Your browser doesn't support javascript.
Neurotrophin expression and histomorphometric evaluation in Wistar rats subjected to neural mobilization after compression of the median nerve / Expressão de neurotrofinas e avaliação histomorfométrica em ratos Wistar submetidos à mobilização neural após compressão do nervo mediano
Rev. bras. ortop ; 53(3): 276-280, May-June 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-959146
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT

ABSTRACT OBJECTIVE:

To evaluate the neurotrophin mRNA expression and axon count in the median nerve of Wistar rats submitted to neural mobilization (NM) after nerve compression.

METHODS:

Eighteen animals were randomly divided into G1 (nerve compression only), G2 (NM for 1 min), and G3 (NM for 3 min). For NM, the animals were anesthetized and the right scapula received the mobilization, adapted as indicated for humans, on alternate days, from the third to the 13th postoperative (PO) day, totaling six days of therapy. On the 14th PO day, animals were anesthetized and euthanized. Fragments of the median nerve, distal to the compression procedure, were removed for histomorphometric analysis and expression of neurotrophins, nerve growth factor (NGF), and brain-derived neurotrophic factor (BDNF) by RT-PCR.

RESULTS:

Histomorphometric analysis revealed differences in the number of axons in the injured side, which was significantly lower in the injured limb nerve compared to the control limb, whereas the RT-PCR analysis showed no significant differences in the expression of NGF or BDNF.

CONCLUSION:

NM treatment did not affect median nerve regeneration, which maintained normal recovery rates.
RESUMO

RESUMO OBJETIVO:

Avaliar a expressão de RNAm de neurotrofinas e a contagem de axônios no nervo mediano de ratos Wistar submetidos à mobilização neural (MN) após compressão nervosa.

MÉTODOS:

Foram divididos aleatoriamente 18 animais em G1 (apenas compressão nervosa), G2 (MN por 1 minuto) e G3 (MN por 3 minutos). Para a MN, os animais foram anestesiados e o membro escapular direito recebeu a mobilização, adaptada da forma indicada para humanos, em dias alternados, do terceiro ao 13° dia de pós-operatório (PO), em seis dias de terapia. No 14° dia PO, os animais foram anestesiados e eutanasiados. Fragmentos do nervo mediano, distais ao procedimento de compressão, foram retirados para análise histomorfométrica e de expressão das neutrotrofinas, fator de crescimento do nervo (NGF) e fator de crescimento derivado do cérebro (BNDF) por RT-PCR.

RESULTADOS:

A análise histomorfométrica evidenciou diferenças no número de axônios nos lados lesionados, que foi significativamente menor no nervo do membro lesado comparado com o membro controle; por sua vez, a análise por RT-PCR não apontou diferenças significativas na expressão de NGF e nem de BNDF.

CONCLUSÃO:

O tratamento de MN não afetou a regeneração do nervo mediano, que manteve índices normais de recuperação.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Exercício / Ratos Wistar / Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular / Histologia / Nervo Mediano / Regeneração Nervosa Limite: Animais Idioma: Inglês Revista: Rev. bras. ortop Assunto da revista: Ortopedia Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual do Oeste do Paraná/BR