Your browser doesn't support javascript.
loading
Knowledge production, perspectives and theoretical-practical references in Brazilian occupational therapy: milestones and tendencies in a timeline / Produção de conhecimento, perspectivas e referências teórico-práticas na terapia ocupacional brasileira: marcos e tendências em uma linha do tempo
Galheigo, Sandra Maria; Braga, Claudia Pellegrini; Arthur, Mariana Aparecida; Matsuo, Catia Mari.
Afiliação
  • Galheigo, Sandra Maria; Universidade de São Paulo. Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. São Paulo. BR
  • Braga, Claudia Pellegrini; Universidade de São Paulo. Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. São Paulo. BR
  • Arthur, Mariana Aparecida; Universidade de São Paulo. São Paulo. BR
  • Matsuo, Catia Mari; Universidade de São Paulo. São Paulo. BR
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 26(4): 723-738, Oct.-Dec. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-984129
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
Abstract Throughout its history, occupational therapy in Brazil has been incorporating and modifying theoretical-methodological perspectives and theoretical-practical references in consonance with historical, social and political contexts. Academic and professional production has been an important tool for spreading new references to the profession. This article aims to present and discuss the emergence of theoretical-methodological perspectives and theoretical-practical references by the Brazilian occupational therapy, from 1956 to 2017, according to historical, social and political milestones, based on indexed national journals of the area and gray literature for the years before their creation. This is a theoretical research on the historical-epistemological foundations of occupational therapy. We mapped and analyzed the production to identify trends and regularities, and thus present a systematic proposal of incorporation of perspectives and references in the area. This study identified four main movements (i) Constitution of the first theoretical-practical bases of occupational therapy in Brazil; (ii) Problematization of the knowledge and practices of occupational therapy, based on contributions from Collective Health and Human and Social Sciences; (iii) Constitution of the fields of knowledge and practice of occupational therapy through socio-political contextualization, theoretical-conceptual problematization and proposition of emancipatory practices; (iv) Intense theoretical-conceptual and methodological diversification in the production of occupational therapy knowledge and practices. Panoramic studies on academic and professional production are necessary for the epistemological reflection of the profession. The study identified the emergence of critical thinking in Brazilian occupational therapy at the end of the 1970s, and the continuity of practices, knowledge perspectives and references previously presented.
RESUMO
Resumo Ao longo de sua história, a terapia ocupacional brasileira vem incorporando e modificando perspectivas teórico-metodológicas e referenciais teórico-práticos em consonância com os contextos históricos, sociais e políticos. A produção acadêmica e profissional tem sido um importante vetor de divulgação de novos referenciais para a profissão. Este artigo visa apresentar a incorporação de perspectivas teórico-metodológicas e referenciais teórico-práticos pela terapia ocupacional brasileira de 1956 a 2017, em diálogo com marcos históricos, sociais e políticos, tomando como base os periódicos nacionais indexados da área e a literatura cinzenta para os anos anteriores a essas publicações. Trata-se de pesquisa teórica sobre os fundamentos histórico-epistemológicos da terapia ocupacional por meio de mapeamento e análise da produção para identificação de tendências e regularidades, visando produzir uma proposta de sistematização da incorporação de perspectivas e referenciais na área. O estudo identificou quatro movimentos principais (i) Constituição das primeiras bases teórico-práticas da terapia ocupacional no Brasil; (ii) Problematização dos saberes e práticas da terapia ocupacional, a partir de aportes da Saúde Coletiva e das Ciências Humanas e Sociais; (iii) Constituição dos campos de saber e prática da terapia ocupacional por meio de contextualização sociopolítica, problematização teórico-conceitual e proposição de práticas emancipatórias; (iv) Intensa diversificação teórico-conceitual e metodológica na produção de saberes e práticas de terapia ocupacional. Estudos panorâmicos da produção acadêmica e profissional são necessários às reflexões epistemológicas da profissão. O estudo identificou o surgimento do pensamento crítico na terapia ocupacional brasileira ao final dos anos 1970 e a continuidade de práticas, saberes, perspectivas e referencias presentes anteriormente.


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Cad. Bras. Ter. Ocup Assunto da revista: Medicina F¡sica e Reabilita‡Æo Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Cad. Bras. Ter. Ocup Assunto da revista: Medicina F¡sica e Reabilita‡Æo Ano de publicação: 2018 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR
...