Your browser doesn't support javascript.
loading
Promoção da saúde: porque sim e porque ainda não! / why health promotion and why still not so!
Bydlowski, Cynthia Rachid; Westphal, Márcia Faria; Bicudo Pereira, Isabel Maria Teixeira .
Afiliação
  • Bydlowski, Cynthia Rachid; s-af. Brasil
  • Westphal, Márcia Faria; Departamento de Prática de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública. Universidade de São Paulo. Brasil
  • Bicudo Pereira, Isabel Maria Teixeira ; Departamento de Prática de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública. Universidade de São Paulo. Brasil
Saúde Soc ; 13(1): 4, jan-abr, 2004.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-50125
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
A situação da saúde e da vida da população brasileira é preocupante. O SUS, embora tenha sido institucionalizado a partir de um conceito amplo de saúde, opera ainda com o conceito de saúde como a ausência de doença, não desenvolvendo ações que levem em conta fatores sociais, econômicos e ambientais que afetam os determinantes sociais, econômicos, culturais e políticos que interferem nas condições de vida e saúde da população. A promoção da saúde, como referencial que oferece uma forma mais ampla de pensar e agir em saúde, vem reforçar as propostas do SUS de melhoria nesse quadro, por meio da intervenção nesses fatores. Coloca, como necessária, a participação da população nos processos de decisão e na elaboração de políticas publicas, sendo que para isto é importante o empoderamento da população. Mas estas práticas ainda são pontuais e inexpressivas frente aos problemas existentes. O objetivo desse trabalho é apontar e comentar as forças que podem estar agindo no sentido contrário à inserção e ao desenvolvimento da Promoção de Saúde o modelo biomédico, a estrutura dos relacionamentos, a estrutura dos governos, os meios de comunicação e a própria cultura medicalizada da população.(AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Pobreza / Qualidade de Vida / Fatores Socioeconômicos / Colaboração Intersetorial / Comunicação / Participação da Comunidade / Promoção da Saúde Idioma: Português Revista: Saúde Soc Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Departamento de Prática de Saúde Pública/Brasil / s-af/Brasil
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Pobreza / Qualidade de Vida / Fatores Socioeconômicos / Colaboração Intersetorial / Comunicação / Participação da Comunidade / Promoção da Saúde Idioma: Português Revista: Saúde Soc Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Departamento de Prática de Saúde Pública/Brasil / s-af/Brasil
...