Your browser doesn't support javascript.
Absenteísmo, rotatividade e indicadores de qualidade do cuidado em enfermagem: estudo transversal / Absenteeism, turnover, and indicators of quality control in nursing care: a transversal study
Online braz. j. nurs. (Online) ; 16(2): 119-129, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-876997
Biblioteca responsável: BR13.9
Localização: BR1342.1
ABSTRACT

AIM:

to analyze the indexes of absenteeism and turnover, and their relationship with quality indicators in assistance.

METHOD:

this is a transversal study, performed with records of absences/changes of 59 nursing professionals of an intensive care unit; records of quality/incidence indicators, and medical records of the 108 patients hospitalized during the period of data collection. The coefficient of linear correlation was used among the indicators of assisting management and quality control.

RESULTS:

the average rate of absenteeism was 9.41% (of nurses) and 12.52% (of technicians); turnover rates reached 2.53% (nurses), and 3.57% (technicians). There was a strong correlation (r>0.7) between: turnover of nurses and the incidence of accidental extubation (p=0.464); rate of absenteeism among technicians and the loss of nasoenteral tube (p=0.300); pressure injury (p=0.100) and loss of central catheter (p=0.200), which was also correlated with the rate of absenteeism of nurses (p=0.113).

CONCLUSION:

the results demonstrated can subsidize new approaches for the management of personnel and better assistance, aiming to reduce the damages to the patient.(AU)
RESUMO

OBJETIVO:

analisar os índices de absenteísmo e rotatividade e sua relação com indicadores de qualidade assistenciais.

MÉTODO:

estudo transversal, quantitativo, realizado com registros de ausências/trocas de 59 profissionais de enfermagem de unidade de terapia intensiva; registro dos indicadores de qualidade/incidência e prontuários dos 108 pacientes internados no período da coleta. Utilizou-se coeficiente de correlação linear entre indicadores de gestão e de qualidade assistencial.

RESULTADOS:

médias das taxas de absenteísmo alcançaram 9,41% (enfermeiros) e 12,52% (técnicos); índices de rotatividade alcançaram 2,53% (enfermeiros) e 3,57% (técnicos). Houve correlação forte (r>0,7) entre: rotatividade dos enfermeiros e incidência de extubação acidental (p=0,464); taxa de absenteísmo dos técnicos e perda de sonda nasoenteral (p=0,300); lesão por pressão (p=0,100) e perda de cateter central (p=0,200) que também foi correlacionado com taxa de absenteísmo dos enfermeiros (p=0113).

CONCLUSÃO:

Os resultados elucidados subsidiam condutas para a gestão de pessoas e melhoria da assistência, visando reduzir danos ao paciente.(AU)
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Reorganização de Recursos Humanos / Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde / Absenteísmo / Unidades de Terapia Intensiva / Cuidados de Enfermagem Aspecto clínico: Prognóstico Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Online braz. j. nurs. (Online) Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2017 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual do Ceará/BR