Your browser doesn't support javascript.
loading
Te quiero...para una vez. Representaciones sociales del "sexo sin compromiso" en jóvenes mexicanos / Eu te quero...por uma vez. Rrepresentações sociais do "sexo sem compromisso" em jovens mexicanos / I want you...for once. Social representations of "casual sex" among young mexicans
Tejada, Dulce María Galarza; Hernández, Esteban Bernardo Rodríguez; López, Teresa Margarita Torres; Martínez, Silvia Larisa Méndez.
Afiliação
  • Tejada, Dulce María Galarza; Universidad Autónoma de San Luis Potosí. Facultad de Psicología. San Luis Potosí. MX
  • Hernández, Esteban Bernardo Rodríguez; Universidad Autónoma de San Luis Potosí. Facultad de Psicología. San Luis Potosí. MX
  • López, Teresa Margarita Torres; Universidad de Guadalajara. Centro Universitario de Ciencias de la Salud. Guadalajara. MX
  • Martínez, Silvia Larisa Méndez; Universidad Autónoma de San Luis Potosí. Facultad de Psicología. San Luis Potosí. MX
Sex., salud soc. (Rio J.) ; (28): 116-135, jan.-abr. 2018. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-904050
Biblioteca responsável: BR433.1
RESUMEN
Resumen Este artículo explora el campo semántico con el cual los jóvenes refieren y definen "sexo sin compromiso" (SSC) como objeto social, lo que permite identificar la estructura que subyace al contenido de la representación social de hombres y mujeres. El muestreo fue intencionado, se entrevistó y aplicó "listados libres" a 88 jóvenes. El análisis prototípico muestra que para quienes han tenido la experiencia de SSC, ésta representa un acto de decisión libre sobre su placer, y que las amistades se consideran parejas potenciales. En el caso de quienes no han tenido la experiencia, representa un acto sin pensar, que favorece los riesgos y la discriminación. Los hombres relacionan el SSC, principalmente, con "diversión" y "placer"; las mujeres, con "irresponsabilidad". Se discute sobre las normas sociales restrictivas que estigmatizan la práctica sexual, que evitan generar estrategias de cuidado y favorecen la violencia.
RESUMO
Resumo O estudo explora o campo semântico com o qual os jovens referem e definem "o sexo sem compromisso" (SSC) como um objeto social, o que permite identificar a estrutura subjacente ao conteúdo da representação social de homens e mulheres. A amostragem foi intencional, entrevistaram-se e aplicaram-se "listagens livres" para 88 jovens. A análise prototípica mostra que para aqueles que tiveram a experiência do SSC, essa prática representa um ato de decisão livre sobre o seu prazer e que as amizades são consideradas parceiros potenciais. No caso de quem não teve a experiência, representa um ato sem pensar que favorece os riscos e a discriminação. Os homens relacionam o SSC principalmente com "diversão" e "prazer"; as mulheres o relacionam com a "irresponsabilidade". Discute-se sobre as normas sociais restritivas que estigmatizam a prática sexual, evitam gerar estratégias de cuidados e favorecem a violência.
ABSTRACT
Abstract This study explores the semantic field with which young people refer to and define "casual sex" (CS) as a social object, identifying the structure underlying the content of the social representation of men and women. The sampling was intentional, with 88 interviews and "freelisting" with young people. The prototypical analysis show that for those who had the experience, this practice represents freedom of decision about their pleasure, and that friends are considered potential partners. In the case of those who did not have the experience, it represents a careless act, deemed risky and discriminated against. Men associate CS mainly with "fun" and "pleasure"; women associate it mostly to "irresponsibility". Restrictive social norms that stigmatize sexual practices, do not foster strategies of care and favor violence are discussed.
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Assunção de Riscos / Percepção Social / Sexualidade / Sexo sem Proteção / Liberdade / México / Princípios Morais Limite: Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: México Idioma: Espanhol Revista: Sex., salud soc. (Rio J.) Assunto da revista: Ciências do Comportamento / Medicina Reprodutiva / Saúde Pública Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: México Instituição/País de afiliação: Universidad Autónoma de San Luis Potosí/MX / Universidad de Guadalajara/MX

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Assunção de Riscos / Percepção Social / Sexualidade / Sexo sem Proteção / Liberdade / México / Princípios Morais Limite: Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: México Idioma: Espanhol Revista: Sex., salud soc. (Rio J.) Assunto da revista: Ciências do Comportamento / Medicina Reprodutiva / Saúde Pública Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: México Instituição/País de afiliação: Universidad Autónoma de San Luis Potosí/MX / Universidad de Guadalajara/MX
...