Your browser doesn't support javascript.
loading
Residência em Saúde da Família: desafios na qualificação dos profissionais na atenção primária
Barreto, Ivana Cristina H. C ; Oliveira, Eliany N ; Andrade, Luiz Odorico M. de; Sucupira, Ana Cecília Lins; Linhares, Maria Socorro C. ; Sousa, Givanilda A. .
Afiliação
  • Barreto, Ivana Cristina H. C ; Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social. Núcleo de Ensino e Pesquisa. Sobral. Brasil
  • Oliveira, Eliany N ; Universidade Estadual Vale do Acaraú. Brasil
  • Andrade, Luiz Odorico M. de; Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social. Sobral. Brasil
  • Sucupira, Ana Cecília Lins; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto da Criança. São Paulo. Brasil
  • Linhares, Maria Socorro C. ; Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social. Sobral. Brasil
  • Sousa, Givanilda A. ; Universidade Estadual Vale do Acaraú. Brasil
Sanare ; 1(1): 18-26, out.-dez. 2009.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-60857
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1; CidSaude-608
ABSTRACT
O Programa Saúde da Família - PSF tem como objetivo contribuir, para a reorientação do modelo assistencial a partir da atenção básica, em conformidade com os princípios do Sistema Único de Saúde. Para implementação deste novo modelo é imprescindível a qualificação de profissionais neste nível. A formação dos profissionais da área da saúde sempre esteve pautada na área curativa, principalmente dos cursos de nível superior de medicina e enfermagem. É necessário instrumentalizar esses profissionais, reparando as deficiências de conhecimentos, habilidades e prática referentes à atenção primária de saúde. O município de Sobral, com gestão plena, implantou 31 equipes do PSF em 22 áreas descentralizadas de saúde. Cada equipe é composta de um médico e de um a três enfermeiros, dependendo da necessidade da área, totalizando 77 profissionais de nível superior. O objetivo da residência é capacitar os profissionais de saúde (médicos e enfermeiros) para atuarem na estratégia de Saúde da Família. Trata-se de um curso de pós-graduação latu sensu, com duração de dois anos, carga horária mínima de 2400 horas anuais e forte componente de treinamento em serviço com preceptoria. Uma parceria entre a Universidade Estadual Vale do Acaraú e a Secretaria de Saúde e Assistência Social está viabilizando o curso, que já teve seu primeiro módulo oferecido no mês de setembro. Entendemos que só com projetos deste porte poderemos consolidar o modelo, que elege a família e seu espaço social como núcleo básico de abordagem no atendimento à saúde. (AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Atenção Primária à Saúde / Saúde da Família / 36397 / Educação de Pós-Graduação Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Sanare Ano de publicação: 1999 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social/Brasil / Universidade Estadual Vale do Acaraú/Brasil / Universidade de São Paulo/Brasil
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Atenção Primária à Saúde / Saúde da Família / 36397 / Educação de Pós-Graduação Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Sanare Ano de publicação: 1999 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social/Brasil / Universidade Estadual Vale do Acaraú/Brasil / Universidade de São Paulo/Brasil
...