Your browser doesn't support javascript.
Da prática baseada em evidências para a saúde coletiva informada por evidências: revisão narrativa / De la práctica basada en evidencias para la salud colectiva informada por evidencias: revisión narrativa / From evidence-based practice to evidence-informed public health: a narrative review
Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) ; 31(2): 1-7, 22/06/2018.
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-907009
Biblioteca responsável: BR6.1
RESUMO

OBJETIVO:

Revisar na literatura a descrição dos conceitos e o emprego das evidências científicas no âmbito da Saúde Coletiva (SC).

MÉTODOS:

Realizou-se uma revisão narrativa utilizando e combinando as palavras-chave "Saúde Pública" OR "Saúde Coletiva"; "Medicina baseada em evidências" e "Política informada por evidências" por meio da consulta as bases de dados Lilacs, SciELO e MedLine. As buscas foram limitadas ao período entre janeiro de 1990 a dezembro de 2016, no idioma português e/ou inglês. A seleção dos estudos foi realizada por dois autores, de modo independente, por meio da leitura do título, resumo e texto completo. Para o processo de síntese, as temáticas encontradas foram agrupadas em três grandes eixos norteadores: as evidências e a prática em saúde, as evidências em SC, e os avanços e desafios da Saúde Coletiva Informada pelas Evidências (SCIE).

RESULTADOS:

Os achados desta revisão apontam que as tomadas de decisão na SC são mais complexas do que as decisões clínicas individuais, pois envolvem avaliações de impactos orçamentários e políticos, reforçando a relevância da adoção de práticas informadas pelas evidências neste campo.

CONCLUSÃO:

Os meios de apropriação e emprego das evidências no campo da SC são complexos, pois envolvem pressupostos de plausibilidade e adequação nem sempre observados em intervenções individuais. Ainda assim, o campo beneficia-se da aproximação observada na SCIE e, em particular, na tomada de decisões em saúde. (AU)
ABSTRACT

OBJECTIVE:

To review the literature about the description of concepts and the use of scientific evidence in Public Health (PH).

METHODS:

A narrative review was carried out using and combining the keywords "Public Health" OR "Collective Health"; "Evidence-based medicine" and "Evidence-informed policy" to consult the Lilacs, SciELO and MedLine databases. The searches were limited to articles published between January 1990 and December 2016 in Portuguese and/or English. The studies were selected by two independent authors who read the title, abstract and full text. For the synthesis process, the themes found were grouped into three main guiding axes: health evidence and practice, PH evidence, and the advances and challenges of Evidence-Informed Public Health (EIPH).

RESULTS:

The findings of this review point out that decision making in PH is more complex than individual clinical decisions as it involves assessment of budgetary and political impacts, thus reinforcing the relevance of adopting evidence-informed practice in this field.

CONCLUSION:

The means of appropriation and use of evidence in the PH field are complex because they involve assumptions of plausibility and adequacy that are not always observed in individual interventions. Yet, the field benefits from the approach observed in EIPH and, particularly, in health decision making. (AU)
RESUMEN

OBJETIVO:

Revisar en la literatura la descripción de los conceptos y el empleo de las evidencias científicas en el ámbito de la Salud Colectiva (SC).

MÉTODOS:

Se realizó una revisión narrativa utilizando y mesclando las palabras-clave "Salud Pública" OR "Salud Colectiva"; "Medicina basada en la evidencia" AND "Política informada por evidencias" a través de la consulta en las bases de datos LILACS, SciELO y MEDLINE. Las búsquedas se han limitado al período entre enero de 1990 y diciembre de 2016 en los idiomas portugués y/o inglés. La selección de los estudios se dio por dos autores de modo independiente a través de la lectura del título, resumen y texto completo. Para el proceso de síntesis se han unido las temáticas encontradas en tres grandes ejes norteadores: las evidencias y la práctica en salud, las evidencias en SC y los avances y desafíos de la Salud Colectiva Informada por las Evidencias (SCIE).

RESULTADOS:

Los hallazgos de esta revisión apuntan que las tomas de decisiones de la SC son más complejas que las decisiones clínicas individuales pues implican evaluaciones de impactos políticos y de presupuesto con refuerzo para la importancia de prácticas informadas por las evidencias en este campo.

CONCLUSIÓN:

Los medios de apropiación y empleo de las evidencias para el campo de la SC son complejos pues implican presupuestos de plausibilidad y adecuación no observados en intervenciones individuales. Aun así, el campo se beneficia de la aproximación observada en la SCIE y, en particular, de las tomas de decisiones en salud. (AU)
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Saúde Pública / Medicina Baseada em Evidências / Tomada de Decisões Tipo de estudo: Avaliação econômica em saúde / Overview / Revisão sistemática Idioma: Inglês / Português Revista: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) Assunto da revista: Saúde Pública Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual Paulista/BR