Your browser doesn't support javascript.
loading
Utilização de assentos de segurança por crianças matriculadas em creches / Child safety restraint use among children attending day care centers
Oliveira, Sergio Ricardo Lopes de; Carvalho, Maria Dalva de Barros; Santana, Rosângela Getirana; Camargo, Gabriela C S; Lüders, Ludmila; Franzin, Simone.
Afiliação
  • Oliveira, Sergio Ricardo Lopes de; Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Medicina. Maringá. Brasil
  • Carvalho, Maria Dalva de Barros; Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Medicina. Maringá. Brasil
  • Santana, Rosângela Getirana; UEM. Departamento de Estatística. Maringá. Brasil
  • Camargo, Gabriela C S; Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Medicina. Maringá. Brasil
  • Lüders, Ludmila; Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Medicina. Maringá. Brasil
  • Franzin, Simone; Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Medicina. Maringá. Brasil
Rev. saúde pública ; 43(5): 761-767, out. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-61419
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT

OBJETIVO:

Estimar a prevalência de utilização de assentos de segurança infantil e fatores associados.

MÉTODOS:

Estudo transversal observacional, com amostragem estratificada, realizado em 15 creches da cidade de Maringá, PR, entre os meses de março e maio de 2007. Cada creche foi visitada em apenas um dia letivo. O desfecho considerado foi a utilização de assento de segurança infantil por crianças de até quatro anos de idade. Carros (N=301) que transportavam crianças menores de quatro anos de idade foram abordados e as informações foram coletadas por meio de questionários semi-estruturados. Variáveis relacionadas a distribuição de adultos e crianças nos assentos do veículo, situação de restrição dos ocupantes e sexo do condutor foram analisadas. Para análise dos dados aplicou-se o teste exato de Fisher, qui-quadrado de Mantel-Haenszel e regressão logística.

RESULTADOS:

Entre os motoristas abordados, 51,8 por cento usavam cinto de segurança (60,4 por cento das mulheres, 44,9 por cento dos homens). Entre as crianças, 36,1 por cento usavam assentos de segurança infantil, 45,4 por cento eram transportadas soltas, 16,0 por cento estavam no colo de adultos, 2,7 por cento usavam o cinto de segurança. Segundo a regressão logística, os fatores que mais influenciaram o uso dos assentos de segurança infantil foram idade da criança inferior a 15 meses (OR= 3,76), uso de cinto de segurança pelo condutor (OR= 2,45) e crianças pertencentes aos estratos sociocupacionais de maior renda e escolaridade (OR= 1,37).

CONCLUSÕES:

A utilização de assentos de segurança infantil mostrou-se associada à idade da criança, uso de cinto de segurança pelo condutor e estrato sociocupacional da creche. Frente ao baixo índice de utilização, o uso dos assentos de segurança infantil surge como desafio à medicina preventiva no Brasil, exigindo atenção e atuação para sua disseminação na população.(AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.6: Reduzir as mortes e traumatismos por acidentes de transito Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Equipamentos de Proteção / Cintos de Segurança / Acidentes de Trânsito / Medicina Preventiva Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência Limite: Criança / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: UEM/Brasil / Universidade Estadual de Maringá/Brasil
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.6: Reduzir as mortes e traumatismos por acidentes de transito Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Equipamentos de Proteção / Cintos de Segurança / Acidentes de Trânsito / Medicina Preventiva Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência Limite: Criança / Humanos Idioma: Português Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: UEM/Brasil / Universidade Estadual de Maringá/Brasil
...