Your browser doesn't support javascript.
loading
Prevalence of common mental disorders among sugarcane workers / Prevalência de transtorno mental comum entre trabalhadores canavieiros
Costa, Polyana Felipe Ferreira da; Santos, Solange Laurentino dos; Silva, Marcelo Saturnino da; Gurgel, Idê Gomes Dantas.
Afiliação
  • Costa, Polyana Felipe Ferreira da; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife. BR
  • Santos, Solange Laurentino dos; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife. BR
  • Silva, Marcelo Saturnino da; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife. BR
  • Gurgel, Idê Gomes Dantas; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife. BR
Rev. saúde pública (Online) ; 51: 113, 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-903241
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
ABSTRACT OBJECTIVE To estimate the prevalence of common mental disorders and to analyze the associated factors in migrant and sugarcane workers. METHODS This is a cross-sectional study carried out with 110 workers. Common mental disorders were evaluated using the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20), and sociodemographic, occupational, and lifestyle variables were studied. The CAGE questionnaire was used to detect the abuse of alcoholic beverages. RESULTS The prevalence of common mental disorders affected 40% of the workers and the association showed statistical significance for the positive result of the CAGE test, sickness, absence from work, and medical care during the harvest period. CONCLUSIONS The suspected cases of problem drinkers and the control mechanisms used by the mill for workers who miss work or become ill are factors that can cause common mental disorders.
RESUMO
RESUMO OBJETIVO Estimar a prevalência de transtornos mentais comuns e analisar os fatores associados em trabalhadores migrantes e canavieiros. MÉTODOS Estudo transversal realizado com 110 trabalhadores. Os transtornos mentais comuns foram avaliados por meio do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) e foram estudadas variáveis sociodemográficas, ocupacionais e de estilo de vida. Para detectar o uso abusivo de bebidas alcoólicas, foi utilizado o questionário CAGE. RESULTADOS A prevalência de transtornos mentais comuns afetou 40% dos trabalhadores e a associação mostrou significância estatística para a positividade no teste CAGE, adoecimento, falta ao trabalho e atendimento médico durante o período da safra. CONCLUSÕES A suspeita de casos de bebedores-problemas e os mecanismos de controle utilizados pela usina para os trabalhadores que faltam ou adoecem são fatores que podem causar transtornos mentais comuns.

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública (Online) Assunto da revista: Sa£de P£blica Ano de publicação: 2017 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Oswaldo Cruz/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública (Online) Assunto da revista: Sa£de P£blica Ano de publicação: 2017 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Oswaldo Cruz/BR
...