Your browser doesn't support javascript.
loading
Nível de atividade física habitual e autopercepção do estado de saúde em idosas no município de Jequié-Bahia / Habitual physical activity level and self-perception of health status in aged women of Jequié-Bahia
Rocha, Saulo Vasconcelos; Freire, Malú Oliveira.
Afiliação
  • Rocha, Saulo Vasconcelos; Universidade Federal do Sudoeste da Bahia. Núcleo de estudos em atividade física e saúde. Brasil
  • Freire, Malú Oliveira; Universidade Federal do Sudoeste da Bahia. Núcleo de estudos em atividade física e saúde. Brasil
Rev. bras. promoção saúde ; 20(3): 161-167, 2007.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-58664
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
Os benefícios da atividade física para o envelhecimento saudável estão bem esclarecidos na literatura científica, porém é necessário que se esclareça a sua relação com outros comportamentos relacionados à saúde, a fim de se obter informações que poderão ser úteis na formulação de programas de atividades físicas. Este estudo teve como propósito verificar a relação entre o nível de atividade física habitual e a autopercepção do estado de saúde de idosas. A amostra abrangeu 266 idosas com média de idade de 71,5 ± 7,45 anos, selecionadas aleatoriamente, participantes de 13 grupos de convivência da Associação de Grupos de Terceira Idade e Universidade Aberta a Terceira Idade no município de Jequié-BA. Os dados foram coletados no período de junho a agosto de 2005 por meio de um questionário aplicado em forma de entrevista individual, contendo questões relacionadas à classificação sócio-econômica, nível de atividade física e percepção de saúde. Para análise dos dados utilizou-se procedimentos da estatística descritiva (média, desvio-padrão) e o teste Qui-quadrado. A associação encontrada entre as variáveis nível de atividade física habitual e autopercepção do estado de saúde não foi estatisticamente significativa. De acordo com os dados obtidos neste estudo, as pesssoas ativas não possuem uma percepção de saúde melhor do que as não ativas (x²= 0,697; p= 0,392). Políticas destinadas a garantir uma melhor condição de renda para idosos são imprescindíveis para a melhoria das condições de saúde das pessoas, já que a percepção negativa do estado de saúde esteve associada a uma pior condição de renda.(AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Autoimagem / Idoso / Envelhecimento / Exercício Físico / Saúde do Idoso / Atividade Motora Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado / Estudo de incidência / Estudo observacional Limite: Idoso / Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. promoção saúde Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Sudoeste da Bahia/Brasil
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Autoimagem / Idoso / Envelhecimento / Exercício Físico / Saúde do Idoso / Atividade Motora Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado / Estudo de incidência / Estudo observacional Limite: Idoso / Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. promoção saúde Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Sudoeste da Bahia/Brasil
...