Your browser doesn't support javascript.
loading
Escola promotora de saúde: quem sabe faz a hora! / Health promoting school: the opportunity of information
São Paulo; s.n; 2000. 174 p. ilus, tab.
Tese em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-5298
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1; 372.37, 34. 40205/2000 / BR67.1; Dr, 439. 40206/2000. CM
ABSTRACT
Parte da tese de que o processo de implementação de projetos de promoção de saúde nas escolas pode ser decodificado a partir das representações sociais que seus diversos protagonistas têm a respeito do que seja saúde, doença, promoção de saúde e, principalmente, das interseções a serem estabelecidas entre escola e promoção de saúde e da relação entre escola e comunidade. Investiga como se dá, na prática, a implementação do projeto de uma escola promotora de saúde, identificando alguns aspectos desta implementação - tais como o perfil da direção da escola, a sua arquitetura e espaços pedagógicos, os seus padrões de rendimento escolar - e levantando as representações sociais e os protagonistas desse processo. O estudo realizou-se numa escola da rede estadual paulista, localizada na cidade de Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo, que oferece Ensino Fundamental e Médio a, aproximadamente, 2000 alunos. A metodologia utilizada foi de orientação qualitativa, recorrendo-se ao aprofundamento das falas dos sujeitos, na perspectiva de compreender os significados por eles atribuidos às vivências experimentadas na escola e, com isso, a identificação das estratégias correlacionadas à efetiva promoção de saúde. Os dados obtidos por meio de entrevistas foram submetidos à análise, buscando-se as categorias principais nelas reveladas e suas expressões-chave. Chegou-se, ao discurso do sujeito coletivo, onde despontam como fatores fundamentais para que a escola se firme como promotora de saúde a sua efetiva capacidade de elaborar e implementar um projeto coletivo de trabalho - inclusive com a participação constante da comunidade - e o empenho e a habilidade de sua direção em liderá-lo, permitindo que a escola ofereça aos usuários ambientes físicos adequados e conservados, ensino de boa qualidade e vivência de práticas de saúde. Tais condições, por sua vez, asseguram que a escola funcione como uma referência de qualidade de vida para alunos, corpo docente e comunidade escolar, exigindo dela perseverança, compromisso, profissionalismo e seriedade (AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Educação em Saúde / Promoção da Saúde Limite: Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Ano de publicação: 2000 Tipo de documento: Tese
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Educação em Saúde / Promoção da Saúde Limite: Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Ano de publicação: 2000 Tipo de documento: Tese
...