Your browser doesn't support javascript.
loading
Na antissepsia peri-bucal pré-operatória de exodontias deve-se utilizar clorexidina ou pvp-i? / Should chlorhexidine or pvp-i be used in preoperative peri-oral antisepsis of extractions?
Full dent. sci ; 8(29): 26-32, 2016. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-909297
Biblioteca responsável: BR1264.1
RESUMO
A odontologia contemporânea tem se preocupado de grande maneira com o aumento de transmissão de doenças infecto-contagiosas e contaminação cruzada no sítio cirúrgico. Este estudo objetivou avaliar a eficácia da antissepsia em efeito imediato de dois antissépticos na redução bacteriana da região peri-bucal, previamente aos procedimentos cirúrgicos em exodontia. A pesquisa foi realizada nas clínicas odontológicas do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (CESCAGE), localizado na cidade de Ponta Grossa-PR. Para realização do experimento foram coletadas amostras de 38 pacientes. Em cada paciente foram colhidas 3 amostras, divididas essas em 3 grupos Grupo A Material Controle, Grupo B Digluconato de Clorexidina a 2% e Grupo C PVP-I (polivinilpirrolidona-iodo). Em 12 pacientes foram enriquecidas as placas com o caldo de BHI (Infusão Cérebro Coração). Nos demais 26 pacientes as amostras foram coletadas sem o uso do caldo de BHI. Nos resultados com a utilização do caldo de BHI, as amostras sofreram alterações, pois esse enriqueceu as colônias de bactérias, promovendo o seu crescimento desproporcional e exacerbado e inativando o efeito dos antissépticos, não tendo um resultado confiável. Em relação aos 26 pacientes sem uso do caldo de BHI, compreende-se que o digluconato de clorexidina a 2% das 26 amostras coletadas, em 2 mostrou-se não eficaz, em 13 razoável e em 11 eficaz. Já no Grupo PVP-I, 11 mostraram- -se não eficazes, sendo 10 amostras razoáveis e 5 eficazes. Portanto, pode-se concluir que a clorexidina apresentou resultados melhores, mostrando-se excelente, com maior redução da carga microbiana do que o PVP-I (AU).
ABSTRACT
The contemporary dentistry has been really concerned with the increased transmission of infectious diseases and cross contamination at the surgical site. This study aimed to evaluate the efficacy of antisepsis into immediate effect of two antiseptics in bacterial reduction of peri-oral region prior to surgical procedures for extraction. The research was conducted in dental clinics of the Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (CESCAGE), located in the city of Ponta Grossa-PR. To perform the experiment samples of 38 patients were collected. Three samples of each patient were collected and they were divided into 3 groups Group A Control Material, Group B Chlorhexidine Digluconate 2% and Group C PVP-I (polyvinylpyrrolidone-iodine). In 12 patients plates were enriched with BHI broth (Brain Heart Infusion). In the remaining 26 patients samples were collected without the use of BHI broth. In the results with the use of BHI broth, samples have suffered alterations, as this enriched bacteria colonies promoting their disproportionate overgrowth and inactivating the effect of antiseptics, not having a reliable result. In relation to 26 patients without the use of BHI broth, it is understood that the chlorhexidine digluconate 2% of the 26 samples collected showed in two of them to be not effective, in 13 reasonable and in 11 effective. In the PVP-I Group, 11 proved to be not effective, 10 samples reasonable and 5 effective. Therefore, it can be concluded that chlorhexidine presented best results, showing to be excellent, with greater reduction of microbial load than PVP-I (AU).
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados nacionais Base de dados: BBO - Odontologia Assunto principal: Povidona-Iodo / Cirurgia Bucal / Clorexidina / Agentes de Controle de Microrganismos / Antissépticos Bucais Limite: Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Full dent. sci Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: CESCAGE/BR