Your browser doesn't support javascript.
loading
Oral health in the family health strategy: a change of practices or semantics diversionism
Nascimento, Antonio Carlos; Moysés, Simone Tetu; Bisinelli, Julio Cesar; Moysés, Samuel Jorge.
Afiliação
  • Nascimento, Antonio Carlos; Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Curitiba. Brasil
  • Moysés, Simone Tetu; Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Curitiba. Brasil
  • Bisinelli, Julio Cesar; Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Curitiba. Brasil
  • Moysés, Samuel Jorge; Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Curitiba. Brasil
Rev. saúde pública ; 43(3): 455-462, May-June 2009. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-60382
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT

OBJETIVO:

Avaliar práticas de saúde bucal coletiva de dois modelos de atenção à saúde familiar.

MÉTODOS:

Estudo qualitativo realizado por meio de grupos focais constituídos por 58 cirurgiões-dentistas atuantes em programa de saúde da família há pelo menos três anos. Foram adotados os modelos de atenção Método Paidéia em Saúde da Família (Campinas, SP, 34 profissionais) e Estratégia de Saúde da Família (Curitiba, PR, 24 profissionais). O estudo foi realizado entre os meses de agosto e outubro de 2006. O referencial teórico utilizado para análise dos dados foi a hermenêutica-dialética. Foram empregados indicadores analíticos visando a indicar retrocesso, estagnação ou progresso nas práticas de saúde bucal que tiveram efeito a partir da implantação das estratégias em estudo. Os indicadores utilizados foram processo de trabalho, interdisciplinaridade, territorialização, qualificação dos trabalhadores, promoção da saúde, resolutividade às demandas dos usuários.

RESULTADOS:

Houve progresso no acesso dos usuários aos serviços, na humanização do cuidado em saúde, no acolhimento das pessoas e no vínculo entre os profissionais e os pacientes. Os resultados relativos às práticas de promoção de saúde, territorialização, abordagem interdisciplinar e qualificação das equipes indicaram a necessidade de avanços técnicos e operacionais nas duas cidades.

CONCLUSÕES:

Os dois modelos apresentam importantes avanços na qualificação do acesso e na humanização do cuidado em saúde. Não obstante, o direito universal ao acesso à saúde bucal, em todos os níveis de complexidade, mostrou-se deficiente nas duas cidades. Os gestores locais dos serviços de saúde e os coordenadores municipais de saúde bucal, devem atuar com maior intensidade ao definir prioridades em políticas públicas de saúde local.(AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Avaliação de Programas e Projetos de Saúde / Saúde Bucal / Saúde da Família / Assistência Odontológica Integral / Serviços de Saúde Bucal / Pesquisa sobre Serviços de Saúde Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Humanos Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Pontifícia Universidade Católica do Paraná/Brasil
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Avaliação de Programas e Projetos de Saúde / Saúde Bucal / Saúde da Família / Assistência Odontológica Integral / Serviços de Saúde Bucal / Pesquisa sobre Serviços de Saúde Tipo de estudo: Pesquisa qualitativa Limite: Humanos Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Pontifícia Universidade Católica do Paraná/Brasil
...