the affirmative policies from SUS to the people from Candomblé fields. The study showed that these two areas of knowledge do not have enough dialogues, making it necessary to mediate the interactions between them.


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: LILACS Idioma: Inglês / Português Revista: Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) Assunto da revista: MEDICINA FISICA E REABILITACAO Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas ­ UNCISAL, Maceió, AL, Brasil/BR

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: LILACS Idioma: Inglês / Português Revista: Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) Assunto da revista: MEDICINA FISICA E REABILITACAO Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas ­ UNCISAL, Maceió, AL, Brasil/BR
...